• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Eu amo Praia Grande!!!

Foto: Amauri Pinilha

Justiça determinou que se retire as inscrições bíblicas em monumento em Praia Grande

Foto: Amauri Pinilha

Justiça determinou que a Prefeitura de Praia Grande, no litoral de São Paulo, retire as inscrições bíblicas de um monumento erguido durante a reforma de uma praça da cidade. A sentença, estabelecida em maioria por desembargadores, é decorrente de uma ação impetrada pela Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (Atea).

Com área total de 2.375,82 m², a Praça da Bíblia teve construído, ao centro, um obelisco revestido em mármore branco com 10 metros de altura. O equipamento foi um dos alvos da reurbanização da Avenida Presidente Kennedy, ao custo de R$ 53,5 milhões, durante a gestão do então prefeito Roberto Francisco dos Santos.

Na ocasião da inauguração do espaço, em 2012, o então chefe do Executivo, que morreu em dezembro de 2017 vítima de um infarto, afirmou que a reforma era, justamente, para agregar fiéis no bairro Maracanã. “A Praça da Bíblia será um local para que todos os cristãos possam realizar celebrações religiosas”, disse.

Dois anos depois, a Atea ajuizou uma ação civil pública para que fossem retirados os dizeres religiosos no obelisco. A entidade justificou a atitude a partir o artigo 19, inciso I, da Constituição Federal, que veta o Estado em estabelecer cultos ou ações religiosas.

Inicialmente, o juiz Enoque Cartaxo de Souza, da Vara da Fazenda Pública – Foro de Praia Grande, entendeu pelo arquivamento do processo, que foi enviado para instância superior após apelação da Atea. Em um novo entendimento, os desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) decidiram pela condenação.

Segundo o desembargador relator, Marcelo Semer, foi levado em consideração o fato de que o pedido da associação não atende a interesse individual, e sim, ‘versa o atendimento a direito coletivo de preservação do Estado laico’. Além disso, ele questiona o cunho religioso para qual a praça foi construída.

“Muito embora não exista vedação para a frequência na praça, o que, aliás, seria de todo inviável, o local, expressamente direcionado para a comunidade cristã, subvencionado pelo município, é uma infração evidente à laicidade do Estado”, escreveu o relator em trecho da sentença, estabelecida em 20 de agosto.

A maioria dos desembargadores da 10ª Câmara de Direito Público concordou pela condenação à prefeitura, para que ela retire os elementos religiosos da praça. Entretanto, não acatou o pedido da entidade para aplicar penalidade de R$ 50 mil à administração municipal, por dano moral, em razão da infração constatada.

 

Fonte: G1

Ferdinando ATACA o Nego do Borel! | Na Praia Grande

Casal volta a ocupar área que foi alvo de ação da GCM

Flagrante ocorreu três dias após localização de moradias irregulares
28/8/2018
 

Apenas três dias após a localização e destruição de construções irregulares em uma área do Bairro Ribeirópolis, a Guarda Ambiental de Praia Grande encontrou nesta segunda-feira (28) duas novas moradias do mesmo tipo começando a ser construídas exatamente no mesmo local. Um casal foi flagrado ocupando as construções.

A área fica no final da Avenida Flávio Monteiro de Castro, no Ribeirópolis, e no final da tarde de segunda-feira a equipe do grupamento ambiental, que integra a Guarda Civil Municipal, fez uma vistoria no local, uma vez que na tarde de sexta-feira quatro barracos haviam sido encontrados ali. Na ocasião, ferramentas também foram apreendidas, entretanto não havia ninguém no local.

De acordo com o inspetor do Grupamento Ambiental, Fábio Marques, desta vez, um casal estava nas moradias e com o homem foi encontrado, inclusive, um pássaro silvestre (coleirinho) com sinais de maus tratos. 

O casal foi encaminhado ao 2º DP da Cidade onde foram autuados por impedir a regeneração natural da vegetação nativa, infração cuja Lei de Crimes Ambientais prevê pena de multa e detenção de seis meses a um ano.

O pássaro foi encaminhado ao CEPTAS, em Cubatão, para reabilitação.
Assim como na semana passada, as Secretarias de Urbanismo (Seurb) e de Serviços Urbanos (Sesurb) foram acionadas e providenciariam a imediata remoção dos barracos, que já estavam em fase de acabamento. 

Marques observou que o monitoramento em locais deste tipo está sendo intensificado no sentido de coibir tal prática. “Para isso, nossas equipes trabalham diuturnamente e contamos com o envolvimento dos setores da Prefeitura, no caso Seurb e Sesurb, para darmos uma melhor resposta, colaborando para a manutenção do ecossistema”. Denúncias podem ser feitas pelos telefones 153 e 199. 

25ª Sessão Ordinária – 28-08-18

Estudantes da Etec Guilhermina participam do Programa Juventude Legal

Evento apresentou aos jovens as políticas públicas realizadas na Cidade
28/8/2018
 

Mais de 600 alunos da Escola Técnica Estadual (ETEC) Guilhermina participaram das oficinas do programa Juventude Legal, que ocorreu nesta segunda-feira (27), durante a manhã e à tarde. A iniciativa é intermediada pela Subsecretaria de Assuntos da Juventude (Subjuve), por várias pastas municipais e ONGs, tendo o intuito de apresentar educativas focadas nas questões que compreendem meio ambiente, segurança, esporte e lazer, assistência social, saúde, cultura, turismo, empregabilidade, empreendedorismo, serviço militar, defesa civil e Conselho Tutelar dentro do Município.

O estudante de técnico em Farmácia Matheus Alexandro Araújo Damas considerou o programa de extrema importância. “Esta foi a primeira vez que eu assisti às oficinas e foi muito interessante aprender coisa novas, pois, muitas vezes, só sabemos dos assuntos que foram falados aqui superficialmente e hoje temos a possibilidade aprofundarmos nos assuntos e tiramos nossas dúvidas”. 

A aluna Marcia Cerrati estava atenta as informações apresentadas pelo programa. Ela adora aprender coisas novas e sempre está estudando sobre os temas apresentados pela caravana do programa. “Todos os assuntos que foram apresentados me despertaram muito interesse, gosto sempre de apreender novas coisas e esse é momento para que nos questionamentos possam ser respondidos”.

Enquanto as oficinas ocorriam, a estudante Marina Bomfim Nicácio aproveitou o momento para filmar fragmentos das palestras e divulgá-las em suas redes sociais. Eu estou prestando bastante atenção nos conteúdos, e o que mais me chamou atenção foi sobre a castração animal tenho bichinhos e quero castrá-los logo. 

Cronograma – Neste mês o programa visitou as escolas estaduais Júlio Secco de Carvalho, no Bairro Solemar; Reverendo Augusto Paes de Ávila, no Bairro Aviação; Marlene Leite da Silva, Nova Mirim; Balneário das Palmeiras, Bairro Maracanã, ETEC Guilhermina, no Bairro Mirim. 

Os equipamentos escolares interessados em receber o programa devem entrar em contato pelo telefone 3496-5684 ou ainda através do e-mail: juventudelegal@praiagrande.sp.gov.br. 



Definidos os semifinalistas do Municipal de futebol da 2ª Divisão

Competição reúne 20 times da Cidade
28/8/2018
 

Estão definidos os times semifinalistas do Campeonato Municipal de Futebol, série B (segunda divisão), categoria masculina adulta: Caieiras Futebol Clube, Fúria FC, Treze de Maio FC e Esporte Clube Cristal Etanol. No último domingo (26), ocorreram as partidas da fase quartas de final da competição que reúne 20 times, mais de 350 jogadores e é organizada pela Liga de Futebol Amador de Praia Grande (LFAPG) com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL).

No Campo anexo ao Ginásio Magic Paula (Bairro Antártica), o time do Caieiras Futebol Clube (2º colocado do grupo B na fase inicial) venceu o do Parquestão FC (3º A) por 2 a 1. A equipe do Fúria FC (1ºB) ganhou do Veneno Esporte Clube (4ºA) por 4 a 2. No Campo do Real Esporte Clube (Bairro Jardim Real), o selecionado do Esporte Clube Cristal Etanol (3ºB) derrotou a do Malaga FC (2ºA) por 2 a 0. A turma do Treze de Maio FC (4ºB) superou a do Nós Por Nós FC (1ºA) por 4 a 1.

Ainda sem data definida pela LFAPG, a partir das 11 horas, no Campo anexo ao Ginásio Magic Paula (esquina da Avenida dos Trabalhadores com a Rua Leila Maria de Barros Monteiro, s/nº, Bairro Antártica), os confrontos semifinais da competição municipal serão entre os selecionados do Treze de Maio e Caieiras, Cristal Etanol e Fúria.

Dados – Na primeira fase, as equipes jogaram todas contra todas dentro de cada grupo (A e B), em turno único, qualificando-se as quatro primeiras posicionadas, de cada chave, para a fase quartas de final (oito melhores). A partir daí, os confrontos ocorrem em sistema de eliminatória simples (quem perde está eliminado), no qual duelam o 1º posicionado da chave A x 4ºB, 2ºA x 3ºB, 3ºA x 2ºB, 4ºA x 1ºB. As duas últimas colocadas de cada chave foram rebaixadas para a série C (terceira divisão): Atlético Melvi, Corinthians Vila São Jorge, Unidos e Vasquinho.

No grupo A, duelaram as equipes do Esporte Clube Oriental (Bairro Forte), Brasa Futebol Clube (Caiçara), Nós Por Nós Futebol Clube (Real), Corinthians Futebol Clube de Vila São Jorge (Ocian), Parquestão Futebol Clube (Samambaia), Esporte Clube Vila Sônia (Vila Sônia), Veneno Esporte Clube (Mirim), Málaga Futebol Clube (Mirim), Esporte Clube Cruz de Malta (Melvi) e Atlético Melvi Futebol Clube (Melvi).

No B, jogaram os times do Esporte Clube Cristal Etanol (Samambaia), Grêmio Esportivo Jardim Quietude (Quietude), Unidos Futebol Clube (Tupi), Caieiras Futebol Clube (Caieiras), Fúria Futebol Clube (Canto do Forte), Botafogo Futebol Clube (Antártica), Palmeirinhas Esporte Clube (Antártica), Bahia Litoral Futebol Clube (Caieiras), Treze de Maio Futebol Clube (Sítio do Campo) e Vasquinho Futebol Clube (Mirim).

Retrospecto – Em, 2017, o selecionado do Ilha do Caieiras Futebol Clube sagrou-se campeão do Municipal de Futebol, série B. Na decisão, a turma do Bairro Caieiras venceu nos pênaltis, por 5 a 4 (após empate de 0 a 0 no tempo regulamentar), a equipe do Clube Atlético Três Cores (Mirim). Em 2016, o SESC Futebol Clube (Sítio do Campo) sagrou-se vencedor. Na final, venceu nos pênaltis, por 5 a 4 (após empate de 1 a 1), o Clube Águia de Ouro (Aviação). 

Na temporada 2014/2015, de forma invicta, a equipe dos Amigos da Vila Futebol Clube (Vila Sônia) ficou com a medalha de ouro. Na decisão, ganhou nos pênaltis, por 3 a 1 (após empate de 0 a 0), do Unidos Futebol Clube (Tupi). Em 2013, o Esporte Clube Centro Social de Ação Comunitária/CESAC sagrou-se campeão. Na decisão, ganhou, por 1 a 0, do Juventus Futebol Clube (Tupi). Em 2012, deu Vasquinho Futebol Clube. Em 2011, a equipe do Esporte Clube Oriental sagrou-se campeã. Em 2010, a turma do Vasquinho ficou com o título. Em 2009, a equipe do Veneno conquistou o ouro. Em 2008, vitória para o grupo do Palmeiras Esporte Clube. Outras informações podem ser obtidas no site da Liga: www.lfapg.com.br. 


Handebol Feminino de Praia Grande compete domingo

Equipe cadete da Cidade encara time de Mongaguá
28/8/2018
 

Neste domingo (2), às 9 horas, no Ginásio Municipal de Mongaguá, a seleção feminina cadete (15 e 16 anos) de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Academia Movimentação, Supermercado Pompéia e Colégio Objetivo Praia Grande) enfrenta o time da Prefeitura de Mongaguá, em duelo válido pela 11ª rodada da primeira fase do Campeonato Estadual de Handebol promovido pela Liga Paulistana (LPHB).

Na classificação parcial da competição estadual, após 10 rodadas realizadas, a equipe de Praia Grande ocupa a terceira colocação, com oito vitórias e duas derrotas. Na primeira fase da competição, as equipes jogam todas contra todas em turno e returno qualificando-se as quatro melhores para a etapa semifinal. 

Atuam pela Cidade as jogadoras Amanda Nascimento Carpinelli, Ana Beatriz de França Cipriano, Fernanda da Silva Piplovic, Isabelly Vitoria Menezes Ferreira Souza, Kamilly da Silva Ferreira, Laiza Mirela de Oliveira, Laura Ushiro Moffa, Lívia Alessandra Arantes Rodrigues, Mônica Campagnoli Piovesan, Rafaela de Souza Pedroso, Raiany Mariana Santos Amorim, Rebeca Silva Cardoso Santos e Thamires Vitoria Nascimento Silva. O grupo local é comandado pela professora Sandra Regina Canova Barroso. 

Retrospecto – Em 2017, o time feminino júnior (19 a 21 anos) de Praia Grande foi vice-campeão do Estadual de Handebol promovido pela Liga Paulistana. A equipe feminina infantil (13 e 14 anos) de Praia Grande terminou na quarta colocação. Em 2016, a seleção feminina juvenil (17 e 18 anos) de Praia Grande conquistou a medalha de bronze. 

Em 2015, o time juvenil conquistou a medalha de ouro. Já o time feminino cadete (15 e 16 anos) de Praia Grande conquistou medalha de bronze. Em 2013, a equipe feminina infantil (13 e 14 anos) de Praia Grande obteve o bronze. Na adulta (idade livre), Praia Grande ficou na quinta posição. Em 2012, o selecionado local júnior (19 a 21 anos) terminou na terceira colocação. A turma cadete (15 e 16 anos) assegurou a quarta posição, enquanto que a infantil terminou na sexta.

Gols – Confira os resultados do time municipal no Campeonato Estadual de Handebol 2018:

1ª fase
5/4 – Praia Grande 17 x 16 Associação A Hebraica
15/4 – Praia Grande 25 x 12 Diadema
21/4 – Diadema 16 x 26 Praia Grande
22/4 – Centro Esportivo Suzano Costa (CESC)/Rio de Janeiro 34 x 24 Praia Grande
5/5 – Praia Grande 29 x 11 Santo André
11/5 – Esporte Clube Pinheiros 26 x 12 Praia Grande 
9/6 – Praia Grande 14 x 8 Jacareí
23/6 – Praia Grande 25 x 8 Escola Estadual Professor Roberto Simonini
26/6 – Praia Grande 17 x 7 Mongaguá 
5/8 – Jacareí 11 x 14 Praia Grande



Praia Grande entra em campo pela Copa SP de Futebol

Equipes masculina da Cidade jogam fora de casa
28/8/2018
 

Nesta quinta-feira (30), a partir das 14 horas, no Campo do CDC Cecília Meirelles, em São Paulo, na Capital, as equipes masculinas sub-15 e sub-17 de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL e Liga de Futebol Amador de Praia Grande – LFAPG) enfrentam os times do Grêmio Recreativo Cultural Social Escola de Samba Unidos de Vila Maria, em nova rodada da chave C, na primeira fase da 34ª Copa São Paulo de Futebol, evento regido pela Associação Paulista (APF). 

Na sub-13, a garotada local é a primeira colocada com três vitórias, três empates, oito gols feitos e três sofridos. Na sub-15, a seleção municipal é líder com quatro triunfos, uma igualdade, duas perdas, 14 gols prós e sete contra. Na sub-17, o time de Praia Grande ocupa o terceiro lugar, com três vitórias, quatro derrotas, 10 gols marcados e 10 levados.

Na primeira fase, as equipes foram divididas em quatro chaves. Os times jogam todos contra todos, em turno e returno, dentro das chaves; qualificando-se as quatro primeiras colocadas (de cada grupo) para a segunda fase, na qual se formam novos grupos. A partir daí, na sub-13 e sub-15, ocorrem as quartas de final e na sub-17 rolam as oitavas de final.

Na sub-13, a turma de Praia Grande está na chave C, na qual enfrenta os times do Esporte Clube Guarulhos, Associação Atlética Atlas/SP e FAAC Azulão Capuava Santo André. Na sub-15, na chave C, o time da Cidade encara os da FAAC, AA Atlas, Associação Atlética Flamengo/Guarulhos e GRCSES Unidos de Vila Maria/SP. Na sub-17, também na chave C, a equipe praia-grandense joga contras as AA Flamengo, Unidos de Vila Maria, AA Atlas e FAAC. 

Retrospecto – Em 2017, as equipes de Praia Grande chegaram à segunda fase da competição. Apenas os dois primeiros colocados de cada grupo (A e B) avançavam à fase semifinal. A turma sub-19 de Praia Grande acabou na terceira posição da chave B, sendo superada pelo número de gols feitos. Na sub-15, o time de Praia Grande também ficou em terceiro lugar na chave B. 

Os selecionados de Praia Grande não participaram da Copa São Paulo de Futebol em 2016. Em 2015, o time local sub-14 parou na segunda fase do torneio (16 melhores). Em 2014, as seleções sub-15 e sub-19 de Praia Grande também chegaram até a segunda fase. O grupo local sub-13 parou na etapa inicial. Já em 2010, Praia Grande conquistou dois vice-campeonatos na sub-15 e sub-17. 
Resultados – Confira as campanhas dos times de Praia Grande na 34ª Copa São Paulo de Futebol 2018:

sub-13
2/6 – Praia Grande 1 x 1 EC Guarulhos
9/6 – FAAC Azulão 0 x 1 Praia Grande
23/6 – AA Atlas 1 x 1 Praia Grande
12/8 – EC Guarulhos 0 x 2 Praia Grande
18/8 – Praia Grande 2 x 0 FAAC Azulão
25/8 – Praia Grande 1 x 1 AA Atlas

sub-15
2/6 – Praia Grande 1 x 1 AA Flamengo
9/6 – FAAC Azulão 2 x 1 Praia Grande
23/6 – AA Atlas 1 x 2 Praia Grande
30/6 – Praia Grande 3 x 0 GRCSES Unidos de Vila Maria
13/8 – AA Flamengo 3 x 1 Praia Grande
18/8 – Praia Grande 4 x 0 FAAC Azulão
25/8 – Praia Grande 2 x 0 AA Atlas

sub-17
2/6 – Praia Grande 2 x 0 AA Flamengo
9/6 – FAAC Azulão 2 x 4 Praia Grande
23/6 – AA Atlas 2 x 0 Praia Grande
30/6 – Praia Grande 1 x 2 GRCSES Unidos de Vila Maria
13/8 – AA Flamengo 2 x 0 Praia Grande
18/8 – Praia Grande 3 x 1 FAAC Azulão
25/8 – Praia Grande 0 x 1 AA Atlas

Irmãos patinadores de Santos vão para Pan-Americano Juvenil na Colômbia

2ª Feira Empreendedorismo de Praia Grande

Vôlei feminino infanto joga em casa pelo Estadual Sindiclube

Time da Cidade entra em quadra no domingo (2)
28/8/2018
 

Neste domingo (2), às 11 horas, no Ginásio Mirins III (Avenida Maurício José Cardoso, 135, Bairro Forte), em Praia Grande, o time feminino infanto-juvenil (17 e 18 anos) da Cidade (Secretarias de Esportes e Lazer – SEEL e Educação – Seduc; Liga Municipal – LPV) joga contra a equipe do Esporte Clube Pinheiros, em confronto válido pela 11ª rodada da primeira fase do Campeonato Estadual de Vôlei promovido pelo Sindicato dos Clubes do Estado de São Paulo (Sindiclube).

Na classificação parcial, após nove rodadas realizadas, a turma de Praia Grande ocupa o sétimo e último lugar com um triunfo e nove perdas. Jogam pela Cidade Alícia Leone, Aline Nascimento, Amanda Goudinho, Ana Clara Almeida, Bianca Thomaz, Camilla Mohallem Machado, Giovanna Lymberopoulos, Isabella Queiróz, Jade Mieres, Lara Castro, Letícia Baniuk, Letícia Araújo, Lohanna Bissolati, Maria Luiza Ferreira, Mayhara Marinho, Nycole Rabello e Sabrina Magalhães.

Sub-17 e adulta – As equipes de Praia Grande competem em outras duas categorias no Estadual do Sindiclube. Na classificação parcial da infantil, após 14 rodadas, a turma de Praia Grande ocupa a 14ª colocação (entre 19 agremiações) com três vitórias e dez derrotas. Representam a Cidade Alícia Leone, Anna Karolina da Silva Lima Gomes, Beatriz Pereira Ribeiro, Bianca Passio Pimentel, Caylane Vicente Moreira Dias Assiaz, Clarissa Scauri Santos Paulo Dias, Giovanna Lymberopoulos Nascimento, Graziela Lavor Ramos Oliveira, Júlia Libonatto Zava, Lara Gomes de Castro, Larissa Melo dos Santos, Laysa Cristini Alves Domingues, Lohanna Bissolati, Maria Luiza Ferreira dos Santos, Myrella Brito Alves, Paula Fernanda Heimoski Saturnino e Victória de Oliveira Antunes.

Na classificação parcial da adulta (idade livre), após quatro rodadas, as meninas da Cidade estão na terceira posição (entre cinco times) com duas vitórias e duas derrotas. Jogam Nayara Oliveira da Luz, 29 anos; Ivy Carolina Barbosa Gabardo, 28; Ana Lúcia Ribeiro, 26; Aline Santos Sousa Araújo, 24; Iris Costa Batista, 23; Joyce da Silva Lima, 21; Roberta Carlos da Silva, 20; Camilla Mohallem Correa Machado, 18; Nycole Rabello Moreno Oliveira, 18; Amanda Goudinho Pizzol, 17; Ana Clara Almeida Sousa, 17; Isabela Martins Queiroz, 17. As equipes municipais são comandadas pela professora Paula Rita Camerini, com auxílio de Ana Lúcia Ribeiro e Ivy Carolina Barbosa Gabardo. 

Retrospecto – A última vez que as equipes femininas de Praia Grande participaram do Campeonato Estadual de Vôlei do Sindiclube foi em 2014. Naquele ano, o time adulto sagrou-se vice-campeão da série ouro (equipes que ficaram nas três primeiras posições na etapa inicial do torneio). A turma infanto-juvenil também foi vice-campeã só que na série prata (equipes que ficaram de quinto a oitavo lugares na etapa inicial do torneio). Em 2013, o time adulto sagrou-se campeão da série prata. Em 2012, o adulto conquistou o segundo lugar na disputa da Taça de Prata do Campeonato de Vôlei do Sindiclube. Já o grupo infanto-juvenil conquistou medalha de bronze na disputa da Taça de Prata. 
Jogos – Confira todos os resultados dos times da Cidade no Campeonato Estadual de Vôlei do Sindiclube 2018:

Infantil
13/4 – Círculo Militar de São Paulo 3 x 0 Praia Grande (25/22, 25/19 e 25/16)
20/4 – Praia Grande 3 x 0 Clube Atlético Juventus (25/20, 25/19 e 25/18)
4/5 – Esporte Clube Banespa 3 x 0 Praia Grande (25/13, 25/12 e 25/13)
18/5 – Praia Grande 2 x 3 Centro Esportivo da Penha (27/25, 26/24, 22/25, 14/25 e 12/15)
5/6 – Praia Grande 1 x 3 AABB/São Paulo (25/19, 19/25, 23/25 e 21/25)
10/6 – Praia Grande 2 x 3 APROV Guarulhos (26/24, 25/16, 18/25, 23/25 e 18/20)
11/6 – Alphaville Tênis Clube 3 x 1 Praia Grande (23/25, 25/21, 25/22 e 25/22)
15/6 – Esporte Clube Pinheiros 3 x 0 Praia Grande (25/16, 25/18 e 25/19)
26/6 – Praia Grande 1 x 3 Clube Atlético Paulistano (25/16, 15/25, 17/25 e 25/27)
30/6 – Praia Grande 3 x 2 Ribeirão Pires Futebol Clube (25/18, 25/18, 15/8, 10/25 e 6/25)
11/8 – Clube Atlético Ypiranga 3 x 0 Praia Grande (25/9, 25/15 e 25/13)
17/8 – Taubaté CC 1 x 3 Praia Grande (25/15 , 26/28, 22/25 e 23/25)

Infanto-juvenil
14/4 – São Paulo FC 3 x 0 Praia Grande (25/11, 25/14 e 25/17)
8/5 – Arydevom/Mauá 2 x 3 Praia Grande (25/16, 26/24, 25/27, 21/25 e 11/15)
22/5 – Praia Grande 0 x 3 Clube Atlético Ypiranga (25/16, 25/8 e 25/17)
10/6 – Praia Grande 0 x 3 APROV Guarulhos (15/25, 19/25 e 13/25)
15/6 – Esporte Clube Pinheiros 3 x 0 Praia Grande (25/19, 27/25 e 25/19) 
26/6 – Praia Grande 0 x 3 Clube Atlético Paulistano (16/25, 18/25 e 8/25)
3/8 – APROV Guarulhos 3 x 0 Praia Grande (25/0, 25/0 e 25/0 – w.o.)
9/8 – Clube Atlético Paulistano 3 x 0 Praia Grande (25/21, 25/17 e 25/14)
11/8 – Clube Atlético Ypiranga 3 x 0 Praia Grande (25/18, 25/20 e 25/11)
26/8 – Praia Grande 0 x 3 Arydevom/Mauá (0/25, 0/25 e 0/25 – w.o.)

Adulta
12/5 – Clube Atlético Aramaçan 1 x 3 Praia Grande (16/25, 18/25, 20/25 e 25/17)
16/6 – Praia Grande 3 x 1 APROV de Guarulhos (25/16, 25/21, 25/16 e 15/25) 
23/6 – Clube Atlético Ypiranga 3 x 0 Praia Grande (25/12, 25/10 e 25/11)
11/8 – Clube Atlético Ypiranga 3 x 0 Praia Grande (25/12, 25/12 e 25/19)

Jogos Escolares de Praia Grande têm congresso técnico

Evento ocorre nesta quarta-feira (29)
28/8/2018
 

Nesta quarta-feira (29), às 8 horas, no Auditório Jornalista Roberto Marinho (Rua José Borges Neto, 50, Bairro Mirim – na Secretaria de Educação – Seduc, ao lado da Prefeitura), ocorre o congresso técnico dos Jogos Escolares de Praia Grande 2018 (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL e Seduc). Na oportunidade, são sorteados os grupos de cada modalidade, definidos detalhes burocráticos e divulgados os confrontos do primeiro dia de competições. Um total de 29 instituições de ensino participa da competição. São mais de mil alunos competindo em oito modalidades: atletismo, basquete, damas, futsal, handebol, tênis de mesa, vôlei e xadrez.

Os Jogos Escolares municipais têm um novo sistema de disputa no qual as equipes serão divididas por regiões dentro da Cidade. Os esportes de quadra (basquete, futsal, handebol e vôlei) serão disputados em duas fases: uma regional e outra final. Na regional, as escolas serão divididas em sul, norte e centro. As ganhadoras de cada região, mais as duas segundas melhores colocadas das duas regiões com o maior número de escolas participantes (por modalidade e gênero), avançam à etapa final. 

Os três primeiros colocados recebem medalhas e troféus. Outra novidade é que não haverá escola campeã geral do torneio, apenas vencedora por modalidade. De 10 a 28 de setembro, ocorrem as disputas de basquete, futsal, handebol e vôlei. Em 9 de outubro, é a vez dos jogos de damas e xadrez. No dia 10, competem os mesatenistas. No dia 11, acontecem as provas de atletismo. De 16 a 19, rolam as partidas finais dos esportes de quadra (basquete, futsal, handebol e vôlei). 

As modalidades de atletismo, damas, tênis de mesa e xadrez terão disputas de faixa etária única (7 a 15 anos, feminina e masculina); assim como os torneios de basquete, futsal, handebol e vôlei (12 a 15 anos, feminina e masculina). Todas as informações da competição municipal serão divulgadas no site da Prefeitura www.praiagrande.sp.gov.br/pgnoticias, por meio dos boletins informativos da competição, produzidos pela SEEL.

Datas – Confira as datas e locais da competição:

10 a 14 de setembro – torneios basquete, futsal, handebol e vôlei Região Sul
8 horas – Ginásio do Bairro Samambaia (Avenida Maria Cavalcante da Silva, 10)

17 a 21 de setembro – torneios basquete, futsal, handebol e vôlei Região Centro
8 horas – Ginásio Rodrigão (Avenida Presidente Kennedy, 8169, Bairro Mirim)
8 horas – Ginásio Falcão (Avenida Presidente Kennedy, 8169, no Bairro Mirim)

24 a 28 de setembro – torneios basquete, futsal, handebol e vôlei Região Norte
8 horas – Ginásio Mirins III (Avenida Mauricío José Cardoso, 135, Bairro Forte)

9 de outubro – torneio de damas e xadrez Região Sul, Centro e Norte
8 horas – Ginásio da Secretaria de Esporte e Lazer (Avenida Ministro Marcos Freire, 33579, Bairro Tupiry – entrada pela Rua João Balbino Corrê, s/nº) 

10 de outubro – torneio de tênis de mesa Região Sul, Centro e Norte
8 horas – Ginásio da Secretaria de Esporte e Lazer (Avenida Ministro Marcos Freire, 33579, Bairro Tupiry – entrada pela Rua João Balbino Corrê, s/nº) 

11 de outubro – torneio de atletismo Região Sul, Centro e Norte
8 horas – Pista municipal (Rua José Bonifácio, 400, Bairro Sítio do Campo)

16 a 19 de outubro – finais dos esportes de quadra Região Sul, Centro e Norte
8 horas – Ginásio Rodrigão (Avenida Presidente Kennedy, 8169, Bairro Mirim)
8 horas – Ginásio Falcão (Avenida Presidente Kennedy, 8169, no Bairro Mirim)

Escolas – Confira as 29 instituições de ensino que disputam os Jogos Escolares de Praia Grande 2018:

1) Escola Municipal Antônio Peres Ferreira (Bairro Vila Sônia)
2) EM Albert Einstein (Samambaia);
3) EM Cidade da Criança (Cidade da Criança)
4) EM Domingos Soares Oliveira (Ribeirópolis)
5) EM Governador Franco Montoro (Maracanã)
6) EM José Júlio Martins Baptista (Sítio do Campo)
7) EM Joaquim Augusto Ferreira Mourão (Melvi)
8) EM Professora Maria Nilza da Silva Romão (Vila Sônia)
9) EM Professora Maria Clotilde Lopes Rigo (Esmeralda)
10) EM Ronaldo Sérgio Alves Lameira Ramos (Sítio do Campo)
11) EM São Francisco de Assis (Boqueirão)
12) EM Sebastião Tavares de Oliveira (Quietude)
13) EE Adelaide Patrocínio dos Santos (Forte)
14) EE Alexandrina Santiago Neto (Esmeralda)
15) EE Balneário das Palmeiras (Esmeralda)
16) EE Deputado Rubens Paiva (Samambaia)
17) EE Professora Sylvia de Melo (Antártica)
18) EE Professora Magali Alonso (Tupi)
19) EE Professor Pedro Paulo Gonçalves Lopes (Anhanguera)
20) EE Vila Tupi (Tupi)
21) Centro Educacional Vila Verde (Aviação)
22) Colégio Alpha (boqueirão)
23) Colégio COC Novo Mundo (Forte)
24) Colégio França (Caiçara)
25) Colégio Objetivo (Tupi)
26) Colégio Passionista Santa Maria (Sítio do Campo)
27) Colégio Piteco (Assunção)
28) Colégio Professor Paulo Freire (Guilhermina)
29) Colégio Universo (Ocian)

Eu amo Praia Grande!!!

A areia da praia não é restaurante! Que tal se acostumar com esta idéia

%d blogueiros gostam disto: