• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Prefeito de Praia Grande Alberto Pereira Mourão é condenado em 2° instância

Mourão iniciou sua carreira política nas eleições de 1982, quando cumpriu seu mandato de vereador de Praia Grande de 1983 a 1988 – tendo presidido a Câmara Municipal no biênio 1987/88.

Em 1988, foi eleito o vice-prefeito de Praia Grande na chapa de Dorivaldo Dozinho Loria Júnior. Além da vice-prefeitura, ocupou também o cargo de Secretário Municipal da Educação, do então prefeito Dozinho.

Foi eleito o prefeito de Praia Grande em 1992, tendo cumprido entre 1993 e 1996 o seu primeiro mandato de prefeito. Em 1996, elegeu como sucessor o então vice-prefeito Ricardo Yamauti.

 

Em 1998, foi eleito deputado federal pelo PMDB. Exerceu seu mandato até o ano 2000, quando foi eleito prefeito de Praia Grande pela segunda vez.

Deixou o PMDB em 30 de maio de 2003 e filiou-se ao PSDB, tendo sido reeleito prefeito em 2004 – cumprindo o terceiro mandato como o prefeito de Praia Grande entre 2005 e 2008.[1]

Em 2008 a Polícia Federal apontou Mourão como um dos beneficiários do esquema de desvio de verbas no BNDES, revelado pela Operação Santa Tereza.[2] Num depoimento como testemunha prestado em 14 de outubrode 2008 no Conselho de Ética da Câmarasobre o caso do deputado Paulo Pereira da Silva (Paulinho) Mourão negou que ele ou alguém da sua equipe tenha participado de reunião na Força Sindical para tratar de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social(BNDES) para obras de saneamento no seu município.[3] Em 2 de junho de 2009 Mourão é denunciado pelo Ministério Público Federalem São Paulo,[4][5] denúncia por peculato e corrupção passiva aceita pela Justiça em 15 de junho de 2009[6] (número do processo: 2008.61.81.006228-8[7]).

Foi deferido como candidato ao cargo de deputado federal nas eleições gerais no Brasil em 2010.[8]

Nas eleições de 2012, Mourão foi eleito para seu quarto mandato de prefeito de Praia Grande, obtendo mais de 78 mil votos, o equivalente a 62,45% dos votos válidos.

Nas eleições de 2016, foi reeleito para seu quinto mandato de prefeito de Praia Grande (2017-2020), obtendo 102.073 votos, equivalentes a 76,03% dos votos válidos.[9]

Fonte: Wikipedia

Sobre icebergs e trabalhos criativos 

 Manifesto dos criadores da plataforma APOIA.se
Se pensarmos no trabalho criativo como icebergs, poderemos dividi-lo em duas partes:
Por um lado, temos a ponta do icerberg e por outro lado temos o imenso bloco de gelo (sabidamente a sua maior parte) submersa embaixo d’água.

Por analogia, “a ponta do iceberg” corresponde à parte visível do trabalho criativo, que se materializa, por exemplo, no álbum de um músico, no livro de um escritor, no filme de um cineasta e assim por diante.

Da mesma forma, o bloco de gelo submerso, que ninguém vê, corresponde ao processo criativo completamente subjetivo que leva, muitas vezes, anos até criar a estrutura suficiente para emergir, tornando-se aparente e visível a todos.

Pois bem, exceto pelas bolsas estudantis, a grande maioria, ou praticamente todos os meios de financiamento que existem hoje se propõem a financiar a ponta do iceberg. Mesmo sabendo da importância do bloco de gelo submerso para chegarmos à ponta do iceberg, os únicos financiamentos que encontramos por aí, bancam essa que é a menor parte, o resultado final ou a consolidação de um longo processo criativo.

E se existisse a possibilidade de financiarmos também esse iceberg imenso que se encontra submerso embaixo d’água?
Deixando momentaneamente de lado as metáforas, acreditamos que qualquer um é um criador em potencial e queremos que aqueles que se sentem chamados a criar possam se entregar a essa atividade de forma constante e tranquila, contando com o respaldo financeiro de pessoas dispostas a valorizar essa produção.

Porque, se por um lado o grau de desenvolvimento tecnológico que alcançamos conferiu maior autonomia aos criadores para que produzam o seu próprio trabalho, por outro, eles não contam mais com o aparato de comercialização, distribuição e divulgação oferecido anteriormente pelas indústrias culturais (fonográfica, cinematográfica, editorial, radiofônica, televisiva e jornalística). E a falta desse aparato faz com que o criador acabe exercendo muitas dessas funções sozinho, mesmo não sendo suficientemente remunerado para conseguir viver disso.

Tal condição pode acarretar um desestímulo a quem dedica o seu tempo e energia à geração de conteúdo, ou até mesmo numa inibição prematura de quem gostaria de tentar se dedicar profissionalmente a algum tipo de criação (a velha história do “faz medicina, meu filho, porque artista passa fome”).

O que queremos é que as pessoas tenham a chance de poder mergulhar em sua produção, oferecendo para o mundo resultados criativos cada vez melhores. E que o mundo (todos nós) possa cuidar melhor destas pessoas.

Para isso, precisamos de novos e melhores modelos, diferentes dos praticados pela velha indústria, e entendemos que esse caminho passa pelo fomento de uma cultura de solidariedade, de cuidado e de reconhecimento de valor entre as pessoas, na qual sejamos nós os que decidem onde colocar nossa atenção e nosso dinheiro.

Desejamos, dessa forma, que público e criadores também possam crescer juntos, produzindo cada vez mais e melhor. E que tenham, sobretudo, uma relação mais próxima e significativa. Porque o mundo dos astros intocáveis, aqueles que vivem no “mundo das estrelas”, distante do resto da humanidade, está morrendo junto com a velha indústria.

Queremos assim celebrar o mundo dos semelhantes, das pessoas de carne e osso. Queremos desmistificar técnicas de produção, abrir caixas pretas de processos criativos de artistas, achar novas lógicas de relação entre todos os envolvidos (criadores e público), para benefício de todos. E que cada vez mais pessoas possam se dedicar à criação sendo amparadas diretamente por um público interessado em consumir seus conteúdos. Afinal, se a tecnologia mudou a forma de produção, então ela também pode revolucionar a forma de sustentar e de ser sustentado.

Muito se diz que a educação deveria ser a prioridade das políticas públicas, já que ela é a solução para os demais problemas. Mas a valorização da cultura, antes de passar pelo governo, passa por cada um de nós através do reconhecimento do trabalho de quem gera conteúdo que nos inspira, diverte, informa e ajuda a aprender. Se podemos esperar que os governantes percebam e façam algo a respeito disso algum dia (e é válido que lutemos para tanto), sabemos da nossa capacidade, enquanto sociedade civil, de fazer isso agora.

E fazer imediatamente, de forma massiva e distribuída, já que hoje, mais do que nunca, temos as condições tecnológicas e sociais necessárias para aproximar o público de quem produz, sem intermediários na comunicação.

Sim. Estamos falando do mecenato do século XXI, baseado não em um grande e rico apoiador, mas distribuido em muitos pequenos fãs-mecenas que possam destinar pequenas quantias de seu orçamento, por mínima que seja, para oferecer um apoio recorrente, podendo obter recompensas como retribuição pelo apoio oferecido.

Neste contexto, é fundamental que quem se sente motivado a apoiar possa fazê-lo de forma fácil e flexível, para que todo e qualquer ímpeto de colaboração dos fãs possa se traduzir em apoios concretos.

Retomando a metáfora do iceberg, plataformas de financiamento coletivo baseadas em projetos, como o Catarse.me, financiam principalmente “pontas de icebergs”, sem perder seu mérito como alternativa independente às escassas opções de recursos provenientes de editais públicos, leis de incentivo, empresas patrocinadoras e sistema financeiro.
Queremos financiar “a maior parte do iceberg”
Contudo, cremos que é possível ir além, e entendemos que uma plataforma com foco no processo criativo seja o passo que falta em direção a uma sustentabilidade financeira de longo prazo, voltada para a produção de conteúdo independente e de qualidade. Precisamos tomar consciência, como sociedade, da importância de financiarmos “a maior parte do iceberg”.
Queremos, portanto, que as pessoas apoiem financeiramente os criadores, não como requisito para acessar um conteúdo, mas porque reconhecem valor no trabalho de quem se dedica a criá-lo. Entendemos que a motivação mais básica que pode levar alguém a apoiar um criador é simplesmente o apreço pela criação, e a vontade de que esse conteúdo siga sendo criado. Sobrepondo-se a isso podem vir outras vontades, como aprender com o trabalho de quem se admira para produzir algo semelhante ou simplesmente ter uma relação mais pessoal e significativa com quem cria o conteúdo que tanto se admira.

No final do dia, não importa tanto qual é a motivação, mas sim que essa necessidade se torne consciente, e que a consciência se traduza em ações práticas.

Este manifesto expressa a ideologia que motivou a criação da plataforma para financiamento coletivo e recorrente de conteúdo — APOIA.se, criada por e voltada especificamente para artistas e geradores de conteúdo em geral.

Enquanto a plataforma está no forno e os primeiros criadores vão preparando as suas campanhas, espalharemos a ideia através deste blog e das redes sociais. Além disso, falaremos de assuntos relacionados a toda a temática aqui apresentada.

Muito obrigado pela sua atenção! E se o que foi apresentado aqui sensibilizou você de alguma maneira, sinta-se convidado a nos acompanhar e juntar-se a nós em APOIA.se!

 

 

Contribua para que o nosso portal tenha sempre conteúdo de qualidade acesse https://apoia.se/euamopg

Vinho, Fado e bacalhau em Praia Grande

Motorista de UBER assassinado na baixada santista

Um motorista de aplicativo foi morto na madrugada desta sexta-feira (2) na Rodovia Rio-Santos, na altura do bairro Monte Cabrão, em Santos, litoral paulista, após uma tentativa de roubo. Ao ser abordado por dois suspeitos, ele tentou fugir mas foi baleado no pescoço. O motorista ainda dirigiu por quase 1 km para pedir ajuda, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo informações da Polícia Rodoviária, a vítima foi identificada como Jairo Zene Urbano, de 64 anos. O crime aconteceu por volta de 00h20, quando ele dirigia no sentido Bertioga para buscar um casal, que havia solicitado uma viagem pelo aplicativo. Porém, ao parar no acostamento, no Km 247, foi abordado por dois homens que anunciaram o roubo. Ao perceber o que estava acontecendo, o motorista tentou fugir com o carro mas foi baleado no pescoço.

FONTE: G1

“Natal do Bob Esponja” vai invadir o Litoral Plaza Shopping em Praia Grande

“Natal do Bob Esponja” vai invadir o Litoral Plaza Shopping
Chegada do Papai Noel será no próximo dia 17, sábado, a partir das 11 horas. Decoração é inédita na Baixada Santista e contará com sessões de fotos com os personagens Bob Esponja e Patrick

A mais famosa “Fenda do Biquíni” dos desenhos animados irá invadir a cidade de Praia Grande! A partir do próximo dia 17 de novembro, sábado, o Litoral Plaza Shopping, primeiro e único power center da Baixada Santista, receberá pela primeira vez na região o natal encantado do “Bob Esponja”. A decoração inédita também marcará a chegada do Papai Noel, no mesmo dia, a partir das 11 horas.

“O desenho do Bob Esponja encanta diversas crianças e muitos adultos, é difícil olhar para ele e não se apaixonar! Pelo terceiro ano consecutivo apostamos em decorações licenciadas, ficamos encantados com o tema e temos certeza que os clientes também irão adorar. Podemos adiantar que a Praça de Eventos terá um pedacinho da ‘Fenda do Biquíni’ e que o show para recepcionar o Papai Noel será encantador e com muitas surpresas diretamente do fundo do mar”, enfatiza a gerente de marketing do Litoral Plaza, Jannine Bastos.

A partir das 11 horas, os personagens Bob Esponja e Patrick irão comandar a grande festa, para receber o bom velhinho. Outra grande surpresa para o público será a tradicional árvore natalina com mais de 6 metros de altura e a decoração temática do desenho animado, que contará também com o personagem Lula Molusco. A criançada que estiver pelo shopping ganhará algodão doce e balões.

“O Natal do Litoral Plaza é sempre muito especial e preparamos tudo com bastante antecedência. Além disso, é a data mais importante para o comércio varejista, por isso estamos muito otimistas e acreditamos no aumento de 10% no fluxo de pessoas e de 12% de vendas no período. Essa projeção é com base no comércio, mas também já prevendo a inauguração de grandes marcas como Renner, Riachuelo, Le Biscuit, YouCom, Quiksilver, entre outra lojas”, pontua o gerente geral do empreendimento, Martinho Polillo.

O Papai Noel atenderá os pequenos de segunda a sábado, das 14 às 22 horas, e domingos e feriados das 14 às 21 horas. No dia 24 de dezembro, o atendimento será das 14 às 18 horas.

Meet e Greet – No final de semana da chegada do Papai Noel, dias 17 e 18 de novembro, o público poderá tirar fotos com os personagens Bob Esponja e Patrick em cinco sessões especiais, sempre às 15, 16, 17, 18 e 19 horas. A ação é gratuita e cada sessão terá duração de 30 minutos.

Sobre o Litoral Plaza Shopping
Considerado o maior polo de compras e lazer da Baixada Santista, o Litoral Plaza Shopping comemora 20 anos em 2018 e é um empreendimento que reúne, em um único espaço, opções de lazer, entretenimento e serviços para o público. Reunindo um mix de mais de 250 lojas, com as principais âncoras do mercado, empresas satélites, alameda de serviços completa e uma praça de alimentação moderna e funcional, com 1.300 lugares, o Shopping conta, ainda, com seis salas de cinema, academia, Centro Clínico, a linha municipal de ônibus 97 SH e uma unidade do Poupatempo com Banco do Povo, escritório do Sebrae e outros serviços de atendimento como Detran, Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), Cartório Eleitoral, Junta de Serviço Militar, entre outros, e 3.800 vagas de estacionamento.

Maior do gênero na região, com localização privilegiada e estilo horizontal, o Litoral Plaza vive plena fase de expansão. Sua área atual é de 82 mil m² de ABL (Área Bruta Locável), tornando-se o primeiro e único Power Center do Litoral Paulista. O empreendimento também é um dos colaboradores sociais, esportivos e culturais, além de segundo maior empregador da cidade, com 3.500 funcionários diretos, ficando atrás somente dos serviços públicos.

6º Desafio do Forte de Itaipu (Vídeos compilados do Facebook @euamopg ao vivo)

Vídeos produzidos ao vivo na página do Facebook @euamopg do 6º Desafio do Forte. A qualidade do vídeo dependeu do sinal de internet 4G da Vivo, que em muitos momentos ficou péssimo,afetando a qualidade da transmissão e o produto final, mesmo asim resolvemos publicar porque foi uma festa magnifica onde participou o engraçamento e confraternização da família militar junto a sociedade civil de Praia Grande em torno do esporte. Parabéns ao comando e a todos da Relações Publicas da fortaleza, assim como integrantes da ASSOAFI que tornaram possível a realização desta missão. Missão dada missão cumprida.

UBER rendido na favela da baixada santista

IPMPG lança programa de pós-aposentadoria e Cartão de Identificação do Aposentado em Praia Grande

Projeto apresenta proposta de bem-estar aos servidores aposentados
18/10/2018
 

Um momento para reencontrar os antigos colegas de trabalho e aprender sobre algo novo. Foi assim que na tarde de quarta-feira (17), cerca de 40 professoras se reencontraram durante lançamento do programa de pós-aposentadoria e do Cartão Identificação do Aposentado do Instituto de Previdência Municipal de Praia Grande (IPMPG). 

A reunião ocorreu na sede da entidade e faz parte do projeto de pós-aposentadoria com o objetivo de oferecer, por meio de palestras, opções para que eles possam melhorar a qualidade de vida, além de proporcionar o reencontro com os antigos colegas de trabalho. Outra novidade foi a implantação do Cartão de Identificação do Aposentado, que proporciona descontos em farmácia, teatro, cinema, etc.

De acordo com a superintende da entidade, Regina Mainente, o primeiro grupo a ser chamado foi o de professores. “Convidamos os professores em homenagem a comemoração do ‘Dia do Professor’, que ocorre sempre no dia 15 de outubro, e em breve outros grupos serão chamados também. Já o Cartão Identificação do Aposentado era uma reinvindicação antiga e que dá descontos em diversos estabelecimentos comerciais”.

Reencontro – A diretora aposentada Zélia Maria Ferreira dos Santos Lima estava muito contente por reencontrar os colegas de trabalho. “É muito bom reencontrar os amigos que não vejo há muito tempo e essa é uma oportunidade bacana, pois depois que aposentamos o encontro ficou mais difícil”.

A professora Rosely Coelho de Alcântara aprovou o projeto por apresentar várias formas para que o servidor aposentado possa ter mais qualidade de vida. “Esse programa é muito interessante para quem já se aposentou e estimula o servidor a ter mais qualidade de vida e buscar a sua felicidade”. 

Ao longo da tarde, além de reencontrar os amigos e receberem os Cartão de Identificação do Aposentando, os segurados do IPMPG também receberam palestras sobre Aromoterapia, Pilates, as benfeitorias da psicanálise e sobre a assinatura do convênio com Associação dos Regional dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo (AFPESP), que proporciona uma série de benefícios aos associados. 

Municipal de Futebol da 3ª Divisão tem jogos neste domingo em Praia Grande

Competição reúne 27 times
18/10/2018
 

Neste domingo (21), a partir das 9 horas, nos Campos da Cidade, ocorre a terceira rodada do Campeonato Municipal de Futebol, série C (terceira divisão), categoria masculina adulta. A competição, que reúne 27 times da Cidade e mais de 500 jogadores, é regida pela Liga de Futebol Amador de Praia Grande (LFAPG) e conta com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL). 

No último domingo (14), ocorreu a segunda rodada. Confira todos os resultados: grupo A, Estrela da Vila Sônia 4 x 2 Madrid e Cruz Azul 2 x 1 Sem Terra; no B, Noroeste 4 x 0 Monaco, Clube Esporte Baixada 2 x 0 Guerrilha e Mancha Verde 1 x 1 Mancha Negra; no C, Juventus 2 x 0 Vai Quem Qué, Velez 1 x 1 Dois Toques e Zero Treze 1 x 1 Barra/Jonsaense; no D, Athlétic Fundão 2 x 1 Tigres, Quietude 1 x 1 Canal Fechado e Atlético Praia Grande 0 x 0 Novo Misto.

Com estes resultados, na pontuação parcial do grupo A, primeiro lugar para a turma da Estrela da Vila Sônia com 6 pontos. No B, lidera o Mancha Negra com 4. No C, comanda o Juventus com 4. E no D, está na ponta o Athlétic Fundão com 6. A classificação completa pode ser obtida no site da Liga municipal: www.lfapg.com.br e também no facebook: www.facebook.com/Liga-de-Futebol-Amador-de-Praia-Grande.

Confira a programação da terceira rodada:

Campo do Palmeirinhas Esporte Clube (Rua João Batista Siqueira, 11.380, Bairro Antártica)
9 horas – Juventude x Mônaco
11 horas – Guerrilha x Mancha Negra

Campo da Arena Estrela (Rua Antônio Candido da Silva, 333, Bairro Vila Sônia) 
9 horas – Novo Misto x Quietude Alvorado
11 horas – Juventus x Vélez
13 horas – Estrela da Vila Sônia x Sem Terra
15 horas – Tupi x Dois Toques

Campo anexo ao Ginásio Magic Paula (esquina da Avenida dos Trabalhadores com a Rua Leila Maria de Barros Monteiro, s/nº, Bairro Antártica)
9 horas – Noroeste x Clube Esporte Baixada
11 horas – Tigres x Canal Fechado
13 horas – Cruz Azul x Madrid
15 horas – Glória x Athlétic Fundão

Campo do Atlético Clube de Praia Grande (Avenida Irmãos Adorno s/nº, Bairro Sítio do Campo)
13 horas – São Geraldo x Aliados
15 horas – Vai Quem Qué x Barra/Joãoseense

Dados – Na primeira fase, as equipes foram divididas em quatro chaves, nas quais jogam todas contra todas (dentro de cada grupo), em turno único. Os quatro primeiros colocados de cada chave avançam as oitavas de final. Vale destacar que os quatro primeiros colocados, ou seja, os selecionados que chegarem à fase semifinal, qualificam-se para a disputa da segunda divisão em 2019. O último colocado na primeira fase de cada chave será rebaixada.

Na chave A, jogam os times do Cruz Azul Futebol Clube (Bairro Ocian), Aliados FC (Tupiry), Madri FC (Tupi), Sociedade Esportiva Estrela da Vila Sônia (Vila Sônia), Sem Terra Futebol Clube (Vila Sônia) e São Geraldo Futebol Clube (Ribeirópolis). Na B, competem Guerrilha Futebol Clube (Melvi), Clube Esporte Baixada (Caieiras), Grupo Recreativo e Cultural Escola de Samba Mancha Verde (Tupi), Mancha Negra Esporte Clube (Aviação), Juventude Futebol Clube (Ocian), Monaco Futebol Clube (Solemar) e Associação Esportiva Noroeste (Caieiras). 

Na C, confrontam-se as equipes do Tupi Futebol Clube (Tupi), Vai Quem Qué Futebol Clube (Glória), Juventus Futebol Clube (Caieiras), Velez FC (Samambaia), Dois Toques FC (Sítio do Campo), Zero Treze FC (Samambaia) e Barra/Joãoseense (Caiçara). Na D, competem as turmas do Club Athlétic Fundão (Vila Sônia), Esporte Clube Jardim Glória (Glória), Novo Misto Futebol Clube (Mirim), União Quietude Alvorada Futebol Clube (Quietude), Associação Atlética Praia Grande (Sítio do Campo), Tigres da Ilha Futebol Clube (Caieiras) e Canal Fechado Vila Mirim (Mirim). 

Retrospecto – Em 2017, a equipe do Esporte Clube Cristal/Etanol (Bairro Samambaia) sagrou-se campeã do 1º Campeonato Municipal de Futebol, série C (terceira divisão). Na decisão, a turma do Cristal/Etanol venceu, por 3 a 1, o até então invicto Parquestão Futebol Clube (Samambaia). Ao longo da competição, o selecionado do Cristal somou 12 vitórias, duas derrotas, 49 gols feitos e 15 sofridos. Os quatro selecionados que chegaram à fase semifinal (Cristal, Parquestão, Esporte Clube Cruz de Malta e Brasa Futebol Clube) qualificaram-se para a disputa da segunda divisão em 2018. O quinto colocado, Grêmio Esportivo Jardim Quietude (Quietude), também avançou a série B, pois o time do Senzala – que disputou a série B em 2017 – foi desclassificado e rebaixado, abrindo assim, uma quinta vaga. 

Feira de Estudante 2018

Praia Grande joga quartas de final do Estadual de Futsal

Equipes da Cidade disputam série bronze
18/10/2018
 

Neste sábado (20), a partir das 11h30, no Ginásio Presidente Ciro 1, em São Paulo, na Capital, os selecionados masculinos sub-14 e sub-18 de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Sucos Camp, Centro de Treinamento Falcão 12 e Liga Praia-grandense de Futsal – LPFS) jogam pelas quartas de final da série bronze do Campeonato Estadual de Futsal, série A-1, evento regido pela Federação Paulista (FPFS). 

Às 11h30, a turma local sub-18 encara a equipe do Esporte Clube Pulo do Gato de Campinas. Às 12h45, o selecionado praia-grandense sub-14 enfrenta o time da Associação Desportiva Indaiatuba. As partidas são eliminatórias simples, ou seja, o time que vence avança a semifinal e o que perde está fora do campeonato. Vale frisar que a turma sub-12 de Praia Grande está qualificada as quartas de final da série prata (realização ainda sem data definida) e a sub-16 foi eliminada na segunda fase.

É importante esclarecer que ao final da primeira fase, a FPFS formou uma classificação única (juntou os grupos A, B, C e D) com os 28 times participantes. A partir daí, os 16 primeiros colocados disputam uma segunda fase em dois jogos, na qual os vencedores avançam as quartas de final da chave ouro e os perdedores vão para a prata. Do 17º ao 28º colocado competem em partida única, na qual os vencedores e os dois melhores perdedores (ranking por índice técnico relativo a primeira fase) qualificam-se a chave bronze.

Vale frisar que na classificação final, a turma sub-12 foi 16ª colocada (quarta da chave D) com duas vitórias, um empate, três derrotas, 22 gols feitos e 16 sofridos. A sub-14 ficou na 19ª posição (quinta na D) com duas vitórias, uma igualdade, três derrotas, 14 gols prós e 20 contras. A sub-16 terminou em 25º lugar (sétima na D) com uma vitória, cinco perdas, 10 gols feitos e 26 sofridos. A sub-18 fechou na 18ª posição (quinta na D), com dois ganhos, quatro perdas, 18 gols prós e 33 contras.

Retrospecto – No Campeonato Estadual de Futsal da série A-1 de 2017, a equipe masculina sub-14 de Praia Grande ficou com a inédita medalha de prata. Na final, perdeu por 2 a 1 para a turma da Elite Itaquerense. O grupo municipal sub-12 caiu na fase quartas de final da série prata ao perder para o Sport Club Corinthians Paulista por 3 a 1. Já as equipes sub-16 e sub-18 de Praia Grande despediram-se do Campeonato Estadual de Futsal ainda na primeira fase. 

Em 2016, competindo pela primeira vez na A-1, os times sub-10 e sub-16 da Cidade chegaram até a fase oitavas de final (16 melhores). Já as turmas sub-12, sub-14 e sub-17 foram desclassificadas na fase de grupos. Em 2015, na série A-2, os selecionados masculinos sub-10 e sub-16 de Praia Grande conquistaram, pela primeira vez, medalhas de ouro no Campeonato Estadual de Futsal. A turma local sub-14 ficou com a prata. A sub-12 parou nas quartas de final e a sub-17 nas oitavas de final.

Em 2014, na A-2, o time sub-10 de Praia Grande garantiu a prata. O time sub-14 da Cidade terminou em quarto lugar. Em 2013, as equipes sub-9 e sub-13 de Praia Grande chegaram as quartas de final. Em 2012, os times locais sub-9, sub-11, sub-13 e sub-17 ficaram entre as oito melhores. Em 2011, a sub-15 terminou em quarto lugar. Em 2010, a turma sub-17 conquistou o inédito título estadual. A equipe sub-15 ficou com o bronze. Em 2009, o sub-11 sagrou-se campeão do certame. Já a turma sub-15 acabou em quarto lugar

Resultados – Confira as campanhas dos times de Praia Grande no Campeonato Estadual de Futsal, série A-1, 2018:

sub-12 – Jogam por Praia Grande Diogo Godke Gomes de Menezes, Guilherme Sousa Gomes, João Pedro Cartezani de Souza, Felipe Mendes Santos, Pedro Torres Cardoso, Luiz Henrique Reis Machado, Igor da Silva Cajé, Felipe Gabriel dos Santos Silva, Gustavo Assis, Gabriel Jerônimo Alves dos Santos, Marcos Vinicius Fortmuller, Pedro Henrique Ramiel, Luis Felipe Gomes Barbosa Nunes, Wallace Vicente Matias Rosa Izzo e Nicolas Gomes Pascoal. Técnico: Matheus Cassita Gonçalves. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves. 

1ª fase
11/8 – Wimpro Guarulhos 1 x 5 Praia Grande/Ocian Praia Clube
18/8 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 2 FAE Osasco Audax
25/8 – CA Juventus 3 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
2/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 9 x 3 AA Botucatuense
8/9 – Clube São João/N10 4 x 4 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 3 Instituto Cidadania Raízes Barueri
2ª fase 
6/10 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 6 SE Palmeiras
14/10 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 3 SE Palmeiras
* qualificado a série prata

sub-14 – Atuam pela Cidade Marcos Vinicius Freitas de Souza, Gustavo Beserra Bueno, Kauê Bastos de Carvalho, Lincoln Antunes da Silva, Luiz Rafael Silva Gomes, Nycolas Souza da Silva, Jefferson Bispo Santos, Raul Vinicius Damacena, Mike Iverson Santos Barriento, Periques Junior Magalhães Lisboa, Gustavo Wendrel Quadros da Cruz, Kayke Antony Calixto, Riã Silva do Nascimento, Cleberson Lucas de Oliveira Neves e Kayque Bernardo Nascimento. Técnico: Caio Bruno Monzem. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves.

1ª fase
11/8 – Wimpro Guarulhos 3 x 4 Praia Grande/Ocian Praia Clube
18/8 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 2 FAE Osasco Audax
25/8 – CA Juventus 7 x 0 Praia Grande/Ocian Praia Clube
2/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 5 x 2 AA Botucatuense
8/9 – Clube São João/N10 3 x 3 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 3 Instituto Cidadania Raízes Barueri
2ª fase 
6/10 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 4 x 5 São Caetano do Sul Futsal
* qualificado a série bronze

sub-16 – Representam Praia Grande Jhonatan do Nascimento Domingos, Fabricio Prieto Cirilo Diniz da Silva, Yuri França da Silva, Nathan Takahashi de Souza Aguiar, Leonardo Amaral Aurichio, João Victor Soares da Silva, Lucas Lewis da Silva, Ryan Santos da Silva, Guilherme Batista Andrade da Silva, Rafael Bernardo de Souza Francisco, Alexandre Cauet da Silva, Giovanni Cauan Marques de Souza e Rafael Expedito Amaral de Sousa. Técnico: Matheus Cassita Gonçalves. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves.

1ª fase
11/8 – Wimpro Guarulhos 8 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
18/8 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 2 FAE Osasco Audax
25/8 – CA Juventus 1 x 3 Praia Grande/Ocian Praia Clube
2/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 4 AA Botucatuense
8/9 – Clube São João/N10 6 x 4 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 5 Instituto Cidadania Raízes Barueri
2ª fase 
6/10 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 11 Santos FC
eliminado

sub-18 – Competem pelo Município Gustavo Gomes Ferreira, Alysson Mariano de Oliveira, José Eduardo Trigueiro Pereira Silvestre, Luiz Gustavo da Silva Ferreira, Eduardo Costa Dalle Piaggi, Lucas Abreu Romão, José André Santana Santos, Eduardo Vaz Cabril Miyazi, Alef Serrat Pinheiro, Wendler Gabriel Gomes da Silva, Vitor Luis Acioli Garcia, Felype Fernandes Mouzinho, Fernando Ribeiro Marques Junior, Leonardo Pereira Trindade e João Pedro Pereira Campos. Técnico: Caio Bruno Monzem. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves.

1ª fase
11/8 – Wimpro Guarulhos 5 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
18/8 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 6 x 3 FAE Osasco Audax
25/8 – CA Juventus 6 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
2/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 5 x 3 AA Botucatuense
8/9 – Clube São João/N10 8 x 2 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 3 x 8 Instituto Cidadania Raízes Barueri
2ª fase
6/10 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 4 x 0 Clube Atlético Tabuca Juniors
* qualificado a série bronze.

2° EBA de Praia Grande

Litoral Plaza abre 690 vagas temporárias para final de ano em Praia Grande

Cadastro deve ser realizado pelo site do shopping ou pessoalmente nas lojas. Contratações são para cargos de vendedores, caixas, estoquistas, supervisores, atendentes e gerentes de vendas Consolidado como um dos maiores empregadores da cidade de Praia Grande, o Litoral Plaza Shopping, primeiro e único power center da Baixada Santista, abrirá 690 vagas de empregos temporários para suprir a alta demanda de vendas para as festas de final de ano. Atualmente, o shopping conta com mais de 3.500 que atuam direta e indiretamente no empreendimento. “O shopping passa por um segundo grande momento de expansão, novas operações estão chegando e, consequentemente, ampliamos o total de vagas abertas. É sinônimo de que o Litoral Plaza está em constante crescimento, podemos afirmar que estamos na contramão da crise econômica”, enfatiza o gerente geral do empreendimento, Martinho Polillo. As vagas mais requisitadas pelos lojistas são para caixas, estoquistas, vendedores, supervisores, atendentes e gerentes de vendas. A estimativa do shopping é que 15% de temporários sejam efetivados. As contratações começam já no próximo mês (novembro) e para concorrer a uma vaga basta cadastrar o currículo pelo site do empreendimento (www.litoralplazashopping.com.br), na área “Trabalhe Conosco”, ou entregar pessoalmente nas lojas. Vale lembrar que a administração do shopping não recebe currículos. Sobre o Litoral Plaza Shopping Considerado o maior polo de compras e lazer da Baixada Santista, o Litoral Plaza Shopping comemora 20 anos em 2018 e é um empreendimento que reúne, em um único espaço, opções de lazer, entretenimento e serviços para o público. Reunindo um mix de mais de 250 lojas, com as principais âncoras do mercado, empresas satélites, alameda de serviços completa e uma praça de alimentação moderna e funcional, com 1.300 lugares, o Shopping conta, ainda, com seis salas de cinema, academia, Centro Clínico, a linha municipal de ônibus 97 SH e uma unidade do Poupatempo com Banco do Povo, escritório do Sebrae e outros serviços de atendimento como Detran, Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), Cartório Eleitoral, Junta de Serviço Militar, entre outros, e 3.800 vagas de estacionamento. Maior do gênero na região, com localização privilegiada e estilo horizontal, o Litoral Plaza vive plena fase de expansão. Sua área atual é de 82 mil m² de ABL (Área Bruta Locável), tornando-se o primeiro e único Power Center do Litoral Paulista. O empreendimento também é um dos colaboradores sociais, esportivos e culturais, além de segundo maior empregador da cidade, com 3.500 funcionários diretos, ficando atrás somente dos serviços públicos. Contato pelo telefone (13) 3476-2000. Para outras informações, acesse www.litoralplaza.com.br.

Vôlei feminino adulto joga no Estadual Sindiclube em Praia Grande

Time de Praia Grande encara equipe de Guarulhos
18/10/2018
 

Neste domingo (21), às 12 horas, no Ginásio Ponte Grande, em Guarulhos, a equipe feminina adulta (mais de 18 anos) de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL) enfrenta a turma da Aprov/Guaru, em duelo válido pela quinta rodada da primeira fase do Campeonato Estadual de Vôlei promovido pelo Sindicato dos Clubes do Estado de São Paulo (Sindiclube).

Na classificação parcial, após quatro rodadas, as meninas da Cidade estão na terceira posição (entre cinco times) com duas vitórias e duas derrotas. Jogam Nayara Oliveira da Luz, 29 anos; Ivy Carolina Barbosa Gabardo, 28; Ana Lúcia Ribeiro, 26; Aline Santos Sousa Araújo, 24; Iris Costa Batista, 23; Joyce da Silva Lima, 21; Roberta Carlos da Silva, 20; Camilla Mohallem Correa Machado, 18; Nycole Rabello Moreno Oliveira, 18; Amanda Goudinho Pizzol, 17; Ana Clara Almeida Sousa, 17; Isabela Martins Queiroz, 17. Técnica: Paula Rita Camerini. Auxiliares: Ana Lúcia Ribeiro e Ivy Carolina Barbosa Gabardo.

Outras – As equipes femininas infantil (15 e 16 anos) e infanto-juvenil (17 e 18 anos) de Praia Grande também disputam o Campeonato Estadual do Sindiclube de Vôlei. Na classificação final da infanto-juvenil, após 11 rodadas, a turma de Praia Grande ficou no sétimo e último lugar com um triunfo e 10 perdas. A partir de novembro, disputa o triangular final contra os times do Arydevom/Mauá e São Paulo Futebol Clube (5º e 6º colocados). As equipes do Pinheiros, Paulistano, Ypiranga e Aprov/Guaru competem nas semifinais.

Jogam pela Cidade Alícia Leone, Aline Nascimento, Amanda Goudinho, Ana Clara Almeida, Bianca Thomaz, Camilla Mohallem Machado, Giovanna Lymberopoulos, Isabella Queiróz, Jade Mieres, Lara Castro, Letícia Baniuk, Letícia Araújo, Lohanna Bissolati, Maria Luiza Ferreira, Mayhara Marinho, Nycole Rabello e Sabrina Magalhães. Técnica: Paula Rita Camerini. Auxiliares: Ana Lúcia Ribeiro e Ivy Carolina Barbosa Gabardo.

Infantil – Na classificação parcial da infantil, após 19 rodadas, a turma de Praia Grande ocupa a 14ª colocação (entre 19 agremiações) com cinco vitórias e 14 derrotas. 

Representam a Cidade Alícia Leone, Anna Karolina da Silva Lima Gomes, Beatriz Pereira Ribeiro, Bianca Passio Pimentel, Caylane Vicente Moreira Dias Assiaz, Clarissa Scauri Santos Paulo Dias, Giovanna Lymberopoulos Nascimento, Graziela Lavor Ramos Oliveira, Júlia Libonatto Zava, Lara Gomes de Castro, Larissa Melo dos Santos, Laysa Cristini Alves Domingues, Lohanna Bissolati, Maria Luiza Ferreira dos Santos, Myrella Brito Alves, Paula Fernanda Heimoski Saturnino e Victória de Oliveira Antunes. Técnica: Paula Rita Camerini. 

Auxiliares: Ana Lúcia Ribeiro e Ivy Carolina Barbosa Gabardo.
Retrospecto – A última vez que as equipes femininas de Praia Grande participaram do Campeonato Estadual de Vôlei do Sindiclube foi em 2014. Naquele ano, o time adulto sagrou-se vice-campeão da série ouro (equipes que ficaram nas três primeiras posições na etapa inicial do torneio). A turma infanto-juvenil também foi vice-campeã só que na série prata (equipes que ficaram de quinto a oitavo lugares na etapa inicial do torneio). Em 2013, o time adulto sagrou-se campeão da série prata. Em 2012, o adulto conquistou o segundo lugar na disputa da Taça de Prata do Campeonato de Vôlei do Sindiclube. Já o grupo infanto-juvenil conquistou medalha de bronze na disputa da Taça de Prata. 

Jogos – Confira todos os resultados dos times da Cidade no Campeonato Estadual de Vôlei do Sindiclube 2018:

Infantil
13/4 – Círculo Militar de São Paulo 3 x 0 Praia Grande (25/22, 25/19 e 25/16)
20/4 – Praia Grande 3 x 0 Clube Atlético Juventus (25/20, 25/19 e 25/18)
4/5 – Esporte Clube Banespa 3 x 0 Praia Grande (25/13, 25/12 e 25/13)
18/5 – Praia Grande 2 x 3 Centro Esportivo da Penha (27/25, 26/24, 22/25, 14/25 e 12/15)
5/6 – Praia Grande 1 x 3 AABB/São Paulo (25/19, 19/25, 23/25 e 21/25)
10/6 – Praia Grande 2 x 3 APROV Guarulhos (26/24, 25/16, 18/25, 23/25 e 18/20)
11/6 – Alphaville Tênis Clube 3 x 1 Praia Grande (23/25, 25/21, 25/22 e 25/22)
15/6 – Esporte Clube Pinheiros 3 x 0 Praia Grande (25/16, 25/18 e 25/19)
26/6 – Praia Grande 1 x 3 Clube Atlético Paulistano (25/16, 15/25, 17/25 e 25/27)
30/6 – Praia Grande 3 x 2 Ribeirão Pires Futebol Clube (25/18, 25/18, 15/8, 10/25 e 6/25)
11/8 – Clube Atlético Ypiranga 3 x 0 Praia Grande (25/9, 25/15 e 25/13)
17/8 – Taubaté CC 1 x 3 Praia Grande (25/15 , 26/28, 22/25 e 23/25) 
20/9 – Praia Grande 0 x 3 São Paulo FC (22/25, 20/25 e 21/25)
27/9 – Clube Campineiro de Regatas e Natação 3 x 0 Praia Grande (25/14, 25/10 e 25/16)
3/10 – Praia Grande 0 x 3 Clube Internacional de Regatas de Santos (9/25, 15/25 e 19/25)
5/10 – EC Pinheiros 3 x 0 Praia Grande (25/13, 25/7 e 25/13)
7/10 – Praia Grande 3 x 0 Associação A Hebraica (25/13, 26/24 e 27/25)
9/10 – Associação dos Oficiais da Polícia Militar 1 x 3 Praia Grande (32/30, 19/25, 21/25 e 18/25) 

Infanto-juvenil
14/4 – São Paulo FC 3 x 0 Praia Grande (25/11, 25/14 e 25/17)
8/5 – Arydevom/Mauá 2 x 3 Praia Grande (25/16, 26/24, 25/27, 21/25 e 11/15)
22/5 – Praia Grande 0 x 3 Clube Atlético Ypiranga (25/16, 25/8 e 25/17)
10/6 – Praia Grande 0 x 3 APROV Guarulhos (15/25, 19/25 e 13/25)
15/6 – Esporte Clube Pinheiros 3 x 0 Praia Grande (25/19, 27/25 e 25/19) 
26/6 – Praia Grande 0 x 3 Clube Atlético Paulistano (16/25, 18/25 e 8/25)
3/8 – APROV Guarulhos 3 x 0 Praia Grande (25/0, 25/0 e 25/0 – w.o.)
9/8 – Clube Atlético Paulistano 3 x 0 Praia Grande (25/21, 25/17 e 25/14)
11/8 – Clube Atlético Ypiranga 3 x 0 Praia Grande (25/18, 25/20 e 25/11)
26/8 – Praia Grande 0 x 3 Arydevom/Mauá (0/25, 0/25 e 0/25 – w.o.)
2/9 – Praia Grande 0 x 3 EC Pinheiros (25/9, 25/20 e 25/20)
20/9 – Praia Grande 0 x 3 São Paulo FC (22/25, 22/25 e 19/25)

Adulta
12/5 – Clube Atlético Aramaçan 1 x 3 Praia Grande (16/25, 18/25, 20/25 e 25/17)
16/6 – Praia Grande 3 x 1 APROV de Guarulhos (25/16, 25/21, 25/16 e 15/25) 
23/6 – Clube Atlético Ypiranga 3 x 0 Praia Grande (25/12, 25/10 e 25/11)
11/8 – Clube Atlético Ypiranga 3 x 0 Praia Grande (25/12, 25/12 e 25/19)

Visita Escolas Parceiras – Instituto Neymar Jr.

%d blogueiros gostam disto: