• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Caratecas vencem seletiva para o Campeonato Brasileiro

Atletas da Cidade disputaram evento estadual
18/5/2018

Caratecas de Praia Grande (Secretaria de Esportes e Lazer – SEEL) ficaram entre os três primeiros colocados na seletiva promovida pela Federação Paulista (FPK) para a disputa da quarta etapa classificatória do Campeonato Brasileiro que ocorre de 20 a 24 de junho, na cidade de Joinville, em Santa Catarina. A seletiva realizada no último sábado (12), ocorreu no Ginásio da Associação dos Funcionários Públicos de São Bernardo do Campo, na Região do Grande ABCD.

Assim, qualificaram-se com as sétimas, oitavas e nonas vagas para competir no evento regido pela Confederação nacional (CBK). Já estavam classificados para lutar em Santa Catarina, os campeões estaduais, de campeonatos válidos como tais (como a Copa dos Campeões), outras seletivas e integrantes de seleções brasileiras. No total, são mais de 800 integrantes na seleção paulista. Em 2017, o time do Estado reuniu 754 atletas na disputa da etapa classificatória do Campeonato Brasileiro, dos quais 548 avançaram a fase final e obtiveram 234 medalhas (71 ouros, 59 pratas e 104 bronzes). 

Nomes – Da seletiva estadual, só puderam participar atletas que ficaram entre os cinco primeiros colocados das etapas classificatórias do Campeonato Paulista de 2018 (foram cinco no total: realizadas em março e abril, nas cidades de Santos, Caçapava, Lençóis Paulista, Presidente Prudente e São Paulo, Capital). Aconteceram torneios de katá (exibição de movimentos) e kumitê (luta). Existiu também divisão por peso e graduação (kyu). Quanto menor o kyu (faixa), mais evoluído é o atleta: branca (6º kyu), amarela (5º), laranja (4º), verde (3º), azul ou roxo (2º), castanho ou marrom (1º). 

Confira os atletas de Praia Grande qualificados para integrar a seleção paulista na disputa da etapa do Campeonato Brasileiro de Joinville: 

katá
Pedro Henrique Silva (Academia Yamato Dojo) – categoria sub-8 – faixa 6º a 5º kyu – peso absoluto 
Gustavo Pereira (Yamato Dojo) – sub-8 – 4º a 3º kyu – absoluto
Luiz Carlos dos Santos (Kami Dojo) – máster C (44 a 46 anos) – 2º kyu e acima – absoluto

Kumitê
Cássio Henrique Nunes (Gladiators) – sub-12 – 6º a 3º kyu – menos de 30 kg
Hanna Ferreira (Seikan) – sub-14 – 2º kyu e acima – mais de 47 kg
Ana Flávia Pereira (Yamato Dojo) – cadete (14 e 15 anos) – 2º kyu e acima – menos de 47 kg
Maria Eduarda Mascari (Yamato Dojo) – cadete (14 e 15 anos) – 2º kyu e acima – mais de 54 kg
Renato Ribeiro (Gladiators) – júnior (16 e 17 anos) – 6º a 3º kyu – menos de 55 kg
Aline Teixeira (Gladiators) – júnior (16 e 17 anos) – 2º kyu e acima – menos de 59 kg
Luiz Carlos dos Santos (Kami Dojo) – máster C (44 a 46 anos) – 2º kyu e acima – menos de 75 kg

Treinos – Os caratecas de Praia Grande treinam em cinco academias da Cidade. No Bairro Tupi, a equipe da Academia Gladiators tem comando do sensei Rodrigo Inácio. No Ocian, o grupo da Yamato Dojo é conduzido por Carolina Ramalho. No Samambaia, o time da Kami Dojo possui Ronaldo Rodrigues como mestre. No Boqueirão, o selecionado da Yoshimura Kyokai recebe orientação técnica do mestre Jorge Yoshimura. No Tupi, a turma da Seikan pertence ao técnico Márcio Papi. 

Há ainda, treinamentos públicos (gratuitos) disponibilizados pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL) de Praia Grande. sob comando do professor Luiz Fernando de Almeida Antunes, faixa preta 3º Dan, as aulas acontecem no Ginásio da SEEL (Avenida Minsitro Marcos Freire, 33579, Bairro Tupiry), as terças e quintas-feiras, das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas; no Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180), as segundas, quartas e sextas-feiras, das 9 às 12 horas; e na Pista municipal de Atletismo (Rua José Bonifácio, 400, Bairro Sítio do Campo), as segundas, quartas e sextas-feiras, das 14 às 17 horas.

Sob orientação do professor Jorge Yoshimura, faixa preta 8º Dan, os ensinamentos são realizados de segundas as sextas-feiras, após às 18 horas, os treinos ocorrem no Ginásio Rodrigão (Av. Pres. Kennedy, 8169 – Mirim). As segundas, quartas e sextas-feiras, das 13 às 17 horas, as atividades acontecem no Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180). As terças e quintas-feiras, das 13 às 17 horas, as aulas desenvolvem-se no Centro de Apoio à Família do Educando (CAFE) do Bairro Vila Sônia (Rua João Andrade de Jesus, s/nº).

Convite para o Concurso Belas Plus Praia Grande 2018

Procuradores de Goiânia visitam PG para conhecer projetos de regularização fundiária

Encontro aconteceu na última quinta-feira (17)
18/5/2018

Procuradores municipais de Goiânia, capital do Estado de Goiás, estiveram em Praia Grande na quinta-feira (17), para conhecer os trabalhos desenvolvidos pela Administração Municipal, principalmente da Secretaria de Habitação (Sehab), no que se refere à regularização fundiária. Como salientou o procurador goianiense Eugênio Aleixo Ferreira, um dos visitantes, o objetivo do encontro foi trocar informações e experiências. “Os municípios têm problemas comuns e constatamos que Praia Grande tem encontrado mecanismos legais que possibilitam avançar na área de regularização fundiária em situações onde temos maior dificuldade. Um exemplo é no que se refere à regularização de áreas particulares, onde observamos em nossa Cidade como sendo um grande obstáculo para a efetivação de ações de regularização fundiária e onde Praia Grande tem conseguido efetivar e legalizar a posse das áreas”.

Como explicou o coordenador da área na Sehab, Cláudio Antônio Agostinho, popularmente conhecido como Tatuí, este trabalho exige uma série de ações que incluem medidas jurídicas, ambientais, sociais e urbanas, com o objetivo de regularizar os assentamentos irregulares nas cidades. “A legislação sobre regularização fundiária tem avançado bastante e é fundamental acompanhar este desenvolvimento. Praia Grande tem obtido grandes conquistas para os munícipes da Cidade. É um trabalho incessante onde toda equipe da Secretaria Habitação tem se empenhado ao máximo. O programa habitacional de Praia Grande desenvolve ações para construção de unidades habitacionais, mas prioriza a regularização fundiária. Já entregamos títulos de propriedade ou escrituras registradas para 4.348 famílias da Cidade e já estamos finalizando o processo para entrega de mais 500 escrituras”.

As áreas ou assentamentos irregulares se caracterizam pela precariedade de serviços públicos essenciais e presença de população com menor condição socioeconômica e nível de instrução. Ocorre de forma desordenada e densa, em terrenos de propriedade particular ou públicas. Os problemas advindos dessa ocupação irregular geram impactos sociais, econômicos, imobiliários e principalmente ambientais, não apenas nessas áreas, mas em toda cidade.

Este trabalho envolve levantamento da situação fundiária dos imóveis ocupados, negociação entre os proprietários, os ocupantes e o poder público; elaboração e aprovação de um projeto urbanístico; e registro do projeto e dos títulos atribuídos a cada ocupante. A regularização abrange duas dimensões essenciais: a criação de unidades imobiliárias compatíveis com o urbanismo municipal e a constituição de direitos reais em favor dos seus ocupantes. Inicia com requerimento de algum dos legitimados, quais sejam, os entes da Federação, os ocupantes, os proprietários ou empreendedores, a Defensoria Pública ou o Ministério Público. Em seguida é feito levantamento e consulta aos proprietários e confrontantes da área ocupada quanto à sua regularização. Na ausência de oposição, elabora-se o projeto urbanístico. Se houver oposição, procede-se a uma etapa de negociação. 

O projeto urbanístico promove o parcelamento do solo, constituindo lotes particulares e áreas públicas. Considerará os aspectos ambientais, urbanísticos e de defesa civil, adotando como critério básico a melhoria da situação em que o assentamento se encontra. No caso de áreas de risco ou de preservação permanente, a Lei prevê a realização de estudos específicos, que deverão orientar a elaboração do projeto.

Para o procurador goianiense Jorge Henrique Marques Dominguito de Castro um dos modelos de ações de Praia Grande está na ordenação da documentação e no andamento do processo. “Há uma ordem processual muito grande, com preocupação em atender a todos os requisitos legais de forma que o trâmite proceda sem percalços. É de fácil acompanhamento e entendimento. Poucas vezes observei processos tão bem ordenados e documentados”.

Após a reunião, os procuradores fizeram um passeio pelo Paço Municipal, onde visitaram a Central de Monitoramento e a Procuradoria Geral (Progem). Após retornaram para o Guarujá, onde estão hospedados, dando continuidade à sua programação na região, onde nos próximos dias iriam a outros municípios. 

Evento de Capoeira ocorre no Ginásio Mirins III

Competição ocorre neste final de semana (19 e 20)
17/5/2018

Neste sábado e domingo (19 e 20), a partir das 10 horas, no Ginásio Mirins III (Avenida Mauricío José Cardoso, 135, Bairro Forte), em Praia Grande, ocorre a segunda etapa da Competição Aberta Só Capoeira, categorias feminina e masculina infantil (10 a 12 anos), infanto-juvenil (13 e 14), juvenil (15 a 17) e adulta (18 a 29). A disputa organizada pelo grupo santista Só Capoeira conta com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL).

A competição objetiva fortalecer a modalidade nos quesitos luta, jogo, arte e musicalidade; incentivando as cantigas e ritmos para massificar a prática da capoeira na Região Metropolitana da Baixada Santista, no Estado de São Paulo e no Brasil. A primeira etapa do evento, denominada Litoral Norte, aconteceu nos dias 5 e 6 de maio, em Guarujá.

Na área de combate, dois atletas lutam utilizando capacetes de proteção e protetor bucal (caso o lutador use aparelho dentário). Estes combatem sob supervisão de três árbitros laterais e um central, ao som de bateria completa (três berimbaus, dois pandeiros, um atabaque, um agogô e um reco-reco). As lutas ocorrem em período de dois minutos. Visando manter a integridade física dos competidores há movimentos proibidos como socos, cotovelada, joelhada, cabeçada e qualquer tipo de agarramento.

Vale frisar que os vencedores Competição Aberta Só Capoeira qualificam-se para disputar o Desafio dos Campeões que está programado para setembro e fornece premiação em dinheiro aos ganhadores. As Inscrições e outras informações sobre a Competição Aberta Só Capoeira podem ser realizadas e encontradas no site https://socapoeira2002.wixsite.com/cscocapoeira e também no link do facebook https://www.facebook.com/CompeticaoSoCapoeira.

Mais de mil munícipes competem por PG

Atividades gratuitas de 22 modalidades estão disponíveis para os munícipes
17/5/2018

Mais de mil munícipes representam a Cidade de Praia Grande em competições locais, regionais, estaduais, nacionais e internacionais neste ano. Esses residentes integram os polos de iniciação e treinamento competitivo ofertados gratuitamente pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL). Há também, a participação de 700 moradores nas atividades de saúde e lazer oferecidas por meio da hidroginástica. 

No total, são 22 modalidades esportivas que estão à disposição da comunidade local: atletismo, basquete, caratê, futebol, ginástica artística e rítmica, handebol, hidroginástica, natação, surfe, taekwondo, tênis de mesa, vôlei, vôlei de praia, xadrez e ainda, atletismo e natação para pessoas com deficiência (PcD). As atividades de judô e esportes náuticos (canoagem, remo e vela) são frutos de parceria entre a SEEL e a Secretaria de Educação (Seduc) – que desenvolve o Programa SuperEscola, oportunizando iniciação esportiva para crianças e jovens estudantes dos 7 aos 14 anos (outras informações podem ser obtidas no telefone 3496-2362). 

É importante frisar que além do Programa SuperEscola da Seduc, o esporte de Praia Grande também é contemplados por atividades gratuitas de caráter não competitivo oferecidas pela Secretaria de Saúde (Sesap) por meio das Academias de Saúde, Subsecretaria de Juventude em eventos de esportes radicais e Secretaria de Assistência Social (SEAS) que desenvolve aulas nos Programas de Integração e Cidadania (PIC), Centro de Apoio à Família do Educando (CAFE) e Conviver (SEAS).

Participação – Para participar de qualquer polo, basta o interessado deve comparecer ao local das aulas, com documento de identidade (de preferência com foto), autorização do responsável (se for menor de idade) e comprovante de escolaridade. Se possível, também apresentar atestado médico que permita a prática de atividade física. Há ainda, ficha cadastral a ser preenchida no local de treino.

Todas as aulas dos Polos ocorrem de segundas as sextas-feiras, em diversos bairros da Cidade e atendem meninos e meninas a partir dos 10 anos. Em caso de turmas cheias (quando não houver mais vagas momentâneas), os interessados irão integrar lista de espera comandada pelos próprios técnicos das modalidades.

Confira os polos oferecidos:

Atletismo masculino e feminino
Local: Pista municipal (Rua José Bonifácio, 400, Bairro Sítio do Campo)
Horário: 2ª as 6ª feiras – das 8 horas às 11h30 e das 14h30 às 21 horas
Professor: Flávio Barbosa da Cruz e Rodrigo Augusto da Silva Rosa

Atletismo PcD masculino e feminino
Local: Pista municipal (Rua José Bonifácio, 400, Bairro Sítio do Campo)
Horário: 2ª as 6ª feiras – das 8 às 17 horas
Professora: Daniela Eiko Itani e Mariam Mian Bouchnak

Basquete masculino 
Local: Ginásio Magic Paula (Avenida do Trabalhador, 4111, Bairro Antártica)
Horário: 2ª, 4ª e 6ª feiras – das 16h30 às 20h30 / 3ª e 5ª feiras – das 16 às 21 horas 
Professor: Osvaldo José de Assis Pinheiro

Basquete feminino
Local: Ginásio Magic Paula (Avenida do Trabalhador, 4111, Bairro Antártica)
Horário: 2ª e 4ª feiras – das 18 às 21 horas / 3ª e 5ª feiras – das 16 às 21 / 6ª feiras – das 20 às 22 horas horas 
Professora: Alessandra Hourneaux de Mendonça da Costa Rodrigues

Caratê masculino e feminino
Local 1: Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180)
Horário: 2ª, 4ª e 6ª feiras – das 9 às 12 horas
Professor: Luis Fernando Antunes

Local 2: Pista municipal de Atletismo (Rua José Bonifácio, 400, Bairro Sítio do Campo)
Horário: 2ª, 4ª e 6ª feiras – das 14 às 17 horas
Professor: Luis Fernando Antunes

Local 3: Ginásio da SEEL (Avenida Ministro Marcos Freire, 33579, Bairro Tupiry – entrada pela Rua João Balbino Corrêa, s/nº)
Horário: 3ª e 5ª feiras – das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas
Professor: Luis Fernando Antunes

Local 4: Ginásio Rodrigão (Avenida Presidente Kennedy, 8169 , Bairro Mirim)
Horário: 2ª as 6ª feiras – após às 18 horas
Professor: Jorge Yoshimura

Local 5: Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180)
Horário: 2ª, 4ª e 6ª feiras – das 13 as 17 horas
Professor: Jorge Yoshimura

Local 6: Centro de Apoio à Família do Educando (CAFE) do Bairro Vila Sônia (Rua João Andrade de Jesus, s/nº)
Horário: 3ª e 5ª feiras – das 13 as 17 horas
Professor: Jorge Yoshimura

Esportes Náuticos (canoagem, remo e vela) masculino e feminino
Local: Área de Lazer Ézio Dall’Acqua, o Portinho ( entrada da Cidade – Rua Paulo Sérgio Garcia s/nº, Bairro Sítio do Campo)
Horário: 2ª as 6ª feiras – das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas
Professor: Silvio Bello

Futebol masculino 
Local 1: Campo do Real Esporte Clube (Rua Antonio Luis Prates Maia, s/nº, Real)
Horário: 2ª, 4ª e 6ª feiras – das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas
Professor: André Luiz Silva de Oliveira e Fábio Luigi Meneghelo

Local 2: Campo do Atlético Clube Praia Grande (Avenida Irmãos Adorno, s/nº, Sítio do Campo)
Horário: 2ª, 4ª e 6ª feiras – das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas
Professor: Willian Ginghini da Silva e David Pedro dos Santos

Local 3: Campo anexo ao Ginásio Magic Paula (Avenida do Trabalhador, 4111, Bairro Antártica)
Horário: 2ª, 4ª e 6ª feiras – das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas/3ª e 5ª feiras – das 13 às 17 horas
Professor: Marcos Cesar Verissimo Jardim

Local 4: Campo do Bairro Melvi (Esquina das ruas Heleni Rosa e Doutora Antônio Silvio Cunha Bueno)
Horário: 3ª e 5ª feiras – das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas
Professor: André Luiz Silva de Oliveira e Fábio Luigi Meneghelo

Local 5: Campo do Esporte Clube Galo de Ouro (Rua José Borges Neto, s/nº, Mirim)
Horário: 3ª e 5ª feiras – das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas
Professor: Marcos Cesar Verissimo Jardim, Willian Ginghini da Silva e David Pedro dos Santos

futebol feminino
Local: Campo anexo ao Ginásio Magic Paula (Avenida do Trabalhador, 4111, Bairro Antártica)
Horário: 2ª, 4ª e 6ª feiras – das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas/3ª e 5ª feiras – das 13 às 17 horas
Professor: Marcos Cesar Verissimo Jardim

Ginástica Artística masculina e feminina
Local: Ginásio do Bairro Boqueirão (Avenida Rio Branco, 572)
Horário: 2ª as 6ª feiras – das 13 às 16 horas e das 17 às 22 horas
Professor: Leandro Salvador Heredia e Caio Américo Costa

Ginástica Rítmica feminina
Local: Ginásio da SEEL (Avenida Ministro Marcos Freire, 33579, Bairro Tupiry – entrada pela Rua João Balbino Corrêa, s/nº)
Horário: 2ª as 6ª feiras – das 8 às 11 horas e das 13 às 17 horas
Professora: Flávia Beatriz Ferro

Handebol feminino
Local: Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180)
Horário: 2ª as 6ª feiras – das 17 às 21 horas
Professora: Sandra Regina Canova Barroso

Handebol masculino
Local: Ginásio Falcão (Avenida Presidente Kennedy, 8169, Bairro Mirim)
Horário: 2ª as 6ª feiras – das 17 às 22 horas
Professor: Evandro Luiz Andrade

Hidroginástica feminina e masculina
Local: piscina de 12 metros da SEEL (Avenida Ministro Marcos Freire, 33579, Bairro Tupiry – entrada pela Rua João Balbino Corrêa, s/nº)
Horário: 2ª as 5ª feiras – das 7 às 20 horas
Professor: Henrique França Rodrigues, Fabio Luiz Pereira de Carvalho e Gisele da Câmara Paiva Santos

Judô feminino e masculino
Local: Centro de Excelência Professor João Carlos Ribeiro Manso Júnior (localizado na esquina das ruas Arari e Carimbó, Bairro Tupi – anexo ao Ginásio Rodrigão – Avenida Presidente Kennedy, 5593, Bairro Tupi )
Horário: 2ª as 6ª feiras – das 17 às 22 horas
Professor: Rodrigo de Matos, Alberto Silva Bittencourt e Danusa Shira Bittencourt

Natação feminina e masculina
Local: Piscina municipal de 25 metros (Rua Gilberto Fouad Beck, 110, Bairro Mirim)
Horário: 2ª, 4ª 6ª feiras – das 16 às 20 horas / 3ª e 5ª feiras – das 16 horas às 19h30
Professor: Régis dos Anjos Aguiar

Natação PcD feminina e masculina
Local: Piscina municipal de 25 metros (Rua Gilberto Fouad Beck, 110, Bairro Mirim)
Horário: 2ª as 6ª feiras – das 16 às 20 horas
Professora: Silvia Schich Rodrigues

Surfe feminino e masculino
Local 1: Praia do Bairro Guilhermina (Avenida Presidente Castelo Branco esquina com a Rua Leblon, em frente ao número 1.898).
Horário: 2ª, 4ª e 6ª feiras – das 9 às 12 horas e das 13 às 16 horas
Professor: Ewerton Luis da Costa, o Biko, e Marcus Souza Carvalho

Local 2: Praia do Bairro Ocian (em frente ao quiosque do SuperEscola, Avenida Castelo Branco, s/nº) 
Horário: 3ª e 5ª feiras – das 9 às 12 horas e das 13 horas às 16 horas
Professor: Ewerton Luis da Costa, o Biko, e Marcus Souza Carvalho

Taekwondo feminino e masculino
Local 1: Ginásio da SEEL (Avenida Ministro Marcos Freire, 33579, Bairro Tupiry – entrada pela Rua João Balbino Corrêa, s/nº)
Horário: 2ª, 4ª e 6ª feiras – das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas 
Professor: Henrique Manaroulas 

Local 2: Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180)
Horário: 3ª e 5ª feiras – das 9 às 12 horas 
Professor: Henrique Manaroulas 

Local 3: Pista municipal de Atletismo (Rua José Bonifácio, 400, Bairro Sítio do Campo)
Horário: 3ª e 5ª feiras – das 14 às 17 horas 
Professor: Henrique Manaroulas 

Tênis de Mesa feminino e masculino
Local: Ginásio da SEEL (Avenida Ministro Marcos Freire, 33579, Bairro Tupiry – entrada pela Rua João Balbino Corrêa, s/nº)
Horário: 2ª as 6ª feiras – das 17 horas às 20h30 
Professor: Marcelo Basso Fernandes

Vôlei masculino
Local: Ginásio Rodrigão (Av. Pres. Kennedy, 8169 – Mirim)
Horário: 2ª as 6ª feiras – das 17 às 21 horas 
Professor: Alex Luís Hiath, Rodrigo Santana e Bárbara Lqmberopulos

Vôlei feminino
Local: Ginásio Mirins III (Avenida Mauricío José Cardoso, 135, Bairro Forte)
Horário: 2ª, 3ª, 4ª e 6ª feiras – das 14 às 20 horas / 5ª feiras – das 13h30 às 18h30 
Professora: Paula Rita Camerini 

Vôlei de praia feminino e masculino
Local: Espaço Conviver do Bairro Boqueirão (Avenida Presidente Castelo Branco, s/nº – esquina com a Rua Pernambuco)
Horário: 3ª, 5ª e 6ª feiras – das 13h30 às 16 horas 
Professor: Cristina Pacheco Lopes

Local: Espaço Conviver do Bairro Tupi (Rua Xavantes, 51, esquina com a Avenida Presidente Castelo Branco)
Horário: 2ª e 4ª feiras – das 13h30 às 16 horas
Professor: Cristina Pacheco Lopes

Xadrez feminino e masculino
Local 1: Ginásio Magic Paula (Avenida do Trabalhador, 4111, Bairro Antártica)
Horário: 2ª as 5ª feiras – das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas/ 6ª feiras – das 8 às 12 horas
Professor: Rosangela Domingos de Andrade Coelho

Local 2: Espaço Conviver Boqueirão (Avenida Presidente Castelo Branco, s/nº, esquina com a Rua Pernambuco, Bairro Boqueirão)
Horário: 6ª feiras – das 17 às 21 horas
Professor: Rosangela Domingos de Andrade Coelho

Vila Junina 2018 em Praia Grande

MC Lan e MC Barone – Arebunda (kondzilla.com)

PG qualifica 97 atletas para final estadual dos Joguinhos

Equipes locais competem em Franca
17/5/2018

A Cidade de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL) qualificou 97 atletas para a disputa da fase final dos Jogos Abertos da Juventude, os Joguinhos, evento sub-18 regido pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ). Esta etapa decisiva ocorre de 25 de maio a 2 de junho, no município de Franca e na competição, os desportistas municipais integram a seleção da Diretoria Regional de Esporte e Lazer (DREL) de Santos. 

Isto porque a SELJ realiza os Jogos da Juventude entre 14 Diretorias do Estado. São elas: Santos, Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Campinas, Franca, Grande São Paulo, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba. Para chegar a final estadual, os atletas disputam a fase Sub-regional na qual enfrentam-se as turmas das Cidades da Região Metropolitana da Baixada Santista e depois a Regional que reúne os vencedores da sub-regional e do Litoral Sul. A etapa decisiva reúne as 14 cidades campeãs regionais mais a delegação do município-sede e a campeã de 2017, em cada modalidade.

Alojamento – Durante a final estadual, em Franca, os competidores de Praia Grande juntamente com os demais representantes da DREL de Santos ficam alojados na Escola Estadual José Pinheiro Lacerda (Rua Professor Laerte Barbosa Cintra, 929, Jardim América). No dia 25, às 19 horas, no Ginásio PoliEsportivo Pedrocão, ocorre a cerimônia de abertura do evento. No dia 2 de junho, no mesmo loca, acontece a festa de encerramento. Outras informações podem ser obtidas no site www.selj.sp.gov.br.

Para a final estadual, o esporte de Praia Grande qualificou as turmas de atletismo masculino e feminino (M/F), basquete M, ginástica artística M/F, ginástica rítmica F, handebol M, judô M/F, natação F, tênis de mesa F, vôlei M e vôlei de praia M/F. Contudo, por disputar o Campeonato Brasileiro Infantil na mesma data, a seleção municipal de natação feminina não irá participar da final dos Joguinhos. O chefe da delegação municipal é o diretor do Departamento Esportivo da SEEL, Cláudio Luiz Monteiro de Morais, o Camarão.

Confira todos os atletas de Praia Grande qualificados para a final estadual dos Joguinhos 2018:

atletismo feminino = Thassiany Cristine de Oliveira Neves (400 metros) e Eduarda Souza Santos (200 metros). Técnico: Flávio Barbosa da Cruz e Rodrigo Augusto da Silva Rosa.

atletismo masculino = Vinicius Conceição Rolt (5.000 metros), João Vitor de Jesus Assenção (100 e 200 metros, revezamentos 4×100 e 4×400), Arthur Leandro de Souza (arremesso do peso e lançamento do disco), Raphael Lucas Guimarães (Lançamento do martelo), Dyorgenes Gleyson Farias dos Santos (400 metros, 4×400 e 4×100), Gabryel dos Santos Silva (4×100 e 4×400), Marcos Roberto Santos Gomes (4×100) e Adrian Oliveira (4×400 e 1.500m). Técnico: Flávio Barbosa da Cruz e Rodrigo Augusto da Silva Rosa.

basquete masculino = André Batista dos Santos, André Luiz Lima Conceição, Arthur Antônio Aparecido Gabriel Felicissimo, Daniel Brito de Jesus, Elias Santos de Souza, Gabriel Diocedo de Castro, Gabriel Ribeiro Chagas, Guilherme Bruno, Gustavo Alves Praxedes de Souza, Iury Santos Sena Oliveira, Kewin Willys Muniz, Lucas Miranda do Carmo, Pedro Lucas Chaboudet Luna, Rafael Messias Junior, Raul Vieira Jorge Luz, Samuel Guedes Menezes e Vitor de Abreu Silva. Técnico: Osvaldo José de Assis Pinheiro. Auxiliar: Rabio Roberto de Souza Silva e Mariana Azevedo Costa.
(campanha fase regional: PG 74 x 44 Itanhaém e PG 1 x w.o. Juquiá / sub-regional: PG 64 x 26 São Vicente, PG 55 x 48 Guarujá e PG 70 x 19 Cubatão)

ginástica artística feminina = Isadora Paulínia de Oliveira, Júlia dos Santos Souza, Kailane Araújo Fontes, Nicole Piacentini de Freitas Pereira e Ranya Jamilli Pavezi Gonzales. Técnicos: Caio Américo Costa e Leandro Salvador Heredia.

ginástica artística masculina = Daniel Santana Vieira, Gustavo Henrique Ramos Rezende de Moraes, Jedson Ferreira Santos, William Domingos dos Santos Filho e Ytallo Machado Loria. Técnicos: Caio Américo Costa e Leandro Salvador Heredia.

ginástica rítmica feminina infantil (até 12 anos) = Giovanna Ribeiro dos Santos, Thalita Pereira Andrade e Vitoria Nascimento Cambuí da Silva. Técnica: Flávia Beatriz Ferro.

ginástica rítmica feminina juvenil (13 a 15 anos) = Gabryela Stephanie Raimundo de Mendonça, Isabela Puliti Pinto, Isabella Correia Aguiar, Karen Utino Sartori, Larissa Gonçalves Conceição, Maria Eduarda Goulart de Oliveira e Sabrina Barros da Costa Barreto. Técnica: Flávia Beatriz Ferro.

handebol masculino = Dérik William Batista, Fábio Dalle Piaggi, Henrique Pietro Almeida, Kaíque Ortolani Lusvarghi, Kaíque Santana, Lucas Alexsander, Lucas Gabriel Cândido, Maicon Troni, Matheus Caparroz, Matheus Nascimento, Sérgio Henrique Andrade e Victor Brasil Nogueira. Técnico: Evandro Luiz Andrade. Auxiliar: Luciene Gonçalves da Silva.
(campanha fase regional: PG 1 x w.o. Juquiá e PG 40 x 13 Itariri / sub-regional: PG 24 x 10 Guarujá e PG 20 x 19 Guarujá)

judô feminino = Giulia Tavares Leitão no peso médio (57 a 63 kg), Ingrid Beatriz Lopes da Silva no meio-pesado(63 a 70 kg) e Larissa Vieira Coutinho no pesado (mais de 70 kg). Técnicos: Alberto Silva Bittencourt, Danusa Shira Bittencourt e Rodrigo de Matos.

judô masculino = Gustavo Santos Gomes no leve (60 a 66 kg) e Carlos Eduardo Silva de Macedo no absoluto (peso livre). Técnicos: Alberto Silva Bittencourt, Danusa Shira Bittencourt e Rodrigo de Matos.

natação feminina = Rafaela Anísio Pessi (400 livres e 100 borboleta, revezamentos 4×100 livres e medley), Ana Beatriz Machado (100 livres e 200 medley, 4×100 livres e medley), Isabela Carvalho (4×100 livres e medley) e Gabrielle Cunha (4×100 livres e medley, 100 peito). Técnico: Régis dos Anjos Aguiar.
(*apesar de qualificada não irá participar por que na mesma data, disputa o Campeonato Brasileiro Infantil)

tênis de mesa feminino = Larissa Maciel, Letícia Sanches, Nicole Santos e Steffany Alves. Técnico: Marcelo Basso Fernandes. 

vôlei masculino = João Rakin, Arthur Piva, Bruno Casagrande, Gabriel Rosa, Guilherme Bonfim, Gustavo Muniz, Henrique Vieira, Igor Vereda, Janiel Almeida, João Pedro Zandomenighi, Johnattan Ferreira, Henrique Testi, Luan Trindade, Riccieri Kiyomoto, Pedro Roscia, Rafael Gaudêncio, Thiago Rogério da Silva, Wallace Pena e Wellington Gonçalves. Técnico: Alex Luis Hiath Salvador. Auxiliar: Bárbara Lymberopoulos. 
(campanha fase regional: PG 2 x 0 Iguape e PG 2 x 0 Itanhaém / sub-regional: não houve inscrito, apenas PG)

vôlei de praia feminino = Aline Nascimento, Lara Castro e Monique Lins. Técnica: Cristina Pacheco Lopes
(campanha fase regional: PG 2 x 0 Iguape / sub-regional: não houve inscrito, apenas PG)

Vôlei de praia masculino = Felipe Brito, Thiago da Silva e Vinícius Ramos 
Técnica: Cristina Pacheco Lopes
(campanha fase regional: PG 2 x 0 Iguape, PG 2 x 0 Itariri e PG 2 x 0 Mongaguá – na final; PG 0 x 2 Iguape, contudo Iguape desistiu de participar da final estadual / sub-regional: não houve inscrito, apenas PG)

Retrospecto – Confira o retrospecto de PG na final estadual dos Joguinhos:

2017 – cidade-sede: Presidente Prudente
total de atletas qualificados: 72
Medalhas conquistadas: 39 (13 ouros, 14 pratas e 12 bronzes)
atletismo feminino: 14º lugar (1 bronze)
atletismo masculino: 30º lugar
basquete masculino: 5º lugar
ginástica artística feminina sub-19: 1º lugar (3 ouros, 5 pratas e 3 bronzes)
ginástica artística masculina sub-16: 1º lugar (7 ouros, 7 pratas e 7 bronzes)
ginástica rítmica sub-14: 6º lugar
handebol masculino: 4º lugar
judô feminino: 1º lugar (2 ouros e 2 pratas)
judô masculino: 8º lugar (1 ouro)
tênis de mesa feminino: 4º lugar (1 bronze)

2016 – Caraguatatuba
total de atletas qualificados: 57
Medalhas conquistadas: 24 (7 ouros, 5 pratas e 12 bronzes)
Atletismo feminino = terminou em 16º lugar ( 1 bronze)
Ginástica artística feminina = 2º lugar (1 ouro e 3 bronzes)
Ginástica artística masculina = 1º lugar (5 ouros, 5 pratas e 6 bronzes)
Ginástica rítmica = 10º lugar
Judô feminino = 4º lugar (1 ouro e 2 bronzes )
Natação feminina = 11º lugar 
Natação masculina = 8º lugar

2015 – Pirassununga 
Total de atletas qualificados: 100
Medalhas conquistadas: 25 (8 ouros, 7 pratas e 10 bronzes)
Atletismo feminino (F) = 12º lugar (1 bronze)
Atletismo masculino (M) = 17º lugar (1 prata)
Basquete M = não pontuou
Futsal F = 4º lugar
Ginástica artística F sub-14 = 2º lugar (1 prata e 1 bronze)
Ginástica artística M sub-16 = 1º lugar (7 ouros, 4 pratas e 3 bronzes)
Ginástica Rítmica Desportiva F = 8º lugar
Handebol M = 3º lugar
Judô F = 6º lugar (1 ouro e 1 bronze)
Judô M = não pontuou
Natação F = 3º lugar (1 prata e 3 bronzes)
Natação M = 8º lugar
Vôlei F = não pontuou

2014 – Itapetininga
Total de atletas qualificados: 58
Medalhas conquistadas: 26 (9 ouros, 8 pratas e 9 bronzes)
Atletismo F = 14º lugar
Atletismo M = 12º lugar (1 ouro e 1 bronze)
Basquete M = 8º lugar
Ginástica artística F sub-14 = 1º lugar (3 ouros, 2 pratas e 5 bronzes)
Ginástica artística M sub-16 = 1º lugar (4 ouros, 4 pratas e 2 bronzes)
Ginástica Rítmica Desportiva F = 8º lugar
Judô F = 2º lugar (2 ouros, 1 prata e 1 bronze)
Judô M = 4º lugar (1 ouro)
Natação F = 16º lugar
Natação M = 14º lugar
Tênis M = não pontuou
Vôlei F = não pontuou

2013 – não houve disputa da fase final
Total de atletas qualificados: 90
Equipes qualificadas: atletismo F/M, futsal M/F, judô M/F, ginástica artística M/F, ginástica rítmica desportiva (GRD) F, natação M/F e tênis M. 

2012 – Presidente Prudente
Total de atletas qualificados: 60
Medalhas conquistadas: 20 (8 ouros, 4 pratas e 8 bronzes)
Atletismo F = 4º lugar (2 pratas, 2 pratas e 2 bronzes)
Atletismo M = 25º lugar (2 bronzes)
Ginástica artística F sub-14 = 1º lugar (5 ouros e 2 bronzes)
Ginástica artística M sub-16 = não pontuou (1 bronze)
Ginástica Rítmica Desportiva F = 13º lugar
Handebol M = 7º lugar
Judô F = 1º lugar (3 ouros, 2 pratas e 1 bronze)

2011 – Osvaldo Cruz
Total de atletas qualificados: 50
Medalhas conquistadas: 11 (5 ouros, 3 pratas e 8 bronzes)
Atletismo F = 8º lugar (1 ouro e 2 bronzes)
Atletismo M = 33º lugar (1 ouro e 1 prata)
Ginástica artística F sub-14 = 3º lugar (1 prata e 1 bronze)
Ginástica artística M sub-16 = 4º lugar
Ginástica Rítmica Desportiva F = 16º lugar
Handebol M = 5º lugar
Judô F= 2º lugar (2 ouros e 1 prata) 
Judô M = 7º lugar (1 ouro)

2010 – Jaú
Total de atletas qualificados: 90
Atletismo F = 5º lugar
Atletismo M = 17º lugar
Ginástica artística F sub-14 = 3º lugar
Ginástica Rítmica Desportiva F = 25º lugar
Handebol M = 4º lugar
Judô F = 3º lugar
Natação F = não pontuou
Vôlei F = não pontuou

2009 – Lins
Total de atletas qualificados: 155
Medalhas conquistadas: 6 (2 pratas e 4 bronzes)
Atletismo F = não pontuou
Atletismo M = não pontuou
Futebol M = não pontuou
Futsal M = não pontuou
Ginástica artística F sub-14 = 3º lugar
Ginástica artística M sub-16 = 4º lugar (1 prata e 1 bronze)
Handebol M = 5º lugar
Judô F = 6º lugar (1 prata e 1 bronze)
Judô M = não pontuou (1 bronze)
Natação F = não pontuou
Natação M = não pontuou
Tênis de mesa F = 4º lugar (1 bronze)
Tênis de mesa M = 6º lugar
Vôlei F = não pontuou
Vôlei M = 7º lugar

2008 – São Manoel
Total de atletas qualificados: 57
Medalhas conquistadas: 2 (1 ouros e 1 bronze)
Atletismo F = não pontuou
Atletismo M = não pontuou
Basquete F = não pontuou
Futsal M = 4º lugar
Ginástica artística F sub-14 = não pontuou
Ginástica artística M sub-16 = não pontuou
Judô F = não pontuou (1 ouro)
Judô M = não pontuou (1 bronze)
Xadrez M = não pontuou

2007 – Jundiaí
Total de atletas qualificados: 85
Medalhas conquistadas: 5 (1 prata e 4 bronzes)
Atletismo F = não pontuou
Atletismo M = não pontuou (1 bronze)
Futsal F = 2º lugar
Futsal M = 3º lugar
Handebol M = 3º lugar
Judô F = não pontuou (1 bronze)
Vôlei F = não pontuou
Xadrez M = não pontuou

2006 – Americana
Total de atletas qualificados: 60
Atletismo M = não pontuou
Futsal M = 5º lugar
Handebol M = não pontuou
Vôlei F = não pontuou
Xadrez F = 5º lugar

2005 – Votuporanga
Total de atletas qualificados: 25
Medalhas conquistadas: 1 (1 ouro)
Atletismo M = não pontuou (1 ouro)

Alunos lançam foguetes em projeto de física

Iniciativa faz parte da Mostra Brasileira de Foguetes
17/5/2018

A empolgação tomou conta dos alunos de seis turmas de 6º ano da Escola Municipal Sebastião Oliveira, que realizaram o lançamento de 26 foguetes escolares. A Atividade ocorreu no Espaço Alvorada (Bairro Quietude), em Praia Grande, na terça-feira (15). A iniciativa faz parte da Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), olimpíada experimental que consiste em construir e lançar foguetes a partir de uma base de lançamento.

Foguetes e bases são construídos por alunos individualmente ou em equipes de até três componentes. Além da EM Sebastião, outras unidades municipais também participam da ação. A organização da Mostra é da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB) que promovem ainda a Olimpíada Brasileira de Astrologia, que ocorre também esta semana.

O processo de construção contou com muita criatividade dos participantes. Os foguetes foram construídos a partir de duas ou mais garrafas pets, e encaixados numa base de lançamento presa no chão. Como combustível, foram utilizados somente água e ar comprimido por uma bomba manual de encher pneus de bicicletas. Toda a ação foi realizada de acordo com as normas da Mobfog.

Os equipamentos lançados chegaram à distância de mais de 50 metros, considerado sucesso para o tipo de foguete construído. “Os alunos estão em estado de graça, animadíssimos em lançar foguetes. Iniciativas assim permitem que eles aprendam brincando, de forma prazerosa”, comentou a assistente técnica pedagógica da escola, Simone Piovesan.

A professora de Ciências e responsável pela orientação dos alunos na confecção dos foguetes, Eliana dos Santos Isidoro, explicou que através da confecção e lançamento dos foguetes, os alunos aprenderam diversos conceitos de física e matemática. “Aprenderam, por exemplo, conceitos relacionados à ação e reação, à pressão, ar e distância. Também exercitaram bastante a matemática, pois cada parte do foguete deveria ter uma medida precisa e tudo tinha de ser milimetricamente calculado. Por exemplo: se as aletas, que são as asas do foguete, não tiverem no tamanho exato, no momento do lançamento o foguete vai torto ou baixo demais. Tudo foi aprendizado, inclusive eles entenderam como funcionam os foguetes da Nasa”, afirmou.

Agora, os alunos se preparam para a prova da Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA), que ocorrerá nesta sexta-feira (18). “Estamos estudando bastante sobre as características dos planetas, das estrelas, cometas, sobre a densidade da luz, as fases da lua e muito mais. Amo ciências”, disse, animado, o aluno Miguel de Souza Siqueira, de 11 anos.

Iniciativa – A Mostra Brasileira de Foguetes e a OBA são eventos abertos à participação de escolas públicas ou privadas. Podem participar alunos do primeiro ano do ensino fundamental até os do último ano do ensino médio, por isso ela tem quatro níveis de dificuldade (tanto nas provas, como no tipo de foguetes). Todos os alunos participantes da MOBFOG recebem um certificado de participação, bem como os professores envolvidos no processo e também os diretores escolares. Além disso, há também a distribuição de medalhas para os alunos que obtiveram os maiores alcances em seus respectivos níveis.

Dinâmica permite que servidores aperfeiçoem os processos de trabalho por meio de peças de Lego

Desenvolvedores da Secretaria de Planejamento participaram da atividade
17/5/2018

Dinamizar o desenvolvimento de projetos e resolver situações de crise durante a realização de processos de trabalho em um ambiente corporativo. Esses foram alguns dos temas abordados durante palestra do Agile Coach Silas Serpa, da empresa DB Server, em um encontro voltado para servidores da Secretaria de Planejamento, desenvolvedores de projetos na Prefeitura.

Durante a manhã, o palestrante expôs conceitos de uma dinâmica inovadora, com o objetivo de que os participantes tivessem um contato mais próximo com o desenvolvimento de projetos. “O que proponho é uma vivência completa de um projeto, abordando situações de um mundo real, com a tomada de decisões que vão influenciar positiva ou negativamente no projeto”, explica Serpa.

Durante a palestra, o Agile Coach destacou que todas as decisões trazem conseqüências, ao abordar o Conceito Cynefin, que classifica a realidade do projeto como simples, complicado, complexo ou caótico, além de explicar o significado da palavra “risco”.

“O risco nos remete à palavra negativa, mas, na verdade, é apenas a consequência futura que pode influenciar em algo negativamente ou positivamente”, argumenta.

Dinâmica – Após a palestra pela manhã, de tarde a teoria deu lugar à prática, quando foi desenvolvida a dinâmica Cynefin Agile Lego Challenge. Depois de dividir os participantes em dois grupos, o desafio tinha como objetivo criar elementos, através de peças do Jogo Lego, para compor um parque de diversões com algumas características pré-estabelecidas como ter seis atrações e garantia de lucro em seis meses, onde as pessoas deveriam permanecer durante todo o dia.

“A idéia é que após a atividade as pessoas saiam energizadas e focadas em decisões, usando o coletivo para ter sinergia e identificação de risco, com a possibilidade de explorar alguns momentos para experimentar”, diz o diretor do Departamento de Tecnologia e Modernização da Informação da Secretaria de Planejamento (Seplan), Leandro Fernandes Sanches, idealizador da iniciativa.

Durante a dinâmica, somente duas pessoas dos times podiam passar as informações necessárias para a equipe de montagem poder desenvolver a construção dos elementos.

“A dinâmica foi criada para colocar da maneira mais dura uma iniciativa, com uma série de fatores que podem acontecer em um projeto real. Inserimos também uma roleta de caos que os grupos podem ou não sofrer as consequências na construção de um projeto, o que caracteriza o gerenciamento de riscos”, enfatiza Sanches.

“Apesar de estarmos trabalhando com essas ferramentas há algum tempo, elas nos colocaram em situações de refletir se estamos fazendo a coisa certa ou não. A demanda externa nos obriga a tomar a decisões rápidas diante de um cenário de caos”, avalia o programador Leandro Rodrigues, um dos servidores participantes do desafio.

Bairro Vila Sônia recebe projeto Multiação

Mutirão de serviços urbanos segue no local até próximo dia 26
17/5/2018

O projeto Multiação, que leva um mutirão de manutenção pública a todos os bairros de Praia Grande, está atualmente sendo realizado pela Secretaria de Serviços Urbanos (Sesurb) no Bairro Vila Sônia. A previsão é que os trabalhos no local sejam finalizados até o próximo dia 26, quando o Bairro Antártica passará a ser atendido. Dentre os trabalhos que estão sendo realizados de forma intensificada estão varrição das ruas, raspagem de areia das sarjetas, cortes de mato e recolha de itens inservíveis das vias, o Rapa Treco.

A ação é desenvolvida por duas frentes de trabalho, uma atuando entre a Curva do S e o Solemar, e outra entre a Mirim e o Boqueirão. Desde janeiro deste ano, os bairros Sítio do Campo (com loteamentos Tude Bastos e Guaramar), Glória, Esmeralda, Ribeirópolis, Samambaia e Melvi já foram atendidos.

O trabalho é constante e atende ao longo do ano todos os bairros da Cidade. As ações acontecem paralelamente ao serviço desenvolvido diário, não mudando a programação das ações já desenvolvidas, como Rapa Treco, Coleta de Lixo, entre outros. Aproximadamente, 100 funcionários estão envolvidos no trabalho.

O secretário de Serviços Urbanos, Katsu Yonamine, explicou a importância da ação para a conservação da limpeza na Cidade. “Além de manter os bairros mais limpos, a intenção do projeto Multiação é prevenir que detritos caiam na rede de drenagem obstruindo a tubulação e prejudicando o escoamento de águas pluviais. A colaboração da população é essencial para a limpeza das ruas. O lixo doméstico depositado em lugar incorreto aumenta a proliferação de insetos e roedores, causando incômodo à toda vizinhança”.

Andy Timmons em Praia Grande

MEI tem até dia 31 de maio para fazer declaração anual de faturamento

Sala do Empreendedor oferece apoio para o envio do documento até dia 30
17/5/2018

O prazo para o Microempreendedor Individual (MEI) entregar a Declaração Anual de Faturamento (DASN-Simei) é até o final deste mês de maio. A documentação deve ser enviada através do site www.portaldoempreendedor.gov.br. E para quem precisa de um auxílio, a Secretaria de Assuntos Institucionais (SEAI) realizará até dia 30 de maio atendimento de MEIs que precisam entregar o documento. O atendimento acontece na Sala do Empreendedor, localizada na Avenida Ministro Marcos Freire, 6.650, Bairro Quietude, sempre das 8 das 17 horas.

A declaração é referente ao exercício do ano anterior (2017) e é obrigatória. Quem não entregar no prazo, paga multa, fica com seus direitos previdenciários suspensos e perde benefícios como, por exemplo, o auxílio doença, até que a situação seja regularizada. A multa mínima para quem não entregar ou o fizer fora do prazo é de R$ 50, mas pode chegar a 20% do valor total de tributos declarados. 

“O processo é bem simples, mas para quem tem dúvidas, nós da Sala do Empreendedor estamos sempre à disposição. Temos uma equipe capacitada que vai ajudar e orientar o empresário no que for preciso. É só nos procurar até dia 30, que juntos faremos a declaração”, diz o diretor de Divisão de Empreendedorismo, Armando Di André Comitre Rigo.

Vila Junina 2018 tem início dia 1º de junho

Comidas típicas e atrações musicais fazem parte da festa, que acontece todos os finais de semana de junho
17/5/2018

Junho está chegando e com ele, a Vila Junina 2018, uma das festas juninas mais tradicionais da Baixada Santista. De 1º de junho a 1º de julho, o Pavilhão de Eventos Jair Rodrigues terá comidas típicas, música ao vivo e atividades que prometem agitar turistas e moradores de Praia Grande.

A Vila Junina faz parte do projeto Estação Inverno, que promove eventos fora da temporada de verão, e acontece em todos os finais de semana de junho (sexta e sábado, das 18h a meia noite, e domingo, das 18 às 23 horas). A entrada é gratuita.

Este ano, 25 barracas de entidades assistenciais de Praia Grande oferecem uma grande variedade de quitutes juninos. Caldos, pamonha, pipoca, doces, vinho quente e quentão, são as delícias que agradam todas as idades. As brincadeiras típicas também são muito procuradas, principalmente pelas crianças.

A festa contará com atrações musicais todos os finais de semana. As apresentações têm início sempre às 20 horas, com muito forró, sertanejo e canções típicas.

A decoração está sendo preparada pela equipe de Artes Visuais da Secretaria de Cultura e Turismo da Cidade. Painéis para fotos, banners e bandeirinhas, produzidas de forma artesanal, dão o charme típico das festas juninas.

O secretário de Cultura e Turismo de Praia Grande, Esmeraldo Vicente dos Santos, o Dinho, comemora mais uma edição da Vila Junina. “Este é um evento totalmente familiar e tradicional em nossa Cidade, feito em um espaço que oferece segurança e conforto, com estacionamento e atrações para todos. Além de divertir moradores e turistas, a festa também é beneficente, auxiliando as entidades assistenciais de Praia Grande que comercializam as comidas e bebidas típicas com renda revertida a seus projetos e manutenção”.

Serviço – A Vila Junina – Estação Inverno tem início dia 1º de junho, seguindo até o dia 1 de julho, no Pavilhão de Eventos Jair Rodrigues, que fica na Avenida Ministro Marcos Freire, na altura do número 6350, Bairro Quietude, entre os Viadutos 8 e 9 da Via Expressa Sul. A entrada e o estacionamento são gratuitos

Praia Grande realiza Mapa da Juventude

%d blogueiros gostam disto: