• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Café da manhã em comemoração dos 51 anos de Associação Comercial de Praia Grande

3° Encontro municipal do empreendedor em Praia Grande

JR: Tênis de Praia Grande joga duplas e simples

Seleção municipal disputa torneio estadual
2/7/2018

A partir desta quarta-feira (4), em Santo André, no Grande ABCD paulista, as seleções feminina e masculina adulta (idade livre) de tênis de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL) disputam o torneio dos 62º Jogos Regionais (JR) do Estado de São Paulo – 1ª Região, evento regido pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ). 

Há apenas três equipes inscritas na competição. O vencedor do duelo entre Praia Grande e Embu das Artes qualifica-se para disputar o título contra a turma de São Bernardo do Campo. Ocorrem duas partidas individuais. Em caso de empate, as equipes decidem a vaga no jogo de duplas.

Representam a equipe de Praia Grande as jogadoras Cristina Bestilleiro Magarinos e Fátima Cristina Gomes Pinto Técnico: Antônio Carlos Salles.

Histórico do tênis feminino idade livre de Praia Grande nos Jogos Regionais:
2010 (sede Guarujá) – não pontuou
2011 (Santo André) – 5º lugar
2012 (Santo André) – 3º lugar (2 bronzes)
2014 (Osasco) – 5º lugar
2015 (São Bernardo do Campo) – 6º lugar
2017 (São Bernardo do Campo) – 2º lugar (1 prata)

Masculina – Na primeira rodada, o time municipal masculino de tênis enfrenta Osasco. Se vencer, duela com o selecionado ganhador da partida entre Peruíbe e Embú das Artes. Do outro lado da chave, competem as equipes de São Bernardo do Campo, São Vicente, Itanhaém e Itapevi. Há duas partidas individuais. Em caso de empate, as equipes decidem a vaga no jogo de duplas.

Representam a equipe de Praia Grande os jogadores Leandro Araújo do Nascimento, Edgar Fernandes e Roger Vilela Stedile. Técnico: Antônio Carlos Salles.

Histórico do tênis masculino idade livre de Praia Grande nos Jogos Regionais:
2010 (sede Guarujá) – 6º lugar 
2011 (Santo André) – 6º lugar 
2012 (Santo André) – 4º lugar 
2013 (Barueri) – 7º lugar
2014 (Osasco) – 6º lugar 
2015 (São Bernardo do Campo) – 7º lugar 
2016 (São Bernardo do Campo) – 8º lugar 
2017 (São Bernardo do Campo) – 6º lugar.

JR: Ginástica Artística de Praia Grande disputa 62ª edição

Turma da Cidade compete em Santo André
2/7/2018

Neste sábado e domingo (7 e 8), em Santo André, as seleções de ginástica artística feminina idade livre e masculina sub-16 de Praia Grande (Secretaria de Esportes e Lazer – SEEL) disputam o torneio dos 62º Jogos Regionais (JR) do Estado de São Paulo – 1ª Região, evento regido pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ). 

As meninas da Cidade enfrentam atletas apenas de São Bernardo do Campo. Há provas de solo, salto sobre o cavalo, trave de equilíbrio, barras paralelas assimétricas, individual geral (somatória de pontos obtidas por cada competidor em todos os aparelhos) e torneio por equipes. 

Representam a Cidade as ginastas Nicole Piacentini de Freitas Pereira, 18 anos; Isadora Paulinia de Oliveira, 15; Kailane Araújo Fontes, 15; e Ranya Jamilli Pavezi Gonzales. Técnicos:, Leandro Salvador Heredia e Caio Américo Costa.

Histórico da ginástica artística feminina de Praia Grande nos Jogos Regionais:
2008 (sede São Caetano) – sub-14 – 5º lugar 
2009 (Santo André) – sub-14 – 4º lugar (2 pratas e 1 bronze) 
2010 (Guarujá) – sub-14 – 3º lugar (2 pratas e 2 bronzes) 
2011 (Santo André) – sub-14 – 2º lugar 
2012 (Santo André) – sub-14 – 3º lugar (1 bronze) 
2013 (Barueri) – livre – 3º lugar (1 bronze) 
2014 (Osasco) – sub-14 – 4º lugar 
2015 (São Bernardo do Campo) – livre – 2º lugar (2 pratas) 
2016 (São Bernardo do Campo) – livre – 2º lugar 
2017 (São Bernardo do Campo) – livre – 2º lugar (1 prata e 2 bronzes)

Masculina – Os rapazes da Cidade enfrentam os selecionados de Santos, São Vicente e São Caetano do Sul. Nas disputas por medalhas nas provas de solo, cavalo com alças, argolas, salto, barras paralelas simétricas, barra fixa, individual geral (somatória de pontos obtidas por cada competidor em todos os aparelhos) e equipe. 

Representam a Cidade os ginastas Gabriel Matias Lazzarini de Souza, 10 anos; Cassio Eduardo Menezes do Nascimento, 12; Vitor Silva Mendes Vieira, 12; Lucas de Souza Nazareth, 12; William Domingos dos Santos Filho, 13; Daniel Santana Vieira, 14; Gustavo Henrique Ramos Rezende de Moraes, 15; e Jedson Ferreira Santos, 15. Técnicos: Luís Carlos Mitio Okuda, Leandro Salvador Heredia e Caio Américo Costa.

Histórico da ginástica artística masculina de Praia Grande nos Jogos Regionais:
2008 (sede São Caetano) – sub-16 – 3º lugar 
2009 (Santo André) – sub-16 – 4º lugar 
2010 (Guarujá) – sub-16 – 3º lugar 
2011 (Santo André) – sub-16 – 3º lugar 
2012 (Santo André) – sub-16 – 1º lugar (2 ouros, 1 prata e 3 bronzes) 
2013 (Barueri) – sub-16 – 2º lugar (3 pratas e 2 bronzes) 
2014 (Osasco) – sub-16 – 2º lugar (1 ouro, 5 pratas e 3 bronzes) 
2015 (São Bernardo do Campo) – sub-16 – 2º lugar (4 pratas e 2 bronzes) 
2016 (São Bernardo do Campo) – sub-16 – 2º lugar (2 pratas e 2 bronzes) 
2017 (São Bernardo do Campo) – sub-16 – 2º lugar (2 ouros, 4 pratas e 3 bronzes)

Finalizando a derrubada dos quiosques em Praia Grande

Praia grande em ritmo de copa!

Mostra como é feito o treinamento de cães farejadores

Juventude Legal atende 7 mil estudantes no 1° semestre

Iniciativa apresenta as políticas públicas existentes na Cidade
30/6/2018

Com oficinas que levam cidadania aos estudantes do Ensino Médio, o programa Juventude legal intermediado pela Subsecretaria de Assuntos da Juventude (Subjuve) em parceria com diversas pastas municipais e ONGs, atendeu somente no 1° semestre de 2018, cerca de 7 mil jovens em 15 escolas públicas e privadas.

O programa ocorre durante o período das aulas e os estudantes recebem as oficinas desenvolvidas pelo programa nas áreas de: Cultura, Turismo e Lazer, Esporte, Saúde Ambiental, Trânsito, Defesa Civil, Guarda Civil Municipal, Conselho Tutelar, Assuntos Institucionais e da Faculdade de Tecnologia (Fatec) de Praia Grande. 

O titular da Subjuve, Augusto Schell, explicou que a iniciativa foi planejada no início do semestre e ocorreu de forma proveitosa para os alunos, graças as parcerias com as escolas, as secretarias e entidades envolvidas no projeto. 

As escolas interessadas em receber o programa devem entrar em contato com a Subjuve pelo telefone: 3496-5684; ou ainda através do e-mail: juventudelegal@praiagrande.sp.gov.br.

Mapa do ensino médio – Paralelo ao Juventude Legal, a Subjuve está realizando o uma pesquisa, para mapear quem são os jovens que cursam o ensino médio na Cidade. O mapa englobará temas transversais como: cultura, assistência social, mobilidade urbana, comportamento, esportes entre outros. Até o mês de junho cerca de 500 jovens já foram ouvidos e, a previsão é que no 2° semestre mais 400 alunos jovens sejam ouvidos, totalizando cerca de 900 estudantes pesquisados.

Prefeitura quer parcerias para contenção de invasões

Estado, concessionárias e município estudam ações conjuntas
30/6/2018

A Prefeitura de Praia Grande, por meio da Secretaria de Urbanismo (Seurb), vai intensificar ações para evitar ocupações irregulares. Para isso, pretende criar um grupo de trabalho composto por secretarias municipais, órgãos de meio ambiente estadual e concessionárias de serviços. A primeira reunião de seus representantes aconteceu na quinta-feira (28), no Paço Municipal, onde foram abordados os problemas que a Cidade enfrenta, como tem sido combatidos pela municipalidade, além de algumas propostas para ações imediatas e futuras.

“O objetivo é em um primeiro momento prevenir, criando obstáculos para os invasores como, por exemplo, a obrigatoriedade de apresentação de uma Certidão de Emplacamento da Prefeitura para instalação de energia elétrica e água. Com isso já limitamos um pouco e inibimos essas invasões para que não aconteçam e/ou não se consolidem”, explicou o secretário da Seurb, Alexander Ramos.

Como ressaltou Ramos, Praia Grande não só tem trabalhado para impedir que se desenvolvam novos focos de construção irregular em áreas de risco ou de preservação permanente (APP), mas também realiza fiscalização constante e demolições administrativas de imóveis irregulares para conter a expansão em áreas já ocupadas. “Muitas vezes, além de ser área de preservação, o terreno também é de difícil edificação, inapropriado para moradia e que no médio e longo prazos exigirá serviços para poder manter sua ocupação ou terá que ser desocupado. Por isso temos tomado todas as medidas preventivas. Nas comunidades já consolidadas, temos buscado demarcar limites para seu crescimento e sinalizado as fronteiras entre a áreas que devem ser protegidas e as que já foram ocupadas. Neste encontro estamos propondo a união de ideias e ações em parcerias para prevenir ocupações irregulares em zonas de risco e de preservação, assim como o controle das áreas já ocupadas. Com este controle é possível planejar ações para desocupação prevendo soluções para as famílias a serem removidas”.

Para João Thiago Wohnrath Mele, diretor do Centro Técnico Regional de Fiscalização III da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e membro do Programa Desenvolvimento Sustentável, a integração de informações deverá trazer ótimos resultados para as futuras ações na Cidade. “O impacto das invasões ao meio ambiente é difícil de ser contornado, mesmo que a longo prazo. Normalmente o combate já é delicado e o controle da situação tem que ser rápido, pois caso contrário o terreno fica degradado e o dano ambiental é grande. Praia Grande já é um exemplo no combate à invasões e ocupações irregulares. Poder compartilhar o conhecimento e buscar parcerias fortalecerá ainda mais este serviço”.

Além do titular da Seurb e do diretor do Centro Técnico Regional de Fiscalização III, participaram do evento os secretários municipais de Meio Ambiente (Sema), Israel Lucas Evangelista; de Serviços Urbanos (Sesurb), Katsu Yonamine e de Planejamento (Seplan), Nélio Del’lartino. Também participaram os representantes da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), Anderson da Silva Nascimento e Silvio Ramos; da Elektro Distribuidora de Energia, Milton Pontes e Rodrigo Henrique e da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), Maurício de Lima Araújo e João Cesar Figueiredo.

Centenas de peças de roupas são entregues ao Fundo Social

Produtos fazem parte da arrecadação da Campanha Metropolitana do Agasalho
30/6/2018

O Fundo Social de Solidariedade de Praia Grande recebeu duas importantes doações que reforçaram a arrecadação da Campanha Metropolitana do Agasalho 2018. O grupo Frafem entregou mais de 150 peças de roupas e o Moto Grupo Dragões do Litoral doou mais de 300. Entre as doações, calças, casacos, meias e muitas outras peças.

A ação da Fraternidade Feminina Cruzeiro do Sul de Praia Grande (Frafem) consistiu em colocar uma caixa de arrecadação da Campanha do Agasalho na sede do Grupo, onde os frequentadores foram incentivados a depositar peças de roupas. Com isso, a arrecadação passou das 150 peças.

“Poder ajudar as pessoas é muito bom. Nosso grupo já realiza ações diretamente com ONGs da Cidade. Ao longo do ano, realizamos campanhas para arrecadar alimentos, fraldas e direcionamos diretamente a quem precisa”, explicou a presidente do grupo, Elaine Fátima Marcon.

Já no moto grupo, a ação foi realizada por meio de parcerias com faculdades, comércios e vários pontos onde eles deixaram caixas para recolher as peças. Esta foi a primeira vez que o grupo entregou as peças no Fundo Social. Nos anos anteriores as doações eram entregues diretamente para a população de áreas carentes do Município.

“Escolhermos o Fundo Social porque as vezes doamos coisas para algumas pessoas mas elas não estão precisando. Aqui sabemos que o destino das nossas doações será o correto, para quem mais precisa”, explicou o presidente do grupo, Lenonn de Aguiar.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade de Praia Grande, Maria Del Carmen Padin Mourão, a Maruca, recebeu os representantes dos grupos e agradeceu ao empenho de todos que se envolveram na causa. “Essas peças vão ajudar muito na Campanha. Sou muito grata a todos que ajudaram e fico feliz com este tipo de iniciativa”.

Atuações – O Frafem é uma grupo feminino voltado à realização de diversas ações sociais ao longo do ano. Para ter informações sobre o grupo, basta acessar a página no Facebook.
O Moto Grupo Dragões do Litoral tem sede no Bairro Quietude, em Praia Grande, e além das reuniões também participa de trabalhos sociais. Na página do grupo no Facebook é possível ter informações sobre estes e outros trabalhos.

Doações – O Fundo Social de Solidariedade de Praia Grande concentra as arrecadações de donativos. Qualquer pessoa pode doar roupas, alimentos, móveis, fraldas, eletrodomésticos e outros itens, desde que em bom estado. O endereço é Rua Emancipador Paulo Fefin, nº 775, no Bairro Boqueirão. O telefone de contato é 3496-5022.

Segundona na Pg

#euamopraiagrande 

Trevo do bairro Ocian

Adicione o nosso WhatsApp

Brasil 🇧🇷 e México 🇲🇽 depois uma deliciosa feijoada no Ateliê do Maurício Capelli

Quem disse que segunda não é dia de feijoada… Aqui vai ter! !!!

%d blogueiros gostam disto: