• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

São Vicente

Time de PG decide a Copa Aberta de Futsal

Equipe sub-12 do Colégio Recanto enfrenta a do Tumiaru
7/5/2018

Nesta segunda-feira (7), às 21 horas, no Ginásio do Clube de Regatas Tumiaru, em São Vicente, a equipe do Colégio Recanto Educacional de Praia Grande (Bairro Boqueirão) enfrenta o time da casa, na decisão decisão da categoria masculina sub-12 da Copa Aberta de Futsal Masculino Cidade de Santos, evento regido pela Liga Regional de Futsal do Litoral Paulista (LRFSLP).

Para chegar a decisão, o time praia-grandense superou na semifinal a equipe da Sociedade Esportiva Itapema, de Guarujá, por 4 a 1. Na primeira fase, o grupo municipal somou duas vitórias (6 a 1 sobre o I Nove Futebol Arte e 3 x 1 no Itapema) e uma derrota (2 a 1 para o Clube de Regatas Tumiaru). A turma de Praia Grande é comandada pelo professor Conrado de Andrade e Silva Antunes.

Dados – Em 2017, os selecionados masculinos sub-12 e sub-14 do Colégio Recanto Educacional conquistaram os títulos da Copa Aberta de Futsal. Já o time sub-9 ficou com a medalha de prata. Na decisão da sub-14, a turma do Colégio Recanto goleou, por 4 a 0, o time do Guarucar/Mendes Car. Na sub-12, os meninos do Boqueirão ganharam, por 1 a 0, do Gremetal. Na sub-9, no tempo regulamentar, a equipe do Colégio Recanto empatou, em 1 a 1, com a da Unisal/Edu Martins. Nos pênaltis, o grupo do Unisal levou a melhor por 2 a 0.

Em 2016, a turma sub-11 do Ocian Praia Clube/Centro de Treinamento Falcão 12 sagrou-se campeã invicta ao derrotar, por 6 a 4, na final o time do Clube de Regatas Tumiaru, de São Vicente. A equipe da Cidade ainda conquistou o troféu de artilheiro, com Nycolas – seis gols, e o de defesa menos vazada com cinco gols sofridos. O grupo municipal sub-16 terminou com a medalha de bronze, ao perder, por 5 a 3, na semifinal para a do Santos Futebol Clube. Em 2015, as equipes masculinas sub-14 e sub-16 de Praia Grande sagraram-se campeãs. O selecionado masculino sub-10 e o feminino adulto de Praia Grande ficaram com os vice-campeonatos da Copa Aberta. O sub-12 masculino terminou em quarto lugar.

Rolê de Biz 100cc #116 | Motoca013

Márcio França entrega unidades do Minha Casa Minha vida em São Vicente

Falsidade ideológica é crime e ganha proporção na internet

Teleférico com chuva um terror nas alturas

Praia Grande participa de workshop sobre Geoprocessamento em São Vicente

Encontro serviu de palco para o Município apresentar detalhes do GeoPG
25/4/2018

A Prefeitura de Praia Grande participou da quinta edição do Workshop de Geoprocessamento da Região Metropolitana da Baixada Santista (RMBS), que ocorreu nessa quarta-feira (25), na Escola de Técnicas de Economia Criativa (Etecri), em São Vicente. Na ocasião, a Secretaria de Planejamento (Seplan) apresentou detalhes do GeoPG, um sistema desenvolvido pela pasta para compartilhar informações oficiais sobre dados, estatísticas, infraestrutura e serviços públicos do Município.

“O GeoPG chega para apresentar a informação oficial de maneira ágil, dinâmica, integrada, compartilhada e responsável. Trabalhamos para algo que o prefeito nos fala a todo o momento: um município transparente”, explicou a arquiteta Eliana Ferreira, diretora do Departamento de Planejamento e Gestão da Seplan. Também palestraram pela Prefeitura a diretora da Divisão de Projetos e Treinamentos, Luciana Artave, e o programador Marcos Lessa.

O Workshop de Geoprocessamento foi realizado pela Câmara Temática de Tecnologia da Informação e Comunicação do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (CTTIC/CONDESB) voltada aos técnicos e gestores públicos municipais e estaduais, principalmente de tecnologia, planejamento, meio ambiente, segurança pública e outros setores que trabalhem de alguma forma com geoprocessamento nos 09 (nove) municípios da Região Metropolitana da Baixada Santista.

GeoPG – Destinado tanto para o gestor público como para o cidadão, o GeoPG permitirá ao Poder Público conhecer e utilizar dados de outros setores de atuação, planejar ações e subsidiar projetos. A população poderá, em breve, usar o sistema para obter informações diversas sobre a Cidade.

Quando o sistema estiver à disposição da população, qualquer cidadão terá acesso às informações de forma direta e transparente, sem depender de interlocutores ou da necessidade de deslocamento até os órgãos públicos.
Na gestão pública a tomada de decisão será mais eficiente, com a utilização de informações integradas e atualizadas de forma ágil.

Campanha de Vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira (23)

Homem é picado por cobra em São Vicente e recebe atendimento no HGA, em Santos

Aldeia indígena de São Vicente mostra curiosidades do cotidiano

São Vicente alagada e seus problemas.

O que é Metrologia?

O termo metrologia vem do grego metron que significa medida, e logos que significa ciência.

Metrologia é a ciência das medições e suas aplicações.

A metrologia engloba todos os aspectos teóricos e práticos da medição, qualquer que seja a incerteza de medição e o campo de aplicação.

Medições e metrologia são essenciais a quase todos os aspectos dos empreendimentos humanos, pois são utilizados em atividades que incluem o controle da produção, a avaliação da qualidade do meio ambiente, da saúde e da segurança, e da qualidade de materiais, e outros produtos para garantir práticas seguras de comércio e a proteção ao consumidor, só para citar alguns exemplos.

As medições estão presentes em quase todas as operações comerciais, desde o comércio em larga escala até a venda de produtos para o público em geral. Com isso, a metrologia também é crucial para o comércio porque fornece os meios técnicos necessários para garantir que as transações comerciais sejam mais justas, transparentes e confiáveis. Para tanto, é necessário a implementação de sistemas de medição, que incluem a adoção do Sistema Internacional de Unidades, instrumentos exatos de medição que seguem normas internacionais, métodos e procedimentos aprovados.

Depois do carrinho de compras agora e a vez da bicicleta descer a serra

PG sedia disputas da fase classificatória dos Jogos Regionais do Idoso

Três modalidades ocorrem em espaços locais 7/3/2018 

De quarta-feira a domingo (7 a 11), em São Vicente, ocorre a fase classificatória dos Jogos Regionais do Idoso (JORI) – 1ª Região e Capital. Contudo, ainda nesta etapa, as disputas de atletismo, bocha e malha serão realizadas em Praia Grande. Além disso, no final do mês Praia Grande também sediará a fase final do evento (onde participarão equipes e competidores que qualificaram-se nas fases classificatórias/oito regiões esportivas, de todas as regiões).

O torneio de atletismo movimenta a pista municipal localizada na Rua José Bonifácio, 400, no Bairro Sítio do Campo. A competição de malha acontece na Casa de Portugal (Avenida Paris, 1500, Boqueirão). A disputa de bocha ocorre em dois locais: no Clube da Guilhermina (Rua Itapoan, 52, Guilhermina) e na Associação Amigos do Balneário Marambaia (Rua Santo Agostinho, 195, Caiçara).


Nesta fase classificatória, disputam-se 14 modalidades, com divisão por faixa etária: atletismo e natação, categorias A (60 a 64 anos), B (65 a 69), C (70 a 74), D (75 a 79), E (80 a 84) e F (mais de 85); tênis, tênis de mesa e vôlei, classes A (60 a 69) e B (mais de 70); bocha, coreografia, dança de salão, malha, truco, buraco, damas, dominó e xadrez, categoria única (mais de 60 anos). 

Segundo o regulamento do evento regido pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ) em parceria com o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (FUSSESP), artigo 9º, qualificam-se para o JAI os times primeiro e segundo colocados em cada modalidade, categoria e sexo no JORI (nas oito regiões existentes). Na natação e no atletismo, classificam-se os dois atletas primeiros posicionados por prova, categoria e sexo. 

Praia Grande – Na disputa classificatória do JORI, a delegação de Praia Grande terá 137 componentes (116 atletas e 21 membros da comissão técnica). Por ser sede da fase final da competição, todos os atletas e equipes da Cidade que participarem da etapa classificatória estarão qualificados para a fase final, independente da posição obtida.

Em 2017, o grupo municipal sagrou-se campeão ao somar 161 pontos – recorde local – e 21 medalhas (10 ouros, 4 pratas e 7 bronzes) – recordes municipais no número total e de primeiros lugares. Em 2016, a turma de Praia Grande terminou em quinto lugar com 93 pontos. Em 2015, quando Praia Grande sediou o evento, sagrou-se campeã geral com 117 pontos e 15 medalhas (quatro ouros, três pratas e oito bronzes). Em 2014, conquistou quatro medalhas (duas pratas e dois bronzes). Em 2013, obteve seis medalhas (quatro pratas e dois bronzes).

Em 2012, a seleção praia-grandense de malha sagrou-se campeã. Em 2011, o time municipal não subiu ao pódio. Em 2010, as turmas locais de atletismo masculino e dança de salão A garantiram a terceira colocação. Em 2009, o grupo de Praia Grande faturou cinco medalhas (um ouro, uma prata e três bronzes). Os rapazes do dominó foram campeões. Os do vôlei, vice-campeões. Os do atletismo e xadrez terminaram nos terceiros lugares. Assim como as moças da natação.

PG terá delegação recorde na 22ª edição dos Jogos Regionais dos Idosos

Atletas se reuniram para acertar os últimos detalhes antes da competição 
A delegação de Praia Grande terá 137 componentes para a disputa da 22ª edição dos Jogos Regionais dos Idosos (JORI). O número de participantes da Cidade é recordo na competição. O evento desse ano tem início na quarta-feira (7) e ocorre em São Vicente. Reunião entre os atletas praia-grandenses serviu para acertar os últimos detalhes antes do início das disputas. O Município luta pelo tricampeonato e participará de todas as modalidades.

No total, 116 atletas e 21 membros da comissão técnica estão envolvidos nesta edição do Jori. Todos os competidores são maiores de 60 anos. Três deles, inclusive, já passaram dos 90.

De acordo com a presidente do Fundo Social de Solidariedade de Praia Grande, Maria Del Carmen Padin Mourão, a Maruca, a expectativa é que os atletas de Praia Grande tragam bons resultados, porém, não devem se sentir pressionados. “Ganhar é bom, mas ficamos muito mais felizes com a participação deles. Só de estarem competindo depois dos 60 já são vencedores”.

Histórico – Por duas vezes Praia Grande foi a campeã geral dos Jogos Regionais dos Idosos, em 2015 e 2017. Em ambas as ocasiões o Município também sediou a competição.

Motorista é atingido por pedrada na cabeça na Ponte do mar pequeno em São Vicente

SÃO VICENTE – Um homem teve o seu carro apedrejado enquanto passava ontem (1º) pela Ponte do Mar Pequeno, na Rodovia dos Imigrantes, em São Vicente. O representante comercial Fábio Rogério Bandeira, de 44 anos, dirigia o seu veículo quando foi acertado por criminosos.

O motorista contou que não viu quem arremessou o objeto, mas acredita que a pedra tenha sido jogada pelo agressor que estava na pista sentido São Vicente-Praia Grande. O vidro lateral de Fábio Rogério foi quebrado e acertou a sua têmpora. Felizmente, a pedra atingiu a haste dos óculos do representante comercial, que teve apenas ferimentos leves.

Mesmo ferido, ele conseguiu continuar dirigindo e procurou uma equipe da Polícia Rodoviária, que fica perto da entrada do Centro de Convenções de São Vicente. Segundo a vítima, os policiais apenas tiraram fotos do corte na têmpora, ouviram o seu relato, mas não tomaram nenhuma outra medida, pois “nada poderia ser feito”.

A Polícia Rodoviária informou que intensificou o patrulhamento nas proximidades juntamente com as viaturas do policiamento, assim que soube da ocorrência, devido à proximidade com a área urbana. Até o momento, ninguém foi preso.

Fonte: Santaportal

“O tempo passa e tudo continua na mesma, os politicos da região só pensam em eleição!!! Passar ali por São Vicente antes da ponte do mar pequeno virou uma roleta russa. Agoro pergunto se tem politico que não consegue cuidar do próprio quintal como será capaz de cuidar dos quintais dos outros.”

%d blogueiros gostam disto: