• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Arquivo da tag segurança

Bandidos na entrada de Praia Grande

Na madrugada desta quinta-feira (15), no viaduto Mário Covas, em São Vicente, criminosos usaram móveis velhos para obstruir a passagem dos motoristas, fazendo-os reduzir a velocidade para praticarem roubo portando armas.
Três marginais abordaram um veículo onde havia um policial da Tropa de Choque, que voltava para casa após o expediente. Houve reação aos criminosos e o policial atingiu dois deles, levando um a óbito no local e o outro atingido no ombro.

A Polícia Militar e o Samu realizaram atendimento à ocorrência, constatando o relato do policial que os aguardava. Um dos marginais foi encaminhados Crei, o outro à delegacia e o terceiro ao IML. A ocorrência foi registrada na delegacia local.

Fonte: Viver em Santos e região

Jovem gravemente ferido na balada em Santos.

Foto: Facebook

AGRESSÃO – O que era para ser uma noite tranquila e divertida terminou com um jovem gravemente ferido em Santos. Na madrugada do último sábado (7), o estudante da Unisanta de Engenharia Elétrica, Lucas Martins de Paula, de 21 anos, estava em uma balada na Rua Oswaldo Cochrane, no Embaré, quando foi agredido e espancado por seguranças do estabelecimento.

De acordo com a irmã da vítima, a auxiliar de contabilidade Thays Cristina Martins de Paula, de 28 anos, Lucas estava com mais dois casais de amigos curtindo a noite de sábado. A confusão começou quando ele foi pagar a conta. “Ele viu na comanda que não tinha consumido uma bebida no valor de R$ 15 e questionou o que estava sendo cobrado”. De acordo com Thays, o caixa começou a ser grosso com Lucas e chamou o garçom para ver o que tinha acontecido. “O garçom alegou que ele havia consumido a bebida, meu irmão negou e chamaram os seguranças. Foi aí que começou a confusão”.

O estudante foi colocado para fora do estabelecimento e fizeram uma roda ao redor dele, para que ele e um segurança começassem a brigar. “Os amigos do meu irmão tentaram ajudar. Mas, Lucas estava no meio de uma roda de seguranças. Tanto que os amigos do meu irmão também ficaram machucados, não tão grave quanto ele”, lamenta.

Segundo Thays, o problema não foi o valor, mas sim a cobrança indevida. ” A bebida custava R$ 15 e os amigos do meu irmão e eles gastaram uma quantia alta. O problema foi pagar por algo que não consumiu e por isso ele questionou. Os amigos deles até pagaram esses R$ 15 a mais quando viram que tinham expulsado meu irmão da balada”.

A jovem conta que não mora mais com Lucas, mas que foi avisada da briga ainda na madrugada de sábado via Messenger por um amigo dele. “Eles não tinham o contato dos meus pais e avisaram que meu irmão tinha sido levado desacordado por uma ambulância para a UPA Central”.

“Assim que soubemos da gravidade do fato, registramos um Boletim de Ocorrência na Delegacia Sede”. O irmão de Thays foi transferido para Santa Casa de Santos. Ele está em estado grave na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e com politraumatismo craniano. “Só queremos Justiça. Meu irmão é uma pessoa calma, estudiosa, nunca foi de se meter em briga”.

#Santaportal procurou contato com os donos do estabelecimento para comentar o caso, mas não obteve sucesso.

Fonte: SantaPortal

Entrega de 28 viaturas para a GCM de Praia Grande

Delegados tomam posse em Santos

Informativo a população de Praia Grande sobre toque de recolher

O 45° Batalhão de Polícia Militar do Interior informa à população praiagrandense que no bairro Melvi, no mercado Kril, alguns indivíduos tentaram realizar roubos, porém com a rápida chegada e ação da Polícia Militar os 6 (seis) indivíduos foram detidos e encaminhados ao Distrito Policial Sede. Informamos ainda, que não está havendo toque de recolher, a diminuição de pessoas transitando na cidade é justamente por conta da situação de falta de combustível no país. As Forças de Segurança no município de Praia Grande estão plenamente atendidas e prontas para atuarem se for necessário para garantir a ordem pública.

#issoéPM
#45bpmivocepodeconfiar
COMUNICAÇÃO SOCIAL 45°BPM/I

Policial Militar reage a assalto e é baleada por bandido

Equipe da RecordTV acompanha operação para combater furto de estepes

Primeiro dia de “Bike Check-up” atende 180 ciclistas em Praia Grande

Ação gratuita seguirá até a próxima quinta-feira (10)
8/5/2018

O mês de maio em Praia Grande está sendo marcado por ações de conscientização e fiscalizações no trânsito, visando garantir mais segurança viária na Cidade. Conhecido como Maio Amarelo, o período teve início no Município com Bike Check-ups Gratuitos (revisões de itens de segurança do veículo) realizados em parceria entre a Prefeitura e bicicletarias parceiras. Nesta terça-feira (8), a ação aconteceu no Bairro Guilhermina. Estão previstas novas revisões gratuitas para quarta (9) no Bairro Tupi, e na quinta-feira (10) no Bairro Mirim, sempre das 9 às 11h30. A atividade acontece com o apoio do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, do Governo do Estado.

Na ocasião, além da revisão gratuita, os ciclistas ainda recebem materiais informativos e participam de uma pesquisa que visa apontar um panorama dos utilizadores de bicicletas na Cidade. Além disso, os participantes ainda recebem o selo do projeto Ciclista Cidadão (cadastro de proprietários de bicicletas da Cidade realizado após colagem de adesivo numerado nos veículos).

Dentre os itens que estão sendo checados durante a revisão gratuita estão a regulagem de freios, ajuste de correntes e lubrificação. Para participar, basta o ciclista procurar uma das bicicletarias participantes dentro do horário e dia estipulados. Nesta quarta-feira (9) a ação acontecerá na Speed Bike (Avenida Presidente Kennedy, 5783, Bairro Tupi) e na quinta-feira (10) na Skill Way (Rua Osmar Antonioli, 642, Bairro Mirim).

De acordo com a diretora da Seção de Educação de Trânsito, Elaine Fornazieri, a manutenção dos veículos é muito importante para a segurança viária não somente para os próprios ciclistas, mas também todos nas vias. “Estatisticamente, a falta de revisão dos veículos é parte das causas dos acidentes de trânsito registrados. E atividades simples, como verificar freios e correntes, podem salvar vidas”.

No primeiro dia de ação, realizada na bicicletaria Ivan Bike, no Bairro Guilhermina. Quem participou foi a dona de casa Maria Souza Cunha Santos, de 58 anos. Segundo ela, atividades como esta são essenciais para a segurança do trânsito da Cidade. “Ando muito de bicicleta. Eu, particularmente, sempre faço revisões, mas eu sei que nem todo mundo tem essa preocupação, podendo se machucar ou ferir outras pessoas”.

O próprietário da bicicletaria participante da ação, Ivan Rodrigues Vieira, de 56 anos, explicou que normalmente já costuma orientar seus clientes sobre a importância das revisões periódicas das bicicletas. “Aqui em Praia Grande, especialmente, onde existem muitas ciclovias, os ciclistas precisam entender a importância do respeito às normas viárias. Por isso, ações como essas, de prevenção e de orientação, são tão importantes”.

Além desta ação, o mês de maio está marcado por diversas atividades de conscientização e fiscalização, visando à segurança viária. Estão previstas distribuição de materiais educativos, iluminação temática em vários pontos da Cidade, moto check-up, concurso cultural junto a estudantes da Cidade, entre outras.

Maio Amarelo – O movimento mundial de conscientização Maio Amarelo teve início em 2014 e a cor amarela foi escolhida por simbolizar atenção, em referência à sinalização de advertência no trânsito. O trabalho segue preceitos da Década de Ações para a Segurança no Trânsito, criada em 2011 pela ONU, e da Semana Mundial de Segurança do Pedestre.

A ideia da campanha segue a mesma proposta dos bem sucedidos Outubro Rosa e Novembro Azul, quando toda a sociedade se mobiliza para refletir sobre o câncer de mama e de próstata, respectivamente.

Ciclistas podem realizar check-up gratuito de bicicletas em Praia Grande

Ação faz parte do Maio Amarelo e acontecerá entre os dias 8 e 10
7/5/2018

Itens de segurança são muito importantes na hora de conduzir meios de transportes em geral, inclusive um dos mais usuais: a bicicleta. Por isso, dentro das atividades do Maio Amarelo, a Secretaria de Trânsito de Praia Grande (Setran) está oferecendo à população check-ups gratuitos de bicicletas entre os dias 8 e 10, sempre das 9 às 11h30, em bicicletarias parceiras.

Na ocasião será realizada também pesquisas junto aos ciclistas e a entrega de materiais informativos sobre o tema. A atividade acontece com o apoio do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, do Governo do Estado.

Dentre os itens que serão checados durante a revisão gratuita estão a regulagem de freios, ajuste de correntes e lubrificação. Para participar, basta o ciclista procurar uma das bicicletarias participantes dentro do horário e dia estipulado. Nesta terça-feira (8) a ação acontecerá na Ivan Bike (Rua Nicaragua, 759, Bairro Guilhermina), na quarta-feira (9) na Speed Bike (Avenida Presidente Kennedy, 5783, Bairro Tupi) e na quinta-feira (10) na Skill Way (Rua Osmar Antonioli, 642, Bairro Mirim).

Além desta ação, o mês de maio está marcado por diversas atividades de conscientização e fiscalização, visando a segurança viária. Então previstas distribuição de materiais educativas, iluminação temática em vários pontos da Cidade, moto check-up, concurso cultural junto a estudantes da Cidade, entre outras.

Maio Amarelo – O movimento mundial de conscientização Maio Amarelo teve início em 2014 e a cor amarela foi escolhida por simbolizar atenção, em referência à sinalização de advertência no trânsito. O trabalho segue preceitos da Década de Ações para a Segurança no Trânsito, criada em 2011 pela ONU, e da Semana Mundial de Segurança do Pedestre.

A ideia da campanha segue a mesma proposta dos bem sucedidos Outubro Rosa e Novembro Azul, quando toda a sociedade se mobiliza para refletir sobre o câncer de mama e de próstata, respectivamente.

Policiamento com bicicletas realiza operação com vistas a infratores na orla da Praia Grande

Maio Amarelo – Ação Pela Vida 2018 

Sessão Solene da entrega da Medalha Mérito da segurança Pública de Praia Grande

Uma criança de 11 anos foi estuprada por pelo menos 14 homens durante um baile funk em Praia Grande

Nota atualizada em 23/04/2018 as 23:18 hs

“Polícia diz que menina de 11 anos fez falsa comunicação de crime de estupro”


Uma criança de 11 anos foi estuprada por pelo menos 14 homens durante um baile funk em Praia Grande, no litoral de São Paulo. O boletim de ocorrência sobre o abuso foi registrado no domingo (22), na Delegacia Sede da cidade. A polícia está investigando o caso para tentar identificar quem são os autores do crime.

Uma amiga da família da vítima, que preferiu não se identificar, contou ao G1 que a menor a procurou na sexta-feira (20), falando que havia sido abusada. “Ela chegou na minha porta e pediu para dormir na minha casa. Ela me contou do estupro, e eu já tinha marcado uma consulta para fazer exames, mas no domingo ela sentiu uma dor forte e a levei ao hospital”, explica.

No local, a médica que estava de plantão, ao fazer alguns exames, constatou que a menina havia tido relações sexuais recentes. Como a testemunha que a acompanhava não era parente da vítima, os funcionários do hospital decidiram acionar o Conselho Tutelar da cidade, que enviou um representante à unidade de saúde para conversar com a menina.

A conselheira apurou com a menina que ela havia sido abusada por 14 homens durante um baile funk no bairro Vila Mirim, em Praia Grande. A vítima contou que não os conhecia e não soube dizer se eles usaram preservativos. “Ela me disse que rolou muita bebida na festa. Ela tem 11 anos, vai pela cabeça dos outros, é muito influenciada”, conta a mulher que abrigou a vítima.

De acordo com informações da polícia, após a constatação do estupro, a criança foi encaminhada para o Conselho Tutelar, onde permanece sob a guarda do órgão. “Ela passou na minha casa e pegou algumas roupas. Não conversei mais com ela, pois a conselheira veio junto e não nos sentimos muito à vontade”, conta.

A mãe da menina foi procurada pelo Conselho Tutelar, mas, segundo informações da polícia, ela está internada em um hospital da cidade com problemas de saúde. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil que, até o momento, não sabe quem são os homens responsáveis pelo crime. As circunstâncias do estupro devem ser apuradas pela Delegacia da Mulher da cidade.

Em contato com o G1, a Prefeitura de Praia Grande confirmou que a criança foi atendida no PS Quietude e, em seguida, encaminhada ao Serviço de Acolhimento do município, onde está recebendo os cuidados cabíveis em relação à saúde e proteção. A administração municipal também prometeu ceder imagens de câmeras de monitoramento à Polícia Civil, assim que o local exato do crime for revelado pelas autoridades.

Fonte: G1

CONSEG Norte

Mais uma vez, ônibus de viagem é atacado na Rodovia dos Imigrantes

%d blogueiros gostam disto: