• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Time sub-12 joga no Estadual de Futsal Praia Grande

Equipes da Cidade disputam segunda fase
8/10/2018
 

Neste domingo (14), às 12h45, no Ginásio Presidente Ciro 1, em São Paulo, na Capital, o selecionado masculino sub-12 de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Sucos Camp, Centro de Treinamento Falcão 12 e Liga Praia-grandense de Futsal – LPFS) enfrenta o time da Sociedade Esportiva palmeiras, na decisiva partida da segunda fase do Campeonato Estadual de Futsal, série A-1, evento regido pela Federação Paulista (FPFS). 

No último sábado (6), no mesmo local, no primeiro confronto da chave ouro/prata, a turma alviverde venceu por 6 a 0. Assim, os meninos de Praia Grande precisam vencer o segundo jogo para forçar a prorrogação. Além do time sub-12, outros três da Cidade entraram em quadra pela segunda fase do Estadual de Futsal.

Na sub-18, a turma de Praia Grande venceu a do Clube Atlético Tabuca Juniors de Taboão da Serra por 4 a 0 e assim, garantiu vaga para disputar a etapa final da série bronze. Na sub-14, o grupo municipal perdeu para o São Caetano Futsal por 5 a 4 e na sub-16, foi derrotado pela Santos Futebol Clube por 11 a 0. Logo, foram eliminados da competição. 

É importante esclarecer que ao final da primeira fase, a FPFS formou uma classificação única (juntou os grupos A, B, C e D) com os 28 times participantes. A partir daí, os 16 primeiros colocados disputam uma segunda fase em dois jogos, na qual os vencedores avançam às quartas de final da chave ouro e os perdedores vão para a prata. Do 17º ao 28º colocado competem em partida única, na qual os vencedores e os dois melhores perdedores (ranking por índice técnico relativo a primeira fase) qualificam-se a chave bronze.

Na classificação final, a turma sub-12 foi 16ª colocada (quarta da chave D) com duas vitórias, um empate, três derrotas, 22 gols feitos e 16 sofridos. A sub-14 ficou na 19ª posição (quinta na D) com duas vitórias, uma igualdade, três derrotas, 14 gols prós e 20 contras. A sub-16 terminou em 25º lugar (sétima na D) com uma vitória, cinco perdas, 10 gols feitos e 26 sofridos. A sub-18 fechou na 18ª posição (quinta na D), com dois ganhos, quatro perdas, 18 gols prós e 33 contras.

Retrospecto – No Campeonato Estadual de Futsal da série A-1 de 2017, a equipe masculina sub-14 de Praia Grande ficou com a inédita medalha de prata. Na final, perdeu por 2 a 1 para a turma da Elite Itaquerense. O grupo municipal sub-12 caiu na fase quartas de final da série prata ao perder para o Sport Club Corinthians Paulista por 3 a 1. Já as equipes sub-16 e sub-18 de Praia Grande despediram-se do Campeonato Estadual de Futsal ainda na primeira fase. 

Em 2016, competindo pela primeira vez na A-1, os times sub-10 e sub-16 da Cidade chegaram até a fase oitavas de final (16 melhores). Já as turmas sub-12, sub-14 e sub-17 foram desclassificadas na fase de grupos. Em 2015, na série A-2, os selecionados masculinos sub-10 e sub-16 de Praia Grande conquistaram, pela primeira vez, medalhas de ouro no Campeonato Estadual de Futsal. A turma local sub-14 ficou com a prata. A sub-12 parou nas quartas de final e a sub-17 nas oitavas de final.

Em 2014, na A-2, o time sub-10 de Praia Grande garantiu a prata. O time sub-14 da Cidade terminou em quarto lugar. Em 2013, as equipes sub-9 e sub-13 de Praia Grande chegaram às quartas de final. Em 2012, os times locais sub-9, sub-11, sub-13 e sub-17 ficaram entre as oito melhores. Em 2011, a sub-15 terminou em quarto lugar. Em 2010, a turma sub-17 conquistou o inédito título estadual. A equipe sub-15 ficou com o bronze. Em 2009, o sub-11 sagrou-se campeão do certame. Já a turma sub-15 acabou em quarto lugar.
Resultados – Confira as campanhas dos times de Praia Grande no Campeonato Estadual de Futsal, série A-1, 2018:

sub-12 – Jogam por Praia Grande Diogo Godke Gomes de Menezes, Guilherme Sousa Gomes, João Pedro Cartezani de Souza, Felipe Mendes Santos, Pedro Torres Cardoso, Luiz Henrique Reis Machado, Igor da Silva Cajé, Felipe Gabriel dos Santos Silva, Gustavo Assis, Gabriel Jerônimo Alves dos Santos, Marcos Vinicius Fortmuller, Pedro Henrique Ramiel, Luis Felipe Gomes Barbosa Nunes, Wallace Vicente Matias Rosa Izzo e Nicolas Gomes Pascoal. Técnico: Matheus Cassita Gonçalves. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves. 

1ª fase
11/8 – Wimpro Guarulhos 1 x 5 Praia Grande/Ocian Praia Clube
18/8 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 2 FAE Osasco Audax
25/8 – CA Juventus 3 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
2/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 9 x 3 AA Botucatuense
8/9 – Clube São João/N10 4 x 4 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 3 Instituto Cidadania Raízes Barueri
2ª fase
6/10 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 6 SE Palmeiras

sub-14 – Atuam pela Cidade Marcos Vinicius Freitas de Souza, Gustavo Beserra Bueno, Kauê Bastos de Carvalho, Lincoln Antunes da Silva, Luiz Rafael Silva Gomes, Nycolas Souza da Silva, Jefferson Bispo Santos, Raul Vinicius Damacena, Mike Iverson Santos Barriento, Periques Junior Magalhães Lisboa, Gustavo Wendrel Quadros da Cruz, Kayke Antony Calixto, Riã Silva do Nascimento, Cleberson Lucas de Oliveira Neves e Kayque Bernardo Nascimento. Técnico: Caio Bruno Monzem. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves.

1ª fase
11/8 – Wimpro Guarulhos 3 x 4 Praia Grande/Ocian Praia Clube
18/8 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 2 FAE Osasco Audax
25/8 – CA Juventus 7 x 0 Praia Grande/Ocian Praia Clube
2/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 5 x 2 AA Botucatuense
8/9 – Clube São João/N10 3 x 3 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 3 Instituto Cidadania Raízes Barueri
2ª fase
6/10 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 4 x 5 São Caetano do Sul Futsal

sub-16 – Representam Praia Grande Jhonatan do Nascimento Domingos, Fabricio Prieto Cirilo Diniz da Silva, Yuri França da Silva, Nathan Takahashi de Souza Aguiar, Leonardo Amaral Aurichio, João Victor Soares da Silva, Lucas Lewis da Silva, Ryan Santos da Silva, Guilherme Batista Andrade da Silva, Rafael Bernardo de Souza Francisco, Alexandre Cauet da Silva, Giovanni Cauan Marques de Souza e Rafael Expedito Amaral de Sousa. Técnico: Matheus Cassita Gonçalves. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves.

1ª fase
11/8 – Wimpro Guarulhos 8 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
18/8 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 2 FAE Osasco Audax
25/8 – CA Juventus 1 x 3 Praia Grande/Ocian Praia Clube
2/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 4 AA Botucatuense
8/9 – Clube São João/N10 6 x 4 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 5 Instituto Cidadania Raízes Barueri
2ª fase
6/10 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 11 Santos FC

sub-18 – Competem pelo Município Gustavo Gomes Ferreira, Alysson Mariano de Oliveira, José Eduardo Trigueiro Pereira Silvestre, Luiz Gustavo da Silva Ferreira, Eduardo Costa Dalle Piaggi, Lucas Abreu Romão, José André Santana Santos, Eduardo Vaz Cabril Miyazi, Alef Serrat Pinheiro, Wendler Gabriel Gomes da Silva, Vitor Luis Acioli Garcia, Felype Fernandes Mouzinho, Fernando Ribeiro Marques Junior, Leonardo Pereira Trindade e João Pedro Pereira Campos. Técnico: Caio Bruno Monzem. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves.

1ª fase
11/8 – Wimpro Guarulhos 5 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
18/8 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 6 x 3 FAE Osasco Audax
25/8 – CA Juventus 6 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
2/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 5 x 3 AA Botucatuense
8/9 – Clube São João/N10 8 x 2 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 3 x 8 Instituto Cidadania Raízes Barueri
2ª fase
6/10 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 4 x 0 Clube Atlético Tabuca Juniors

Time de Praia Grande joga nesta quarta no Paulistão de Basquete

Equipe masculina sub-17 da Cidade compete fora de casa
8/10/2018
 

Nesta quarta-feira (10), às 20 horas, no Ginásio Professor Hugo Ramos, em Mogi das Cruzes, o time masculino sub-17 de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Centro Educacional Vila Verde, Faculdade Praia Grande e Associação Realizar) joga contra a equipe do Mogi das Cruzes/Helbor, pela sétima rodada da chave D, na segunda fase do Campeonato Estadual, regido pela Federação Paulista de Basquete (FPB).

Nos jogos já realizados, o grupo local perdeu para o Mogi das Cruzes Helbor por 60 a 37, Clube Espéria por 53 a 44, Sendi Bauru Basket (duas vezes) por 67 a 57 e 60 a 43, e Internacional de Santos (duas vezes) por 57 a 46 e 63 a 46. Nesta nova etapa, as cinco equipes últimas colocadas da primeira fase formam a chave D: Praia Grande (sétima colocada do grupo A), Clube Espéria (6ªA), Clube Internacional de Regatas de Santos (5ªA), Mogi das Cruzes/Helbor (6ªB) e SENDI/Bauru Basket (5ªB). As equipes jogam todas contra todas, em turno e returno qualificando-se as quatro melhores para as semifinais. 

Na primeira fase da competição estadual, na chave A, o time de Praia Grande ganhou do Clube Espéria por 59 a 54. Perdeu para o Nosso Clube de Limeira (duas vezes) por 73 a 66 e 54 a 51, SESI/Franca Basquete (duas vezes) por 81 a 32 e 113 a 28, CAC/APAB Cravinhos (duas vezes) por 77 a 34 e 62 a 52, o selecionado do CBC/Tênis Clube Campinas (duas vezes) por 95 a 45 e 58 a 46, a turma do Clube Internacional de Santos (duas vezes) por 61 a 59 e 55 a 52, e Clube Espéria por 70 a 62.

Jogam pela Cidade os jogadores Guilherme Bruno, Rafael Messias Júnior, João Gustavo, Raul Vieira Jorge Luz, Leonardo Santos, André Luiz Lima Conceição, Pedro Lucas Chaboudet Luna, Gabriel Diocedo de Castro, Samuel Guedes Menezes, Jorge Silva, Elias Santos de Souza, Ruan, Luis Felipe, Felipe, Jefferson, Leonardo e Gabriel Ribeiro Chagas. Técnico: Osvaldo José de Assis Pinheiro. Auxiliar: Fábio Roberto de Souza Silva. 

Retrospecto – No Paulistão de Basquete 2017, a equipe masculina sub-17 de Praia Grande garantiu a quarta colocação na série bronze. Na semifinal do chamado final four, o time de Praia Grande perdeu para a equipe do Clube Internacional de Regatas de Santos por 71 a 36. Na decisão do terceiro lugar, o selecionado municipal foi derrotado por Fernandópolis/AEC por 48 a 39. O título da disputa ficou com o grupo do Santo André/APABA que na decisão superou o Internacional por 64 a 57. Nesta etapa, competiram os times que ficaram do nono ao 12º lugar na primeira fase da competição. A turma de Praia Grande terminou em 11º lugar.

Já a seleção masculina sub-19 de Praia Grande encerrou a participação no Campeonato Paulista de Basquete na segunda fase (série D) da competição. Nas partidas realizadas, venceu o Tênis Clube de Campinas/CBC por 57 a 48, perdeu para o XV de Piracicaba (73 a 48 e 60 a 51), Tênis Clube de Campinas (68 a 51), Time Jundiaí de Basquete (por 72 a 33 e 68 a 37), Esporte Clube Pinheiros (117 a 36 e 132 a 24), Clube Atlético Paulistano (106 a 35 e 109 a 26), Associação Atlética São Caetano do Sul (86 x 57 e 86 a 55), Sociedade Esportiva Palmeiras (120 a 41 e 107 a 49) e Mogi das Cruzes/Helbor (102 a 50 e 100 a 43). 

Gás tóxico é liberado em incêndio em Santos

 II Encontro Regional de Saúde Bucal reúne cerca de 200 profissionais de odontologia em Praia Grande

Evento foi organizado pela Residência Multiprofissional da Secretaria de Saúde
5/10/2018
 

O II Encontro Regional de Saúde Bucal foi um grande sucesso entre os profissionais de Praia Grande e região. Cerca de 200 profissionais compareceram ao evento que aconteceu nessa quinta-feira (4), no Auditório Jornalista Roberto Marinho.

O Encontro contou com palestras de profissionais renomados na área de Odontologia, como o Dr. Alexei Gama de Albuquerque, que explanou sobre “Células-Tronco – A revolução regenerativa na odontologia e medicina” e a Dra Heloísa Viana de Almeida que falou sobre o “Manejo odontopediátrico”. 

A segunda parte do evento contou com as palestras “Suporte medicamentoso para urgências na clínica odontológica”, do Dr. Pedro Vicentini Guimarães e “Abordagem consistente das urgências de origem endodôntica” com o Dr. Alexandre Gomes Bezerra, que finalizou o evento.

O Secretário de Saúde Pública (Sesap) de Praia Grande, Cleber Suckow Nogueira, esteve presente e falou sobre a importância do Encontro para a área. “A saúde bucal é uma preocupação constante da Administração Municipal e é importante reunir profissionais e discutir assuntos, trocar experiências. Ressalto mais uma vez que esse evento é organizado pelos alunos do Programa de Residência Multiprofissional do município, o que sempre nos dá muito orgulho”, explica.

Uma das organizadoras do Encontro, a dentista residente Rayssa Ribas, comenta que o principal objetivo, além de renovar o conhecimento de cada um, é unir os profissionais da cidade e da região. “É importante que a categoria se una, troque experiências e se fortaleça”, disse.

Ao final do Encontro, os participantes receberam certificado e participaram de sorteio de diversos brindes fornecidos por parceiros do evento.

Residência Médica – Praia Grande atua como referência no desenvolvimento da Residência Médica na Baixada Santista. A Cidade é a única da Região que conta com profissionais oriundos dos programas de Residência em Medicina de Família e Comunidade (PRMFC) e da Multiprofissional, iniciativas do Governo Federal.


Evento beneficente para o dia das crianças do MCBDA de Praia Grande

 

 

 

 

 

A ordem do inverso

Compositor: Yusseff Leitão

“A ordem do inverso” é uma canção de Yuseff Leitão, Paraense, defendida por Juliana Franco no VII Festival de Música Popular Paraense, em 2015, que aborda política, pilantragens e frustrações do povo de nosso País…

Intérprete: Juliana Franco

Roubaram meu amor pelo Brasil

Roubaram meu amor pelo Brasil Tiraram minha paz e ninguém viu Levaram do meu bolso a carteira A Ordem e o Progresso da bandeira Roubaram o museu a velha tela A moralidade da novela A imparcialidade da impressa Do simples cidadão a consciência Roubaram a liberdade de expressar A privacidade, o celular A honestidade do congresso Cobraram neste circo o meu ingresso Roubaram o meu time na final Compraram o juiz e o tribunal Roubaram a poesia da canção E os ideais da revolução Então tá tudo certo, o que é correto já não vale Mais É a ordem do inverso no Brasil do tanto faz Então tá tudo certo, o que é correto já não vale Mais É a ordem do inverso no Brasil de quem dá mais Roubaram o remédio do hospital A verdade do espaço eleitoral Roubaram a galinha do quintal Compraram a manchete do jornal Roubaram as grades da prisão Colocaram nas janelas, no portão Do hino roubaram a Pátria Amada E a futilidade é idolatrada Roubaram a consciência ambiental E o verde já não brota no quintal A água poluída já não presta Levaram a madeira da floresta Tiraram a vida de um inocente Soltaram porque era adolescente Roubaram a confiança na polícia Armaram um esquema com a milícia Então tá tudo certo, o que é correto já não vale Mais É a ordem do inverso no Brasil do tanto faz Então tá tudo certo, o que é correto já não vale Mais É a ordem do inverso no Brasil de quem dá mais Do futebol roubaram a paixão Na propaganda da televisão A Coca já não mata a minha sede E o craque agora é quem balança a rede Roubaram a imagem da Igreja Eu rezo para que Deus me proteja Roubaram o dinheiro do projeto Roubaram a razão do meu protesto Meus amigos já nem vejo mais E a conversa está nas redes sociais Roubaram do casal a paciência Levaram da criança a inocência Cadê o bom exemplo não tem mais Tiraram a autoridade até dos pais Não levaram a chupeta da criança Foi mais fácil roubar nossa esperança Então tá tudo certo, o que é correto já não vale Mais É a ordem do inverso no Brasil do tanto faz Então tá tudo certo, o que é correto já não vale Mais É a ordem do inverso no Brasil de quem dá mais

Propaganda eleitoral no dia das eleições, no whatsapp e outras redes sociais é crime

Os eleitores brasileiros vão às urnas no próximo domingo (7), para eleger deputados federal e estadual, senadores, governador e presidente. Esta é a primeira eleição que a internet e as redes socais foram permitidas durante a campanha eleitoral, mas pedir votos no dia das eleições por WhatsApp e outras redes sociais é crime.

A partir da meia-noite do dia de domingo, está proibido fazer qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos, segundo o artigo 81 da resolução 23.551, do Supremo Tribunal Eleitoral.

Conforme o artigo, está passível à punição o responsável por “publicação de novos conteúdos ou o impulsionamento de conteúdos nas aplicações de internet”, no entanto, publicações feitas até 23h59 do sábado (6) podem continuar no ar durante o dia de eleições.

O advogado Luiz Silvio Moreira Salata, presidente da Comissão de Direito Eleitoral da OAB-SP, afirma que quem enviar nome ou número de candidato, independentemente do cargo que está disputando, por qualquer rede social está infligindo a lei.

Doação do Ateliê Maurício Capelli para O MCBDA de Praia Grande

Prédio comercial de 407,51 m2 sendo construído ao lado do Carrefour Market na Av Mallet em Praia Grande, seria um McDonald’s?

Fiscalize seu voto!

https://euamopg.com/vid-20181006-wa0023-mp4/

Sábado tem jogo do Municipal de Futebol Veteraníssimo em Praia Grande

Competição reúne 13 times da Cidade
5/10/2018
 

Neste sábado (6), a partir das 13 horas, nos campos dos Bairros Antártica e Mirim, ocorrem três partidas válidas pela sexta rodada do Campeonato Municipal de Futebol Masculino Veteraníssimo (atletas com mais de 40 anos). A competição reúne 13 times, mais de 250 jogadores e é organizada pela Liga de Futebol Amador de Praia Grande (LFAPG) com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL).

No último sábado (29), aconteceu a quinta rodada. Confira todos os resultados: grupo A, Palmeirinhas 5 x 3 Oriental, Aliança 3 x 2 Águia de Ouro e Raízes 1 x 1 Nacional; no B, Botafogo 4 x 1 Cristal, Águia Dourada 3 x 0 Caieiras e Treze de Maio 1 x 0 Vasquinho. Com estes resultados, na classificação parcial, a turma do Aliança lidera a chave A com 10 pontos e a do Estrela da Vila Sônia está na ponta do B também com 10. A pontuação completa obtida pode ser obtida no site www.lfapg.com.br.

Confira a programação para a quinta rodada:

Campo do Esporte Clube Galo de Ouro (Rua José Borges Neto, s/nº, Bairro Mirim)
13 horas – Águia Dourada x cristal
15 horas – Vasquinho x Estrela da Vila Sônia

Campo anexo ao Ginásio Magic Paula (esquina da Avenida dos Trabalhadores com a Rua Leila Maria de Barros Monteiro, s/nº, Bairro Antártica)
15 horas – Botafogo x Treze de Maio

Dados – Na primeira fase, foram formadas duas chaves (A – com seis times e B – com sete). As equipes jogam todas contra todas, dentro dos grupos, em turno único. Os quatro primeiros colocados de cada chave qualificam-se à etapa oitavas de final (16 melhores), na qual o 1º do grupo A enfrenta o 4º do B, 2ºA x 3ºB, 3ºA x 2ºB, 1ºA x 4ºB.

No grupo A, competem os times do Aliança Futebol Clube (Bairro Ocian), Esporte Clube Nacional (Glória), Raízes Futebol Clube (Esmeralda), Esporte Clube Águia de Ouro (Aviação), Esporte Clube Oriental (Boqueirão) e Esporte Clube Palmeirinhas (Antártica). No B, jogam Botafogo Futebol Clube (Antártica), Sociedade Esportiva Estrela da Vila Sônia (Vila Sônia), Treze de Maio Futebol Clube (Sítio do Campo), Caieiras Futebol Clube (Caieiras), Águia Dourada FC (Samambaia), Esporte Clube Cristal Etanol (Samambaia) e Vasquinho Futebol Clube (Mirim).

Retrospecto – Em 2017 e 2016, a competição não foi realizada. Em 2015, a equipe da Sociedade Esportiva Estrela da Vila Sônia (Bairro Vila Sônia) venceu pela terceira vez seguida (2013 a 2015) o Campeonato Praia-grandense de Futebol Veteraníssimo. Na final, o time azul, branco e verde ganhou, por 3 a 1, da turma do Aliança Futebol Clube (Canto do Forte). Em 2014, na final, a Estrela da Vila Sônia ganhou por 1 a 0 do selecionado do Esporte Clube Nacional (Glória).

Na decisão de 2012/2013, o time da Estrela da Vila Sônia derrotou, por 2 a 1, o selecionado do Atlético Clube Três Cores (Mirim). Em 2011, a equipe do Três Cores sagrou-se tricampeã consecutiva (2009 a 2011). Na final, a turma do Mirim derrotou, por 1 a 0, a equipe do Esporte Clube Vila Sônia (Vila Sônia). Na decisão de 2010, o time do Bairro Mirim derrotou, por 2 a 0, o grupo do Internacional (Bairro Tupi). Já em 2009, na grande final, a turma do AC Três Cores goleou, por 5 a 0, a equipe do Estrela da Vila Sônia (Vila Sônia).



Não percam evento beneficente do MCBDA de Praia Grande

Feira do Estudante: jovens lotam PDA para assistir palestra da equipe do Canal Kondzilla em Praia Grande

Integrantes deram dicas aos estudantes de como produzir conteúdo para o Youtube
4/10/2018
 

O teatro Serafim Gonzalez, no Palácio das Artes (PDA), ficou lotado para receber a palestra da equipe do Canal KondZilla.com. Os palestrantes, o editor chefe Renato Martins e o repórter Guilherme Lúcio da Rocha, integrantes do portal conversaram com os mais de 500 jovens presentes no teatro sobre o sucesso do grupo e deu dicas de como trabalhar produzindo conteúdo dentro do Youtube.

A empresa KondZilla Filmes foi fundada por Konrad Cunha Dantas, que nasceu no Guarujá e aos 18 anos perdeu sua mãe, e com o dinheiro do seguro que ele recebeu o jovem comprou uma Canon EOS 5D. Depois se mudou para a Capital, para iniciar curso livres de cinema e de marketing. 

O grupo KondZilla já produziu mais de 700 videoclipes, em fevereiro deste ano a conta da produtora ultrapassou mais de 40 milhões de inscritos, tornando-se o maior canal brasileiro, o maior da América Latina e o quarto maior do mundo na rede social Youtube.

A equipe do KondZilla mostrou o clipe do MC Fiotti “Bum bum tam tam” e levou os estudantes ao delírio. Renato explicou que o clipe alcançou um bilhão de visualizações, ultrapassando o hit musical de maior impacto dos EUA neste ano, a música “This is America” do rapper Childish Gambino, que tem hoje 400 milhões de visualização no Youtube.

De acordo com Renato, o sucesso do grupo KondZilla se deve ao fato de o público alvo ser o morador da periferia. “A periferia é um produto que nunca foi olhado, nunca foi tratado dessa maneira. O nosso grupo mostra a cultura da periferia e isso nos permite ser verdadeiro com o esse público”.

O repórter Guilherme Lúcio também enfatizou que o grupo KondZilla é pioneiro no mercado de audiovisual e que representa o jovem por meio do funk.

Ao final da palestra os representantes conversaram com os jovens. Gelson Lucas dos Santos, morador do Bairro Tupiry, aproveitou a palestra para realizar um vídeo com os palestrantes para seu canal no Youtube. O jovem explicou que seu canal ainda tem poucos curtidores e usa para mostrar aos seus amigos as viagens que faz. “Aprendi muita coisa hoje, no futuro pretendo que meu canal cresça para que eu também ter algum tipo de retorno financeiro. Não criei o canal para isso, mas se eu ganhar algo será bem-vindo”, relatou o jovem.

O estudante Emmanuel Ribeiro do Bairro Nova Mirim resolveu ir com seus amigos no último dia do evento para assistir à palestra. Ele adorou o evento e acredita que esse tipo de Feira ajuda o estudante a tomar decisões e em qual carreira deve seguir. 

Política públicas aplicadas a juventude – Praia Grande segue desenvolvendo diversas ações e políticas públicas para a juventude através de parcerias entre secretaria municipais e órgãos governamentais como: Semana do Hip Hop, Time do Emprego, Oficina de Iniciação ao Skate, Festival de Esportes Radicais (Fera) e a pesquisa para a realização do Mapa da Juventude do Ensino Médio, dentro outros. 

Batalha de MCs faz público vibrar durante a Feira do Estudante em Praia Grande

Evento ocorreu na noite de quarta-feira, no PDA no Boqueirão
4/10/2018
 

Quem disser que teatro não é local para as rimas de MCs está enganado, pois na noite desta quarta-feira (03), o teatro Serafim Gonzalez, no Palácio das Artes (PDA), no Bairro Boqueirão, recebeu a batalha de MCs e teve lotação máxima de mais de 500 pessoas no local. 

A batalha integrou as atividades culturais da III Feira do Estudante, que foi organizada pela Subsecretaria de Assuntos da Juventude (Subjuve) de Praia Grande. A batalha foi comandada pelo rapper Thiago Alves, o T H MC, idealizador do coletivo Prazer Crew. O rapper convocou os estudantes para participarem das batalhas com o coletivo. A cada batalha, os jovens iam à loucura, gritando palavras muito conhecidas na linguagem jovem e dos rappers.

O titular da Juventude, Augusto Schell, acredita que o movimento é importante dentro do universo juvenil. “A batalha de MCs é importante para o desenvolvimento artístico e cultural do Movimento Hip Hop da Baixada Santista e vem revelando artistas, produtores e, mais do que um movimento artístico, é um modo de vida”. 

T H MC explicou que a batalha de rimas já existe há muito tempo na Cidade e ocorre sempre às sextas-feiras a partir das 20 horas na Praça 19 de Janeiro, no Boqueirão. “É interessante manter as batalhas e levá-las para dentro de espaços culturais da nossa Cidade”.

O estudante Lúcio César Bernarbedelli acompanhou a batalha e ficou impressionado com a agilidade dos rappers para criar as rimas. “O modo como eles rimam é muito interessante. Eles têm uma velocidade no pensamento, enquanto um fala o outro já está pensando no que irá responder por meio das rimas“.


Saúde se mobiliza em prol da redução da mortalidade materno-infantil em Praia Grande

Cerca de 400 profissionais participaram da capacitação
4/10/2018
 

Profissionais de Saúde de Praia Grande e também de toda a região estiveram mobilizados, nos dias 2 e 3 de outubro, para o enfrentamento da mortalidade materno-infantil. Para fortalecer as ações já desenvolvidas no Município, uma capacitação reuniu equipes que atuam em toda a rede básica e no Hospital Municipal Irmã Dulce. 

O objetivo foi buscar informações que possam instruir e intensificar medidas que favoreçam o quadro atual. Cerca de 400 profissionais de todos os setores como, Atenção Básica, Especialidades, Hospital e Urgência e Emergência participaram do treinamento que contou com oficinas e rodas de conversa. Nossa dedicação diminuir a mortalidade materno infantil na cidade. Além do comprometimento dos profissionais dos diversos setores da saúde e da parceria com o Estado, o rigoroso cumprimento de protocolos e fluxos poderão permitir uma sensível melhora nos próximos levantamentos destes indicadores”, disse o secretário de Saúde Cleber Suckow Nogueira.

Organizado pelo Núcleo de Educação Permanente em Saúde (NEPS), da Secretaria de Saúde Pública (Sesap), em conjunto com o setor de Educação Continuada e a Diretoria de Enfermagem, do Complexo Hospitalar Irmã Dulce, o treinamento foi acompanhado por articuladores do Departamento Regional de Saúde (DRS-IV) e da Secretaria Estadual de Saúde.

O trabalho conjunto, já em andamento em Praia Grande, foi elogiado por representantes da Secretaria Estadual de Saúde, que participaram da capacitação. “Observamos que o município já realiza muitas ações para o enfrentamento à mortalidade materno-infantil como as capacitações, mapeamento, visitas às unidades, comitê de mortalidade e outras. Queremos nos aproximar mais das causas que motivam estes índices negativos para saber o que ainda precisa ser feito por nossas mulheres e bebês e como as equipes constroem essa vinculação e compromisso com as gestantes, por exemplo”, destacou Cristiane Marchiori, doutora em Saúde Pública, da Secretaria Estadual de Saúde.

Conforme a subsecretária da Assistência de Saúde de Praia Grande, Dorian Rojas, a oportunidade de ouvir os agentes que lidam diariamente com a realidade ajuda a complementar as iniciativas atuais. “Somente com a mobilização da atenção básica, especialidades e do hospital atuando na prevenção é que vamos poder construir uma resposta para que tenhamos melhores resultados na produção do cuidado e reduzir o índice de mortalidade materno-infantil”, enfatizou.

Denominado Produção do Cuidado na Linha Materno-Infantil, o treinamento foi organizado pela enfermeira Liliana Vaz de Lima, diretora da Divisão do Núcleo de Educação Permanente em Saúde (NEPS), da Sesap, em conjunto com o setor de Educação Continuada, a cargo da enfermeira Fabiana Dourado, e sob coordenação da Diretora de Enfermagem, do Complexo Hospitalar Irmã Dulce, Renata Meroti.

%d blogueiros gostam disto: