• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Corpo de travesti é encontrado próximo a cemitério de Praia Grande

Eu amo Praia Grande!!!

COMDEMA recebe palestra sobre a bacia hidrográfica da Baixada Santista

Plano Municipal do Meio Ambiente também foi aprovado na ocasião
31/8/2018
 

O Conselho Municipal do Meio Ambiente (COMDEMA) teve sua reunião mensal realizada na última quarta-feira (29), na Casa dos Conselhos, onde foram tratados dois assuntos de suma importância para o meio ambiente praia-grandense. Um deles foi a aprovação do Plano Municipal do Meio Ambiente, que é um trabalho pioneiro na Baixada. A ação reforça a discussão sobre questões ambientais da Cidade, especialmente relativas a possíveis construções em áreas irregulares, como em parques e trechos de preservação. O documento segue preceitos da Resolução nº 01/2018, de 28 de agosto de 2018. O Plano tem validade no período de 2018 a 2022.

A reunião ainda conto com um bate-papo com o Secretário Executivo do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista (CBH – BS) Fernando Cordeiro, que explicou como é realizado o trabalho do setor. Segundo o secretário, esse trabalho é de suma importância para a Baixada. “Vim aqui para poder explicar como o nosso trabalho é realizado e mostrar que o poder público junto com a sociedade civil, podemos melhorar e muito a qualidade das bacias na região”.

O Comitê de Bacias Hidrográficas da Baixada Santista foi criado em 1995 com o intuito de trazer um espaço de diálogo e tomada de decisão sobre o destino e a proteção das águas da Baixada Santista. Em conjunto, representantes dos setores público, privado e das organizações da sociedade civil atuam por meio do Comitê na gestão dos recursos hídricos, tendo toda a bacia hidrográfica como unidade de gerenciamento. 

Atendimento – A Casa dos Conselhos está instalada dentro do Vivência Tupi, onde também funcionam a Subsecretaria de Assuntos da Juventude (Subjuve), o Programa SuperEscola e o Programa Conviver. O local tem o objetivo de integrar diversos públicos e promover a cidadania entre os moradores de diferentes faixas etárias. A Casa dos Conselhos fica na Rua Xavantes, n° 51, Bairro Tupi, e funciona de segunda a sexta-feira das 8h30 às 17h30. 

A areia da praia não é restaurante, que tal se acostumar com esta idéia!

Gente da Praia Grande fazendo arte, Caixa Preta #3

Gente da Praia Grande fazendo arte, Davi Campolongo na orquestra sinfônica de São Paulo

Equipe de Praia Grande disputa o Paulista de Judô por Faixa

Time da Cidade compete em Itapecerica da Serra
31/8/2018
 

Neste sábado (1º), a partir das 9 horas, no Ginásio Poliesportivo Antônio Baldusco, em Itapecerica da Serra, a equipe de Praia Grande (Secretarias de Esporte e Lazer – SEEL – e Educação – Seduc) disputa o Campeonato Paulista de Judô por Faixa, evento regido pela Federação Estadual (FPJ) com chancela da Confederação Brasileira (CBJ).

Nesta competição, podem participar atletas das divisões especial e aspirante (só competem em eventos do Estado), nas categorias juvenil (15 e 16 anos), júnior (17 a 19) e sênior (mais de 19). Contudo, não há divisão por idade (todos lutam juntos), apenas por faixas: preta, marrom, roxa e verde. O selecionado de Praia Grande tem comando técnico dos professores Alberto Silva Bittencourt, Rodrigo de Matos e Danusa Shira Bittencourt.

Dados – Em 2017, a equipe de Praia Grande conquistou quatro medalhas (um ouro e três bronzes) no Campeonato Paulista de Judô por Faixa. A medalha de ouro foi conquistada por Larissa Vieira Coutinho, na faixa verde, peso meio-pesado (70 a 78 quilos). Terceiros lugares para Vitória Noellen Alexandre, na verde, no meio-médio (57 a 63 kg); Fabio Lescreck dos Santos, na roxa, no ligeiro (55 a 60 kg); e Gustavo Santos Gomes, na roxa, no meio-leve (60 a 66 kg). 

Em 2016, o time da Cidade obteve quatro medalhas (duas pratas e dois bronzes). Johnatan Pereira dos Reis foi vice-campeão na faixa marrom, peso meio-pesado (81 a 90 kg); João Pedro Lescreck dos Santos ganhou prata e Luiz Fernando Constantino Fonseca faturou bronze na roxa, meio-leve (55 a 60 kg); Sthefany Gabriela de Lima Souza ficou em terceiro lugar na verde, meio-médio (52 a 57 kg). 

Em 2015, a equipe de Praia Grande conquistou seis medalhas (dois ouros, duas pratas e dois bronzes) no evento estadual. Em 2014, faturou cinco medalhas (um ouro e quatro bronzes). Em 2013, subiu no pódio cinco vezes (duas pratas e três bronzes). Em 2012, o time municipal obteve seis medalhas (dois ouros, uma prata e três bronzes). Em 2011, trouxe seis medalhas (dois ouros e dois bronzes). Em 2010, foram mais quatro subidas ao pódio (dois ouros e dois bronzes). Em 2009, a turma local ganhou um ouro e uma prata. Em 2008, vieram cinco medalhas (três de ouro, uma de prata e uma de bronze).

Circo de Portugal se apresenta em São Vicente – Parte 1

Taekwondo de Praia Grande fica em terceiro lugar na Copa AMT

Evento teve chancela da Federação do Estado
30/8/2018
 

A equipe de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL) terminou em terceiro lugar na classificação geral do kyorugui (luta) da 2ª Copa da Associação Marques de Taekwondo (AMT), evento que contou com chancela da Federação de Taekwondo do Estado de São Paulo (FETESP). A disputa, realizada no último domingo (26), ocorreu no Ginásio Professor Adão Dias dos Santos, na cidade de Ferraz de Vasconcelos, no interior de São Paulo.

“No total, havia 39 equipes e quase 500 atletas competindo”, destacou o técnico de Praia Grande Henrique Manaroulas. “Conseguimos unir competidores da SEEL e das academias dos professores Fabio Cristiano Brandão, Marco Antônio Hotz e Karina Nascimento. Juntos, somos mais fortes e levamos o nome de Praia Grande à posição de destaque no cenário nacional”. 

Na classificação final do kyorugui, nas três primeiras posições ficaram os selecionados da Equipe Márcio Eugênio de Indaiatuba, Taekwondo Salto e Praia Grande. No poomse (apresentação de movimentos na qual avalia-se a perfeição dos golpes), troféus para Academia Tchon-ji de Paulínia, Du Sol Team de Jacareí e Márcio Eugênio. A Copa AMT contou pontos para atletas e equipes para o ranking da FETESP.

A disputa envolveu atletas das categorias mirim (até 8 anos), infantil (9 a 12), júnior (13 a 17), adulto (18 a 30) e sênior (mais de 31). Existiu ainda divisão por peso e em gubs (faixas): amarela (8º gub); amarela ponta-verde (7º); verde (6º); verde ponta-azul (5º); azul (4º); azul ponta-vermelha (3º); vermelha (2º); e vermelha ponta-preta (1º). Os atletas faixas pretas são separados por dan (graduação).

Polo – A SEEL oferece gratuitamente aos munícipes polos de iniciação e treinamento competitivo de taekwondo. As atividades ocorrem de segunda a sexta-feira e atendem meninos e meninas a partir dos 8 anos. Para participar, basta o interessado comparecer ao local das aulas, com documento de identidade (de preferência com foto), autorização do responsável (se for menor de idade) e comprovante de escolaridade. Se possível, também apresentar atestado médico que permita a prática de atividade física. Há ainda, ficha cadastral a ser preenchida no local de treino.

Os treinos de taekowndo ocorrem as segundas, quartas e sextas-feiras, das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas, no Ginásio da SEEL (Avenida Ministro Marcos Freire, 33579, Bairro Tupiry – entrada pela Rua João Balbino Corrêa, s/nº). Às terças e quintas-feiras, acontecem das 9 às 12 horas, no Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180); e das 14 às 17 horas, na Pista municipal de Atletismo (Rua José Bonifácio, 400, Bairro Sítio do Campo). Os ensinamentos são conduzidos pelo professor Henrique Manaroulas.

Confira todas as informações:

Local 1: Ginásio da SEEL (Avenida Ministro Marcos Freire, 33579, Bairro Tupiry – entrada pela Rua João Balbino Corrêa, s/nº)
Horário: 2ª, 4ª e 6ª feiras – das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas

Local 2: Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180)
Horário: 3ª e 5ª feiras – das 9 às 12 horas 

Local3: Pista municipal de Atletismo (Rua José Bonifácio, 400, Bairro Sítio do Campo)
Horário: 3ª e 5ª feiras – das 14 às 17 horas.

Alunos da Complementação conhecem de perto o habitat marinho em Praia Grande

Estudantes visitaram a exposição Oceano organizada pelo Mantas do Brasil
30/8/2018
 

Ter a impressão que estão no fundo do mar e conhecer de perto a diversidade de espécies que existem no habitat marinho. Somado a isso, presenciar o impacto causado pelos seres humanos em rios e mares devido ao descarte irregular de lixos e outros tipos de dejetos. Essas foram as experiências vividas pelos alunos das escolas de Complementação Educacional 19 de Janeiro (Bairro Samambaia) e Antônio Peres Ferreira (Vila Sônia). Nesta quarta-feira (29), o grupo visitou a exposição Oceano organizada pelo Projeto Mantas do Brasil, situada no Centro Cultura Patrícia Galvão, em Santos.

A principal atração da visita, o Oceanário convida os alunos a um mergulho em mar aberto. Para isso, as crianças entram em uma espécie de iglu inflável e se acomodam no chão. Uma vez no local, todo o teto e paredes são transformados em um telão gigante, onde ocorre a projeção do vídeo que conta desde a criação do universo até chegar aos dias de hoje, mostrando a vida marinha em seu habitat natural.

Em algumas cenas, de tão realista e com projeção 3D, cardumes de peixes, raias mantas e tartarugas parecem estar a um palmo de distância. Para o jovem Breno Eduardo Lotero Souza de Oliveira, 14 anos, da EM Antônio Peres Ferreira, o Oceanário foi o ponto alto da visita. “Muito interessante, desde o cenário até as informações. Tinha coisa que eu não sabia e acabei de aprender. Fora o realismo das imagens parecia que estávamos dentro do mar”.

Outra atividade que chamou a atenção dos alunos, a peça teatral Oceano busca conscientizar as crianças com uma ambientação especial para que o público sinta que está debaixo d’água. Encenado com seres marinhos como anêmonas e corais, tubarão-martelo, animais exóticos das profundezas e, claro, a raia manta, o espetáculo tem como objetivo sensibilizar sobre a necessidade de preservação do ambiente.

Também da EM Antônio Peres Ferreira, a estudante Ana Luiza Bassedom Tereza, 14 anos, a jovem achou as atividades bem diferentes. “Desde a montagem até a apresentação faz com que a gente participe e interaja com o conteúdo. Achei muito surpreendente! Tinha uma noção, mas não tanta do mal que os seres humanos podem causar para os animais. Isso precisa mudar”, ratificou a aluna.

Além das duas unidades, alunos de outras escolas da rede municipal de Praia Grande também tiveram a oportunidade de viver essa experiência. Os grupos visitaram o local nestas terça e quarta-feira (28 e 29). Foram as EMs: Fausto dos Santos Amaral, Carlos Eduardo Conte de Castro, João Gonçalves, Sônia Marise Domingues, Hilda de Carvalho Guedes e Eduardo Gonsalves do Barreiro.

Até quando? – O Oceano fica em Santos até sábado (1º), no Centro Cultural Patrícia Galvão, localizado na Avenida Senador Pinheiro Machado, 48, Bairro Vila Matias. Todas as atrações são totalmente gratuitas e as atividades não tem restrição etária. Porém, menores devem estar acompanhados dos pais ou responsável. Os ingressos disponíveis serão distribuídos conforme a ordem de chegada do público. 

Palácio das Artes de Praia Grande completa 10 anos em setembro 

Complexo marca o desenvolvimento cultural de Praia Grande
30/8/2018
 

Um sonho que se tornou realidade e continua gerando os frutos planejados para uma Cidade em ritmo de desenvolvimento acelerado. O Palácio das Artes (PDA), um dos maiores complexos culturais da região, completa 10 anos dia 11 de setembro fazendo história em Praia Grande.

Após uma década de atividades, o equipamento coleciona resultados que se convertem em eventos de grande porte, espetáculos teatrais renomados, exposições estendidas ao exterior, e uma produção cultural rapidamente reconhecida no cenário regional e nacional. Além disso, o PDA cumpre com o principal requisito de sua criação: democratizar acesso e o fomento à cultura na Cidade.

Para comemorar os 10 anos do PDA, a Prefeitura de Praia Grande, através da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), que gerencia o equipamento, preparou uma semana de atividades gratuitas e abertas ao público. Por exemplo, a Galeria de Artes Nilton Zanotti e o Museu da Cidade terão horários especiais nesta semana, funcionando de terça a sexta-feira, das 14 horas até às 20 horas. Espetáculos teatrais, musicais, exposições e workshops também fazem parte da programação, que acontece de 10 a 14 de setembro. Em breve, a Sectur divulgará todas as informações pelo site da Prefeitura e em suas redes sociais sobre as atividades preparadas.

O Complexo – Concentrando no mesmo espaço o Museu da Cidade, Galeria de Artes Nilton Zanotti, Teatro Serafim Gonzalez e Núcleo de Criação Artística Palácio das Artes, o PDA é um dos maiores centros culturais da região e impressiona pela beleza arquitetônica, principalmente pela presença de um item amado por aqueles que gostam de guardar uma recordação do local visitado: um lustre gigante, alusivo ao filme “O Fantasma da Ópera”, que possui mais de 12 mil pedras de cristal e 120 lâmpadas. 

A decoração e arquitetura realizam um “casamento perfeito” com as atividades oferecidas no espaço, todas com o intuito de fomentar e desenvolver ainda mais o cenário cultural de Praia Grande. 

Teatro Serafim Gonzalez – Palco para orquestras conceituadas como Petrobrás, Pão de Açúcar, entre outras, e apresentações inesquecíveis, como a do maestro João Carlos Martins, o Teatro recebeu pela primeira vez em 2018, a Encenação da Paixão de Cristo, um dos espetáculos mais aguardados no calendário de eventos da Cidade, lotando os 513 lugares do teatro nas quatro sessões disponibilizadas gratuitamente.

As produções culturais feitas nas oficinas do Palácio das Artes cumprem o papel de formação artística e de plateia, alcançando sucesso de público em espetáculos como Alice Despedaçada, Querô – Uma Reportagem Maldita, ganhador de dois prêmios no Festival Rio In Cena 2017, e As Sogras, produção que ganha o Brasil concorrendo ao Rio in Cena deste ano, e participando da Mostra Internacional de Teatro de Minas Gerais no próximo dia 1 de setembro.

Todas essas produções foram apresentadas no Serafim Gonzalez com entrada gratuita. Em 10 anos, o teatro já recebeu aproximadamente 318 mil pessoas, que puderam assistir a cerca de 750 espetáculos, muitos deles gratuitos. 

Museu da Cidade – Muito embora a Cidade seja considerada nova em relação a diversos municípios do país (apenas 51 anos de emancipação), o Museu conta com vários registros fotográficos e audiovisuais que possibilitam o visitante estar conectado com a história e as evoluções realizadas ao longo dos anos. Com cerca de 250 metros quatros quadrados, o local conta com televisores que mostram o testemunho dos próprios moradores que auxiliaram no desenvolvimento da Cidade. 

O Museu já recebeu cerca de 53 mil visitantes, 18 exposições (itinerantes, longa duração e temporárias) e contempla ainda seis mesas expositivas, trazendo imagens e documentos relevantes à história de Praia Grande. Os arquivos costumam serem trocados regularmente, pois o Acervo do Centro de Documentação dispõe de mais de 40 mil documentos doados por munícipes.

As Ações Educativas, realizadas em parceria com a Galeria Nilton Zanotti, atendem estudantes das redes municipal e estadual, transformando o aprendizado sobre a história de Praia Grande em um momento de diversão. 

Galeria de Artes Nilton Zanotti – São cerca de 320 metros quadrados que atendem aos padrões de galerias de arte no país, recebendo exposições durante o ano todo, entre elas o Salão de Artes Plásticas, uma mostra competitiva que reúne artistas de todo o Brasil e do exterior de diversas linguagens. Completando 25 anos em 2018, o Salão de Artes é um dos eventos mais conceituados nas artes plásticas nacionais, revelando diversos talentos para o mundo. Já passaram pela Galeria 82 exposições, que formaram público de 38 mil pessoas.

Núcleo de Criação Artística – Inaugurado em 2014, o Núcleo completa quatro anos de funcionamento e abriga seis salas de aula e o Teatro de Bolso Leni Morato, com capacidade para 80 pessoas. As atividades oferecidas são diversificadas: canto e coral, violão, teatro, bateria, percussão, flauta, teoria musical, musicalização, performance corporal e artes visuais. Todas as oficinas são voltadas para maiores de 14 anos, exceto as de performance e artes visuais, que podem ser feitas por crianças acima de 7 anos.

Os grupos de Excelência do Núcleo mostram que todo o trabalho realizado gera bons frutos. Ao longo dos quatro anos de existência, o Núcleo formou a Banda Show Palácio das Artes, Coro Cênico TalVoz, Coral Municipal Vozes da Praia, MPBossa, Chorões do Palácio, Camerata de Violões de Praia Grande (em parceria com a Secretaria de Educação), Cia de Criação Teatral, Grupo Insuporsanos e Corpo Híbrido, que se apresentam em eventos oficiais da Administração Municipal. 

Com 10 anos de história em Praia Grande, o Palácio das Artes deixa um legado artístico para a Cidade, se firmando como um dos complexos culturais mais completos da região. 

Foto de Tercio Mauri participante do Grupo do  Facebook @euamopg fotos 

Equipe de vela de Praia Grande fatura medalha de ouro

Time da Cidade destaca-se em evento estadual
30/8/2018
 

A equipe do núcleo de Praia Grande do Programa Navega São Paulo (Secretarias de Esportes e Lazer – SEEL– e Educação – Seduc; e Marinha do Brasil) conquistou uma medalha de ouro no Campeonato Estadual das Classes Nacionais, evento regido pela Federação de Vela do Estado de São Paulo (Fevesp) com chancela da Confederação Brasileira (CBVela). A disputa, realizada no último sábado (25), ocorreu na Represa de Guarapiranga, em São Paulo, na Capital.

O título foi conquistado pela dupla formada pelos velejadores Thiago Santana e Gabriel Henrique na categoria geral (idade aberta), na classe dingue (duplas ou trios) – barcos monotipos (construídos conforme desenho único, sendo que todas as medidas e pesos: casco, leme, bolina ou quilha falsa, mastro, velame são rigorosamente iguais).

Em junho, na segunda etapa do Campeonato Estadual das Classes Nacionais, a turma de Praia Grande conquistou na geral da dingue a medalha de bronze com Ellion Santana e Thamires Santos. O time municipal tem coordenação do professor Silvio Bello, com auxílio dos professores Luiz Lorejan, Rodrigo Borges, Orlando Mendes e Gil Lima. 

Aulas – As aulas do Programa Navega São Paulo de Praia Grande são abertas a pessoas de todas as idades, de segunda a sábado, das 8 às 17 horas, na Área de Lazer Ézio Dall’Acqua. Também conhecido como Portinho, o local, banhado pelo Mar Pequeno, está situado na entrada da Cidade, na Rua Paulo Sérgio Garcia s/nº, Bairro Sítio do Campo. 

Para participar basta que os interessados compareçam ao local das aulas, preencham ficha cadastral e apresentem documento de identidade com foto. Os menores de idade precisam que os responsáveis façam a inscrição. Outras informações podem ser obtidas na Secretaria de Educação (Rua José Borges Neto, 50, Bairro Mirim, ao lado da Prefeitura, telefone 3496-2350). 



Enxadristas ganham quatro Medalhas em torneio Regional em Praia Grande

Time da Cidade fatura dois ouros e duas pratas
30/8/2018
 

A equipe de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL) conquistou quatro medalhas (dois ouros e duas pratas) no 6º Torneio de Xadrez Cruzeiro Quinhentista, evento válido como quinta etapa do Circuito Cubatense, regido pelo Clube de Xadrez de Cubatão com chancela da Federação Paulista (FPX). A disputa, finalizada no último domingo (26), ocorreu no salão do Serviço Social da Indústria (SESI) de Cubatão.

Na categoria cadete (15 anos), primeiro e segundo lugares para João Paulo Amorim Agrela e André Nascimento Melo. Na infanto-juvenil (16 anos), medalhas de ouro e prata para Gabriel Estevão Rodrigues e Leonardo da Silva Oliveira. Na pré-infantil (11 e 12 anos), Fabiana do Nascimento Melo terminou na quarta colocação. O grupo municipal recebe orientação técnica da professora Rosângela Domingos de Andrade Coelho.

Circuito – Em julho, na quarta etapa – 7º Torneio Triatlo de Xadrez UNipar-Carbocloro, a turma praia-grandense conquistou quatro medalhas. Na categoria cadete, primeira, terceira e quarta colocações para os praia-grandenses Ricardo Lima Primo, André Nascimento Melo e João Paulo Amorim Agrela, respectivamente. Na infanto-juvenil, vice-campeonato para Gabriel Estevão Rodrigues. Na pré-infantil, medalha de bronze para Fabiana Melo. 

Em junho, no Torneio de Xadrez do Serviço Social da Indústria (SESI) – evento válido como terceira etapa do Circuito Cubatense, a equipe de Praia Grande conquistou três medalhas (um ouro, uma prata e um bronze). As medalhas de Praia Grande vieram na categoria cadete (15 anos) com André Nascimento Melo, Leonardo da Silva Oliveira e João Paulo Amorim Agrella. Já Ricardo de Lima Primo terminou na quarta colocação. 

Em abril, na segunda etapa (29º Torneio de Xadrez Cidade de Cubatão), o praia-grandense João Paulo Amorim Agrela e Leonardo Silva Oliveria conquistaram medalhas de ouro e prata na categoria cadete (15 anos). Gabriel Estevão Rodrigues foi vice-campeão na infanto-juvenil (16 anos). Já André Nascimento Melo terminou em quarto lugar na cadete. 

Retrospecto – Em 2017, a equipe de Praia Grande obteve dois primeiros lugares, um segundo e três terceiros na classificação final do Circuito Regional Cubatense. Ao todo, em seis etapas ao longo do ano, a turma da Cidade ganhou 31 medalhas (8 ouros, 9 pratas e 14 bronzes). Na cadete, título para João Agrela. Terceira posição para Leonardo da Silva Oliveira. Na infantil (13 e 14 anos), troféu de campeão geral para André Nascimento Melo. Vice-campeonato e terceira posição para Rafael Chinelli Raimundo e Ricardo de Lima Primo. Na pré-infantil (11 e 12 anos), terceiro lugar para Heitor Lourenço Mathias.

Em 2016, a turma da Cidade faturou seis medalhas no Circuito Cubatense. Em 2015, foram outras nove. Em 2014, conquistou um título geral, dois vice-campeonatos e dois terceiros lugares. Em 2013, o time municipal obteve um título geral, um vice-campeonato e um terceiro lugar. Em 2012, um ouro e uma prata. Em 2011, a equipe de xadrez de Praia Grande faturou cinco troféus (três ouros, uma prata e um bronze). Em 2010, três ouros, uma prata e dois bronzes. Em 2009, um segundo e um terceiro lugares. Em 2008, uma taça de campeão e uma de vice-campeã.

Treinos – A SEEL de Praia Grande disponibiliza gratuitamente para os munícipes polo de iniciação e treinamento competitivo de xadrez. A modalidade é recomendada para todas as idades, mais precisamente para as crianças, pois estimula o raciocínio e o desenvolvimento intelectual. As aulas ocorrem no Ginásio Magic Paula (Avenida do Trabalhador, 4111, Bairro Antártica), de segunda a quinta-feira, das 8h às 17h, e nas sextas-feiras, das 8h às 12h; e no Espaço Conviver Boqueirão (Avenida Presidente Castelo Branco, s/n, Bairro Boqueirão), às sextas-feiras, das 17h às 21h. 

Para participar da atividade, os interessados devem se inscrever no local dos treinamentos (Fábrica do Esporte). Os menores de 18 anos precisam apresentar, além do próprio documento de identidade, autorização do responsável e comprovante de residência. Os materiais para a prática da modalidade são disponibilizados pela própria SEEL. 

Sesap implanta Gestão de Qualidade na Rede de Saúde do Município em Praia Grande

Gestores estão sendo treinados para aplicarem os Planos de Ação
30/8/2018
 

Com o objetivo de melhorar e aprimorar o serviço de saúde de Praia Grande, a Secretaria de Saúde Pública (Sesap) da Cidade está realizando um treinamento contínuo com seus gestores, para implantar em toda a Rede o Programa de Gestão de Qualidade em Saúde. O trabalho está sendo realizado pela equipe Gestão de Qualidade e visa a implantação de um Plano de Ação para o delineamento e ajuste no planejamento de toda a Secretaria. 

De acordo com o secretário de Saúde Pública de Praia Grande e um dos docentes da capacitação, Cleber Suckow Nogueira, é importante investir na profissionalização da gestão e do planejamento e implantar ferramentas que possibilitem um mapeamento de toda a Rede. “É necessário pensarmos de forma conjunta para realizar uma análise ambiental da Saúde Pública do Município. Avaliar os pontos fortes e os fracos, oportunidades e ameaças”, explica.

Para o responsável pela Gestão de Qualidade da Sesap, Luis Marono, a Atenção Básica já está recebendo os benefícios do Programa. “Já começamos implantar, como projeto piloto, algumas técnicas na Unidade de Saúde da Família (Usafa) São Jorge e também na Usafa Tude Bastos. Estamos criando um ambiente agradável e positivo de trabalho, com foco na Segurança do Paciente. A iniciativa busca uma melhoria contínua da qualidade dos serviços, beneficiando o usuário do SUS”, disse.

Durante esta semana, as duas Usafas estarão mobilizadas para dar continuidade na implantação do Programa através de técnicas de organização dos espaços. 

%d blogueiros gostam disto: