• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Arquivo da tag saúde

Praia Grande lança serviço pioneiro para crianças com autismo

Tema foi debatido em reunião do Conselho Municipal de Saúde
1/8/2018

Um serviço pioneiro em todo o Brasil focado em crianças com autismo será lançado em Praia Grande: o SIPTEA (Serviço de Intervenção Precoce no Transtorno do Espectro Autista). Aprovado por unanimidade em reunião do Conselho Municipal de Saúde, na última terça-feira (1), a iniciativa tem como principal objetivo e diferencial a intervenção antes mesmo de um diagnóstico oficial. O SIPTEA começará a funcionar na Cidade a partir de setembro deste ano e promete mudar o futuro das crianças autistas.

O SIPTEA atenderá crianças de 0 a 3 anos e as acompanhará até os 5 anos, quando esses jovens atingem a chamada primeira infância. Após isso, ela será encaminhada para outro serviço especializado para continuar tendo atendimento diferenciado.

Segundo uma das colaboradoras da proposta e também fonoaudióloga do serviço, Andrea Prado, as crianças chegam muito tarde para os devidos cuidados. Isso se da por conta do diagnóstico demorado do TEA (Transtorno do Espectro Autista) e acaba comprometendo muito o desenvolvimento da criança.

Andrea ressalta que é necessária uma identificação dos pequenos sinais de autismo (sem a necessidade do total diagnóstico) e intervir cedo, pois é nessa faixa etária que a criança atinge o máximo de seu desenvolvimento cerebral. “Desta forma ela deve ser estimulada da maneira correta a partir dessa idade”. 

Além disso, a ideia do novo serviço revoluciona as terapias convencionais. O foco agora não é apenas a criança, mas também a família como um todo. O SIPTEA fará um treinamento familiar constante para que eles saibam como lidar e estimular essa criança dentro de casa. Segundo a terapeuta ocupacional do serviço, Lucimara Patrícia Patti, esse treinamento é essencial, pois são os pais que mais estão em contato com a criança.“Não basta apenas uma hora de terapia por semana, os familiares devem saber como agir com a criança em casa”, explica a terapeuta. 

O atendimento contará com especialistas em desenvolvimento infantil, entre eles, terapeutas, fonoaudiólogos e assistentes sociais. Esses profissionais avaliarão a criança e após treinar os pais, os mesmos terão que apresentar um relatório com observações de quando aplicaram as medidas instruídas em casa. Dessa forma, os especialistas poderão realizar uma reavaliação e dar novas diretrizes.

Já que os pais muitas vezes não conseguem identificar os sinais do TEA (Transtorno do Espectro Autista) nos filhos tão precocemente, o SIPTEA irá vincular a proposta com o serviço de Atenção Básica da Secretaria de Saúde Púbica (Sesap) de Praia Grande. Isso trará um trabalho unificado e será feito da seguinte forma: quando os pais levarem a criança para a vacinação, o profissional da saúde apresentará um questionário baseado no M-CHAT, um documento do Ministério da Saúde Mundial que ajuda a rastrear o autismo precocemente. Se caso o resultado der indício de qualquer risco, essa criança será encaminhada para o SIPTEA. Além disso, também buscam integrar esse sistema às creches, na qual professores poderão identificar, alertar e também encaminhar para o serviço. 

Atendimento – A Casa dos Conselhos está instalada dentro do Vivência Tupi, onde também funcionam a Subsecretaria de Assuntos da Juventude (Subjuve), o Programa SuperEscola e o Programa Conviver. O local tem o objetivo de integrar diversos públicos e promover a cidadania entre os moradores de diferentes faixas etárias. A Casa dos Conselhos fica na Rua Xavantes, n° 51, Bairro Tupi, e funciona de segunda a sexta-feira das 8h30 às 17h30.



Praia Grande recebe prêmio Estadual pela qualidade dos sistemas de informação em Saúde

Premiação SIM/SINASC aconteceu nesta terça-feira (31), na USP-SP
31/7/2018

Praia Grande recebeu, nesta terça-feira (31), dois prêmios estaduais devido à qualidade das informações prestadas nos sistemas SIM (Sistema de Informações de Mortalidade) e SINASC (Sistema de Informação de Nascidos Vivos).

Durante a solenidade que aconteceu no anfiteatro da Faculdade de Medicina da USP-SP, o secretário de Saúde de Praia Grande, Cleber Suckow Nogueira, o diretor do Departamento de Informação em Saúde, João Carlos Melo, e o diretor da Divisão de Dados Epidemiológicos, Peter dos Santos Draber, receberam os dois prêmios.

O SIM/SINASC são sistemas informatizados que têm como principal função a descentralização do processo de coleta, processamento e consolidação de dados quantitativos e qualitativos, referentes aos óbitos e nascimentos informados em todo território nacional. São ferramentas importantes de gestão e possuem variáveis que permitem formulação de indicadores epidemiológicos estratégicos para o planejamento das ações e tomada de decisão em diversas áreas da saúde.

“Os prêmios são grandes incentivos para que as cidades melhorem cada vez mais a qualidade das informações prestadas, pois é através desses sistemas de organização e informação que podemos facilitar para o Estado o monitoramento e os indicadores epidemiológicos, de nascidos vivos e de mortalidade materno-infantil. Agradeço e parabenizo todas as equipes envolvidas nesse trabalho”, destacou o secretário de Praia Grande.

A premiação SIM/SENASC acontece anualmente e é promovida pela Coordenadoria A Coordenadoria de Controle de Doenças, da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (CCD/SES/SP).

Praia Grande recebe a 1ª Corrida Contra o Câncer

Evento está com inscrições abertas
31/7/2018

A Cidade de Praia Grande recebe no próximo dia 26 de agosto, a partir das 8 horas, a 1ª Corrida Contra o Câncer (Correndo Contra o Câncer) – Seu Suor Pela Causa -, disputa regida por Viviane Bileski com apoio da Prefeitura local. A competição tem largada na Avenida Presidente Castelo Branco, no Bairro Tupi (na altura do Emissário Submarino) e conta com caminhada participativa, provas de 5 e 10 quilômetros na faixa de areia. A chegada está prevista para o Bairro Boqueirão. 

As inscrições para os interessados em participar estão abertas até o próximo dia 5 de agosto e custam R$ 60,00. Os registros podem ser feitos na Academia Ômega (Avenida Presidente Kennedy, 1300, Bairro Caiçara), no Centro de Treinamento Furiosos (Rua Dante Bello Maria, 22, Samambaia), e no link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfR-cN9NSBsp5DkeUXbvalYSMZVLl2v1jcbfFu9Q1MYskwOCw/viewform.

Os atletas recebem kits (com camiseta, viseira, sacolucha e medalha personalizada) que serão entregues pouco antes da competição. Durante o percurso (caminhada), haverá a realização de exercícios coordenados por professores de educação física da Região Metropolitana da Baixada Santista. Os três primeiros colocados, nas provas de 5 e 10 km, no feminino e masculino, ganham premiação. 

Todo o dinheiro arrecadado com a inscrição dos atletas será destinado para o evento Outubro Rosa (que visa chamar a atenção para a importância da prevenção do diagnóstico precoce do câncer de mama). Outras informações podem ser obtidas no link https://www.facebook.com/events/1829661023758911 e no telefone (13) 3019-1851.

Profissionais da Saúde colaboram para final feliz de gato ‘fujão’

Casal achou animal na Divisão de Saúde Ambiental e Proteção à Vida Animal
27/7/2018

Um animal de estimação é considerado por muitas pessoas como um membro da família. Cães, gatos, pássaros e outros bichos passam a ser indispensáveis na vida de seus donos. Agora imagina, de uma hora para outra, o seu bichinho de estimação foge de casa. Você o procura por mais de dois meses e quando está perdendo as esperanças, acaba por encontrá-lo em um lugar que nem imaginava. Essa história aconteceu em Praia Grande com a Jéssica Ribeiro dos Santos, Mayara da Silva Machado e Filo, um simpático gatinho ‘fujão’. A equipe de profissionais da Divisão de Saúde Ambiental e Proteção à Vida Animal da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) da Cidade teve papel determinante para esse reencontro e o final feliz dos três.

A oferta de vagas de trabalho trouxe Jéssica e Mayara para Praia Grande no início de 2018. Filo não poderia faltar e veio junto. As representantes comerciais de uma empresa de telefonia vieram de Campinas e rapidamente se adaptaram ao Município. O Bairro Aviação foi o escolhido para morar. Inicialmente, o casal escolheu uma casa para residir. Mal sabiam que essa decisão traria um problema na frente.

A área de serviço da casa tinha uma fenda entre o muro e o telhado. Esperto, Filo percebeu a oportunidade e sem que suas donos percebessem, resolveu dar uma volta e conhecer a vizinhança. O drama começava aí. O passeio foi um pouco mais demorado e o gato não voltou para casa. 

Jéssica e Mayara entraram em desespero. Procuraram Filo por toda parte. Passaram horas, dias, semanas e meses e nada de encontrar o amado animal. As duas fizeram cartazes, conversaram com os vizinhos e moradores dos arredores. De nada adiantou, todos os esforços foram em vão. 

Já sem esperanças nenhuma de ter de volta o gatinho que era a alegria da casa, as duas conversaram e entraram em acordo: era chegada a hora de começar uma nova fase na vida. Adotar um outro gato foi a decisão tomada. Um amigo indicou o serviço de adoção desenvolvido pela Divisão de Saúde Ambiental e Proteção à Vida Animal. Foi então que essa história deu uma reviravolta.

Na sede da unidade as duas visitaram o espaço destinado aos gatos no canil. Quando estavam conhecendo os animais, um felino na cor mel chamou a atenção de Mayara. “Ela não teve nenhuma dúvida, era o Filo. Ele tem uma marca de nascença no nariz. Assim que chamamos, ele veio, pulou em nosso colo e começou a fazer festa. Era ele mesmo, nem acreditávamos! Foi emocionante. Não esperávamos mais encontrá-lo”, disse Jéssica.

A situação de Filo era complicada quando foi resgatado por uma equipe da Divisão de Saúde Ambiental e Proteção à Vida Animal. Ele estava debilitado, com caqueixa (perda de massa corporal, sobretudo massa muscular) e altamente desidratado, com quadro característico para eutanásia. O comprometimento, carinho e doação dos profissionais fez toda a diferença neste caso. “Não medimos esforços para recuperar o Filo. Fiquei de plantão no feriado para cuidar dele. Ele se recuperou bem em observação antes de ser colocado para doação”, declarou a veterinário, Maira Freitas. 

A veterinária ressaltou que todos os animais que chegam nesse estado ao canil são atendidos com essa dedicação visando a recuperação. “Todos trabalham de forma muito comprometida. Estou muito feliz por tudo ter dado certo. Isso nos motiva a seguirmos trabalhando a cada dia”.

Com Filo de volta, Jéssica e Mayara mudaram da casa para um apartamento. Agora as duas não desgrudam do gato, que passou a ser ainda mais fundamental em suas vidas após o final feliz dessa história. “Quero agradecer todos os profissionais que trabalham no canil. Eles são sensacionais e o atendimento foi muito bom. O Filo está de volta e agora é só curtir”, afirmou Jéssica.

Blog – O Blog Adoção Animal PG está no ar (www.adocaoanimalpg.blogspot.com.br) e conta com fotos de cães e gatos que se encontram no canil municipal. A moderna ferramenta da internet, criada pela Prefeitura de Praia Grande, busca incentivar e agilizar a adoção desses bichinhos. Atualmente, mais de 100 animais estão disponíveis no local aguardando por um novo dono. Todos eles foram apreendidos, resgatados por maus tratos, abandono ou por terem sido atropelados.

Profissionais da Saúde participam de ciclo de palestras

O tema “Empodere-se Agora” foi discutido durante dois dias de evento
26/7/2018

Com o intuito de provocar uma reflexão sobre o modo natural de enfrentar situações do cotidiano, duas educadoras físicas realizaram palestras, no anfiteatro do Hospital Municipal Irmã Dulce. Ressaltando condutas que sugerem maior confiança no que se faz, o tema “Empodere-se Agora” é título de um livro, que reúne 41 histórias de superação. O evento foi voltado aos profissionais de saúde e de outros setores do Complexo Hospitalar.

Organizada pelo setor de Educação Continuada, sob coordenação da Gerência Geral de Enfermagem, a abordagem reúne experiências que podem ser aplicadas nas áreas profissional, familiar ou na administração de negócios.

Como professora de Educação Física, Suellen Moraes Galante relatou como aprendeu a superar conflitos já na infância. Criada pela avó e convivendo com vários problemas familiares, ela revelou ter conseguido suplantar seus traumas e ter extraído muitos ensinamentos. “Eu rejeitei as coisas que não faziam bem para mim como o cigarro, a bebida e outras influências negativas e meu refúgio foi a escola, onde aprendi a formar minha personalidade”, disse.

Falando sobre Empoderamento Infantil, Suellen defende técnicas que, se aplicadas em determinada fase, podem ser mais bem absorvidas. “Até os 12 anos, as crianças memorizam mais as informações que elas já viram ou vivenciaram do que as informações abstratas. Quando a criança chega da escola, o ideal é que os pais conversem com ela, fazendo perguntas como o que comeu, se fez algum amigo novo, qual o assunto que mais gostou naquele dia. São perguntas mais abertas e não as que podem ser respondidas apenas com um sim ou não. Propõe-se, inclusive, que ela ensine a matéria nova ao pai ou a mãe. Quando se faz isso, a criança retêm muito mais o que aprendeu na aula”, destaca.

Colega de profissão e de local de trabalho, Ianka Oliveira Nogueira ainda leciona Ioga, o que também a credencia a discorrer sobre um dos temas do livro: “Você é a cura da sua vida”. O poder da mente para curar enfermidades a para ver a vida sob outras perspectivas fazem parte do seu capítulo na publicação. “As pessoas estão sempre procurando em sua volta o que elas necessitam naquele momento, sem saber que quase sempre as respostas estão dentro delas mesmas, mas que muitas vezes não se dão conta disso”, salienta.

Segundo Ianka, a experiência pessoal, os princípios da Ioga e cursos que frequentou ajudaram na construção de seu caráter. Para ela, a aceitação e o amor próprio são alguns dos pontos de partida em busca de soluções para a maior parte dos problemas da sociedade.

Tanto Suellen quanto Ianka dizem aplicar estes conhecimentos em suas aulas diariamente, quando introduzem temas ou brincadeiras, que além do bem estar físico e mental, propiciam também, através da prática, maior conscientização sobre os valores sociais, morais e éticos do indivíduo.

Para a gerente Geral de Enfermagem, Renata Meroti, conteúdos como os apresentados propõem uma autoavaliação sobre como cada um enxerga sua própria vida. “No dia a dia, vamos levando a vida de forma muito automática. Uma reflexão observando todos os aspectos expostos pelas palestrantes caba por motivar para mudar a rotina e melhorar a vida de todos”, considera.

Além do Irmã Dulce, as professoras já se apresentaram para públicos em Santos e no Palácio das Artes, em Praia Grande.

Riscos e cuidados na hora de fazer uma cirurgia plástica

Praia Grande realiza ações do Julho Amarelo para o combate e prevenção das hepatites

Programa Municipal DST/AIDS e Hepatites realiza ações
18/7/2018

Praia Grande está realizando ações voltadas a campanha Julho Amarelo. A iniciativa tem como meta a conscientização sobre a importância da prevenção, diagnóstico e tratamento das hepatites. Os trabalhos na Cidade são coordenados pela equipe do Programa Municipal DST/AIDS e Hepatites, setor da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) praia-grandense, que oferece atendimento especializado nesta área.

Nesta quarta-feira (18) teve início a realização de testes rápidos para hepatite B e C pela equipe do Consultório na Rua para a população de rua. O serviço ocorrerá até o dia 31, exceto aos sábados e domingos. São três locais principais de atuação: Área de Transbordo, no Bairro Guaramar, espaço conhecido como Calipal, no Antártica e Praça Roberto Andraus, Ocian.

Já no dia 25, no período da manhã, testes rápidos também serão oferecidos, só que no Centro Especializado em Reabilitação Joana Imparatto (CER). A ação será voltada a pacientes da unidade, localizada na Avenida Doutor Roberto de Almeida Vinhas, esquina com Rua Osmar Antoniolli, no Bairro Mirim. 

Doença – A hepatite viral é uma doença que causa inflamação no fígado. Transmitida por vírus, muitas vezes é assintomática, como nos tipos C e D. Quando apresentam sintomas, como na versão B, podem ser desde cansaço fácil até falta de apetite, passando por icterícia (olhos e pele amarelados), urina escura e dor nas articulações. O diagnóstico é feito pelo médico por meio de exames clínicos e laboratoriais.

Existem vários tipos de hepatites virais: A, B, C, D e E. As hepatites dos tipos A e E são transmitidas via fecal-oral, por meio de contato com fezes ou ingestão de alimentos contaminados. As dos tipos B e C por relações sexuais, contato com sangue e secreções contaminadas e da mãe para o bebê no parto e amamentação (exceto a C, sem estudos conclusivos sobre o tema). A hepatite do vírus D só causa doença na presença do vírus B e as formas de contágio são as mesmas desse tipo.

Entre as medidas de prevenção estão o uso de preservativos em todas as relações sexuais, de seringas e agulhas descartáveis e acessórios pessoais individuais (evitando compartilhar itens como aparelho de barbear e escova de dentes).

Programa Municipal DST/AIDS e Hepatites – O setor desenvolve atividades contínuas de acompanhamento médico através de consultas, prevenção, orientação e informação sobre doenças sexualmente transmissíveis. As campanhas na Cidade atingem pessoas de todas as faixas etárias, desde os jovens até os integrantes da melhor idade.

A equipe do DST/Aids tem como meta utilizar cada vez mais a informação para conscientizar a população. Além de disponibilizar preservativos para munícipes e turistas, as pessoas recebem também orientações através de panfletos educativos.

O trabalho de orientação é feito também nas Unidades de Saúde da Família (Usafas) e Multiclínicas. Os agentes comunitários de saúde também fazem parte do público alvo. Os profissionais aprendem a identificar uma doença, reconhecendo sintomas durante as visitas domiciliares. Os casos suspeitos são encaminhados às Usafas e depois direcionados para tratament

Área da Saúde em Praia Grande ganha conceito ‘A’ do Tribunal de Contas do Estado

Estudo realizado pelo órgão detalha serviços destinados aos munícipes
4/7/2018

Pelo quarto ano consecutivo, Praia Grande recebeu a nota máxima nas ações desenvolvidas na área da Saúde no Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM), realizado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP). A Cidade é a única da Região Metropolitana da Baixada Santista a ter o conceito ‘A’ do órgão em todas as edições do estudo. 

Praia Grande vem se destacando ao longo dos últimos anos devido ao investimento maciçamente na área da Saúde. O objetivo desta atuação é oferecer serviços com cada vez mais qualidade para os munícipes e turistas e uma melhor estrutura para a atuação dos profissionais. Construção de novas unidades, ampliação e revitalização das já existentes, aquisição de novos e modernos equipamentos, além da contratação de mais médicos estão entre as ações adotadas.

O titular da Secretaria de Saúde Pública de Praia Grande, Cleber Suckuow Nogueira, realizou reunião, na terça-feira (3), na sede da pasta, com parte da equipe para analisar o resultado do IEGM. O dirigente ressaltou a nota alcançada e reforçou o empenho em seguir com a evolução do setor.

“A nota reflete que o Município está cumprindo com suas ações. A Cidade aumentou a acessibilidade da população aos serviços. Temos dificuldades e estamos buscando alternativas para superar. Com recursos próprios o Município tem solucionado algumas carências por conta do subfinanciamento do Sistema Único de Saúde (SUS)”.

O conceito ‘A’ representa na pesquisa a faixa ‘altamente efetivo’. O IEGM avalia o sucesso das políticas e atividades públicas dos gestores das prefeituras paulistas. Apesar de ser divulgado neste ano, o TCE analisou as ações desenvolvidas ao longo de todo ano de 2017.

Na área da Saúde, o IEGM verificou as medidas adotadas pelos municípios na Atenção Básica, equipes do Programa Saúde da Família (PSF), Conselho Municipal de Saúde e atendimento aos munícipes para tratamento de tuberculose, hanseníase, além da cobertura de campanhas de vacinação. Orientações sobre outros serviços do setor também fizeram parte da pesquisa. A aplicação pela Prefeitura de Praia Grande superior a média mínima de investimentos para o setor de 15% do orçamento local estipulada pela emenda constitucional nº 29/2000 também mereceu referência especial no levantamento.

“Quero aproveitar para cumprimentar e agradecer toda a equipe da Sesap, médicos, enfermeiros, recepcionistas, diretores das unidades, corpo administrativo e demais profissionais pelo comprometimento com a área da Saúde em Praia Grande. Seguiremos trabalhando duro para melhorar cada vez mais”, afirmou o secretário.

Praia Grande já vacinou mais de 56 mil pessoas contra gripe

Atendimento nas Usafas é de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas
2/7/2018

A Secretaria de Saúde Pública de Praia Grande (Sesap) já vacinou mais de 56 mil pessoas contra a gripe desde o início da campanha. O atendimento na Cidade ocorre em todas as 27 unidades de Saúde da Família (Usafas), de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas. De acordo com o Ministério da Saúde, a Cidade tem aproximadamente 72 mil pessoas dentro do grupo que deve ser vacinado. A meta estipulada pelo órgão é que 90% deste total receba a dose.

O Município está adotando alternativas para aumentar os números de vacinas aplicadas. Um dos destaques fica por conta de ações especiais em escolas municipais. “Muitos pais trabalham fora e não tem como levar a criança até o posto de saúde. Trazendo a vacina até a escola fica mais fácil e acessível”, explicou o chefe da Vigilância Epidemiológica da Sesap, Rafael Leite.

Grupos – Fazem parte dos grupos que devem ser imunizados: idosos acima de 60 anos, indígenas e trabalhadores da área da saúde, crianças de até 5 anos de idade, gestantes, mulheres no pós-parto, professores, portadores de doenças crônicas e agora também podem tomar a vacina as crianças de 5 a 9 anos e adultos de 50 a 59 anos.

Confira o endereço das 27 Usafas:

1 – Usafa Aviação – Av. Dr. Roberto de Almeida Vinhas, nº2929
2 – Usafa Boqueirão – Av. Pres. Kennedy, nº 918 Boqueirão
3 – Usafa Mirim – Av. dos Sindicatos, nº 635 – Mirim
4 – Usafa Tupi – Rua Meinacós, nº 95 – Tupi
5 – Usafa Aloha – Rua Zenji Sasaki, nº 269- Nova Mirim
6 – Usafa Anhanguera – Rua Josefa Alves de Siqueira, nº 649 – Anhanguera
7 – Usafa Antártica – Av. dos Trabalhadores 3801 – Antártica
8 – Usafa Caiçara – Rua Mathilde de Azevedo Setubal nº 630 – Caiçara
9 – Usafa Esmeralda – Rua Menotti Del Picchio, altura do n° 179
10 – Usafa Forte – Av. Rio Branco, nº 562 – Forte
11 – Usafa Guaramar – Av. dos Trabalhadores, nº 1717 – Glória
12 – Usafa Maracanã – Rua Cesar Rodrigues Reis, 850 – Maracanã
13 – Usafa Melvi – Rua João Caetano, nº 101 – Melvi
14 – Usafa Mirim II – Rua Nossa Senhora da Conceição, nº 400 – Nova Mirim
15 – Usafa Ocian – Rua José Jorge, 521 – Ocian
16 – Usafa Quietude – Rua Rui Manoel Sampaio Seabra Pereira, nº 500
17 – Usafa Real – Rua das Begônias, nº 453 – Real
18 – Usafa Ribeirópolis – Rua Esmeraldo Tarquínio nº 471 – Ribeirópolis
19 – Usafa Esmeralda II – Av. Hugo de Carvalho Ramos, 1521 – Esmeralda
20 – Usafa Samambaia – Av. das Araucárias nº 181 – Samambaia
21 – Usafa Santa Marina – Rua Particular, 598 – Anhanguera
22 – Usafa São Jorge – Av. dos Trabalhadores, nº 4242 – Antártica
23 – Usafa Solemar – Av. Pres. Kennedy, nº 19726 – Solemar
24 – Usafa Sítio do Campo – Rua Maria Luiza Lavalle, nº 68 – Sítio do Campo
25 – Usafa Tupiry – Rua Idelfonso Galeano, nº 368 – Tupiry
26 – Usafa Vila Alice – Rua Renata Câmara Agondi, nº 46 – Anhanguera
27 – Usafa Vila Sônia – Rua Antônio Cândido da Silva nº 1075 – Vila Sônia.

Homens ainda resistem a fazer exames preventivos

Alunos da Rede Municipal recebem vacina contra gripe

Cerca de 200 crianças foram vacinadas nesta segunda (25)
25/6/2018

A Escola Municipal Idalina da Conceição Pereira recebeu, nessa segunda-feira (25), uma equipe da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) de Praia Grande que vacinou alunos e professores contra a gripe. Cerca de 200 crianças foram imunizadas. Apesar de a campanha nacional ter se encerrado na sexta-feira (22), a Cidade continuará vacinando os grupos indicados pelo Ministério da Saúde.

“Muitos pais trabalham fora e não tem como levar a criança até o posto de saúde. Trazendo a vacina até a escola fica mais fácil e acessível”, explica o chefe da Vigilância Epidemiológica da Sesap, Rafael Leite.

Entre os pais e responsáveis, a ideia foi bem recebida. “A iniciativa é muito boa, dessa forma não tem desculpa de não vacinar a criança. Procuro sempre manter a vacinação da minha filha em dia para deixá-la sempre protegida”, afirmou Elissandra Santos, mãe da Lívia, de 4 anos.

Já a avó da Nathaly, também de 4 anos, Severina Cardoso Lopes, comenta que sua nora trabalha durante todo o dia e que a vacinação na escola facilitou a vida da família. “Foi ótimo, pois vim para acompanhar minha netinha e aproveitei para tomar também, pois ainda não tinha ido à unidade de saúde”.

Atendimento – Todas as unidades de saúde continuam aplicando as doses em pessoas que fazem parte desses grupos: idosos acima de 60 anos, indígenas e trabalhadores da área da saúde, crianças de até 5 anos de idade, gestantes, mulheres no pós-parto, professores, portadores de doenças crônicas e agora também podem tomar a vacina as crianças de 5 a 9 anos e adultos de 50 a 59 anos. As doses serão aplicadas até o final dos estoques.

O atendimento ocorre em todas as unidades de Saúde da Família (Usafas), de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas. 

Dados – Até o momento, foram vacinadas, aproximadamente, 55 mil pessoas, cerca de 76% da meta que é de 72 mil pessoas.


Confira o endereço das 27 Usafas:

1 – Usafa Aviação – Av. Dr. Roberto de Almeida Vinhas, nº2929
2 – Usafa Boqueirão – Av. Pres. Kennedy, nº 918 Boqueirão
3 – Usafa Mirim – Av. dos Sindicatos, nº 635 – Mirim
4 – Usafa Tupi – Rua Meinacós, nº 95 – Tupi
5 – Usafa Aloha – Rua Zenji Sasaki, nº 269- Nova Mirim
6 – Usafa Anhanguera – Rua Josefa Alves de Siqueira, nº 649 – Anhanguera
7 – Usafa Antártica – Av. dos Trabalhadores 3801 – Antártica
8 – Usafa Caiçara – Rua Mathilde de Azevedo Setubal nº 630 – Caiçara
9 – Usafa Esmeralda – Rua Menotti Del Picchio, altura do n° 179
10 – Usafa Forte – Av. Rio Branco, nº 562 – Forte
11 – Usafa Guaramar – Av. dos Trabalhadores, nº 1717 – Glória
12 – Usafa Maracanã – Rua Cesar Rodrigues Reis, 850 – Maracanã
13 – Usafa Melvi – Rua João Caetano, nº 101 – Melvi
14 – Usafa Mirim II – Rua Nossa Senhora da Conceição, nº 400 – Nova Mirim
15 – Usafa Ocian – Rua José Jorge, 521 – Ocian
16 – Usafa Quietude – Rua Rui Manoel Sampaio Seabra Pereira, nº 500
17 – Usafa Real – Rua das Begônias, nº 453 – Real
18 – Usafa Ribeirópolis – Rua Esmeraldo Tarquínio nº 471 – Ribeirópolis
19 – Usafa Esmeralda II – Av. Hugo de Carvalho Ramos, 1521 – Esmeralda
20 – Usafa Samambaia – Av. das Araucárias nº 181 – Samambaia
21 – Usafa Santa Marina – Rua Particular, 598 – Anhanguera
22 – Usafa São Jorge – Av. dos Trabalhadores, nº 4242 – Antártica
23 – Usafa Solemar – Av. Pres. Kennedy, nº 19726 – Solemar
24 – Usafa Sítio do Campo – Rua Maria Luiza Lavalle, nº 68 – Sítio do Campo
25 – Usafa Tupiry – Rua Idelfonso Galeano, nº 368 – Tupiry
26 – Usafa Vila Alice – Rua Renata Câmara Agondi, nº 46 – Anhanguera
27 – Usafa Vila Sônia – Rua Antônio Cândido da Silva nº 1075 – Vila Sônia

Santos confirma mortes por H1N1

Conscientização e luta pelo direito dos autistas

Praia Grande amplia vacinação contra gripe

Novos grupos terão acesso à imunização
13/6/2018

A partir de segunda-feira (18), novos grupos terão acesso à imunização contra a gripe. 

Praia Grande vai seguir a orientação do Ministério da Saúde e ampliar a vacinação para crianças de 5 a 9 anos de idade e adultos de 50 a 59 anos. Idosos acima de 60 anos, indígenas e trabalhadores da área da Saúde, crianças de até 5 anos de idade, gestantes, mulheres no pós-parto, professores, portadores de doenças crônicas podem continuar procurando umas das 27 unidades de saúde para se imunizar contra a gripe. 

Até o momento, foram vacinadas, aproximadamente, 45 mil pessoas. De acordo com o Ministério da Saúde, a Cidade tem cerca de 80 mil pessoas dentro do grupo que deve ser vacinado. A meta estipulada é que 90% receba a dose.

O atendimento ocorre em todas as unidades de Saúde da Família (Usafas) e Multiclínicas, de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas. 

Confira o endereço das 27 Usafas:

1 – Usafa Aviação – Av. Dr. Roberto de Almeida Vinhas, nº2929
2 – Usafa Boqueirão – Av. Pres. Kennedy, nº 918 Boqueirão
3 – Usafa Mirim – Av. dos Sindicatos, nº 635 – Mirim
4 – Usafa Tupi – Rua Meinacós, nº 95 – Tupi
5 – Usafa Aloha – Rua Zenji Sasaki, nº 269- Nova Mirim
6 – Usafa Anhanguera – Rua Josefa Alves de Siqueira, nº 649 – Anhanguera
7 – Usafa Antártica – Av. dos Trabalhadores 3801 – Antártica
8 – Usafa Caiçara – Rua Mathilde de Azevedo Setubal nº 630 – Caiçara
9 – Usafa Esmeralda – Rua Menotti Del Picchio, altura do n° 179
10 – Usafa Forte – Av. Rio Branco, nº 562 – Canto do Forte
11 – Usafa Guaramar – Av. dos Trabalhadores, nº 1717 – Glória
12 – Usafa Maracanã – Rua Cesar Rodrigues Reis, 850 – Maracanã
13 – Usafa Melvi – Rua João Caetano, nº 101 – Melvi
14 – Usafa Mirim II – Rua Nossa Senhora da Conceição, nº 400, Nova Mirim
15 – Usafa Ocian – Rua José Jorge, 521 – Ocian
16 – Usafa Quietude – Rua Rui Manoel Sampaio Seabra Pereira, nº 500, Quietude
17 – Usafa Real – Rua das Begônias, nº 453 – Real
18 – Usafa Ribeirópolis – Rua Esmeraldo Tarquínio nº 471 – Ribeirópolis
19 – Usafa Esmeralda II – Av. Hugo de Carvalho Ramos, 1521 – Esmeralda
20 – Usafa Samambaia – Av. das Araucárias nº 181 – Samambaia
21 – Usafa Santa Marina – Rua Particular, 598 – Anhanguera
22 – Usafa São Jorge – Av. dos Trabalhadores, nº 4242 – Antártica
23 – Usafa Solemar – Av. Pres. Kennedy, nº 19726 – Solemar
24 – Usafa Sítio do Campo – Rua Maria Luiza Lavalle, nº 68 – Sítio do Campo
25 – Usafa Tupiry – Rua Idelfonso Galeano, nº 368 – Tupiry
26 – Usafa Vila Alice – Rua Renata Câmara Agondi, nº 46 – Anhanguera
27 – Usafa Vila Sônia – Rua Antônio Cândido da Silva nº 1075 – Vila Sônia.


Hospital Irmã Dulce em Praia Grande a beira de um colapso

%d blogueiros gostam disto: