fbpx
  • +55 13 99615 8477
  • vendas@euamopg.com

Arquivo da tag educação

ACABOU AS FÉRIAS 😢 | VLOG: VOLTA ÀS AULAS 

Capacitação do Educador de Apoio encerra atividades

Mais de 3 mil servidores participaram de ações na última sexta-feira (27)
30/7/2018

A sexta-feira (27) ficou marcada por diversas atividades realizadas nas 76 escolas e no Departamento de Educação Ambiental (DEA). As ações, que contaram com a participação de mais de 3 mil servidores, marcou o encerramento de mais uma edição da Capacitação do Educador de Apoio. Durante o dia, os funcionários participaram de palestras, oficinas e iniciativas culturais organizadas pelas diretoras e equipes técnicas das unidades de ensino.

Na EM São Francisco de Assis (Bairro Boqueirão), os funcionários participaram de jogos cooperativos. Em conjunto, os educadores realizaram tarefas como as atividades Paraquedas, Nó Humano e Ponte de Nó organizadas pelos técnicos pedagógicos desportivos (TPDs) André Luiz da Costa Marques e Leonardo Pavan. Depois, os servidores participaram de um teatro coordenado pelo assistente técnico pedagógico (ATP), Paulo Duek.

Recém chegado à unidade, o agente administrativo Bruno Callef participa da Capacitação do Educador de Apoio pela primeira vez. Para o servidor, a iniciativa foi bem interessante. “A palestra focou sobre a nossa postura no ambiente de trabalho. Já as atividades hoje destacaram a importância do trabalho coletivo. Isso demonstra um olhar diferenciado por parte da Secretaria de Educação (Seduc) com os profissionais da rede, justamente para conseguir o melhor de cada um de nós”, parabenizou. 

Os educadores da EM Pablo Trevisan Perutich (Anhanguera) também realizaram de uma encenação. Nomeado, Teatro do Oprimido a iniciativa propôs o exercício de se colocar no lugar do outro, onde, ao se deparar com uma situação problema tinham que apresentar uma solução para o caso apresentado. Logo após, os educadores participaram de uma oficina de pintura, reproduzindo telas do pintor Romero Brito, e atividade de musicalização.

Já na EM Domingos Soares de Oliveira (Ribeirópolis), os educadores assistiram à palestra motivacional “Inovação, Superação e Humanização”. Ministrada pela escritora e criadora do Programa GenteSemente, Camila Comitre, abordou com os servidores da unidades questões como a importância da resiliência e de ser flexível as adversidades e também a necessidade de se trabalhar em rede.

Auxiliar de biblioteca da EM Domingos Soares, Gabrielle Oliveira França, chega a sua terceira Capacitação do Educador de Apoio esse ano. Em contato direto com os alunos, que frequentam a sala que representa o reduto da literatura na unidade, a funcionária afirmou que os temas são de grande proveito para a rotina de trabalho. “Todos nós atuamos em prol da educação do aluno. Os assuntos discutidos fazem justamente a gente enxergar a nossa importância dentro deste contexto”.

O Departamento de Educação Ambiental (DEA) também foi palco de atividades no Educador de Apoio. Os educadores de apoio que atuam no prédio administrativo da Seduc participaram dos projetos que disponíveis no local. Dividimos no período da manhã e da tarde, os servidores fizeram o mesmo tour que os alunos realizam no DEA finalizando o dia de aprendizado com um estudo do meio graças ao passeio de barco às margens do manguezal, localizado na Área de Lazer Ézio Dall’Acqua, o Portinho.

Após recesso, mais de 56 mil alunos retornam às aulas na segunda-feira (30)

Em maior número, turmas do 1º ao 9º ano somam cerca de 31 mil estudantes
27/7/2018

Após 15 dias de recesso escolar, as aulas nas 76 unidades da rede municipal de ensino de Praia Grande retornam na próxima segunda-feira (30). Para este segundo semestre, mais de 56 mil alunos retomam a rotina escolar. Deste total, o Ensino Fundamental representa a maior parte ao somar aproximadamente 31 mil alunos em turmas do 1º ao 9º ano. Os demais estão distribuídos entre Creche, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos (EJA), Complementação Educacional e Educação Especial.

As três novas unidades inauguradas em janeiro também estão na somatória das 76 escolas. Das escolas entregues duas ficam no Bairro Ribeirópolis. A EM Roberto Francisco dos Santos atenderá 756 novos alunos em turmas de creche e pré-escola, com idades de 4 meses a 5 anos. Destaque para as salas de aula, o espaço solários, lactários, quadras de recreação, entre outras áreas adequadas para a faixa etária que atende.

A EM Visconde de Mauá foi a outra unidade de ensino inaugurada no Ribeirópolis. O novo equipamento terá capacidade de atender até 1.440 alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e absorverá a demanda da EM Domingos Soares de Oliveira, que ficará com turmas do 6º ao 9º. Assim como as demais, a escola conta com lousas digitais em todas as salas de aula, câmeras de monitoramento, salas de múltiplo uso e de informática, biblioteca e quadra poliesportiva coberta.

Também com os mesmos itens relacionados à infraestrutura que garante a qualidade de ensino na rede municipal, a terceira unidade inaugurada agora em janeiro está situada no Bairro Aviação. A EM João Gonçalves (Joãozinho da Aviação) receberá alunos oriundos do 1º ano da EM Circe Sanches Toschi e do 2º ao 9º ano da EM Isabel Figueroa Brefere. O novo equipamento terá a capacidade de atender até 1.274 estudantes.

Inscrições – Novas inscrições para as escolas de atendimento em Creche e Educação Infantil (período integral) ocorrem nos dias 13 e 14 de agosto. Já para Infantil I e II (sala de aula) e Ensino Fundamental pais e responsáveis podem solicitar vagas toda terça e quarta-feira. Os interessados podem procurar qualquer unidade escolar, munidos de documentos pessoais e comprovante de residência, para realização da inscrição.


Mais de 3 mil educadores de apoio participam de capacitação em Praia Grande

Nesta quinta e sexta (19 e 20), funcionários devem escolher a palestra

18/7/2018

Na próxima semana, a Secretaria de Educação (Seduc) realiza o período de Capacitação de Educadores de Apoio. Para tanto, nesta quinta e sexta-feira (19 e 20), os mais de 3 mil servidores devem escolher qual palestra desejam assistir no primeiro dia de atividades. Bastam os funcionários das 76 escolas municipais, técnicos desportivos pedagógicos dos polos do programa SuperEscola, esportivo e cultural, e funcionários lotados no prédio administrativo da Seduc acessarem ao endereço eletrônico Cidadão PG (www.cidadaopg.sp.gov.br).

Na quarta-feira (25), o grupo será dividido em palestras que ocorrem no Palácio das Artes (PDA – Bairro Boqueirão) e no Auditório Jornalista Roberto Marinho (Mirim). Neste dia, o PDA recebe as capacitações “Saúde e Bem-Estar”, das 8 às 10 e das 16 às 18 horas, e “O Brincar e a Cultura Infantil”, das 10h30 às 12h30 e das 13h30 às 15h30. Ministram as atividades, respectivamente, o médico e membro da Associação Brasileira de Dermatologia, Túlio Prata, e a doutora em Educação e co-fundadora do grupo Tiquequê, Diana Tatit.

Também no mesmo dia, o auditório recebe as palestras “Como Fazer do seu Trabalho uma Fonte de Realização Pessoal e Profissional”, das 8 as 10 e das 16 às 18 horas, e “O Papel do Educador de Apoio no Mundo Digital”, das 10h30 às 12h30 e das 13h30 às 15h30. As palestras serão ministradas, respectivamente, pelo profissional da área de Desenvolvimento Humano e Educação Empresarial, Armando Comitre, e pela psicóloga de Inteligência Emocional, Educacional e Gestão de Pessoas, Vera Lúcia Furquim.

De acordo com a diretora da Divisão de Formação e Aperfeiçoamento da Secretaria de Educação, Marilena Ferreira, assim como já ocorreu ano passado, a Seduc promoveu uma série de capacitações ao longo do ano. “Desmembramos essas ações para ocorrerem de forma gradativa, dividindo-os em grupos e assuntos técnicos específicos para cada categoria”, destacou.

Ainda na próxima semana, na sexta-feira (27), os servidores participam de mostra de habilidades artísticas e culturais. O grupo também realiza ação de reflexão dos assuntos tratados nas capacitações que ocorreram ao longo do 1º semestre de 2018. Neste dia, para os servidores que atuam nas escolas municipais, as atividades ocorrem no local onde estão lotados. Já os funcionários que trabalham no prédio administrativo da Seduc realizam a iniciativa no Departamento de Educação Ambiental (DEA), no Portinho.

Vagas disponíveis no EJA de São Vicente

Utilização de Lousa Digital por aluno autista em Praia Grande

 

 

 

 

 

1º Congresso Icloc da Baixada Santista está com inscrições abertas

Evento com oficinas de práticas pedagógicas ocorre dia 15 de setembro em PG
3/7/2018

Um dos principais eventos para a área da educação em todo o País desce a serra. No dia 15 de setembro, Praia Grande sedia o 1º Congresso do Instituto Cultural Lourenço Castanho (Icloc) de Práticas na Sala de Aula da Região Metropolitana da Baixada Santista. Educadores das nove cidades interessados em participar já podem se inscrever. Basta acessar o endereço eletrônico Cidadão PG (http://www.cidadaopg.sp.gov.br/portal/icloc.html) e efetuar o cadastro até dia 12 de agosto. 

O 1º Congresso ICLOC de Práticas na Sala de Aula da Região Metropolitana da Baixada Santista tem o objetivo de socializar as atividades desenvolvidas pelos docentes, coordenadores e gestores com intuito de contribuir com a melhoria da educação da região. No ato da inscrição, os participantes precisam descrever brevemente os objetivos da prática pedagógica. Além disso, detalhar como foi o desenvolvimento da atividade e os resultados observados. 

Uma vez feita a inscrição, os educadores terão de cumprir uma nova etapa. De 1º a 20 de agosto, os participantes precisarão enviar para a coordenação do congresso os arquivos dos trabalhos que serão apresentados no evento. O material encaminhado pode estar salvo em power point, fotos, vídeos ou qualquer outro tipo de mídia. Durante as oficinas, os apresentadores contarão com as lousas digitais com sistema smart.

A Secretaria de Educação escolheu a Escola Municipal Carlos Roberto Dias (Bairro Boqueirão) para recepcionar o evento. Situada próximo a um dos principais centros comerciais da Cidade, a unidade escolar tem como um dos pontos a favor a facilidade no acesso até o local. “Além disso, por ser uma escola grande, conseguimos concentrar todos os participantes e atendê-los da melhor forma possível”, destacou a diretora de Formação e Aperfeiçoamento, Marilena Ferreira.

Capital – O Instituto Cultural Lourenço Castanho (Icloc) é uma associação sem fins lucrativos que tem por objetivo contribuir para o desenvolvimento e o aperfeiçoamento da educação brasileira. O Icloc foi fundado em 2009, pelas sócias da Escola Lourenço Castanho, Jeannette Alicke De Vivo, Marilia de Azevedo Noronha, Maria de Lourdes Pereira Marinho Aidar e Sylvia Figueiredo Gouvêa.

No último dia 26 de maio, a Secretaria de Educação de Praia Grande levou 64 projetos pedagógicos desenvolvidos na rede municipal de ensino para a 10ª edição do Icloc – Práticas na Sala de Aula. Realizado no Colégio Presbiteriano Mackenzie, em São Paulo, 1065 atividades letivas foram inscritas e apresentadas por aproximadamente 1.700 professores de todo o País. Cerca de 5 mil congressistas participaram das palestras.

Endereço – A EM Carlos Roberto Dias fica na Rua Duque de Caxias, 999, Bairro Boqueirão. Mais informações, os docentes podem obter pelo telefone 3496-2350.

Terça-feira chuvosa no Boqueirão em Praia Grande

Conviver Guilhermina e Tupi realizam festas juninas

Comemorações tiveram muita dança e aconteceram na quinta-feira (28)
2/7/2018

É no clima de arraial que o Conviver Guilhermina e Tupi fecham o mês de junho. As festas juninas aconteceram na última quinta-feira (28) e celebraram também o momento de copa. As festividades reuniram mais de 250 pessoas e contaram com muita música e diversas apresentações de dança.

No Conviver Guilhermina, a organização da festa começou um mês. Participaram idosos do programa e crianças do Porto das Artes que apresentaram dança sertaneja, popular, folclórica e por fim, a quadrilha espontânea, onde todos que estavam presentes se juntaram e entraram na roda. Com 15 anos de direção, a coordenadora da unidade, Maria Aparecida Freitas, comenta com um sorriso como é fazer parte deste trabalho. “Isso aqui é mágico, eu faço com paixão porque o resultado é essa alegria e isso é muito lindo”.

Já na unidade do Bairro Tupi, o pessoal realizou apresentações como sapateado, dança de roda e, claro, a clássica quadrilha. A festa contou com a junção do Conviver com o programa Super Escola, reunindo crianças e idosos, assim como no Conviver Guilhermina. Para a responsável pela unidade, a emoção é muito grande de realizar uma festa como esta e que sente o mesmo sentimento vindo de seus alunos. “Eu sinto que os idosos gostam muito, eu vejo muita felicidade neles”.

Serviço – O Programa Conviver é uma iniciativa da Secretaria de Promoção Social (Sepros), em parceria com o Fundo Social de Solidariedade do Município, e destinado a pessoas maiores de 50 anos. O projeto teve início em 1993, com o objetivo de oferecer atividades esportivas e de lazer para a Melhor Idade.

E quando o assunto é a Melhor Idade, Praia Grande é uma das cidades referência no assunto. 

Desde 2009, entre todos os municípios do Estado de São Paulo com mais de 200 mil habitantes, Praia Grande está em primeiro lugar no Índice Futuridade, que mede a qualidade de vida e a atenção ao idoso nos municípios.

Juventude Legal atende 7 mil estudantes no 1° semestre

Iniciativa apresenta as políticas públicas existentes na Cidade
30/6/2018

Com oficinas que levam cidadania aos estudantes do Ensino Médio, o programa Juventude legal intermediado pela Subsecretaria de Assuntos da Juventude (Subjuve) em parceria com diversas pastas municipais e ONGs, atendeu somente no 1° semestre de 2018, cerca de 7 mil jovens em 15 escolas públicas e privadas.

O programa ocorre durante o período das aulas e os estudantes recebem as oficinas desenvolvidas pelo programa nas áreas de: Cultura, Turismo e Lazer, Esporte, Saúde Ambiental, Trânsito, Defesa Civil, Guarda Civil Municipal, Conselho Tutelar, Assuntos Institucionais e da Faculdade de Tecnologia (Fatec) de Praia Grande. 

O titular da Subjuve, Augusto Schell, explicou que a iniciativa foi planejada no início do semestre e ocorreu de forma proveitosa para os alunos, graças as parcerias com as escolas, as secretarias e entidades envolvidas no projeto. 

As escolas interessadas em receber o programa devem entrar em contato com a Subjuve pelo telefone: 3496-5684; ou ainda através do e-mail: juventudelegal@praiagrande.sp.gov.br.

Mapa do ensino médio – Paralelo ao Juventude Legal, a Subjuve está realizando o uma pesquisa, para mapear quem são os jovens que cursam o ensino médio na Cidade. O mapa englobará temas transversais como: cultura, assistência social, mobilidade urbana, comportamento, esportes entre outros. Até o mês de junho cerca de 500 jovens já foram ouvidos e, a previsão é que no 2° semestre mais 400 alunos jovens sejam ouvidos, totalizando cerca de 900 estudantes pesquisados.

Segundona na Pg

Praia Grande se prepara para Feira do Estudante 2018

Neste ano, o evento ocorrerá de 1 a 3 de outubro, no Palácio das Artes
28/6/2018

A equipe da Subsecretaria de Assuntos da Juventude (Subjuve) já está se preparando para a Feira do Estudante 2018, que este ano ocorrerá de 1 a 3 de outubro, das 9 às 22 horas, no Palácio das Artes (PDA), no Bairro Boqueirão. Por isso, na tarde de segunda-feira (25), no Bairro Tupi, representantes da Subjuve e de diversas instituições de ensino públicos e privados da região se reuniram para conversar sobre o evento.

O objetivo da Feira é dar oportunidade para que os jovens possam conhecer os cursos existentes na região. Esta será a terceira vez que a feira é realizada e as outras edições ocorreram em 2014 e 2015 atendendo um público de mais de 6 mil estudantes em cada feira e para este ano estão sendo esperadas cerca de 10 mil pessoas de toda a região durante os três dias de evento. 

Para o titular da pasta, Augusto Schell, é importante que os jovens estejam preparados para o mercado de trabalho. “Esse é o momento que os jovens podem conhecer os cursos desde técnicos, de línguas até universitário, fazendo com que eles possam refletir sobre a importância da educação continuada em suas vidas”.

Merenda escolar em Praia Grande

feira do estudante 2018

Fiscalização de pontos de descarte de lixo irregular pela população é intensificada

Secretarias de Serviços Urbanos e Urbanismo estão atuando em conjunto
21/6/2018

O descarte irregular de lixo pela população em áreas públicas causa diversos problemas urbanos. Entre os principais está o aumento da proliferação de roedores e insetos, desvalorização do entorno e obstrução da rede de drenagem, uma vez que estes materiais são carregados pela chuva para o sistema de escoamento de águas pluviais. A Prefeitura de Praia Grande realiza diariamente a limpeza destes trechos pela Cidade, porém menos de 24 horas depois muitos destes locais estão sujos novamente. Por isso, as Secretarias de Serviços Urbanos (Sesurb) e de Urbanismo (Seurb) estão unindo forças para intensificar a fiscalização de locais como estes, com multas que podem chegar a até R$ 1.822,14.

Desde o início deste mês de junho, através do uso de aplicativo de conversas via celular os encarregados dos serviços de limpeza da Sesurb estão apontando para fiscais da Seurb locais de descarte irregulares crônicos de lixo pela própria população. Na manhã do dia seguinte, estes profissionais saem em busca dos proprietários dos terrenos/áreas particulares onde a situação está ocorrendo aplicando notificações para resolver o problema. O proprietário tem o prazo de 30 dias para realizar a manutenção necessária, caso contrário é multado. Por dia, aproximadamente dez locais passam por esta verificação.

O secretário de Serviços Urbanos de Praia Grande, Katsu Yonamine, destacou que ainda que na maioria das vezes pessoas que moram nos arredores destes locais sejam as responsáveis por esse descarte irregular, os terrenos particulares precisam estar limpos e murados. “Por isso esse trabalho em conjunto. Além disso, queremos que a própria população veja esta ação, coloque a mão na consciência e perceba que esse lixo que ela descarta retorna para ela mesma como um problema urbano”.

No caso de descartes onde não é possível localizar o culpado, a Prefeitura conta a ajuda da população, que pode denunciar situações como estas, inclusive com fotos de possíveis veículos que possam ser utilizados para o transporte de materiais (imagens que possam, de alguma forma, identificar os responsáveis pela irregularidade) através do formulário online disponível no site www.ouvidoria.praiagrande.sp.gov.br, ou pelo app “Ouvidoria Praia Grande”, disponível gratuitamente na Apple Store e Play Store. As denúncias podem ser anônimas. “Queremos que a população também se torne ‘fiscal’ da sua rua, seu bairro. Aliando forças, temos certeza que podemos melhorar esta situação”, ressaltou Yonamine.

Quem for flagrado realizando descarte irregular de lixo em espaços públicos pode sofrer sanções de acordo com o Código de Posturas Municipais (Lei 657/89), as normativas da gestão dos resíduos da construção civil (Lei 1660/2013) e leis ambientais como a de Crimes Ambientais (Lei 9605/98), dependendo da situação.

Além do estreitamento das ações entre a Sesurb e a Seurb, para coibir estas irregularidades, a Prefeitura tem também realizado orientações de vizinhos destes locais e realizando campanhas educativas nas redes sociais e canais oficiais da Administração.

Destaque – E para oferecer locais corretos para o descarte de lixo, Praia Grande oferece um amplo sistema de limpeza na Cidade. Confira as principais ações: coleta de lixo domiciliar, coleta seletiva, Rapa Treco e 12 unidades de Ecoponto (nos Bairros Aviação, Sítio do Campo, Mirim, Nova Mirim, Maracanã, Real, Caiçara, Solemar, Boqueirão, Ribeirópolis, Canto do Forte e Ocian), que além de receber materiais recicláveis ainda recebe pequenas quantidades de entulho da construção civil – até 2 m³.

%d blogueiros gostam disto: