• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

INSS antecipa 1ª parcela do 13º salário no próximo dia 27 

http://m.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/economia/inss-antecipa-1a-parcela-do-13o-salario-no-proximo-dia-27/?cHash=1cc33ece3ae8f4ef6217f193f5ce5943

Time feminino de Praia Grande estreia no Estadual de Futebol

Equipe municipal joga neste sábado (18)
13/8/2018
 

Neste sábado (18), às 14h30, no Campo anexo ao Ginásio Magic Paula (esquina da Avenida dos Trabalhadores com a Rua Leila Maria de Barros Monteiro, s/nº, Bairro Antártica), a equipe feminina sub-17 de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL – e Liga de Futebol Amador de Praia Grande – LFAPG) enfrenta o time de São Vicente, na primeira rodada da fase sub-regional do 47º Campeonato Estadual de Futebol, evento regido pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ).

No dia 1º de setembro, às 10 horas, no mesmo local, o selecionado masculino sub-17 de Praia Grande encara São Vicente, também na primeira rodada da competição estadual. Já na categoria masculina sub-13, a turma de Praia Grande foi a única inscrita na competição e assim avançou diretamente para a fase regional.

Dados – Segundo o regulamento do Campeonato, primeiro ocorre a fase Sub-regional, onde as equipes da Baixada Santista jogam entre si, em turno único. Segundo, vem a fase Regional, na qual as disputas envolvem as cidades vencedoras da sub-regional, do Litoral Sul e do Vale do Ribeira. Por fim, chega-se à fase estadual, onde se reúnem os vencedores das duas primeiras etapas (sub-regional e regional) das 14 Diretorias Esportivas do Estado mais o representante da Cidade sede. 

As Diretorias Esportivas de Esporte e Lazer (DREL) do Estado são as de Santos (envolve cidades da Baixada Santista, Litoral Sul e Vale do Ribeira), Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Campinas, São Paulo/Capital, Franca, Grande São Paulo, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José dos Campos, São José do Rio Preto e Sorocaba. 

A competição reúne times escolares, de clubes e de qualquer entidade ou organização registrada no Estado. O evento objetiva promover intercâmbio social e esportivo, desenvolvendo a prática da modalidade no Estado de São Paulo. Com o lema “bom de escola, bom de bola”, visa ainda estimular o aproveitamento escolar dos estudantes por meio do esporte.

Retrospecto – Em 2017, a equipe masculina sub-17 de Praia Grande parou na fase regional do evento, ao empatar com a seleção de Registro, em 1 a 1. Como no primeiro jogo, a turma de Praia Grande venceu Itanhaém por 2 a 0 e a de Registro ganhou do mesmo adversário por 3 a 1, a classificação final do triangular foi definida nos critérios de desempate. Depois de eliminados o confronto direto, número de vitórias e saldo de gols; a turma de Registro ficou com a vaga para a final estadual pelo maior número de gols marcos (Registro fez 4 contra 3 de Praia Grande). Na sub-regional, os meninos de Praia Grande ganharam de São Vicente por 3 a 0 e perderam para Guarujá por 1 a 0. No outro duelo, São Vicente ganhou de Guarujá por 2 a 0. Assim, conseguiram a vaga no saldo de gols (Praia Grande ficou com saldo de dois gols positivos, São Vicente e Guarujá de um negativo). 

A seleção praia-grandense masculina sub-15 foi eliminada da competição na etapa sub-regional ao perder nos pênaltis, por 3 a 2 (após vencer por 2 a 1 no tempo regulamentar), para São Vicente. Apenas os dois times inscreveram-se para esta fase da disputa e no primeiro jogo, em casa, Praia Grande perdeu por 2 a 1. A turma feminina sub-17 de Praia Grande, que pela primeira vez na história participou, também caiu na fase sub-regional. As meninas da Cidade empataram, em 0 a 0, com a turma de Guarujá. Em casa, o grupo municipal foi derrotado por São Vicente, por 4 a 1.

Em 2016, na fase sub-regional, na sub-13, Praia Grande caiu nos pênaltis, após empate de 1 a 1, para Cubatão. Na sub-17, os meninos da Cidade ficaram no 2 a 2 com Cubatão, porém foram derrotados, por 3 a 2, por Guarujá. Em 2015, o time sub-13 de Praia Grande avançou a final estadual e terminou entre os oito melhores. A equipe sub-17 não passou da fase regional e a sub-15 da sub-regional.

Em 2014, as turmas sub-13, sub-15 e sub-17 pararam na sub-regional. Em 2013, o selecionado sub-17 chegou a fase regional. Os sub-15 e sub-13 encerram a participação na sub-regional. Em 2012, o time local sub-15 avançou até a segunda fase (12 melhores) da final estadual. Em 2011, Praia Grande não jogou no evento estadual. Em 2010, a equipe masculina sub-16 de Praia Grande parou na etapa regional. Em 2009, o time sub-16 de Praia Grande caiu na primeira fase (15 melhores) da final estadual. 




A Multishow lança uma m… de série sobre Praia Grande, bullyng contra cidades ou bairros deveriam ser crimes contra o patrimônio público.

A turma da pensão da Dona Jô chegou em Praia Grande crente que ia curtir as férias no maior conforto, mas acontece que a casa de praia tem sempre um probleminha, né? Geladeira que dá choque, falta d’água e várias outras tretas. Isso sem falar na hora da divisão de quartos…  
Lembrando que a sexta temporada de Vai Que Cola estreia em breve, no dia 13 de agosto.

<

article>

Jogos da Maturidade de Praia Grande tem disputas de bocha, malha e tênis

Competição movimenta pessoas com mais de 50 anos
13/8/2018
 

Nesta terça-feira (14), a partir das 8 horas, ocorrem os torneios de bocha, malha e tênis dos 5º Jogos da Maturidade de Praia Grande (Secretarias de Esporte e Lazer – SEEL e Assistência Social – SEAS), competição que reúne mais de mil pessoas acima dos 50 anos, de 17 associações, em 13 modalidades. As partidas de bocha acontecem na quadra do Clube de Bocha da Associação Atlética do Bairro Guilhermina (Rua Itapoan, 52).

Os jogos de malha movimentam a quadra anexa ao Ginásio do Bairro Samambaia (Avenida Maria Cavalcante da Silva, 10). Na bocha e na malha, as disputas ocorrem em categoria única (pessoas com mais de 50 anos). Os confrontos de tênis ocorrem nas quadras do Ocian Praia Clube (Rua Comendador Otto Carlos Golanda, 80, Bairro Ocian), nas classes A (50 a 69 anos) e B (mais de 70).

Participam as equipes da Academia de Saúde A, B e C, Associação dos Amigos (AA) do Jardim Guilhermina, AA do Jardim Real, AA Solidários da Flórida, Associação dos Moradores do Samambaia, Associação da Terceira Idade Solemar, Conviveres dos Bairros Boqueirão, Caiçara, Guilhermina, Ocian, Samambaia, São Jorge, Sítio do Campo, Solemar e Tupi.

Todas as informações dos Jogos (como partidas marcadas, locais de disputa, cronograma e resultados) encontram-se nos boletins oficiais divulgados ao final de cada torneio pela equipe técnica da SEEL. Este documento também é publicado no site da Prefeitura de Praia Grande www.praiagrande.sp.gov.br/pgnoticias.

Retrospecto – Em 2017, a disputa aglutinou mais de 400 atletas, de 16 agremiações. Pela primeira vez, a competição não teve campeão geral, apenas por modalidades. Outras informações podem ser obtidas no site http://www.praiagrande.sp.gov.br/pgnoticias, em matéria publicada no dia 3 de maio de 2017, na qual consta a publicação do boletim final.

Em 2016, o evento reuniu mais de 300 desportistas de nove entidades. O selecionado do Conviver do Bairro Caiçara sagrou-se campeão geral com 177 pontos. Na sequência terminaram os grupos da Associação da Terceira Idade Solemar (ATIS) com 139; Conviver Guilhermina com 104; Associação Amigos do Jardim Real com 103,5; Conviver São Jorge com 91,5; Conviver Boqueirão com 53; Conviver Ocian com 59; Associação dos Amigos do Balneário Marambaia com 18; e Associação Amigos do Jardim Solemar II com 13.

Em 2015, o grupo da Sociedade Amigos da Vila Caiçara (Bairro Caiçara), com 179 pontos, sagrou-se campeão geral da segunda edição dos Jogos da Maturidade. Depois terminaram os times da Associação Amigos do Boqueirão (Boqueirão), com 124; e Associação Amigos do Jardim Real (Real), com 98. Em 2014, o grupo da Associação Amigos do Distrito de Solemar (Bairro Solemar) obteve o título de campeão geral. Na sequência acabaram as equipes do Centro Social de Ação Comunitária do Conjunto Habitacional Recanto do Forte – CESAC/Cohab (Canto do Forte) e Associação Amigos do Jardim Guilhermina (Guilhermina).

Alunos disputam seletiva de paratletismo do JEESP

Competição envolve estudantes do Estado
13/8/2018
 

De quarta a sexta-feira (15 a 17), a partir das 8h30, na pista do Comitê Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, na Capital, alunos de Praia Grande disputam o torneio de paratletismo dos Jogos Escolares do Estado de São Paulo (JEESP), categoria infantil (15 a 17 anos). O evento regido pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ) conta com apoio das Secretarias Estaduais de Educação, dos Direitos da Pessoa com Deficiência, do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação; e Secretaria de Esporte e Lazer de Praia Grande.

A seletiva paraolímpica do JEESP qualifica os melhores competidores para integrarem a seleção paulista na disputa da ParaOlímpiada Escolar que ocorre na cidade de São Paulo, de 19 a 24 de novembro. Este evento é regido pelo Comitê Paraolímpico Brasileiro. Outras informações podem ser obtidas no site http://www.cpb.org.br/paralimpiadas-escolares.

Representam Praia Grande na seletiva do JEESP 10 paratletas: Ana Carolina Silva (Escola Municipal Joaquim Augusto Ferreira Mourão), Queila Bruna Assis de Senna Ribeiro (EM Roberto Mario Santini), Glória Poliana Platner do Amaral (Escola Estadual Professor Antônio Nunes Lopes da Silva, Emanuell Praxedes de Souza (EM Carlos Roberto Dias), Murilo do Nascimento Oliveira (EM Governador Franco Montoro), Adrian Oliveira Conceição (EE Professor Pedro Paulo Gonçalves Lopes).

E ainda, Gustavo Pincovani Havel, Allan Roger Torres e Andrey dos Santos Bezerra (todos da EE Vila Tupi); e Filipe Lúcio de Souza (reside e compete por Praia Grande, mas estuda no Colégio Batista da Primeira de São Vicente). O grupo será comandado pelas professoras Mariam Miam (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL – de Praia Grande) e Marquisia Rigo (EE Vila Tupi).

Tênis de mesa – Nos dias 2 e 4 de setembro, a partir das 8h30, no Centro Esportivo do Comitê Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, na Capital, os paratletas Queila Bruna, Glória Poliana e Adrian Oliveira disputam a seletiva paraolímpica de tênis de mesa do JEESP Infantil. Os paratletas recebem orientação técnica dos professores da SEEL Daniela Eiko Itani e Marcelo Basso Fernandes.

Dados – Os JEESP objetivam promover, por meio da prática esportiva, a integração e o intercâmbio entre os alunos das redes de ensino fundamental e médio, fomentando o desporto escolar e a descoberta de novos talentos esportivos que possam ser indicados para participar do Programa Bolsa Talento Esportivo e do Centro de Excelência Esportiva. 

Segundo o regulamento oficial da disputa, o JEESP é realizado em quatro categorias: pré-mirim (até 12 anos), mirim (13 e 14), infantil (15 a 17) e juvenil (18). Para alunos com deficiência física, intelectual e visual, há as divisões A (12 a 14 anos) e B (15 a 17). Cada uma tem uma fase final em local diferente. No geral, disputam-se as modalidades de atletismo, badminton, basquete, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, luta olímpica, natação, tênis de mesa, vôlei, vôlei de praia e xadrez; e para pessoas com deficiência (PcD): bocha, futebol de cinco e sete; goalball, basquete e tênis em cadeiras de rodas e vôlei adaptado.

A competição é dividida em quatro etapas. Na primeira, participam apenas escolas estaduais (inclusive as técnicas). Na segunda, disputam instituições de ensino municipais, privadas e técnicas federais. Na terceira, todas as unidades escolares são envolvidas. Na quarta, reúnem-se os campeões das etapas anteriores. Além das etapas, há a divisão por fases. A primeira fase do torneio é a interdiretorias que reúne escolas representadas pela Diretoria de Ensino (DE) local; no caso de Praia Grande, a Diretoria de Ensino de São Vicente (DESV) que reúne ainda as cidades de Itanhaém, Mongaguá e Peruíbe. A segunda fase é a regional que aglutina os times vencedores da DESV com os da DE de Santos (Santos, Guarujá, Cubatão e Bertioga) e DE de Registro (Registro, Barra do Turvo, Cajati, Iguape, Jacupiranga, Paraquiera-Açu, Eldorado, Sete Barras e Cananéia). 

Nos esportes coletivos, os vencedores das etapas regionais classificam-se diretamente para os Jogos Escolares da Juventude (JEJ) – etapa nacional (antiga Olimpíada Brasileira Escolar). Já nas modalidades individuais (como atletismo e natação, por exemplo), eles qualificam-se para a Seletiva Escolar Estadual. Passando por mais esta etapa, eles avançam ao JEJ. Além do site do JEESP, outras informações podem ainda ser obtidas no site www.selj.sp.gov.br.

Eu amo Praia Grande!!!

Making Of Filme Institucional – Instituto Neymar Jr.

Feliz dia dos pais

Festa da nova administração (2018/2019) do MCBDA de Praia Grande.

A POSSE DA NOVA ADMINISTRAÇÃO 2018 / 2019 DO MOTO CLUBE BODES DOS ASFALTO FACÇÃO PRAIA GRANDE, NAS DEPENDENCIAS DA CHURRASCARIA POINT DA CHULETA, NO DIA 11/08/2018, Sábado.

NOVA ADMINISTRAÇÃO:
QUELCIO GOMES – (QUELCIO) – COORDENADOR
ANTONIO SERGIO M. HENSLER – (SERGIAO) COORDENADOR ADJUNTO
WILSON DE PAULA SOARES – (RANKADENTE) SECRETÁRIO
ANTONIO MARCIO SARTORI – (SARTORI) DIRETOR DE EVENTOS
SINDICANTES:
MANOEL GIL NUNES – (GIL)
CÉLIO FATTORI ( FATTORI)
MARIO PAES (MARIO)
MARCOS MIYAZI – (MIYAZI)

Foto: Alexandra Vegas participante do Grupo do  Facebook @euamopg fotos 

Mar fica agitado e maré sobe em Santos

Tupy 

Boqueirão 

Flagrante de homem roubando bicicleta em São Vicente

Aviação – Praia Grande 

%d blogueiros gostam disto: