• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Judoca de Praia Grande é bronze no Troféu Brasil

Tawany Gianelo representou a Cidade no Troféu Brasil
20/8/2018
 

A judoca de Praia Grande (Secretarias de Esporte e Lazer – SEEL e Educação – Seduc) Tawany Gianelo da Silva (Shopping Litoral Plaza) conquistou medalha de bronze na categoria sênior (idade adulta – mais de 18 anos), no peso meio-leve (48 a 52 quilos) do 17º Troféu Brasil de Judô Interclubes, evento regido pela Confederação Brasileira (CBJ). O evento, finalizado no último domingo (19), ocorreu no Ginásio da Universidade La Salle, na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul.

Na primeira luta, Tawany venceu Ana Dias (Grêmio Náutico União/Rio Grande do Sul). Depois, perdeu para Eledius Valentim (Esporte Clube Pinheiros/São Paulo). Na repescagem, derrotou Vitória Camargo (GN União) e Érika Miranda (Sogipa/RS). O título da categoria ficou com Larissa Pimenta (EC Pinheiros) e o vice-campeonato com Eledius. No total, 22 atletas disputam a primeira colocação desta categoria.

“Fiquei bastante feliz com o meu desempenho”, afirmou Tawany. “Estou voltando de uma lesão e dediquei-me muito para alcançar um lugar no pódio. Essa medalha de bronze soma pontos importantes para mim no ranking nacional, visando principalmente, a minha participação no Campeonato Brasileiro Sênior e na seletiva olímpica”. 

Dados – Nesta temporada, Tawany sagrou campeã da Copa São Paulo, vice-campeã paulista e foi sexta colocada nos 62º Jogos Regionais do Estado de São Paulo (competindo no peso leve – 52 a 57 kg). Em 2017, ganhou a prata no Campeonato Paulista, o bronze na Copa São Paulo e nos Jogos Regionais, assegurou a quinta colocação no Brasileirão Sênior e no Brasileiro Regional.

Após três anos (2014 a 2016) competindo pelo Esporte Clube Pinheiros, Tawany voltou em 2017 a integrar a seleção de Praia Grande. Ela faz parte de um seleto grupo de judocas que conquistaram todos os títulos possíveis na categoria de base (até 18 anos): campeã regional, paulista, dos Jogos da Juventude, Regionais e Abertos do Interior; sul-brasileira, brasileira, sul-americana, pan-americana, de etapas do circuito europeu, mundial sub-17; e ainda, paulista, brasileira e sul-americana escolar.

O grupo municipal treina de segunda a sexta-feira, após as 17 horas, no Centro de Excelência Professor João Carlos Ribeiro Manso Júnior (esquina das Ruas Arari e Carimbó – espaço anexo ao Ginásio Rodrigão – BairroTupi), com os professores Alberto Bittencourt Silva, Danusa Shira Bittencourt e Rodrigo de Matos.

Retrospecto – No Troféu Brasil Interclubes de Judô de 2017, quatro atletas de Praia Grande participaram, mas não subiram no pódio: Roberto Carlos dos Santos Júnior no peso meio-leve (60 a 66 quilos), Tawany Gianelo da Silva no meio-leve (48 a 52 kg), Gilmara Cristina Prudêncio no leve (52 a 57 kg) e Agatha Martins Silva no pesado (mais de 78 kg).

Em 2016, Agatha Martins Silva ficou em sétimo lugar no peso pesado (mais de 78 quilos). Em 2015, Gilmara terminou em quinto lugar e Thamiris Anacleto Neris Cabral garantiu a sétima posição. Em 2014, Agatha no pesado ficou em quinto lugar. No leve, Gilmara foi derrotada na primeira luta. Em 2013, quatro atletas de Praia Grande competiram, mas não ganharam medalhas: Geovana Soares de Lima e Gilmara, peso leve, Jheniffer Stephany Ferreira Ernandes e Laura Maria Nunes Pimenta, superligeiro (até 44 kg). Em 2009, Renato Flor Florio, pesado (mais de 100 kg), perdeu na primeira luta.

Basquete de Praia Grande disputa título da Copa LBBS sub-17

Equipe de Praia Grande enfrenta a do Inter Santos
20/8/2018
 

Nesta segunda-feira (20), às 19 horas, no Ginásio do Clube Internacional de Regatas, em Santos, a equipe masculina sub-17 de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Centro Educacional Vila Verde, Faculdade Praia Grande e Associação Realizar) enfrenta o time do Internacional, na final da 1ª Copa Regional promovida pela Liga de Basketball da Baixada Santista (LBBS) com chancela da Federação Paulista (FPB).

Antes da partida final, ocorre a decisão do terceiro lugar, entre as turmas de Itanhaém e do Colégio Liceu Santista. Na última quarta-feira (15), no mesmo local, na semifinal da competição regional, a equipe de Praia Grande venceu o time da Prefeitura de Itanhaém por 60 a 24. Já o selecionado do Internacional passou pelo grupo do Colégio Liceu Santista. 

“Vamos com tudo para a decisão”, afirmou o técnico Osvaldo Pinheiro. “O time de Praia Grande tem feito bons jogos no torneio. Na semifinal, construímos nossa vitória atuando com contra ataques rápidos. Temos um grupo de 12 jogadores de boa qualidade e sabemos das dificuldades de enfrentar o time do Internacional. Porém, queremos a medalha de ouro”.

Jogam pela Cidade os jogadores Guilherme Bruno, Rafael Messias Júnior, João Gustavo, Raul Vieira Jorge Luz, Leonardo Santos, André Luiz Lima Conceição, Pedro Lucas Chaboudet Luna, Gabriel Diocedo de Castro, Samuel Guedes Menezes, Jorge Silva, Elias Santos de Souza, Ruan, Luis Felipe, Felipe, Jefferson, Leonardo e Gabriel Ribeiro Chagas. Técnico: Osvaldo José de Assis Pinheiro. Auxiliar: Fábio Roberto de Souza Silva. 

Dados – Na primeira fase da competição, o time de Praia Grande terminou na segunda colocação com cinco vitórias e uma derrota. Nos jogos realizados, a equipe municipal venceu a turma do Instituto Baby por 81 a 56, Basquete Cubatão ACB por 78 a 16, Associação de Basquete de Itanhaém por 69 a 46, Associação Atlética Banco do Brasil/Santos por 65 a 35 e a turma do Colégio Liceu Santista por 78 a 50; perdeu para o Internacional de Santos por 73 a 49. 

Metropolitano de Bocha tem nova rodada

Competição é regida pela Liga de Praia Grande
20/8/2018
 

A segunda fase (terceiro e quarto turnos) do Campeonato Metropolitano de Bocha-rafa Masculina teve realizada a terceira rodada no último sábado (18). O evento, organizado pela Liga de Bocha e Malha de Praia Grande (LBMPG), conta com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL). No total, oito agremiações da Região Metropolitana da Baixada Santista competem. 

Em casa, o time da Sociedade Amigos do Balneário Marambaia (Sambamar)/Praia Grande perdeu para o da Associação dos Amigos do Jardim Guilhermina/PG por 6 a 3. Em Santos, o grupo do Botafogo Atlético Clube/Santos ganhou do Ocian Praia Clube/PG por 8 a 2. Em São Vicente, a equipe da casa foi derrotada pela do Clube Atlético Santa Cecília/Santos por 6 a 3. Em Mongaguá, a turma do Grêmio Recreativo Mongamar superou a da Associação Recreativa/Peruíbe por 8 a 1. 

Assim, na classificação parcial: 1º Botafogo com 21 pontos; 2º Santa Cecília com 17; 3º Ocian PC, Guilhermina e Mongamar com 15 pontos; 6º Recreativa e São Vicente com 6; 6º São Vicente com 9; 7º Recreativa com 7 e 8º Sambamar com 6. A LBMPG não divulgou os confrontos da próxima rodada. As equipes jogam todas contra todas, em turno e returno, qualificando-se as quatro primeiras para as disputas semifinais.

Campeã – Na primeira fase (primeiro e segundo turno) do Campeonato Metropolitano de Bocha-rafa, a turma santista do Botafogo Atlético Clube venceu a do Clube Atlético Santa Cecília por 2 a 0 e sagrou-se campeã. Nas terceira e quarta posições ficaram a Associação dos Amigos do Jardim Guilhermina e Grêmio Recreativo Mongamar. 

Na primeira fase do torneio, foram eliminadas as equipes da Sociedade Amigos do Balneário Marambaia (Sambamar)/PG, Ocian PC/PG, Associação Recreativa/Peruíbe e São Vicente. Outras informações podem ser obtidas na página on-line da Liga de Bocha e Malha de Praia Grande: https://www.facebook.com/bochadabaixadasantista.

Retrospecto – Em 2017, na série ouro, título para a turma do Sambamar, segundo lugar para o Santa Cecília ficou com o vice-campeonato e terceiro para o Mongamar. Na série prata, primeira, segunda e terceira posições para as equipes do Guilhermina, Clube de Praia São Paulo/PG e Guarujá. No Campeonato de Duplas Masculinas Nova Bocha Litoral 2017, medalha de ouro para a turma do Guilhermina. Vice-campeonato para o Sambamar. Na terceira colocação, ficou a turma do Santa Cecília.

Em 2016, a turma masculina do Guilhermina sagrou-se campeã do torneio de quartetos. Prata e bronze para o Santa Cecília e Ocian Praia Clube. Na competição feminina de quartetos, a taça de campeão ficou com o Sambamar, a de vice-campeão com o Botafogo e a de terceiro lugar do Santa Cecília. Em 2015, deu Mongamar seguido por Botafogo e Ocian Praia Clube. Na feminina, vitória do Sambamar. Vice-campeonato para o Santa Cecília e terceiro lugar para o Guilhermina.

Em 2014, na masculina, o Mongamar sagrou-se campeão, o do Jardim Guilhermina vice-campeão e o do Sambamar terceiro colocado. Em 2013, a equipe do Guilhermina sagrou-se campeã. Na sequência encerraram os selecionados do Sambamar e Ocian Praia Clube. Em 2012, ouro para o Guilhermina, prata para o Sambamar e bronze para o Mongamar. Em 2011, primeiro, segundos e terceiros lugares para Guilhermina, Mongamar e Sambamar. Em 2010, Guilhermina, Ocian PC e Assunção completaram pódio. Em 2009, Guilhermina, Sambamar e Mongamar foram ouro, prata e bronze. Em 2008, Assunção, Mongamar e Ocian Praia Clube ganharam medalhas. 

Times de futsal de Praia Grande disputam final infantil dos Jogos Escolares Estaduais

Turmas da EE Professor Antônio Nunes Lopes da Silva representam a Cidade
20/8/2018
 

As equipes de futsal feminino e masculino infantil (15 a 17 anos) da Escola Estadual Professor Antônio Nunes Lopes da Silva de Praia Grande (Bairro Samambaia) representa serão as representantes da Região Metropolitana (Diretorias de Ensino de Santos, São Vicente e Registro) na fase final dos Jogos Escolares do Estado de São Paulo (JEESP), que começa nesta quinta-feira (23), na cidade de Sertãozinho.

Para chegar à fase final da competição, o time feminino da EE Antônio Nunes venceu as turmas da EE Vila Tupi/PG por 4 a 1, EE Alexandrina Santiago Neto/PG por 5 a 0, EE Deputado Rubens Paiva/PG por 3 a 1 e EE José Antônio da Fonseca Roge Ferreira/Itanhaém por 4 a 0 (etapa interdiretoria); EE Willian Aurelli/Bertioga por 3 a 0 (sub-regional) e EE professor Joaquim Goulart/Registro por 5 a 0 (regional).

Já os meninos da EE Antônio Nunes qualificaram-se para a fase final infantil do JEESP ao ganhar da EE Balneário das Palmeiras/PG por 9 a 2, EE Vila Tupi/PG por 5 a 2, EE Professora Magali Alonso/PG por 7 a 1, EE Professora Marlene Leite da Silva/PG por 3 a 2 e EE Agenor de Campos/Mongaguá por 4 a 3 (etapa interdiretoria); EE Marechal do Ar Eduardo Gomes/Guarujá por 3 a 1 (sub-regional) e EE Professor Ruy Prado de Mendonça Filho/Registro por 3 a 2.

Sob comando do professor Daniel de Lima Melo e com auxílio de Fabiano Nepomuceno, jogam pela escola do Samambaia as alunas Isabela, Micaelly, Isadora, Gabriele, Angela, Ana, Evelin, Mariana, Paloma, Ester, Sabrina, Thayná, Gabriela e Camila. Na masculina, competem os estudantes Lucas Ícaro, Gabriel Souza (recebe a bolsa estadual talento esportivo), Matheus Lins, Gustavo Cunha, Bruno, Marcos, Edson, Lucas, Gabriel Padovani, Victor, Higor, Felipe e Atus.

Dados – Em 2017, em Praia Grande, as equipes de futsal feminino e masculino da Escola Estadual Professor Antônio Nunes Lopes da Silva terminaram em quartos lugares na fase final infantil do JEESP. Os Jogos Escolares do Estado de São Paulo são divididos em quatro etapas. Na primeira, participam apenas escolas estaduais (inclusive as técnicas). Na segunda, disputam instituições de ensino municipais, privadas e técnicas federais. Na terceira, todas as unidades escolares são envolvidas. Na quarta, reúnem-se os campeões das etapas anteriores. Além das etapas, há a divisão por fases. 

A primeira fase do torneio é a interdiretorias que reúne escolas representadas pela Diretoria de Ensino (DE) local; no caso de Praia Grande, a Diretoria de Ensino de São Vicente (DESV) que reúne ainda as cidades de Itanhaém, Mongaguá e Peruíbe. A segunda fase é a regional que aglutina os times vencedores da DESV com os da DE de Santos (Santos, Guarujá, Cubatão e Bertioga) e DE de Registro (Registro, Barra do Turvo, Cajati, Iguape, Jacupiranga, Paraquiera-Açu, Eldorado, Sete Barras e Cananéia). Outras informações podem ser obtidas no site www.selj.sp.gov.br. 

Caratecas de Praia Grande lutam no Pan-Americano sub-21

Atletas da Cidade lutam no Rio de Janeiro
20/8/2018
 

De quarta-feira a domingo (22 a 26), no Ginásio da Arena Carioca 1, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, um total de 12 atletas de Praia Grande integram a seleção brasileira que disputa o 29º Campeonato Pan-Americano, categorias feminina e masculina sub-14, na sub-16 (cadete), sub-18 (júnior) e sub-21. O evento é regido pela Federação Mundial (WKF – World Karatê Federation) com apoio da Confederação Brasileira de Karatê (CBK).

Participam mais de 800 caratecas do Brasil, Argentina, Bolívia, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Estados Unidos, Guatemala, México, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai e Venezuela. Os atletas de Praia Grande competem no kumitê (luta) e katá (apresentação de movimentos e golpes), no 2º Kyu e acima (faixa azul, roxa, castanho, marrom e preta). Confira os praia-grandenses que integram a seleção brasileira:

Beatriz Alves da Silva (Academia Kami Dojo) – sub-14 – peso menos de 47 kg
Cauã Eduardo Oliveira dos Santos (Yamato Dojo) – sub-14 – menos de 45kg
Miguel Alejandro Gutierrez Mamani Silva (Gladiators) – sub-14 – mais de 55 kg
José Maurício Suzuki Portella (Gladiators) – sub-16 – menos de 50 kg
Bryan da Silva de Aguiar Brito (Gladiators) – sub-16 – menos de 52 kg
Gabriel Vieira de Oliveira (Gladiators) – sub-16 – mais de 70 kg
Maria Eduarda Johns Mascari (Yamato Dojo) – sub-16 – mais de 54 kg
Guilherme Gomes da Silva (Gladiators) – sub-18 – mais de 76 kg
Bárbara Chacon Hor Cruz (Gladiators) – sub-18 – menos de 53 kg
Leonardo Benes Figueroa (Seikan/Guto SBC) – sub-21 – menos de 67 kg
Jéssica Linhares de Paula (Gladiators) – sub-21 – menos de 50 quilos
Rafaela Beatriz dos Santos Silva (Yamato Dojo) – sub-21 – menos de 68 kg

Dados – Neste ano, em Santiago, no Chile, no Campeonato Pan-Americano da categoria sênior (mais de 18 anos), Jéssica Linhares de Paula conquistou medalha de bronze. Na cidade de Guayaquil, no Equador, no Campeonato Sul-Americano, Jéssica Linhares foi campeã na sub-21 e ainda obteve o segundo lugar na sênior. Bárbara Chacon, na júnior, menos de 53 kg, ficou com o vice-campeonato. Guilherme Gomes Silva (Gladiators), na júnior, mais de 76 kg; também faturou a prata. Giulie Anne Cirillo Soares (Gladiators), na sub-14, mais de 47 kg, ganhou o bronze. Assim como Beatriz Alves da Silva (Academia Kami Dojo), na sub-14, menos de 47 quilos.

Já os caratecas Rafaela Beatriz Santos Silva (Academia Yamato Dojo), na júnior, mais de 59 kg; e Gabriel Pereira Stankunas (formado na Yamato Dojo, mas que representa atualmente a equipe Resistência/Unisanta/HomeLife/Fupes Santos), na sênior, menos de 60 kg, participaram do Campeonato Sul-Americano, mas não subiram no pódio. 

Treinos – Os caratecas de Praia Grande treinam em cinco academias da Cidade. No Bairro Tupi, a equipe da Academia Gladiators tem comando do sensei Rodrigo Inácio. No Ocian, o grupo da Yamato Dojo é conduzido por Carolina Ramalho. No Samambaia, o time da Kami Dojo possui Ronaldo Rodrigues como mestre. No Boqueirão, o selecionado da Yoshimura Kyokai recebe orientação técnica do mestre Jorge Yoshimura. No Tupi, a turma da Seikan pertence ao técnico Márcio Papi. 

Há ainda, treinamentos públicos (gratuitos) disponibilizados pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL) de Praia Grande. Sob comando do professor Luiz Fernando de Almeida Antunes, faixa preta 3º Dan, as aulas acontecem no Ginásio da SEEL (Avenida Minsitro Marcos Freire, 33579, Bairro Tupiry), às terças e quintas-feiras, das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas; no Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180), às segundas, quartas e sextas-feiras, das 9 às 12 horas; e na Pista Municipal de Atletismo (Rua José Bonifácio, 400, Bairro Sítio do Campo), às segundas, quartas e sextas-feiras, das 14 às 17 horas.

Sob orientação do professor Jorge Yoshimura, faixa preta 8º Dan, os ensinamentos são realizados de segunda a sexta-feira, após às 18 horas, os treinos ocorrem no Ginásio Rodrigão (Av. Pres. Kennedy, 8169 – Mirim). Às segundas, quartas e sextas-feiras, das 13 às 17 horas, as atividades acontecem no Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180). Às terças e quintas-feiras, das 13 às 17 horas, as aulas desenvolvem-se no Centro de Apoio à Família do Educando (CAFE) do Bairro Vila Sônia (Rua João Andrade de Jesus, s/nº).


Equipe de Praia Grande fatura três medalhas em etapa do Brasileiro de Rolimã

Time municipal competiu em Piracicaba
20/8/2018
 

A equipe da Real Competições de Praia Grande conquistou três medalhas na sétima etapa do Campeonato Nacional Rolimã Brasil (CNRB), realizada no último sábado (11), no município de Piracicaba, interior paulista. O grupo local constituído pelos pilotos Alexandre Queiroz, Alexandre Lugó e Regina Browczuk participa de eventos de Gravit Cars (carros que competem em ladeiras desprovidos de motores elétricos, sendo movidos apenas pela gravidade. Uma das categorias da modalidade é a dos carros de rolimã). 

O 5º GP Piracicaba (que corresponde a segunda etapa do Brasileiro da categoria Speed), reuniu mais de 140 pilotos do país. O praia-grandense Alexandre Queiróz foi campeão na categoria geral e Regina chegou em terceiro lugar. Medalha de prata para Carlo Scorsa (Leme/SP). Na feminina, Regina brilhou e garantiu a medalha de ouro. Na sequência, terminaram Tamara (Leme) e Sheila (Vinhedo/SP)

“Cerca de duas mil pessoas acompanharam as provas na pista de 700 metros”, informou Queiróz. “Chegamos à Piracicaba um dia antes para realizar período de treinamento visando acertar nosso equipamento. Isso nos ajudou muito na competição porque dominamos o traçado da pista e acabamos liderando a bateria final desde o início”. 

Classificação – Na classificação parcial do Campeonato Nacional Rolimã Brasil (CNRB), após sete etapas realizadas, Alexandre Queiroz lidera a categoria speed e é terceiro na flex. Regina (que é esposa de Queiroz) lidera a feminina flx e ocupa a terceira posição na speed. O time de pilotos de Praia Grande conta com apoio das empresas Grupo Paco Reciclagem, Zip Lub Rei do Óleo e Forte Madeiras e Ferragens. Outras informações podem ser obtidas no e-mail real.alex.re@hotmail.com e no endereço eletrônico https://www.facebook.com/rolimabrasil.

No rolimã há disputas das categorias speed, flex – força livre e feminina. Na speed, há regras rígidas para a construção dos carros, como peso e tamanho dos rolamentos. Na flex e na feminina, as medidas dos rolamentos são liberadas. A Rolimã Brasil é uma liga esportiva que reúne organizadores e chefes de equipes do país em competições de rolimã e carros de inércia (gravity cars, skatecars e carrinhos de lomba). 

É hora do vôlei adaptado nos Jogos da Maturidade de Praia Grande

Competição movimenta pessoas com mais de 50 anos
20/8/2018
 

De segunda a quarta-feira (20 a 22), a partir das 8 horas, no Ginásio Mirins III (Avenida Maurício José Cardoso, 135, Bairro Forte), ocorre o torneio de vôlei adaptado dos 5º Jogos da Maturidade de Praia Grande (Secretarias de Esporte e Lazer – SEEL e Assistência Social – SEAS), competição que reúne mais de mil pessoas acima dos 50 anos, de 17 associações, em 13 modalidades. 

Na modalidade, há as divisões A (60 a 69 anos) e B (mais de 70), nas categorias feminina e masculina. Participam as equipes da Academia de Saúde A, B e C, Associação dos Amigos (AA) do Jardim Guilhermina, AA do Jardim Real, AA Solidários da Flórida, Associação dos Moradores do Samambaia, Associação da Terceira Idade Solemar, Conviveres dos Bairros Boqueirão, Caiçara, Guilhermina, Ocian, Samambaia, São Jorge, Sítio do Campo, Solemar e Tupi.

Todas as informações dos Jogos (como partidas marcadas, locais de disputa, cronograma e resultados) encontram-se nos boletins oficiais divulgados ao final de cada torneio pela equipe técnica da SEEL. Este documento também é publicado no site da Prefeitura de Praia Grande www.praiagrande.sp.gov.br/pgnoticias.

Retrospecto – Em 2017, a disputa aglutinou mais de 400 atletas, de 16 agremiações. Pela primeira vez, a competição não teve campeão geral, apenas por modalidades. Outras informações podem ser obtidas no site http://www.praiagrande.sp.gov.br/pgnoticias, em matéria publicada no dia 3 de maio de 2017, na qual consta a publicação do boletim final.

Em 2016, o evento reuniu mais de 300 desportistas de nove entidades. O selecionado do Conviver do Bairro Caiçara sagrou-se campeão geral com 177 pontos. Na sequência terminaram os grupos da Associação da Terceira Idade Solemar (ATIS) com 139; Conviver Guilhermina com 104; Associação Amigos do Jardim Real com 103,5; Conviver São Jorge com 91,5; Conviver Boqueirão com 53; Conviver Ocian com 59; Associação dos Amigos do Balneário Marambaia com 18; e Associação Amigos do Jardim Solemar II com 13.

Em 2015, o grupo da Sociedade Amigos da Vila Caiçara (Bairro Caiçara), com 179 pontos, sagrou-se campeão geral da segunda edição dos Jogos da Maturidade. Depois terminaram os times da Associação Amigos do Boqueirão (Boqueirão), com 124; e Associação Amigos do Jardim Real (Real), com 98. Em 2014, o grupo da Associação Amigos do Distrito de Solemar (Bairro Solemar) obteve o título de campeão geral. Na sequência acabaram as equipes do Centro Social de Ação Comunitária do Conjunto Habitacional Recanto do Forte – CESAC/Cohab (Canto do Forte) e Associação Amigos do Jardim Guilhermina (Guilhermina)

Dia D de vacinação contra a polio e o sarampo

Eu amo Praia Grande!!!

O que será construído? Mc Donald’s ou Burguer King ? Ao lado do Carrefour Market em Praia Grande

Gente da PG fazendo arte! Caixa Preta #01

Hoje é o dia internacional da FOTOGRAFIA!

Foi em 19 de agosto de 1839 que a Academia Francesa de Ciências anunciava mundialmente a nova invenção. Este aparelho foi desenvolvido pelo francês Louis Daguerre, em 1837, graças aos estudos de Joseph Niépce, que havia criado a héliographie alguns anos antes.

Praia Grande encara Mongaguá na Liga Paulistana de Handebol Feminino

Equipe cadete da Cidade entra em ação
17/8/2018
 

Nesta sexta-feira (17), às 16 horas, no Ginásio Municipal de Mongaguá, a seleção feminina cadete (15 e 16 anos) de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Academia Movimentação, Supermercado Pompéia e Colégio Objetivo Praia Grande) enfrenta o time da casa, em duelo válido pela 11ª rodada da primeira fase do Campeonato Estadual de Handebol promovido pela Liga Paulistana (LPHB).

Atuam pela Cidade as jogadoras Amanda Nascimento Carpinelli, Ana Beatriz de França Cipriano, Fernanda da Silva Piplovic, Isabelly Vitoria Menezes Ferreira Souza, Kamilly da Silva Ferreira, Laiza Mirela de Oliveira, Laura Ushiro Moffa, Lívia Alessandra Arantes Rodrigues, Mônica Campagnoli Piovesan, Rafaela de Souza Pedroso, Raiany Mariana Santos Amorim, Rebeca Silva Cardoso Santos e Thamires Vitoria Nascimento Silva. O grupo local é comandado pela professora Sandra Regina Canova Barroso. 

Na classificação parcial, após 10 rodadas realizadas, a equipe de Praia Grande ocupa a terceira colocação, com oito vitórias e duas derrotas. Vale frisar que na primeira fase da competição, as equipes jogam todas contra todas em turno e returno qualificando-se as quatro melhores para a etapa semifinal. Confira os resultados do time municipal:

5/4 – Praia Grande 17 x 16 Associação A Hebraica
15/4 – Praia Grande 25 x 12 Diadema
21/4 – Diadema 16 x 26 Praia Grande
22/4 – Centro Esportivo Suzano Costa (CESC)/Rio de Janeiro 34 x 24 Praia Grande
5/5 – Praia Grande 29 x 11 Santo André
11/5 – Esporte Clube Pinheiros 26 x 12 Praia Grande 
9/6 – Praia Grande 14 x 8 Jacareí
23/6 – Praia Grande 25 x 8 Escola Estadual Professor Roberto Simonini
26/6 – Praia Grande 17 x 7 Mongaguá 
5/8 – Jacareí 11 x 14 Praia Grande

Retrospecto – Em 2017, o time feminino júnior (19 a 21 anos) de Praia Grande foi vice-campeão do Estadual de Handebol promovido pela Liga Paulistana. A equipe feminina infantil (13 e 14 anos) de Praia Grande terminou na quarta colocação. Em 2016, a seleção feminina juvenil (17 e 18 anos) de Praia Grande conquistou a medalha de bronze. 

Em 2015, o time juvenil conquistou a medalha de ouro. Já o time feminino cadete (15 e 16 anos) de Praia Grande conquistou medalha de bronze. Em 2013, a equipe feminina infantil (13 e 14 anos) de Praia Grande obteve o bronze. Na adulta (idade livre), Praia Grande ficou na quinta posição. Em 2012, o selecionado local júnior (19 a 21 anos) terminou na terceira colocação. A turma cadete (15 e 16 anos) assegurou a quarta posição, enquanto que a infantil terminou na sexta.

Servidores de Praia Grande participam de Congresso Internacional de Avaliação

Evento ocorreu na quarta-feira (15) no Centro Cultural São Paulo, na Capital
17/8/2018
 

Representantes da Subsecretaria de Assuntos da Juventude (Subjuve) estiveram presentes no 14° Congresso Internacional de Avaliação, que ocorreu na quarta-feira (15), no Centro Cultural São Paulo, na Vila Mariana, na Capital. O evento teve como tema “Pensamento avaliativo e transformação social” e contou com especialistas da área da educacional e de políticas públicas.

Ao longo do congresso foi debatido a teoria da Pedagogia da Avaliação, do norte americano Michael Quinn Patton, uns dos palestrantes do evento e que é discípulo do educador, pedagogo e filósofo brasileiro Paulo Freire. “O pensamento avaliativo depende da incorporação da reflexão crítica e constante pelas instituições sobre suas prioridades, estratégias, impactos, aprendizagens, valores e resultados. Essas reflexões, quando realizadas de maneira transparente, direita e participativa são peças chaves para as entidades que promovem a transformações sociais importantes e de longa duração”. 

Patton explicou que, uma boa campanha deve atingir todos os públicos, este é um dos embasamentos do pensamento avaliativo. O palestrante escreveu diversos livros que são referência para avaliadores e pesquisadores sociais, abrangendo a Avaliação Focada na Utilização, na qual destaca a relevância de projetar as avaliações para comprovar sua utilidade, ao invés de se introduzir longos relatórios que não consistam em alguma alteração prática. 

Atualmente, a Subjuve está realizando constantemente capacitação para a compreensão crítica, reflexiva e profunda dos funcionários, que servirá para a análise de dados das pesquisas e projetos realizados pela pasta. 

Eu amo Praia Grande!!!

Encontro de Educação Inclusiva e a X Mostra de Talentos ocorrem no dia 23 de agosto

Eventos têm como temáticas a educação igualitária e valorização artística
17/8/2018
 

O XIII Encontro de Educação Inclusiva e a X Mostra de Talentos, eventos parceiros da Divisão de Educação Especial, ligada à Secretaria de Educação (Seduc) de Praia Grande, já têm data marcada. As duas bem-sucedidas iniciativas ocorrem no dia 23 de agosto, no Auditório Jornalista Roberto Marinho (Seduc), Rua José Borges Neto nº 50, Bairro Mirim, das 8 às 12 e das 13 às 17 horas.

Para esse ano, o Encontro traz para discussão o tema “Eu, Ele, Nós: Juntos por uma Educação Igualitária”, com o objetivo de provocar, por meio desse segmento, que educadores reflitam sobre a realidade vivida com seus alunos, destacando os sucessos e desafios que aconteceram em seu cotidiano no primeiro semestre, bem como analisar o seu fazer em sala de aula e sua realidade. O Encontro contará com depoimentos de professores que possuem alunos com deficiência em sua sala.

Além das exposições, ocorrerá atividades artísticas referentes à X Mostra de Talentos, com as apresentações da E.M. Lions Clube Ocian, com um teatro em curta metragem “E Se Eu Fosse Surdo”, e da E.M Joaquim Mourão, com apresentação musical dos alunos, acompanhados por violões.

“O Encontro é uma oportunidade de reunião dos professores para mostrarem o que cada um desenvolve em sala de aula, com muita troca de informações e mostrar que tipo de atividades foram bem-sucedidas ao longo do ano e quais não deram tão certo. Ao longo dos anos do Encontro, descobrimos que nossos alunos também têm habilidades e isso passou a ser estimulado e divulgado”, conta Marcia de Faria, diretora da Divisão de Educação Especial, Marcia de Faria.

Atualmente, estão matriculados na Rede Municipal de Ensino 1.091 alunos com deficiência, atendidos na Perspectiva Inclusiva, de acordo com a Lei Brasileira de Inclusão.

%d blogueiros gostam disto: