fbpx
  • +55 13 99615 8477
  • vendas@euamopg.com

Arquivo da tag Reggae

Música e Entretenimento na Praia Grande com Bruno Boatinni

Música e Entretenimento na Praia Grande com Bruno Boattinni

Curta a página do Bruno Boatinni no Facebook

Música e Entretenimento na Praia Grande com Bruno Boattini

Curta a página do Bruno Boatinni no Facebook

Música e Entretenimento na Praia Grande com Bruno Boattini

Curta a página do Bruno Boattini no Facebook

Dica na PG – Bruno Boattini

Não percam!

Quintal Caiçara 4ª edição: Louiz Medheiros e Força Coletiva

O Quintal Caiçara chega a sua 4ª Edição em grande estilo

Neste domingo, 29 de Abril, o Stand Ipa recebeu duas grandes atrações. Louiz Medheiros, vocalista da Ducasco (Praia Grande), uma das bandas emblemática na Baixada Santista e um grupo de Hip Hop chamado Força Coletiva (São Paulo), trazendo um novo conceito de Rap e cheio de boas energias.

Força Coletiva

Em entrevista para o portal, o Jotta Mc e Rodrigo Ruas, fundadores do grupo de Hip Hop, falaram um pouco sobre a carreira do grupo e como foi importante se apresentarem na Praia Grande, um local que os membros do grupo costumam passar algumas temporadas de férias enquanto estão com os familiares.

O grupo já se apresentou em diversos projetos culturais, artísticos e sociais em locais de grande visibilidade como Céu, Centros de Cultura, Bares, Casas Noturnas e Festas particulares. Estão participando de um festival chamado “Mix-Tape 40 Novos Talentos. Uma audição de Rap em nível nacional contendo 200 candidatos que disputarão uma das 20 vagas que visa produzir uma coletânea como 20 faixas. O Força Coletiva segue a luta em grande estilo. Estão entre os 5 melhores grupos de rap brasileiro da cena independente. Então é sinal de que vem novidade por aí.

Encontre e curta a página oficial no Facebook @ForçaColetiva e no Instagram @ForçaColetivaSPofficial 

Acesse o link da produtora e saiba mais em https://goo.gl/PaADEc

Assista o Vídeo Clipe da música “Não Tá Fácil” ao vivo no Quintal Caiçara

Assista a entrevista com o Força Coletiva e conheça um pouco mais sobre o seu trabalho

 

 

Louiz Medheiros

Já Louiz Medheiros segue sua carreira tanto com a banda como em carreira solo com o seu projeto acústico. Louiz possui muita admiração dos seus fãs e com este projeto o músico se sente mais próximo deles. Com mais de 20 anos de carreira, após passar por grandes palcos e festivais, o cantor e compositor falou ao Portal sobre a importância de continuar se inovando na música, explorando novos caminhos e até se adequando as realidades sócio-econômicas que nos afetam, fortalecendo novas iniciativas criativas como o Quintal Caiçara.

Atualmente Louiz Medheiros tem se apresentado com esse formato acústico em bares da Baixada Santista e algumas casas do circuito de São Paulo. No dia 5 de maio o cantor se apresentará ao lado de Solano Jacob e Ras Kadhu (Jah I Ras) no CCPC Genaral Club em São Paulo.

Encontre e curta a página oficial no Facebook @LouizDucasco e Instagram @Lou_Ducasco 

Assista o Vídeo Clipe da música Despedida (Ducasco Acústico) no Quintal Caiçara

Assista a entrevista com Louiz Medheiros e conheça mais sobre o seu novo trabalho

 

Galeria de Fotos

Galeria de vídeos

 

 

Ateliê Bar

Louis Medheiros (Ducasco) e Força Coletiva no Quintal Caiçara

Louiz Medheiros apresentará seu projeto acústico no quintal mais famoso do Boqueirão e receberá os rappers do grupo Força Coletiva, da zona oeste da cidade de São Paulo.

 Resultado de imagem para facebook Clique e Participe do evento no Facebook

Aloha, Praia Grande!

Stand Ipa receberá duas atrações de peso na 4ª edição do Quintal Caiçara

Louiz Medheiros

É um cantor e compositor que compõe uma das bandas de grande prestígio entre o público caiçara e há anos trilha uma brilhante carreira. Já participou de diversos festivais importantes no cenário, como o extinto Circuito Reggae. Na época a banda dividiu palcos com Leões de Israel, Mato Seco, Reggae Style, To Fly, Damata, Planta e Raiz entre tantas outras bandas que construíram grande parte da história do Reggae Music Brasileiro.

Em entrevista para a nossa equipe, Louiz Medheiros comentou sobre o objetivo de retomar as atividades com a Banda Duscasco, mas disse que no momento preferem trabalhar tranquilamente, sem gerar nenhum tipo de pressão sobre essa ideia.

Atualmente, Louiz tem se dedicado ao seu projeto solo acústico. Nesse formato o artista apresenta diversas canções da Banda Ducasco e algumas releituras de clássicos de outros artistas do Reggae, MPB e Pop Rock Nacional. Um som muito bem feito com voz, violão, percussão e baixo. Com este projeto o grupo tem se apresentado em alguns bares da Baixada Santista.

Força Coletiva

A partir das 18 horas a programação contará com a abertura do grupo  paulistano Força Coletiva.  O grupo se destaca por misturar gêneros como Rap, Hip Hop, Reggae, Ragga e Dance Hall, suas letras bem elaboradas e a postura artística e profissional que esse coletivo vem apresentando. Já participaram de diversos projetos culturais e sociais na região do Jaraguá, Pirituba e entre outros bairros ao redor da zona oeste da cidade de São Paulo e se mantem ativos no cenário em alta rotação.

Jotta Mc usa o Rap como ferramenta de comunicação para o bem e não para apenas reclamar.

O cantor e compositor, Jotta Mc iniciou sua carreira em 1997 escrevendo poesias e letras de músicas. Em seguida conheceu o Rap através dos grupos de destaques daquela época como Racionais Mcs, RZO entre outros. Logo em seguida com o apoio de dois amigos montou o primeiro grupo chamado Subúrbio ZO e lançamos um álbum intitulado “Campo de Batalha” no ano 2000. Após este projeto o cantor  participou de muitos outros em parceria com diversos cantores e Mcs tanto no MPB quanto no Reggae, Ragga, Dancehall e Rap

Não, o Rap não é só pra reclamar! Ele também é uma ferramenta de manifestação em agradecimento por tudo o
que conquistamos em nossa vida.

Jotta Mc

 

Programação do Quintal Caiçara 4ª Edição

18:00 Início da Programação

18:15 – Força Coletiva (1ª entrada)

19:15 – Louiz Medheiros (1ª entrada)

20:15 – Força Coletiva (2ª entrada)

21:15 – Louiz Medheiros (2ª entrada)

22:00 Finalização do evento

 

Tribo de Jah retorna à Praia Grande e Fidi se apresenta pela 1ª vez na cidade.

Banda retorna em Praia Grande

Vamos de Reggae!

Localização daO Reggae é um gênero musical que tem suas origens na Jamaica. O auge do reggae ocorreu na década de 1970, quando este gênero espalhou-se pelo mundo. É uma mistura de vários estilos e gêneros musicais: música folclórica da Jamaica, ritmos africanos, ska e calipso. Apresenta um ritmo dançante e suave, porém com uma batida bem característica. A guitarra, o contrabaixo e a bateria são os instrumentos musicais mais utilizados.

As letras das músicas de reggae falam de questões sociais, principalmente dos jamaicanos, além de destacar assuntos religiosos e problemas típicos de países pobres. O reggae recebeu, em suas origens, uma forte influência do movimento rastafári, que defende a ideia de que os afrodescendentes devem ascender e superar sua situação através do engajamento político e espiritual.

Os anos 70 (década de 1970) foi a época dos grandes sucesso do reggae. Várias músicas marcaram época e alcançaram o topo na lista de sucesso das rádios: I Shot the Sheriff  (versão de Eric Clapton), Peter Tosh com Legalize It e No WomanNo Cry de Bob Marley.

Vários cantores e bandas passam a incorporar o estilo reggae a partir dos anos 80 (década de 1980). Eric Clapton, Rolling Stones e Paul Simon fazem músicas, utilizando a batida e a sonoridade dançante e suave. Atualmente, vários cantores e bandas fazem sucesso nesse gênero musical: Ziggy Marley, Beres Hammond, Pulse, UB 40 e Big Mountain.

Tribo de Jah e o Reggae no Brasil

Resultado de imagem para tribo de jah

Foi na região norte/nordeste do Brasil que o reggae entrou com mais força. No estado do Maranhão, principalmente na capital São Luís, é comum a organização de festas ao som de reggae. Na década de 1970, músicos como Gilberto Gil e Jorge Ben Jor são influenciados pelo estilo musical jamaicano. Na década de 1980, surge uma das bandas precursoras no Brasil, a Tribo de Jah.

A história da banda Tribo de Jah iniciou-se na Escola de Cegos do Maranhão, onde, se conheceram os quatro músicos cegos e um quinto músico com visão parcial (apenas em um olho), lugar em que viviam em regime de internato, começaram a desenvolver o gosto pela música improvisando instrumentos e descobrindo timbres e acordes. Posteriormente passaram a realizar shows nos bailes populares da capital (São Luiz) e outras cidades do interior do estado fazendo covers de seresta, reggae e lambada.

Imagem relacionadaFoi neste momento que surgiu o radialista Fauzi Beydoun, nascido em São Paulo, filho de italianos com libaneses, que já havia morado quatro anos na Costa do Marfim (África), grande aficionado pela cultura reggae a qual era efervescente em São Luis nos anos 80, e que se tornou um fenômeno quase inexplicável nas terras brasileiras do Maranhão, invadindo inicialmente os guetos para depois tomar toda cidade, o interior do estado e até os estados vizinhos.

O reggae viria marcar profundamente a já tão forte e original cultura maranhense, contestado por uma minoria de intelectuais conservadores e abraçado pela grande massa, que através desse estilo musical originaria o título de “JAMAICA BRASILEIRA” à capital do Maranhão. Centenas de clubes de reggae com suas “radiolas” (potentes equipamentos de som que se encarregavam de divulgar o ritmo quando ainda não era tocado nas rádios) e depois diversos programas de rádios que finalmente viriam aderir o mesmo em busca de audiência justificariam largamente o título conquistado.

Foi neste cenário que a Tribo de Jah deu a partida para difundir o seu reggae roots até os ossos, com suas mensagens de amor e paz, políticas sociais e divinas, as quais afastaram das grandes gravadoras, as rádios não tocavam, a TV tampouco informava e os jornais faziam vistas grossas. De forma independente a Tribo de Jah foi fazendo shows e divulgando seus discos, hoje conta com uma gravadora e uma distribuição a nível nacional.

Imagem relacionada

Passados dez anos de trabalho com direito a uma escala no principal palco do reggae mundial (REGGAE SUNSPLASH FESTIVAL – JAMAICA 95), após ter se apresentado nos quatro cantos do país (de Belém a Porto Alegre, passando pelo Canecão e Metropolitam – Rio, Palace e Olympia – São Paulo) e alguns pontos internacionais (Buenos Aires – Argentina, Caiena – Guiana Francesa, além de shows na Europa em paises como a França e Itália) denotam o momento muito especial no caminho que a Tribo de Jah vem trilhando para um inevitável reconhecimento de seu trabalho tanto no Brasil como no exterior.

Com 30 anos de carreira e muita lenha pra queimar, Tribo retorna à Praia Grande

A banda já tocou muito na cidade em festivais de reggae na Boulevard, inclusive em um festival chamado Caiçara in Canto que foi um marco nos anos 90.

Rafael Labate, tecladista da Tribo de Jah

Em entrevista para o nosso portal, Fauzi Beydoun falou a respeito da importância da visita da Tribo na cidade, bem como o movimento cultural, os constantes desafios que a banda tem encarado ao longo da carreira e um recado aos fãs e músicos que admiram e se inspiram com o seu trabalho.


Fidi, um pernambucano, cheio de energia e muita positividade.

Horemos é hora de acordar, Horemos é hora de despertar

Valterlins Herculano, mais conhecido como Fidi, é um músico, cantor, compositor e escritor de origem pernambucana.

Seu interesse pela música começou cedo, quando, ainda na infância e durante toda a adolescência, deixava-se embalar pelas canções de Luiz Gonzaga, Geraldo Azevedo, Zé Ramalho, Mutantes, Tim Maia e Raul Seixas, entre tantos outros nomes da musica brasileira.

Fidi é cidadão do mundo.

Após 20 anos vivendo na cidade de São Paulo, decidiu iniciar o novo milênio na pacata cidade mineira de São Thomé das Letras, onde começou a desenvolver seus primeiros trabalhos como músico.

Após uma temporada de vai e vem entre a capital paulista e pequenas cidades mineiras, o artista passou, ainda, por São Sebastião, no litoral norte paulista, e vive, atualmente, em Campos do Jordão, na região vale-paraibana de São Paulo. Antes de iniciar, oficialmente, sua carreira em cima dos palcos, Fidi ganhava a vida como empresário e, posteriormente, produtor de eventos.

Apesar do amor pela música, a desvalorização dos artistas independentes foi o que tardou seu crescimento como músico, entretanto, os anos de estrada, a vivência como empresário e a maturidade foram experiências fundamentais para seu desenvolvimento. Assim como a Tribo de Jah, Fidi também visitou a Praia Grande pela primeira vez.

Em entrevista para o nosso portal, o artista falou sobre seus planos para o futuro, os grandes desafios que a cultura enfrentando no cenário econômico atual, mas não esmorece quando perguntamos sobre desenvolver um novo movimento para a nossa cidade, que é carente de eventos deste porte.

Assista a entrevista para o portal Eu Amo PG.

 

 

 

FESTIVAL ROOTS ROCKERS TRIBUTO A BOB MARLEY

Quintal Caiçara 3ª Edição: Fabiano Flores e Diego Castanho

Aloha, Praia Grande!

Nosso quintalzinho continua trazendo pra vocês mais atrações para o seu final de tarde de domingo na PG com muita energia e positividade.

A 3ª Edição do Quintal Caiçara recebeu neste domingo, 08 a presença de dois grandes artistas que já atuaram juntos em grandes palcos em um banda conhecida no cenário Reggae Nacional. Um integrante fez parte da história e contribui muito para o sucesso de todos da banda e o outro continua atuando como baixista.

Hoje vamos conhecer um pouco mais do trabalho deste Duo Acústico que leva o melhor do Pop Rock Nacional, MPB e Reggae nos bares e restaurantes da cidade de Praia Grande. Com vocês, Fabiano Flores e Diego Castanho (Banda Ducasco)

Fabiano Flores foi um dos fundadores, compositores, guitarrista e vocalista da Banda Ducasco. Sua trajetória na banda é marcada por muitas conquistas, vitórias as quais muito ousam pelejar e poucos alcançam o sucesso e a honra de exercer um trabalho muito bem consolidado no mercado. Neste projeto acústico, Fabiano atua como vocalista e violonista.

Diego Castanho – Baixista da Banda Ducasco

Diego Castanho estudou música no Conservatório de Cubatão e na Unisantos, atua como professor de música particular e é baixista da Banda Ducasco há 1 ano e meio. O músico também já participou de grandes atrações e dividiu o palco com diversos artistas renomados do cenário. Parceiro de Fabiano no projeto acústico, atua

Siga Fabiano Flores e Diego Castanho no Facebook

Contato para Show: (13) 97406-1545

Edições anteriores

Realização

Apoio Cultural

Produção Artística, Cultural e Executiva

Artistas que desejarem se apresentar neste projeto poderão entrar em contato conosco através do preenchimento do formulário abaixo.

Quintal Caiçara 1ª Edição: Dj Adimi, Duo Los Largatitos e Banda Verbo Nativo

Rua Luiz Antônio de Andrade Vieira, 51 – Boqueirão, Praia Grande – SP

Quem compareceu neste domingo (18) no Stand Ipa pôde prestigiar a primeira edição deste evento que abriu as portas para os novos artistas da Praia Grande e também da Baixada Santista.

O evento recebeu a presença do Dj Adimi, responsável pelos controles da playlist do dia com brasilidades, Rock ‘n’ Roll, Reggae e muita energia. Adimi além de Dj é também Produtor Cultural do tradicional Festival Roots Rockers que acontece em Peruíbe, cidade onde mora atualmente.

 

 

Às 18 horas quem entrou no palco foi Los Lagartitos. O casal Thaís Simões (Voz e Percussão) e Rene Guilherme (Voz e Violão) vindos de Americana, interior de São Paulo, moram na Praia Grande há 1 ano e apresentam um duo acústico com o melhor da música brasileira. O repertório conta com as músicas de Charlie Brown Jr, Vanessa da Mata, Paralamas do Sucesso, Tim Maia, Skank, Legião Urbana, Cidade Negra, Capital Inicial, Kid Abelha, Falamansa, O Rappa e Cássia Eller e algumas internacionais como Amy Whinehouse e 4 Non Blondes.

Às 20 horas foi a vez da banda Verbo Nativo (PG) trazer o melhor da música nacional como Cassia Eller, Charlie Brown Jr, Falamansa, Alceu Valença e muitos outros hits, inclusive algumas canções autorais. A banda é formada por Paulo Delatorres (voz e violão), Brisa Santos (voz de apoio), Aron Oliva (bateria), Paulo Green Henrique (baixo), Paulo Biagio (teclado) e Vinicius Amadio (guitarra solo).

 

GALERIA DE FOTOS

VÍDEO    

 

Próximo Evento

Endereço: Rua Luiz Antônio de Andrade Vieira, 51 – Boqueirão, Praia Grande – SP

Telefone: (13) 99754-3434

Acesse o aplicativo EU AMO PG e tenha a Praia Grande no bolso.

Quintal Caiçara – Vitrine Cultural da PG

Fala aí, galera!

Olha só que notícia legal.

Após a publicação do artigo sobre os Talentos da PG, recebemos muitos contatos e feedbacks positivos de artistas que atuam como músicos na Praia Grande e na Baixada Santista e pudemos ter a dimensão da importância em incentivar e apoiar a cultura na região.  Sugestões e curiosidades não faltaram para que tivéssemos a ideia de criar o projeto “Quintal Caiçara”.

Este é um projeto piloto da Stand Ipa, uma nova hamburgueria recém inaugurada no bairro do Boqueirão, que em parceria conosco abrirá mais espaço para os nossos artistas locais.

Seria bacana haver mais visibilidade para os artista da Praia Grande. Existem muitos talentos que não são vistos pelo público por falta de lugares que abram espaço para os novos artistas. Seja na música, artesanato ou gastronomia – Vander Lourenço, proprietário da Stand Ipa

O estabelecimento oferece aos seus clientes um cardápio variado contendo lanches, porções, sucos, açaí na tigela, cervejas artesanais e exposição de artesanatos.  Tudo com muita qualidade, bom atendimento e preço justo.

 

Domingo (18) a partir das 16 horas, o Quintal Caiçara recebe as bandas Verbo Nativo, (Reggae), Los Lagartitos (Pop Rock) e o Dj Adimi para dar início à primeira edição do projeto.

Vocês estão mais do que convidados! Marque sua presença no evento através do Facebook e convide seus amigos e familiares.

Quintal Caiçara |18 Março: https://www.facebook.com/events/868636456677937/

Classificação: Livre | Entrada: Gratuita 

Artistas que desejarem participar deste projeto podem se cadastrar gratuitamente preenchendo o formulário que se encontra no final do artigo Talentos da PG. Acesse o link abaixo.

Talentos da PG – Música com Alma Caiçara

Talentos da PG – Música com Alma Caiçara

O que seria das nossas vidas sem a música?

Se você já pensou nisso pelo menos uma vez, já sentiu o vazio do silêncio imperando na alma. Então que nunca falte música para nós!

A Praia Grande tem um grande potencial artístico mas quase não temos notícias de bandas ou artistas que constantemente estão lutando em busca do sucesso nessa área artística. Alguns moradores da cidade são músicos formados, mas quem os conhecem? E aquela banda… como é mesmo o nome ? Pois é. É natural acontecer isso quando não articulamos algo. Pensando nisso resolvemos por as mãos na massa e ir atrás de quem faz acontecer e construir essa ponte até o público.

O Portal Eu Amo PG está dando os primeiros passos para trazer à vocês muitas novidades a respeito do mundo da música na Praia Grande. Acredite, há muita coisa bacana por aqui. Reggae, Rap, Rock, MPB e muito mais.

Semanalmente lançaremos novos trabalhos artísticos, eventos que rolam por aí e muita diversão. Acompanhe nossas publicações, envie suas sugestões e compartilhe com os amigos.

12
%d blogueiros gostam disto: