• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Arquivo da tag amor

Feliz dia dos namorados

Dia dos namorados em Praia Grande

Boa Noite. Aguardando sua Companhia. Abraço.

Apadrinhamento Afetivo: encontros esclarecem interessados em participar

Quem quiser conhecer sobre o programa ainda tem duas oportunidades
6/6/2018

Para que as pessoas tomem conhecimento a respeito dos detalhes do Programa Apadrinhamento Afetivo, três reuniões foram marcadas em locais e horários variados. A primeira ocorreu nesta terça-feira (5), na Secretaria de Assistência Social (Seas). Durante os encontros, todos os esclarecimentos serão prestados e os convidados poderão tirar dúvidas. O próximo será na sexta-feira (8), às 15 horas. A entrada é franca.

Crianças e adolescentes residentes nas unidades do serviço de Acolhimento de Praia Grande têm a oportunidade de receber carinho e atenção de padrinhos durante finais de semana e outras datas, tudo de acordo com a Justiça. O Programa Apadrinhamento Afetivo é uma proposta de ação que envolve diversos órgãos governamentais, em conjunto com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, que possibilita que pessoas da sociedade civil assumam responsabilidade como padrinhos ou madrinhas de crianças e adolescentes acolhidas em nossa Cidade.

O intuito da vinculação afetiva é proporcionar experiências e referências afetivas, tanto familiares quanto comunitárias, a crianças e adolescentes em medida de proteção de acolhimento. Os jovens têm situação jurídica definida, com possibilidades remotas ou inexistentes de colocação em família substituta.

O padrinho poderá passear com o afilhado aos finais de semana, passar férias, entre outras atividades. Atualmente 15 crianças esperam por um padrinho.

A dona de casa Sônia Cristina Batista dos Santos foi com o marido participar do encontro, buscando informações para participar do Programa. Ela já tem duas filhas adultas, casadas e tem interesse em oferecer a um adolescente a referência familiar que não teve na infância. “Vivi essa realidade quando era jovem. Quero ajudar. Fui uma adolescente que viveu o estado de abandono e sei o quanto é horrível não ter referência familiar. É bom ter alguém em que a gente pode contar fora do abrigo. Um porto seguro, em caso de qualquer necessidade”.

Confira as datas e locais dos próximos encontros.
– Sexta-feira (8 de junho), às 15h, no Conviver Caiçara. O endereço é Rua Maria Antunes Navarro, esquina com a Rua São Domingos, no Bairro Caiçara.

– Quarta-feira (13 de junho), às 17h30 no Vivência do Bairro Tupi. O endereço é Rua Xavantes, nº 51, no Bairro Tupi.

Para participar do programa, os interessados precisam ser maiores de 18 anos e residir em Praia Grande. Não é preciso ser casado. Para obter mais informações podem entrar em contato pelo telefone 3496-5001.

Apadrinhamento Afetivo terá encontros para tirar dúvidas de interessados

Serão realizados três encontros deste tipo em junho
4/6/2018

Crianças e adolescentes residentes nas unidades do serviço de Acolhimento de Praia Grande têm a oportunidade de receber carinho e atenção de padrinhos durante finais de semana e outras datas dentro do Programa Apadrinhamento Afetivo, tudo de acordo com as diretrizes da Justiça. A ação é uma proposta que envolve diversos órgãos governamentais, em conjunto com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, que possibilita que pessoas da sociedade civil assumam responsabilidade como padrinhos ou madrinhas de crianças e adolescentes acolhidas em nossa Cidade.

O intuito da vinculação afetiva é proporcionar experiências e referências afetivas, tanto familiares quanto comunitárias, a crianças e adolescentes em medida de proteção de acolhimento. Os jovens têm situação jurídica definida, com possibilidades remotas ou inexistentes de colocação em família substituta.

O padrinho poderá passear com o afilhado aos finais de semana, passar férias, entre outras atividades. Atualmente 15 crianças esperam por um padrinho.

Reuniões – Para que as pessoas tomem conhecimento a respeito dos detalhes do Programa Apadrinhamento Afetivo, serão realizadas três reuniões em locais e horários variados. Durante cada um dos encontros, todos os esclarecimentos serão prestados e os convidados poderão tirar dúvidas. A entrada é franca.

Confira as datas e locais dos encontros.

– Terça-feira (5 de junho), às 17h30, na sede da Secretaria de Assistência Social (Seas). O endereço é Rua Paulo fefim, nº 775, no Bairro Boqueirão.

– Sexta-feira (8 de junho), às 15 horas, no Conviver Caiçara. O endereço é Rua Maria Antunes Navarro, esquina com a Rua São Domingos, no Bairro Caiçara.

– Quarta-feira (13 de junho), às 17h30, no Vivência do Bairro Tupi. O endereço é Rua Xavantes, nº 51, no Bairro Tupi.

Para participar do programa, os interessados precisam ser maiores de 18 anos e residir em Praia Grande. Não é preciso ser casado. Para obter informações basta entrar em contato pelo telefone 3496-5001.

Evento destaca a importância da adoção

Caminhada da Adoção foi realizada na manhã de domingo na avenida da praia
28/5/2018

Para desmistificar preconceitos, levar informação a todos e mostrar que a adoção de uma criança é um importante ato de amor, foi realizada na manhã do último domingo (27), na avenida da praia, em Praia Grande,a 6ª Caminhada da Adoção. O evento, organizado pelo Grupo de Apoio à Adoção Laços de Amor (Gaala),tem o apoio da Prefeitura de Praia Grande, através da Secretaria de Assistência Social (Seas), e do Fundo Social de Solidariedade (FSS). Pelo menos, mais de 300 pessoas participaram do evento, que reuniu profissionais da área, simpatizantes da causa e famílias adotivas.

Para ganhar uma camiseta do evento, cada participante doou duas embalagens de leite em pó ao grupo, que repassou os itens para o FSS de Praia Grande, a Casa Crescer e Brilhar, de São Vicente, e Casa da Vovó Benedita, em Santos. Por volta das 10 horas, os participantes saíram da Praça Duque de Caxias, no Bairro Canto do Forte, e seguiram pela Avenida Presidente Castelo Branco até o Conviver do Bairro Boqueirão, localizado no calçadão da praia, em frente à Rua Pernambuco.

O tema deste ano foi “Nome e filiação afetiva, uma escolha que deve ser respeitada”. De acordo com a presidente do Gaala, Júlia Leal, quando a criança é adotada ela carrega o nome biológico e tem muita dificuldade de ser chamada pelo nome social. “Esse é o nosso tema deste ano. Queremos que as pessoas se conscientizem da necessidade de respeitar essas crianças e adolescentes”.

A diretora da Divisão de Proteção Especial, Vania Gimenez, destacou que o evento é muito importante para a conscientização não somente para a questão da adoção, mas também sobre o acolhimento. “No nosso abrigo, temos muitas crianças que participam do projeto Apadrinhamento Afetivo. Atividades como esta podem despertar a vontade da ação e não somente dos menores, mas, principalmente, das crianças maiores”. 

De acordo com a comerciante Amanda Maluxenas, de 35 anos, mãe do pequeno Vitor, de 1 ano, ações como esta são essenciais para pais que buscam informações sobre adoção. “É um processo, que muitas vezes demora. Comigo e meu marido foram mais de 2 anos. Por isso, a troca de experiência e de informações de grupos com o Gaala são muito importantes. Especialmente para mostrar que toda a espera vale a pena, quando recebi a ligação do fórum virei mãe”.

Quem também já passou pelo processo é a professora Karina Aires dos Santos, 35 anos. Junto com sua esposa, Juliana César Arze, 40 anos, elas adotaram o pequeno João Antônio, de 9 meses de idade. “Muito se fala da demora deste processo de adoção, mas a espera é essencial para a preparação da família. A criança não é uma mercadoria que pode ser devolvida sem problemas, ela é um ser que precisa de amor e proteção. É necessário criar um espaço familiar para ela. No nosso caso, num primeiro momento meus parentes ficaram chocados com a ideia, hoje em dia o João Antônio é o xodó da família”.

O agente de saúde William Vieira, de 34 anos, está à espera de seu primeiro filho com o marido. “Estamos somente no aguardo de uma posição do juiz.Já estamos no processo há cerca de 2 anos e se não fosse todo esse apoio do Gaala talvez até tivéssemos desistido, ainda que sempre quisemos ter filhos. Esse período de atendimento com assistentes sociais e psicólogos é muito importante”.

Outras informações sobre o trabalho podem ser obtidas no sitewww.gaala.org ou pelo telefone da entidade, o 3016-6152.

Dia da Adoção – O dia 25 de maio foi escolhido o Dia Nacional da Adoção pelos quatorze Grupos de Apoio à Adoção que se reuniram em 1996 em Rio Claro, interior de São Paulo, onde foi realizado o I Encontro Nacional de Associações e Grupos de Apoio à Adoção. A lei foi sancionada em 9 de maio de 2002 sob o nº 10.447. Em Praia Grande, desde 2014, a data também foi escolhida para celebrar o Dia Municipal da Adoção.

Avenida da praia é interditada para Caminhada da Adoção

Bloqueio acontecerá no domingo (27), a partir das 9 horas
23/5/2018

Pelo sexto ano consecutivo, Praia Grande recebe a Caminhada da Adoção, organizada pelo Grupo de Apoio à Adoção “Laços de Amor”, com apoio da Prefeitura de Praia Grande. O evento ocorre neste domingo (27) e por isso, trecho da Avenida Presidente Castelo Branco (via da praia) será interditado a partir das 9 horas para a passagem dos participantes, entre os Bairros Boqueirão e Canto do Forte.

O bloqueio acontecerá entre as Ruas Pernambuco e Gaspar Viana. O tráfego na via será liberado conforme for acontecendo a passagem dos caminhantes. Agentes da Secretaria de Trânsito (Setran) estarão em pontos estratégicos para controle do tráfego, além da orientação dos condutores e participantes do evento.

A rota alternativa para quem trafegar pelo local, no sentido Boqueirão/Canto do Forte, deve ser a Rua Pernambuco, Rua Jaú, Rua Mascarenhas de Moraes e Avenida Marechal Mallet. No sentido contrário, Canto do Forte/Boqueirão, motoristas devem seguir pela Rua General Euclides de Figueiredo, Rua Otilia Sanches, Rua Bahia, Alameda Metropolitana e Avenida Presidente Costa e Silva.

Outras informações sobre o trânsito na Cidade podem ser obtidas ainda através da linha gratuita e 24 horas da Setran, o 0800-7720194.

CMDCA aprova questionários para o projeto Prefeito Amigo da Criança

Aprovação aconteceu nesta quinta-feira (10)
11/5/2018

Na manhã desta quinta-feira (10), o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) realizou sua reunião ordinária semestral na sala da Casa dos Conselhos, onde foram discutidos diversos assuntos, entre eles a aprovação por unanimidade dos questionários para o projeto “Prefeito Amigo da Criança”, que busca mobilizar e apoiar tecnicamente a cidade na implementação de ações e políticas que resultem em avanços na garantia dos direitos das crianças e adolescentes.

O projeto “Prefeito Amigo da Criança” tem como objetivo, fazer com que ao longo dos quatro anos da gestão municipal, oferecer subsídios técnicos e recomendações, bem como promove seminários que possibilitam o diálogo, a troca de experiências e a disseminação de conhecimentos úteis à construção ou à consolidação de políticas públicas voltadas à melhoria das condições de vida de crianças e adolescentes. Ao final da gestão, são avaliados os resultados obtidos pelos municípios, por meio de uma avaliação técnica e política, concedendo aos prefeitos que impulsionaram avanços nas linhas de ação propostas o Reconhecimento Pleno da Fundação Abrinq de Prefeitos Amigos da Criança.

A reunião contou também com a presença dos representantes do Grupo de Apoio à Adoção Laços de Amor (Gaala), que pediram o apoio dos conselheiros do CMDCA para a Caminhada da Adoção, evento que tem como objetivo conscientizar as pessoas sobre os benefícios da adoção de crianças e adolescentes, a caminhada ocorre no dia 27 de maio, com a concentração marcada para às 9 horas na Praça Duque de Caxias, no Bairro Canto do Forte, e a saída será 10h30 no mesmo local. O evento será aberto à comunidade e quem quiser ajudar instituições poderá trocar duas embalagens de leite em pó pela camiseta do evento.

Atendimento – A Casa dos Conselhos está instalada dentro do Vivência Tupi, onde também funcionam a Subsecretaria de Assuntos da Juventude (Subjuve), o Programa SuperEscola e o Programa Conviver. O local tem o objetivo de integrar diversos públicos e promover a cidadania entre os moradores de diferentes faixas etárias. A Casa dos Conselhos fica na Rua Xavantes, n° 51, Bairro Tupi, e funciona de segunda a sexta-feira das 8h30 às 17h30.


Fundo Social recebe doação de itens de higiene

Evento gastronômico arrecadou fraldas geriátricas, sabonetes e cremes dentais

Na sexta-feira (9), o Fundo Social de Solidariedade de Praia Grande recebeu a doação de fraldas geriátricas e outros produtos de higiene, doados por um grupo de empresários que realizou um evento gastronômico na Cidade. O 1º Luau Gastronômico “Cincão na PG”recebeu diversas pessoas no início do mês. Os produtos doados serão direcionados às ações do Fundo Social.

Realizado por meio de uma parceria entre Doce Sonho Foodbike, portal Eu amo  PG, Stand Ipa Hamburgueria, Clube Antigos do Litoral, Fênix Music e artesãos locais, o evento ofereceu aos convidados diversos produtos ‘Gourmet’a preços populares. Quem foi ao evento pode ajudar com doações.

Segundo a representante do evento, Luciana Silva, a escolha do Fundo Social como destino para os produtos foi realizada devido ao fato da empresária conhecer as ações da entidade. “Eu sei que daqui os produtos são destinados a causas sérias.Sei que as pessoas que precisam vêm procurar aqui”.

Doações – O Fundo Social de Solidariedade de Praia Grande concentra as arrecadações de donativos. Qualquer pessoa pode doar roupas, alimentos, móveis, fraldas, eletrodomésticos e outros itens, desde que em bom estado. O endereço é Rua Emancipador Paulo Fefin, nº 775, no Bairro Boqueirão. O telefone de contato é 3496-5022.

Minha mãe foi ao encontro de meu pai, descansem em paz.

 

Para Sempre

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.
Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
– mistério profundo –
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

Carlos Drummond de Andrade

Bonitas imagens da Boutique do Peixe em Praia Grande

Humanos

Coração

“Só uma palavra me devora: aquela que meu coração não diz.” (Sueli Costa e Abel Siva)

1
%d blogueiros gostam disto: