• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Menina de 12 anos é vítima de racismo em Praia Grande

Equipes de Praia Grande disputam Copa Gremetal de Futsal

Times sub-6 e sub-7 do Ocian Praia Clube representam a Cidade
24/8/2018
 

A equipe masculina sub-7 do Ocian Praia Clube/Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Sucos Camp, Centro de Treinamento Falcão 12 e Liga Praia-grandense de Futsal – LPFS) estreou com vitória na 19ª edição da Copa do Grêmio dos Metalúrgicos (GREMETAL) de Santos, evento que conta com supervisão da Liga Regional de Futsal do Litoral Paulista (LRFSLP). No último sábado (18), no Ginásio do Gremetal, em Santos, pela série bronze, os meninos da Cidade, comandados pelo técnico Carlos Benites, ganharam do time do Luso Brasileiro por 2 a 0 (gols de Saymon e Gustavo).

No próximo dia 2 de setembro, às 11h55, no mesmo local, o time sub-7 de Praia Grande joga contra o selecionado da Escolinha de Futsal do Gremetal/Stismmmec, pela segunda rodada da competição regional. Já as 12h30, pela série prata, é a vez da equipe municipal sub-6 realizar a primeira partida contra a turma santista da União/RD.

Dados – Na sub-7, além de Praia Grande disputam o título regional os times do Luso Brasileiro, EF Gremetal e Associação Atlética Desportiva Cubatense. Segundo o regulamento da competição, na primeira fase as equipes jogam todas contra todas em turno único. Após a definição das colocações finais (primeiro ao quarto lugares), disputa-se a fase semifinal (1º colocado x 4º e 2º x 3º) em jogos eliminatórios simples. 

Na sub-16, no grupo B, além da turma praia-grandense competem EF Gremetal, Associação Atlética dos Portuários e Guarujá Futsal Don Domênico. Na A, atuam as equipes da União/RD, O Grande Lance e I Nove Futebol Arte. Na primeira fase, os selecionados jogam todos contra todos em turno único. Os primeiros colocados dos grupos avançam diretamente às semifinais. Os segundos e terceiros posicionados enfrentam-se em etapa de quartas de final, com sistema de partida eliminatória simples.

Na Copa Gremetal de 2017, na série bronze, o time sub-6 de Praia Grande foi eliminado na fase quartas de final ao perder por 4 a 1 para a turma da União/RD. O mesmo ocorreu com a equipe sub-11 que foi superada pela do Clube de Regatas Tumiaru de São Vicente por 1 a 0. Em 2016, os times municipais não participaram do evento.

Lançamento do Programa de Olho No Futuro

Praia Grande joga na segunda rodada do Paulista Interseleções de Bocha-rafa

Time da Cidade encara equipe da Capital
24/8/2018
 

Neste sábado (25), às 9 horas, na quadra do Clube de Bocha da Associação Atlética do Bairro Guilhermina (Rua Itapoan, 52), a equipe masculina adulta (idade livre) de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL e Liga de Bocha e Malha de Praia Grande – LBMPG) encara a turma da Federação Paulista de Bocha e Bolão (FPBB), em confronto válido pela segunda rodada da chave 1 do Campeonato Estadual Interseleções de Bocha-rafa, evento regido pela FPBB.

Jogam por Praia Grande os atletas José Nunes Filho, Milton Mendes, Francisco Tonetti, Fernando Ianni Júnior, José Joaquim Peixoto, Sidnei Alves Campos, Luciano Teixeira da Costa, Antero Gomes Moreira, André Urzetta de Lima, Jurandir Alves Campos, Charles Cabral dos Santos, Walter Rodrigues Feio, Giovanni Fabozzi, Sérgio Ricardo Cabral e Luciano Perez. Técnico: Luciano Perez.

Na primeira rodada, atuando como visitante, a equipe de Praia Grande venceu o time de São Sebastião por 3 a 2. Em casa, a turma da FPBB venceu a da Liga Joseense (São José dos Campos) por 4 a 1. Assim, na classificação parcial, primeiro lugar para a FPBB com uma vitória (com 80 pontos a favor e 46 contra), segundo para Praia Grande com um triunfo (com 64 pró e 78 contra), terceiro para São Sebastião com uma derrota (com 78 pró e 64 contra) e em quarto Liga Joseense com uma perda (com 46 pró e 80 contra).

Dados – Na primeira fase, a turma de Praia Grande está na chave 1, na qual enfrenta Liga Joseense (São José dos Campos), São Sebastião e seleção da FPBB. Na 2, jogam as equipes da Liga Sorocabana, Caieiras, Liga Ituana e Bragança Paulista. Na 3, atuam os times Limeira/Gran São João, Liga São Carlense, Liga Jauense/Barão e São Carlos/Redenção. Na 4, enfrentam-se os grupos de Taquaritinga, Liga Araraquarense, Franca e Sertãozinho. Na 5, duelam as turmas de Santa Cruz do Rio Pardo, Pirajú, Marília e Cafelândia. Na 6, confrontam-se os selecionados de Taciba, Assis, Dracena e Birigui.

Segundo o regulamento da competição estadual, na primeira fase, as 24 equipes jogam em turno e returno (dentro de cada chave). Os selecionados primeiros colocados de cada grupo avançam para a segunda fase. Nesta nova etapa, os times enfrentam-se em partidas de ida e volta, qualificando-se os ganhadores para a terceira etapa (semifinais). Aí, os três melhores juntam-se a turma de Jaboticabal que já está qualificada por ser a cidade-sede das finais (que serão realizadas em dezembro).

Retrospecto – Em 2017, a equipe de Praia Grande encerrou a participação no Campeonato Estadual Inter-Seleções ainda na primeira fase. O time da Cidade fez quatro jogos: em casa, venceu a Liga Joseense por 3 a 2 e perdeu para a FPBB por 4 a 1; fora de casa, o time municipal perdeu para os dois adversários por 4 a 1. Na classificação final do grupo 1, o time da FPBB obteve a primeira colocação com 13 pontos e vaga para a segunda etapa. Já a Liga somou 11 pontos e Praia Grande apenas seis. Em 2016 e 2015, o time municipal competiu e também saiu na primeira fase. Em 2014, terminou na oitava colocação. De 2013 a 2008, caiu na primeira etapa.

Programa de Olho no Futuro terá mutirão de exames de Acuidade Visual nas escolas

Ação teve início nesta quinta-feira (23) na EM Newton de Almeida
23/8/2018
 

Até o final de 2018 a Prefeitura de Praia Grande colocou como meta examinar a visão de todas as crianças matriculadas nas unidades de Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino. O objetivo faz parte do Programa de Olho no Futuro, uma parceria entre as Secretarias de Educação (Seduc) e Saúde Pública (Sesap). A iniciativa teve início nesta quinta-feira (23), na EM Newton de Almeida, no Bairro Vila Sônia, onde 324 alunos foram examinados ao longo do dia.

O programa contempla a realização do Exame de Acuidade Visual, que colabora essencialmente para o aprendizado básico das crianças em idade escolar. Estimativas do Conselho Brasileiro de Oftalmologia consideram que cerca de 10% dessas crianças necessitam do uso de óculos já que são afetadas pelos erros refrativos (miopia, hipermetropia e astigmatismo). 

“Vamos examinar imediatamente todas as crianças até os 7 de idade. Identificando alguma situação diferente na visão delas, encaminharemos para um oftalmologista para serem devidamente tratadas e ter seu pleno desenvolvimento em sala de aula”, explica o prefeito de Praia Grande. “Faremos o mutirão nas escolas até o final do ano e a partir de 2019 será obrigatório fazer o exame em toda criança que se matricular na Rede Municipal de Ensino”, enfatiza.

A Sesap ficará responsável pelos testes de Acuidade Visual, que serão feitos pelas Equipes Multiprofissionais das Usafas (Unidades de Saúde da Família) mais próximas das escolas. Na Newton de Almeida Castro, os testes foram realizados pela equipe da Usafa Vila Sônia. Nas Unidades onde existe o Programa de Residência Médica, esses profissionais é que vão atuar nas escolas.

De acordo com o Programa, as crianças passam pelo teste e, caso seja necessário, o médico fará o encaminhamento para o especialista. “O fato de irmos nas escolas facilita muito para os pais e para as próprias crianças que serão atendidas com muito mais agilidade”, explica o secretário de Saúde, Cleber Suckow Nogueira.

Após passar pela EM Newton de Almeida, o Programa seguirá para o Guaramar. Nos dias 28 e 30 de agosto, 257 crianças serão atendidas na EM José Ribeiro dos Santos Cunha. Em setembro, 384 alunos da E.M. Maria dos Remédios Carmona Milan, no Melvi, serão contemplados. Em novembro, será a vez da EM Paulo de Souza Sandoval, com 248 crianças, e da EM Idalina da Conceição Pereira, com 375 alunos. A rede municipal de ensino é composta por 34 unidades de educação infantil.

“O Programa chega na medida em que já desenvolvemos o planejamento que será implementado em toda a Rede Municipal. Nossa prioridade, em parceria com a Saúde, é de fazer esse mutirão e, futuramente, capacitar nossos professores para que possamos fazer os exames de maneira contínua dentro das escolas ao longo do ano”, afirma Nanci Solano, secretária de Educação.

Prevenção – De acordo com a Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediatra, o primeiro exame oftalmológico deve ser realizado ainda no berçário, pelo pediatra (teste do olhinho). Depois disso, é indicado um exame a cada 6 meses nos dois primeiros anos de vida, e após, se tudo normal, um exame anual até os 8 ou 9 anos, época em que termina o desenvolvimento da visão. 

No Brasil, estima-se que existam entre 25000 a 30000 crianças cegas, aproximadamente 150 a 180 crianças cegas para cada milhão de habitantes, e 600 a 720 crianças com visão subnormal para cada milhão de habitantes. 

Torneio de atletismo encerra os Jogos da Maturidade de Praia Grande

Competição movimenta pessoas com mais de 50 anos
23/8/2018
 

Neste sábado (25), a partir das 7h30, na pista municipal (Rua José Bonifácio, 400, Bairro Sítio do Campo), ocorre o torneio de atletismo dos 5º Jogos da Maturidade de Praia Grande (Secretarias de Esporte e Lazer – SEEL e Assistência Social – SEAS). Esta disputa marca o encerramento da competição que reúne mais de mil pessoas acima dos 50 anos, de 17 associações, em 13 modalidades. 

Há disputas nas divisões 50 (50 a 54 anos), 55 (55 a 59), A (60 a 64), B (65 a 69), C (70 a 74), D (75 a 79), E (80 a 84) e F (mais de 85), nas categorias feminina e masculina. A primeira prova do dia é a caminhada participativa esportiva. Na sequência, há competições de 600, 800, 1.000, 1.200, 1.500 e 2.000 metros rasos. 

Participam atletas das equipes da Academia de Saúde A, B e C, Associação dos Amigos (AA) do Jardim Guilhermina, AA do Jardim Real, AA Solidários da Flórida, Associação dos Moradores do Samambaia, Associação da Terceira Idade Solemar, Conviveres dos Bairros Boqueirão, Caiçara, Guilhermina, Ocian, Samambaia, São Jorge, Sítio do Campo, Solemar e Tupi. Outras informações sobre a competição podem ser obtidas nos boletins oficiais que têm sido publicados no site www.praiagrande.sp.gov.br/pgnoticias. 

Retrospecto – Em 2017, a disputa reuniu mais de 400 atletas, de 16 agremiações. Pela primeira vez, a competição não teve campeão geral, apenas por modalidades. Outras informações podem ser obtidas no site http://www.praiagrande.sp.gov.br/pgnoticias, em matéria publicada no dia 3 de maio de 2017, na qual consta a publicação do boletim final.

Em 2016, o evento teve mais de 300 desportistas de nove entidades. O selecionado do Conviver do Bairro Caiçara sagrou-se campeão geral com 177 pontos. Na sequência, terminaram os grupos da Associação da Terceira Idade Solemar (ATIS) com 139; Conviver Guilhermina com 104; Associação Amigos do Jardim Real com 103,5; Conviver São Jorge com 91,5; Conviver Boqueirão com 53; Conviver Ocian com 59; Associação dos Amigos do Balneário Marambaia com 18; e Associação Amigos do Jardim Solemar II com 13.

Em 2015, o grupo da Sociedade Amigos da Vila Caiçara (Bairro Caiçara), com 179 pontos, sagrou-se campeão geral da segunda edição dos Jogos da Maturidade. Depois terminaram os times da Associação Amigos do Boqueirão (Boqueirão), com 124; e Associação Amigos do Jardim Real (Real), com 98. Em 2014, o grupo da Associação Amigos do Distrito de Solemar (Bairro Solemar) obteve o título de campeão geral. Na sequência acabaram as equipes do Centro Social de Ação Comunitária do Conjunto Habitacional Recanto do Forte – CESAC/Cohab (Canto do Forte) e Associação Amigos do Jardim Guilhermina (Guilhermina).

Programa de Olho no Futuro

Paulista Universitário tem jogos de futebol e futsal em Praia Grande

Cidade recebe partidas neste final de semana (25 e 26)
23/8/2018
 

Neste sábado (25), a partir das 14 horas, no Campo do Real Esporte Clube (Rua Antônio Luís Permaia, s/nº, Bairro Jardim Real), em Praia Grande, ocorrem partidas do torneio de futebol masculino válidas pela etapa Baixada Santista do Campeonato Paulista Universitário (Jogos Universitários do Estado de São Paulo – JUESP), evento regido pela Federação Universitária Paulista de Esportes (FUPE) com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL) da Cidade.

Às 14 horas, enfrentam-se os selecionados da Universidade Santa Cecília (Unisanta) e Faculdade de Direito da Universidade Paulista (Unip). Às 15h30, jogam as equipes da Universidade Federal do Estado de São Paulo (Unifesp)/Santos e Centro Universitário São Judas Tadeu/Unimonte. Vale ressaltar que novos jogos movimentam Praia Grande nos dias 1 e 15 de setembro.

Quadra – No domingo (26), no Ginásio do Bairros Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180), há jogos de futsal feminino e masculino válidos pela etapa Baixada Santista do JUESP. Às 9 horas, o único duelo feminino envolve os times da Unisanta e Unip. Depois, na masculina, às 10h30, competem Unifesp e Unip. Ás 12 horas, atuam UNIBR São Vicente B e Unip B. Ás 13h30, confrontam-se UNIBR A POLI USP/Santos. Ás 15 horas, enfrentam-se Unisantos e São Judas. Às 16h30, jogam FPG e IFSP Cubatão.

Nos dias 1, 2, 15, 16 e 22 de setembro, em Praia Grande, ocorrem novas partidas de futebol e dos esportes de quadra válidas pela etapa Baixada Santista do JUESP. Há partidas nos Ginásios dos Bairros Sítio do Campo e Samambaia (Avenida Maria Cavalcante da Silva, 10), e Mirins III (Avenida Mauricío José Cardoso, 135, Bairro Forte); Campos do Real Esporte Clube e anexo ao Ginásio Magic Paula (esquina da Avenida dos Trabalhadores com a Rua Leila Maria de Barros Monteiro, s/nº, Bairro Antártica).

Competem equipes da Faculdade de Praia Grande (FPG), Polo de Santos da Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Direito da Universidade Paulista (Unip), Polo Baixada Santista da Universidade Paulista (Unip), Polo de Cubatão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), Universidade Federal do Estado de São Paulo (Unifesp)/Santos, Faculdade de São Vicente/Unibr, Universidade Católica de Santos (Unisantos), Polo Santos da Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação (ESAMC), Centro Universitário São Judas Tadeu/Unimonte e Universidade Santa Cecília (Unisanta).

A etapa Baixada Santista é considerada uma fase regional do JUESP. As equipes campeãs desta etapa qualificam-se para a final estadual programada para novembro. Além da Região da Baixada Santista, há outras quatro divisões: Grande São Paulo, Vale do Paraíba, Grande Ribeirão e Grande Campinas. Outras informações podem ser obtidas no site www.fupe.com.br e www.juesp.com.br. 
Jogos – Confira a programação:

25/8 – futebol masculino
Campo do Real Esporte Clube (Rua Antônio Luís Permaia, s/nº, Bairro Jardim Real)
14 horas – Unisanta x Direito UNIP
15h30 – São Judas Tadeu Unimonte x POLO Santos Unifesp

26/8 – futsal feminino 
Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180)
9 horas – Unisanta x Polo Baixada Santista Unip

26/8 – futsal masculino
Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180)
10h30 – Polo Santos Unifesp x Polo Baixada Santista Unip
12 horas – Polo Baixada Santista Unip B x São Vicente Unibr B
13h30 – Polo Santos USP x São Vicente Unibr A
15 horas – São Judas Tadeu Unimonte x Unisantos
16h30 – FPG x Polo de Cubatão IFSP

1/9 – vôlei masculino
Ginásio Mirins III (Avenida Mauricío José Cardoso, 135, Bairro Forte)
13 horas – Unisanta B x Unisanta A
15 horas – São Vicente Unibr x FPG

1/9 – futebol masculino
Campo do Real Esporte Clube (Rua Antônio Luís Permaia, s/nº, Bairro Jardim Real)
14 horas – Unisanta A x São Judas Tadeu Unimonte
15h30 – Unisanta B x Direito UNIP

1/9 – vôlei feminino
Ginásio Mirins III (Avenida Mauricío José Cardoso, 135, Bairro Forte)
17 horas – Unisanta x FPG

2/9 – handebol feminino
Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180)
9 horas – São Judas Tadeu Unimonte x Unisanta

2/9 – futsal feminino 
Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180)
10h30 – Polo Baixada Santista Unip x Polo de Cubatão IFSP
12 horas – São Vicente Unibr x Unisanta

2/9 – futsal masculino
Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180)
13h30 – quartas de final 1 (adversários ainda não definidos)
15 horas – quartas de final 2 (adversários ainda não definidos)

15/9 – futebol masculino
Campo do Real Esporte Clube (Rua Antônio Luís Permaia, s/nº, Bairro Jardim Real)
14 horas – Unisanta A x Unisanta B
15h30 – POLO Santos Unifesp x Direito UNIP

15/9 – basquete masculino
Ginásio do Bairro Samambaia (Avenida Maria Cavalcante da Silva, 10)
13 horas – semifinal 1 (adversários ainda não definidos)
14h30 – semifinal 2 (adversários ainda não definidos)

16/9 – vôlei masculino
Ginásio Mirins III (Avenida Mauricío José Cardoso, 135, Bairro Forte)
9 horas – FPG x São Vicente Unibr
11 horas – Unisanta A x Unisanta B

16/9 – futsal feminino 
Ginásio Mirins III (Avenida Mauricío José Cardoso, 135, Bairro Forte)
13 horas – São Vicente Unibr x Polo Baixada Santista Unip
14h30 – Unisanta x Polo de Cubatão IFSP

16/9 – futsal masculino
Ginásio Mirins III (Avenida Mauricío José Cardoso, 135, Bairro Forte)
15h40 – quartas de final 3 (adversários ainda não definidos)
17 horas – quartas de final 4 (adversários ainda não definidos)

22/9 – futebol masculino
Campo anexo ao Ginásio Magic Paula (esquina da Avenida dos Trabalhadores com a Rua Leila Maria de Barros Monteiro, s/nº, Bairro Antártica)
14 horas – decisão do terceiro lugar (adversários ainda não definidos)
15h30 – decisão do primeiro lugar (adversários ainda não definidos).

Times de Praia Grande estreiam na Copa Expresso Popular de Futsal

Equipes municipais disputam competição regional
23/8/2018
 

Nesta terça-feira (28), a partir das 20 horas, no Ginásio do Ocian Praia Clube (Rua Comendador Otto Carlos Golanda, 80, Bairro Ocian), em Praia Grande, três equipes masculinas municipais (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Sucos Camp, Centro de Treinamento Falcão 12 e Liga Praia-grandense de Futsal – LPFS) estreiam na primeira fase da 17ª Copa Expresso Popular de Futsal, evento regido pela Liga Regional de Futsal do Litoral Paulista (LRFSLP) com apoio do Jornal Expresso Popular.

Às 20 horas, na categoria sub-14 ouro, em um confronto doméstico, a equipe A do Ocian/Praia Grande enfrenta a B. Às 20h40, na sub-18 ouro, a turma da Cidade (com apoio de Ludimix) joga contra a do Grêmio Esportivo Aymoré de Cubatão. Na sequência da competição, os times praia-grandenses voltam a jogar em 4 de setembro.
Dados – Em 2017, o time masculino sub-14 do Colégio Recanto Educacional/Fisk/Praia Grande sagrou-se vice-campeão da 16ª Copa Expresso Popular de Futsal, série ouro. Na final, os meninos da Cidade empataram com a turma do Gremetal/Stismmmec em 3 a 3 (no tempo regulamentar). Nos pênaltis, a garotada de Santos levou a melhor e venceu por 3 a 2. 

Em 2016, o time sub-11 de Praia Grande/Ocian Praia Clube sagrou-se bicampeão (2014 e 2016) da Copa Expresso Popular ao vencer na final, por 4 a 2, a turma do Santos Futebol Clube. Já o grupo local sub-12 ficou com a medalha de prata ao perder a decisão nos pênaltis, por 3 a 1 (após empate de 1 a 1 no tempo regulamentar), para o Clube Internacional de Regatas/Unimed Santos. Já a equipe sub-10 de Praia Grande foi eliminada ainda na etapa inicial.

Em 2015, o time masculino sub-14 de Praia Grande/Ocian foi campeão invicto. O sub-10 conquistou o bronze. Em 2014, as equipes masculinas sub-10 e sub-11 de Praia Grande sagraram-se campeãs da 13ª Copa. Em 2013, as equipes masculinas sub-11 A (jogadores nascidos em 2003) e sub-15 B (1998) de Praia Grande conquistaram as pratas. Na categoria sub-11 B (2002), a turma praia-grandense ficou com o bronze. Em 2012, ouro para os meninos da sub-15. Em 2011, ouro para os sub-15. Bronze para o sub-13. Em 2010, as sub-13 e sub-15 foram pratas. Em 2009, na sub-11 e sub-17 (série ouro – atletas federados) Praia Grande obteve os vice-campeonatos.

Vias interditadas para obras na entrada de Santos

No domingo, Praia Grande tem a 1ª Corrida Contra o Câncer

Evento conta com largada no Bairro Tupi
23/8/2018
 

Neste domingo (26), a partir das 8 horas, com largada na Avenida Presidente Castelo Branco, no Bairro Tupi (na altura do emissário submarino), em Praia Grande, ocorre a 1ª Corrida Contra o Câncer (Correndo Contra o Câncer) – Seu Suor Pela Causa -, disputa regida por Viviane Bileski com apoio da Prefeitura local. A competição tem caminhada participativa, provas de 5 e 10 quilômetros na faixa de areia. A chegada está prevista para o Bairro Boqueirão. 

Os atletas recebem kits (com camiseta, viseira, sacolucha e medalha personalizada) que serão entregues pouco antes da competição. Durante o percurso (caminhada), haverá a realização de exercícios coordenados por professores de educação física da Região Metropolitana da Baixada Santista. Os três primeiros colocados, nas provas de 5 e 10 km, no feminino e masculino, ganham premiação. 

Todo o dinheiro arrecadado com a inscrição dos atletas será destinado para o evento Outubro Rosa (que visa chamar a atenção para a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama). Outras informações podem ser obtidas nos links 
https://www.facebook.com/events/1829661023758911 e https://www.facebook.com/Equipe-To-Dentro-Runners-256814528417384/, e no telefone (13) 3019-1851.

Dados – Viviane Bileski, 40 anos, é enfermeira, moradora de Praia Grande e foi diagnosticada com câncer de ovário em 2016. A idealização e realização da 1ª Corrida Contra o Câncer foi uma forma que ela encontrou para divulgar todas as informações possíveis desta doença que acomete milhões de pessoas. Lutando contra este mal, Viviane assegura que não se pode deixar o câncer tomar conta da vida. Apesar das dificuldades do tratamento, ela acredita que o pensamento positivo e a esperança são a chave para passar pelos momentos mais delicados. 

Assim, tem sido exemplo para todos que enfrentam esta batalha.

Handebol masculino compete neste sábado

Equipes da Cidade jogam no Ginásio Falcão
23/8/2018
 

Neste sábado (25), a partir das 11h30, no Ginásio Falcão (Avenida Presidente Kennedy, 8169, no Bairro Mirim), em Praia Grande, quatro equipes masculinas da Cidade (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL) jogam em nova rodada da primeira fase do Campeonato Estadual de Handebol promovido pela Liga Paulistana (LPHB).

No primeiro jogo, o grupo cadete (15 e 16 anos) de Praia Grande enfrenta o do Centro Esportivo Suzano Costa (CESC)/Rio de Janeiro. No segundo, o selecionado municipal infantil (13 e 14 anos) encara o da Prefeitura de São José dos Campos. No terceiro, a equipe local juvenil (17 e 18 anos) duela contra a da Prefeitura de Mongaguá. No quarto e último, a turma adulta (idade livre) da cidade também joga contra Mongaguá.

Na classificação parcial da infantil, o grupo municipal é segundo colocado com quatro vitórias e uma derrota. Na cadete, é quarto colocado com duas perdas. Na juvenil, lidera com dois triunfos. Na adulta, é o quarto melhor com duas vitórias e três derrotas. Os meninos de Praia Grande também competem na mirim (até 12 anos), mas esta disputa ocorre em forma de circuito (todos os times jogam entre si, em data e sede única). Em três etapas já realizadas, a equipe municipal somou duas vitórias, um empate e três derrotas. Vale frisar que as equipes municipais são comandadas pelo professor Evandro Luiz Andrade com auxílio de Luciene Gonçalves, a Cuba.

Retrospecto – Em 2017, a turma juvenil de Praia Grande sagrou-se campeã da LPHB. Na decisão, os rapazes da Cidade venceram o time do Clube Paulista de Handebol/Sírio Libanês por 31 a 27. Na semifinal, ganharam de Santo André por 31 a 17. Na primeira fase da competição, derrotaram Mongaguá (duas vezes) por 31 a 17 e 26 a 18; Santo André (duas vezes) por 25 a 12 e 24 a 21; Francisco Morato por 23 a 17, e Clube Paulista de Handebol/Sírio Libanês por 30 a 25; empataram com o Clube Paulista por 20 a 20; e perderam para o Colégio Eduardo Gomes/São Caetano do Sul por 31 a 29. 

Na infantil, na decisão do terceiro lugar, o grupo da Cidade ganhou de Taubaté por 16 a 12. Na semifinal, havia perdido para o Esporte Clube Pinheiros. Na primeira fase, venceu por 18 a 13 São Vicente e por 25 a 18 Taubaté; perdeu por 31 a 14 para o Esporte Clube Pinheiros e por 10 a 4 para Taubaté. Na cadete, na decisão do bronze, a turma de Praia Grande superou a turma do CESC/Rio de Janeiro por 35 a 34. Na semifinal, perdeu para o Pinheiros. Na primeira fase, venceu Pindamonhangaba por 32 a 17, Taubaté por 29 a 21 e Santo André por 23 a 15 e 20 a 12; perdeu para o Esporte Clube Pinheiros por 29 a 25 e Taubaté por 27 a 24. 

Na adulta (idade livre), na decisão do terceiro lugar, a equipe praia-grandese passou por Franco da Rocha por 36 a 20. Na semifinal, perdeu para Diadema. Na primeira fase, ganhou de Diadema por 31 a 26; perdeu para Franco da Rocha por 24 a 23, São Vicente por 22 a 19, Diadema por 35 a 25 e Mongaguá (duas vezes) por 26 a 24 e 27 a 26. Em 2013, foi a primeira vez (e até então única) que as equipes masculinas de Praia Grande disputaram o Campeonato Estadual da Liga Paulistana de Handebol. Naquela oportunidade, a turma cadete (15 e 16 anos) de Praia Grande conquistou, de forma invicta, a medalha de ouro. Na decisão, o time municipal venceu, por 26 a 24, o grupo da Prefeitura de Jacareí. A garotada da infantil faturou o bronze.

Resultados – Confira as campanhas dos times masculinos de Praia Grande no Campeonato Estadual de Handebol da Liga Paulistana 2018:

mirim (disputa em formato de circuito)
20/5 – Praia Grande 1,5 x 1,5 Jacareí
20/5 – Praia Grande 2 x 1 Mongaguá
9/6 – Praia Grande 0,5 x 2,5 Jacareí
9/6 – Praia Grande 3 x 0 Mongaguá
18/8 – Jacareí 3 x 0 Praia Grande
18/8 – Mongaguá 2 x 1 Praia Grande

infantil 
8/4 – Praia Grande 26 x 6 Mongaguá
15/4 – Praia Grande 13 x 30 EC Pinheiros
13/6 – Guarujá 16 x 21 Praia Grande
23/6 – Praia Grande 28 x 9 EE Professor Roberto Simonini/SP
26/6 – Praia Grande 19 x 12 Mongaguá

cadete
15/4 – Praia Grande 16 x 34 EC Pinheiros
23/6 – Praia Grande 25 x 27 EE Professor Roberto Simonini/SP

juvenil
8/4 – Praia Grande 32 x 17 Mongaguá
13/6 – Guarujá 16 x 29 Praia Grande

adulto
8/4 – Praia Grande 29 x 35 Mongaguá
15/4 – Praia Grande 26 x 24 Diadema
17/5 – ASE Santista 30 x 25 Praia Grande
20/5 – Praia Grande 30 x 37 São Paulo FC
24/6 – Diadema 26 x 27 Praia Grande.

Frase do Dia

O pobre prefere um copo de vinho a um pão, porque o estômago da miséria necessita mais de ilusões que de alimento.

Georges Bernanos

 

UPA faz eletrocardiograma com laudo à distância

Exame laudado é emitido por cardiologistas plantonistas do H-Cor
23/8/2018
 

Pacientes que passarem pela Unidade de Pronto Atendimento – UPA, do Bairro Samambaia, com aparente quadro de problema cardíaco, podem realizar eletrocardiograma e receber um laudo emitido por um cardiologista à distância. 

De forma ágil e com credibilidade, o serviço possibilita o encaminhamento para a ação médica apropriada, especialmente em casos urgentes como infarto do miocárdio. Solicitado por médicos de diferentes especialidades, o eletrocardiograma ou ECG verifica o ritmo dos batimentos do coração. 

Os cardiologistas de plantão no Hospital do Coração (HCor de São Paulo) vão emitir o exame laudado, graças à tecnologia denominada TeleECG. As vantagens da TeleECG foram consideradas igualmente relevantes para implantação na UPA, pela Diretora de Enfermagem do CHID, Renata Meroti. “A avaliação à distância evita o deslocamento de pacientes para a obtenção destes serviços. Em muitos casos, esse tempo pode ser vital para salvar uma vida. Por isso, por determinação do nosso Superintendente, fizemos todos os esforços para que isso fosse viabilizado o mais rápido possível na unidade”, disse.

Ainda segundo Renata, o volume de atendimento e a localização estratégica da UPA justificou a iniciativa, que segue diretrizes do Ministério da Saúde e do Hospital do Coração – HCor. “A UPA Samambaia está localizada em um dos bairros mais populosos da Cidade, recebendo também pacientes de cidades vizinhas. Por isso, não temos dúvida de que, em consonância com o Governo Municipal, ao nos preocuparmos com ações que visam esse tipo de atendimento ao cidadão, estamos cumprindo um relevante papel”, destacou.
O eletrocardiograma é um exame não-invasivo que permite a avaliação elétrica da atividade cardíaca quando o paciente está em repouso. É capaz de definir o número de batimentos por minuto e o ritmo do coração, identificando problemas como arritmias (alteração do ritmo normal), distúrbios de condução elétrica e eventuais sobrecargas das cavidades cardíacas.

O exame é simples, indolor e geralmente muito rápido. Com o paciente deitado, é feita a limpeza do tórax, pernas e braços com gaze embebida em solução antisséptica. Depois, são colocados eletrodos nas pernas, próximos aos punhos e na região anterior do tórax do paciente. É usado um gel condutor para evitar interferências. A atividade elétrica do coração passa para os tecidos e chega até a pele, sendo captada por eletrodos.

Já o laudo consta a descrição de todos os elementos encontrados no exame e informações sobre a frequência cardíaca e outros aspectos cardiovasculares do paciente. O documento é finalizado com parecer do médico, concluído a partir dos dados obtidos no exame que, de forma geral, compara os gráficos gerados pelo paciente com gráficos padrão. A partir desta comparação, o especialista verifica se o estado é de normalidade ou de alteração dos batimentos do coração.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças cardiovasculares são as principais causas de morte em todo o mundo.

Times de Praia Grande vão às semifinais do Estadual de Futsal Iniciação

Equipes sub-8, sub-9 e sub-10 disputam série cobre
22/8/2018
 

As equipes masculinas sub-8, sub-9 e sub-10 de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Sucos Camp, Centro de Treinamento Falcão 12 e Liga Praia-grandense de Futsal – LPFS) qualificaram-se a fase semifinal da série cobre (reúne do 25º ao 32º colocado na primeira fase, unindo todas as chaves A, B e C, e criando um coeficiente estatístico) do Campeonato Estadual de Futsal Iniciação, série A-1, evento regido pela Federação Paulista (FPFS). No último domingo (19), no Ginásio Presidente Ciro I, em São Paulo, na Capital, ocorreram os confrontos das quartas de final. 

Na sub-8, a turma da Cidade venceu a do Suzano Futebol Clube por 3 a 2 (gols de Henrique Gomes, Zion Stella e Kaynã Cruz). Na sub-9, o grupo de Praia Grande empatou com o da Associação Esportiva Clubística Incríveis de São Paulo por 0 a 0. Como realizou melhor campanha na primeira fase, avançou a semifinal. Na sub-10, os meninos do Litoral ganharam da AEc Incríveis por 3 a 2 (Francesco Pozzo – 2 e Guilherme Santana). Vale ressaltar que a FPFS não divulgou as datas dos confrontos semifinais.

Dados – Segundo o regulamento, na etapa inicial as equipes foram divididas em três grupos (ABC), jogam em turno e returno dentro de cada chave. Após o encerramento da primeira fase, todos os times participantes qualificaram-se para a segunda etapa. A partir daí, a FPFS estabeleceu-se um ranking de eficiência por meio de índice técnico (somatória da pontuação obtida nas três categorias, divididos pelos números de jogos realizados pelas equipes, multiplicados por 10). Aí, foram criadas quatro divisões: ouro (reúne os times que ficaram entre os oito primeiros colocados no ranking), prata (9º ao 16º), bronze (17º ao 24º) e cobre (25º ao 32º).

Na fase inicial, os selecionados de Praia Grande disputaram o grupo A, ao lado da Sociedade Esportiva Palmeiras, São Paulo Futebol Clube, ADC Inter-Mogi, Lausanne Paulista FC, AEC Incriveis, AD Santo André Futsal, Ribeirão Pires FC, Grêmio Recreativo Gremetal/Stismmmec e FAE/Osasco/Audax. No B, atuaram as turmas do Sindicato dos Metalúrgicos de Jundiaí, CA Juventus, EC Hortolândia, CA Guarulhense, CTC Vila Ema, SAJEA/Omega, AA Portuários de Santos, SE Elite Itaquerense, Santos FC, ASF Magnus Sorocaba e Associação Portuguesa de Desportos. No C, competiram os times da AD Mogi das Cruzes, São Caetano FC, Seleção Itapeviense, Suzano FC, São Caetano Futsal, Luso Brasileiro FC, Sport Club Corinthians Paulista, CA Tabuca Júniors, Associação União Mauá e ADC Mercedes Benz.

Na classificação final da primeira fase, na chave A, a turma sub-8 de Praia Grande ficou em 10º lugar com dois pontos, dois empates, oito derrotas, 10 gols prós e 74 gols contras. A sub-9 foi nona posicionada com sete pontos, dois triunfos, um empate, sete perdas, 14 gols feitos e 46 sofridos. A sub-10 encerrou na nona colocação com nove pontos, três vitórias, sete derrotas, 10 gols prós e 39 contras.

Retrospecto – No Estadual de Futsal Iniciação de 2017 (primeira vez que Praia Grande participou deste evento), a equipe masculina sub-9 de Praia Grande enfrentou o time do Clube Atlético Juventus, em duelo válido pela fase semifinal, série prata. O jogo terminou empatado em 3 a 3. Por ter realizado melhor campanha ao longo da competição, a turma do Juventus avançou à decisão. Na fase quartas de final, os outros dois times praia-grandenses acabaram sendo eliminados do torneio. Atuando na série bronze, o selecionado municipal sub-10 foi derrotado pela Associação Desportiva Classista Mercedes Benz, de Diadema, por 3 a 1. 

O grupo sub-8 de Praia Grande perdeu para a Academia de Esporte e Recreação Corpo e Cia, de Mogi das Cruzes, por 6 a 0. Na classificação final da primeira fase da competição, chave A, a turma sub-8 de Praia Grande terminou na sexta colocação com nove pontos, três vitórias, seis derrotas, 13 gols feitos e 36 sofridos. Na sub-9, o grupo local foi terceira posicionada, com 18 pontos, seis triunfos, três perdas, 41 gols prós e 35 contras. Na sub-10, o time da Cidade fechou em oitavo lugar, com sete pontos, duas vitórias, um empate, seis derrotas, 17 gols marcados e 41 levados. 

Jogos – Confira as escalações e todos os resultados das equipes de Praia Grande no Campeonato Estadual de Futsal Iniciação de 2018, série A-1:
Sub-8 – Competem por Praia Grande Arthur Oliveira Rodrigues, Matheus Henrique Souza Oliveira, Kaynã da Silva Cruz, Yan Araújo Mendes, Matheus Morine Vallejo, Kauan Luiz Azevedo Sagaz, Gustavo Cameron, Henrique Luiz Gonçalves Gomes, Jorge Miguel Correnti Garcia Neto, Leonardo Augusto da Paixão, Zion Araújo Pedrozo Stella, Lucas Vital Peters, Victor Hugo da Silva Carolina Schmidt, Arthur Oliveira Silva, Henrique Oliveira Silva, Sérgio Henrique Cesar Nascimento Silva e Kaíque Yuichi Anastácio Tsumura. Técnico: Kleberton Nascimento. Auxiliar: Elton da Silva Barbosa.

1ª fase
7/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 11 Associação Desportiva Indaiatuba
15/4 – Lausanne Paulista FC 11 x 0 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 1 Ribeirão Pires Futebol Clube
28/4 – Gremetal/Santos 4 x 3 Praia Grande/Ocian Praia Clube
5/5 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 4 ADC Inter Mogi das Cruzes
19/5 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 16 SE Palmeiras
9/6 – FAE/Osasco/Audax 6 x 0 Praia Grande/Ocian Praia Clube
16/6 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 2 AD Santo André Futsal
23/6 – São Paulo Futebol Clube B 13 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
30/6 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 6 AEC Incriveis
quartas de final – série cobre
19/8 – Suzano FC 2 x 3 Praia Grande

sub-9 – Atuam por Praia Grande Yan Felipe Carvalho de Souza, Leonardo Marinho dos Santos, Álvaro Mendonça Neme Damasceno, Pedro Henrique de Oliveira Vasconcelos Rodrigues, Mathias da Costa Welter, Natan Souza Tavares, João Pedro Gomes Pita, Bryan Lincoln Alves Pinto, Diogo Nascimento Napolitano Soares, Miguel Barbosa Araújo da Silva, João Pedro Ortega Taveira, Anthony Eduardo Leuzzi Guedes, Kauan Rodrigues Nunes Ferreira Santos, David Sousa Beserra, Cláudio Sini Neto e Breno Marques Rangel da Silva. Técnico: Caio Bruno Monzem. Auxiliar: Kleberton Nascimento. 

1ª fase
7/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 6 Associação Desportiva Indaiatuba
15/4 – Lausanne Paulista FC 5 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 1 Ribeirão Pires Futebol Clube
28/4 – Gremetal/Santos 2 x 2 Praia Grande/Ocian Praia Clube
5/5 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 4 x 7 ADC Inter Mogi das Cruzes
19/5 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 5 SE Palmeiras
9/6 – FAE/Osasco/Audax 5 x 0 Praia Grande/Ocian Praia Clube
16/6 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 6 AD Santo André Futsal
23/6 – São Paulo Futebol Clube B 8 x 0 Praia Grande/Ocian Praia Clube
30/6 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 3 x 1 AEC Incriveis
quartas de final – série cobre
19/8 – Praia Grande 0 x 0 AEC Incríveis

Sub-10 – Jogam pela Cidade Gabriel Oliveira Maida, Kaique Pietro Bellini Haikel, Nikollas Dreger do Nascimento, Lucas Fernandes dos Santos, Francesco Pozzo, Guilherme Santana Alves, Lucas de França Silva, Renan Pereira Ribeiro, Richard Batista Cardoso dos Santos, Pedro Henrique Sanged Durante Moreira, David Munhoz Hiath, Luiz Henrique Souza dos Santos, Vinicius Nascimento Rodrigues e Davi Prates Tavares. Técnico: Kleberton Nascimento. Auxiliar: Caio Bruno Monzem. 

1ª fase
7/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 2 Associação Desportiva Indaiatuba
15/4 – Lausanne Paulista FC 8 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 3 Ribeirão Pires Futebol Clube
28/4 – Gremetal/Santos 5 x 0 Praia Grande/Ocian Praia Clube
5/5 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 3 x 2 ADC Inter Mogi das Cruzes
19/5 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 8 SE Palmeiras
9/6 – FAE/Osasco/Audax 0 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
16/6 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 3 AD Santo André Futsal
23/6 – São Paulo Futebol Clube B 8 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
30/6 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 0 AEC Incriveis
quartas de final – série cobre
19/8 – Praia Grande 3 x 2 AEC Incríveis.

%d blogueiros gostam disto: