• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Vôlei feminino compete no Estadual Sindiclube de Praia Grande

Times infantil, infanto e adulto representam a Cidade
3/9/2018
 

A equipe feminina infantil (15 e 16 anos) de Praia Grande (Secretarias de Esportes e Lazer – SEEL e Educação – Seduc; Liga Municipal – LPV) encara a do São Paulo Futebol Clube, em duelo válido pela 14ª rodada da primeira fase do Campeonato Estadual de Vôlei promovido pelo Sindicato dos Clubes do Estado de São Paulo (Sindiclube). O jogo ocorre no próximo dia 20, no Ginásio Mirins III (Avenida Maurício José Cardoso, 135, Bairro Forte), em Praia Grande. Na classificação parcial, após 13 rodadas, a turma de Praia Grande ocupa a 14ª colocação (entre 19 agremiações) com três vitórias e dez derrotas. 

Representam a Cidade Alícia Leone, Anna Karolina da Silva Lima Gomes, Beatriz Pereira Ribeiro, Bianca Passio Pimentel, Caylane Vicente Moreira Dias Assiaz, Clarissa Scauri Santos Paulo Dias, Giovanna Lymberopoulos Nascimento, Graziela Lavor Ramos Oliveira, Júlia Libonatto Zava, Lara Gomes de Castro, Larissa Melo dos Santos, Laysa Cristini Alves Domingues, Lohanna Bissolati, Maria Luiza Ferreira dos Santos, Myrella Brito Alves, Paula Fernanda Heimoski Saturnino e Victória de Oliveira Antunes. Técnica: Paula Rita Camerini. Auxiliares: Ana Lúcia Ribeiro e Ivy Carolina Barbosa Gabardo.

Infanto – No último domingo (2), no mesmo local, o time feminino infanto-juvenil (17 e 18 anos) da Cidade perdeu para o do Esporte Clube Pinheiros por 3 sets a 0 (25/9, 25/20 e 25/20), em confronto válido pela 11ª rodada da competição estadual. Assim, na classificação parcial, a turma de Praia Grande ocupa o sétimo e último lugar com um triunfo e 10 perdas. 

Jogam pela Cidade Alícia Leone, Aline Nascimento, Amanda Goudinho, Ana Clara Almeida, Bianca Thomaz, Camilla Mohallem Machado, Giovanna Lymberopoulos, Isabella Queiróz, Jade Mieres, Lara Castro, Letícia Baniuk, Letícia Araújo, Lohanna Bissolati, Maria Luiza Ferreira, Mayhara Marinho, Nycole Rabello e Sabrina Magalhães. Técnica: Paula Rita Camerini. Auxiliares: Ana Lúcia Ribeiro e Ivy Carolina Barbosa Gabardo.

Adulta – A equipe feminina adulta (idade livre) de Praia Grande também disputa o Campeonato Estadual do Sindiclube de Vôlei. Não há definição ainda do próximo jogo da turma da Cidade. Na classificação parcial, após quatro rodadas, as meninas da Cidade estão na treceira posição (entre cinco times) com duas vitórias e duas derrotas. 

Jogam Nayara Oliveira da Luz, 29 anos; Ivy Carolina Barbosa Gabardo, 28; Ana Lúcia Ribeiro, 26; Aline Santos Sousa Araújo, 24; Iris Costa Batista, 23; Joyce da Silva Lima, 21; Roberta Carlos da Silva, 20; Camilla Mohallem Correa Machado, 18; Nycole Rabello Moreno Oliveira, 18; Amanda Goudinho Pizzol, 17; Ana Clara Almeida Sousa, 17; Isabela Martins Queiroz, 17. Técnica: Paula Rita Camerini. Auxiliares: Ana Lúcia Ribeiro e Ivy Carolina Barbosa Gabardo. 

Retrospecto – A última vez que as equipes femininas de Praia Grande participaram do Campeonato Estadual de Vôlei do Sindiclube foi em 2014. Naquele ano, o time adulto sagrou-se vice-campeão da série ouro (equipes que ficaram nas três primeiras posições na etapa inicial do torneio). A turma infanto-juvenil também foi vice-campeã só que na série prata (equipes que ficaram de quinto a oitavo lugares na etapa inicial do torneio). Em 2013, o time adulto sagrou-se campeão da série prata. Em 2012, o adulto conquistou o segundo lugar na disputa da Taça de Prata do Campeonato de Vôlei do Sindiclube. Já o grupo infanto-juvenil conquistou medalha de bronze na disputa da Taça de Prata. 

Jogos – Confira todos os resultados dos times da Cidade no Campeonato Estadual de Vôlei do Sindiclube 2018:

Infantil
13/4 – Círculo Militar de São Paulo 3 x 0 Praia Grande (25/22, 25/19 e 25/16)
20/4 – Praia Grande 3 x 0 Clube Atlético Juventus (25/20, 25/19 e 25/18)
4/5 – Esporte Clube Banespa 3 x 0 Praia Grande (25/13, 25/12 e 25/13)
18/5 – Praia Grande 2 x 3 Centro Esportivo da Penha (27/25, 26/24, 22/25, 14/25 e 12/15)
5/6 – Praia Grande 1 x 3 AABB/São Paulo (25/19, 19/25, 23/25 e 21/25)
10/6 – Praia Grande 2 x 3 APROV Guarulhos (26/24, 25/16, 18/25, 23/25 e 18/20)
11/6 – Alphaville Tênis Clube 3 x 1 Praia Grande (23/25, 25/21, 25/22 e 25/22)
15/6 – Esporte Clube Pinheiros 3 x 0 Praia Grande (25/16, 25/18 e 25/19)
26/6 – Praia Grande 1 x 3 Clube Atlético Paulistano (25/16, 15/25, 17/25 e 25/27)
30/6 – Praia Grande 3 x 2 Ribeirão Pires Futebol Clube (25/18, 25/18, 15/8, 10/25 e 6/25)
11/8 – Clube Atlético Ypiranga 3 x 0 Praia Grande (25/9, 25/15 e 25/13)
17/8 – Taubaté CC 1 x 3 Praia Grande (25/15 , 26/28, 22/25 e 23/25)

Infanto-juvenil
14/4 – São Paulo FC 3 x 0 Praia Grande (25/11, 25/14 e 25/17)
8/5 – Arydevom/Mauá 2 x 3 Praia Grande (25/16, 26/24, 25/27, 21/25 e 11/15)
22/5 – Praia Grande 0 x 3 Clube Atlético Ypiranga (25/16, 25/8 e 25/17)
10/6 – Praia Grande 0 x 3 APROV Guarulhos (15/25, 19/25 e 13/25)
15/6 – Esporte Clube Pinheiros 3 x 0 Praia Grande (25/19, 27/25 e 25/19) 
26/6 – Praia Grande 0 x 3 Clube Atlético Paulistano (16/25, 18/25 e 8/25)
3/8 – APROV Guarulhos 3 x 0 Praia Grande (25/0, 25/0 e 25/0 – w.o.)
9/8 – Clube Atlético Paulistano 3 x 0 Praia Grande (25/21, 25/17 e 25/14)
11/8 – Clube Atlético Ypiranga 3 x 0 Praia Grande (25/18, 25/20 e 25/11)
26/8 – Praia Grande 0 x 3 Arydevom/Mauá (0/25, 0/25 e 0/25 – w.o.)
2/9 – Praia Grande 0 x 3 EC Pinheiros (25/9, 25/20 e 25/20)

Adulta
12/5 – Clube Atlético Aramaçan 1 x 3 Praia Grande (16/25, 18/25, 20/25 e 25/17)
16/6 – Praia Grande 3 x 1 APROV de Guarulhos (25/16, 25/21, 25/16 e 15/25) 
23/6 – Clube Atlético Ypiranga 3 x 0 Praia Grande (25/12, 25/10 e 25/11)
11/8 – Clube Atlético Ypiranga 3 x 0 Praia Grande (25/12, 25/12 e 25/19)

A areia da praia não é restaurante! Que tal ir se aconstumando com esta idéia.

Gente de Praia Grande fazendo arte, parabéns Prof Roberto e Renato Maciel

 

 

Vendedores de ovos em Praia Grande querem uma associação

Praia Grande disponibiliza 500 vagas em unidades do Programa Conviver

Atividades são voltadas aos moradores maiores de 50 anos
3/9/2018
 

Quem já passou dos 50 anos e não gosta de ficar em casa parado tem uma excelente oportunidade para realizar diversas atividades por meio do Programa Conviver, em Praia Grande. São vagas para cursos de ginástica, ioga, coral, artesanatos e muitas outras atividades. Só é preciso ser morador da Cidade e procurar uma das oito unidades do programa espalhadas pelo Município. Todas as atividades são gratuitas.

Quem gosta de atividade física pode se inscrever na caminhada, nas aulas de dança, aikidô, ginástica, entre outras. A turma que prefere atividades manuais pode se inscrever para praticar pinturas, bordados, patch apliquê e várias outras.

Os interessados devem procurar a unidade mais próxima de casa levando original e cópia do RG, comprovante de endereço e uma foto 3×4. Cada unidade tem uma grade de cursos disponíveis diferente. Para as atividades esportivas é preciso apresentar atestado médico.

Confira a relação das unidades e atividades disponíveis.

A unidade do Bairro Guilhermina do Programa Conviver fica na Rua Praia dos Sonhos, nº 245. O telefone de contato é 3496-5058 e lá foram disponibilizadas 8 vagas para os jogos de mesa, 2 para as aulas de alfabetização, 5 vagas para o coral e outras 5 vagas masculinas para dança de salão.

No Bairro Caiçara, o Conviver fica na Rua Maria Antunes Navarro, nº 1.435, esquina com a Rua São Domingos. O telefone de contato é 3594-7497. No total, a unidade disponibilizou mais de 100 vagas. São 15 para a turma da caminhada, 15 vagas para as aulas de ginástica, 10 para as aulas de tênis de mesa, 10 para alongamento, 10 vagas para as aulas de boneca de pano, 5 para redes sociais, outras 5 para aulas de bordado, 10 em zumba e outras 10 para as aulas de dança circular.

No Bairro Boqueirão, a unidade do Programa Conviver fica no calçadão da Praia, na avenida Presidente Castelo Branco, altura da Rua Pernambuco. O telefone de contato é 3496-5060. Lá tem 10 vagas de vôlei de praia adaptado disponíveis para o público e outras 5 de xadrez e damas.

No Bairro Tupi, a unidade do Programa Conviver fica dentro do Vivência Tupi, na Rua Xavantes, nº 51. O telefone de contato é 3496-5017. No local há 10 vagas para as aulas de instrumentos musicais, 10 para a aula de teoria musical, 10 vagas para as aulas de coral, 10 para ginástica na praia e vôlei, 4 vagas para patch apliquê, 5 de artesanato em madeira, 10 de zumba, 10 de dança de salão e 5 para aulas de dança cigana.

O Conviver do Bairro Samambaia fica na esquina da Avenida Pau Brasil com a Rua Itiberê da Cunha. O telefone de contato é 3496-5004. Lá tem 10 vagas nas aulas de alongamento, 20 na ginástica dançante, outras 10 para aulas de Yoga e 9 para ginástica localizada. 

O Conviver São Jorge está localizado na Rua João Batista de Siqueira, nº 130, no Bairro Antártica. O telefone de contato é 3496-5048. Há 60 vagas para ginástica, 20 para pilates, 20 aulas de ritmos, 10 de vôlei adaptado, 20 para tênis de quadra e outras 20 para a aula zen, que é uma mistura de práticas orientais como tai chi chuan e yoga. 

No Bairro Sítio do Campo também tem unidade do Programa Conviver. O espaço está localizado dentro de Polo Esportivo e Cultural Leopoldo Estásio Vanderlinde, ao lado do terminal Tude Bastos. O contato pode ser feito por meio do telefone 3496-5015. A unidade tem 30 vagas para as aulas de aikidô.

O Conviver do Bairro Ocian fica na Avenida Presidente Castelo Branco, altura da Avenida Vicente de Carvalho. O telefone de contato é 3496-5061. Lá tem 10 vagas para a aula de dança cigana e outras 10 para o grupo vocal e instrumental.

No Bairro Solemar, a unidade do Programa fica na Avenida Presidente Kennedy, esquina com a Rua Adhemar de Barros. O telefone de contato é 3496-5053. São 5 vagas para as aulas de pedraria, 4 para mandala, 2 para dança cigana, 2 para bordado, 6 para aulas de inglês e 6 para dança de salão.

Atendimento – Ao longo de todo o ano, as nove unidades do Programa Conviver oferecem atividades esportivas, culturais e de lazer aos maiores de 50 anos. Entre as atrações, aulas de diversos tipos de dança, ginástica, bordados, jogos de mesa, canto coral e muito mais. Homens e mulheres podem aproveitar. Tem Conviver nos Bairros Boqueirão, Guilhermina, Sítio do Campo, Antártica, Tupi, Ocian, Samambaia, Caiçara e Solemar. Para mais informações basta comparecer na unidade mais próxima ou ligar para 3496-5015.

Referência – Quando o assunto é a Melhor Idade, Praia Grande é uma das cidades referência no assunto. Desde 2009, entre todos os municípios do Estado de São Paulo com mais de 200 mil habitantes, Praia Grande está em primeiro lugar no Índice Futuridade, que mede a qualidade de vida e a atenção ao idoso nos municípios.


Confira o expediente de Praia Grande durante o feriado de 7 de setembro

Serviços administrativos param na quinta-feira (6) e voltam na segunda-feira (10)
3/9/2018
 

Nesta semana, os serviços administrativos da Prefeitura de Praia Grande serão alterados devido ao feriado nacional do Dia da independência do Brasil (7 de setembro). Na sexta-feira (7) não haverá expediente administrativo, desta forma, alguns serviços não funcionarão ou terão seus horários alterados. O expediente normal será retomado na segunda-feira (10 de setembro).

A Prefeitura de Praia Grande ressalta que neste período os serviços essenciais de Saúde, Guarda Civil Municipal (GCM), fiscalização de trânsito, transportes e engenharia de tráfego funcionarão normalmente.

Confira o expediente:

Hospital Municipal – Atende normalmente. Para solicitar remoção em ambulância, ligar 192;
Unidades de Saúde da Família – Após o final do expediente da quinta-feira (6), retorna ao atendimento será na segunda-feira (10);
Defesa Civil – Atendimento 24 horas, por meio de chamadas pelo telefone 199;
Guarda Civil Municipal – Expediente normal. Atendimento nos telefones 199 e 153;
Coleta de lixo domiciliar – Atendimento normal.
Limpeza das praias – Diurna e noturna, da faixa de areia e do calçadão da orla;
Coleta Seletiva – Após o final do expediente da quinta-feira (6), retorna ao atendimento normal na segunda-feira (10); 
Ecopontos – Após o final do expediente da quinta-feira (6), retornam ao atendimento normal na segunda-feira (10). Excepcionalmente no sábado (8), as unidades dos bairros Aviação, Boqueirão, Ocian, Real e Solemar funcionarão das 8h às 17h;
Rapa Treco – Após o final do expediente da quinta-feira (6), retorna ao atendimento normal na segunda-feira (10);
Banco do Povo – Após o final do expediente da quinta-feira (6), retorna ao atendimento normal na segunda-feira (10);
Junta Militar – Após o final do expediente da quinta-feira (6), retorna ao atendimento normal na segunda-feira (10);
Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Praia Grande – Após o final do expediente da quinta-feira (6), retorna ao atendimento normal na segunda-feira (10);
Pátio – Após o final do expediente da quinta-feira (6), retorna ao atendimento normal na segunda-feira (10);
Poupatempo – Após o final do expediente da quinta-feira (6), retorna ao atendimento normal na segunda-feira (10);
Feiras livres: Não houve alteração no horário e data de funcionamento das feiras-livres.

Ecopontos Maracanã e Sítio do Campo passam a funcionar também aos sábados

Com as unidades, sete no total têm horário de funcionamento diferenciado
3/9/2018
 

Duas outras unidades do projeto Ecoponto, em Praia Grande, passarão a contar com mais um dia de atendimento ao público, a partir desta semana. Os equipamentos Maracanã e Sítio do Campo (loteamento Guaramar), que funcionavam somente de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, agora também serão abertos aos sábados no mesmo horário de expediente a partir do próximo dia 8 de setembro. O mesmo já acontece nas unidades dos Bairros Boqueirão, Aviação, Ocian, Real e Solemar desde novembro de 2017. Os demais equipamentos continuam funcionando de segunda a sexta-feira. Os Ecopontos contam com caçambas específicas para o depósito de materiais como plástico, vidro, madeira e pequenas quantidades de entulho (até 2 m³ por descarte).

De acordo com o secretário de Serviços Urbanos de Praia Grande, Katsu Yonamine, a abertura aos sábados de algumas unidades é uma solicitação da população. “Procuramos escolher ecopontos em vários locais da Cidade, para atender da melhor forma a todos”.
Atualmente, a Cidade conta com 12 unidades instaladas e a intenção da Administração Municipal é que em 2019 outros quatro equipamentos sejam entregues nos Bairros Guilhermina, Melvi, Vila Sônia e Anhanguera.

Endereços – Os Ecopontos de Praia Grande ficam nos seguintes endereços:

Aviação (esquina das ruas Jorge Alves Maciel e Jorge Hagge)
Sítio do Campo (esquina da Avenida do Trabalhador com Rua Saturnino de Brito, loteamento Guaramar)
Nova Mirim (Rua Martiniano José das Neves, 1410)
Mirim (Avenida Presidente Kennedy, ao lado do nº 8462, entre as Ruas 26 de Janeiro e Aldo Coli)
Real (Rua Lilás, 429)
Maracanã (esquina da Avenida Dr. Roberto de Almeida Vinhas com Rua Dorivaldo Francisco Loria)
Caiçara (Avenida Presidente Kennedy, ao lado do número 13.684, esquina com Rua Maximina Ildefonso Ventura)
Boqueirão (Rua Guanabara com Praça 19 de janeiro)
Solemar (Avenida Presidente Kennedy, na altura do número 21.074, esquina com a Rua Cassimiro de Abreu)
Ribeirópolis (esquina das Avenidas Diamantino Cruz Ferreira Mourão e Agostinho Ferreira)
Ocian (Praça Eliezer Rodrigues Coelho, s/nº, entre as Ruas Dr. Vicente de Carvalho e José de Alencar)
Canto do Forte (Rua Xixová, esquina com a Avenida Ecológica Yolanda da Trentine Giuffrida).

Espetáculo As Sogras leva o nome de Praia Grande ao Festival Internacional de Teatro

Elenco e equipe técnica falam sobre a experiência
3/9/2018
 

O ônibus ainda estava na estrada enquanto os atores repassavam as falas. “Roberval” usava todo seu sotaque meio italiano reclamando com sua esposa e suas sogras brigavam entre si com a ajuda de sua mãe. Algumas horas de viagem e o elenco de As Sogras desembarcava em Santa Rita do Sapucaí, Minas Gerais, para o Festival Internacional de Teatro Sapucaia (FITS).

O espetáculo formado nas oficinas de teatro do Núcleo Artístico Palácio das Artes foi selecionado entre 70 produções nacionais e internacionais inscritas, representando a Baixada Santista e Praia Grande no Festival, que reuniu também grupos de Moçambique e Colômbia.

A apresentação aconteceu no último sábado (1º) no Teatro Inatel, mesmo dia em que “As Sogras” estreava no palco do Teatro Serafim Gonzalez em 2017. Um ano depois, o espetáculo é sucesso de público, fazendo parte também da semana especial dos 10 anos do Palácio das Artes (de 10 a 15 de setembro).

Enquanto a equipe técnica da Secretaria de Cultura e Turismo de Praia Grande (Sectur) arrumava os últimos detalhes de iluminação e cenário, o elenco se preparava nas coxias. A ansiedade que acompanhou o grupo desde a notícia da seleção para o Festival, deu lugar à concentração nos minutos que antecediam o primeiro sinal do teatro. 

O segundo sinal soou. Roberval e sua esposa subiram ao palco, seguidos pelas quatro sogras, arrancando gargalhadas do público. Com interpretações afiadíssimas de Naira Reiner, Oswaldo Soto, Regina Monteiro, Regina Maura, Paula Sueli e Eulália Santos, e uma direção impecável de Alan Queiróz, As Sogras brilharam no Teatro Inatel.

Após a apresentação, a equipe continuou o trabalho, desmontando cenário, retirando iluminação, maquiagem e figurino. Ainda concentrados, o elenco aos poucos começava a relaxar. A missão de levar o nome do teatro praia-grandense a um Festival Internacional foi cumprida com êxito. 

O diretor Alan Queiróz, premiado em 2017 no Festival Rio In Cena com o espetáculo Querô – Uma Reportagem Maldita (produzido no Núcleo Artístico PDA), acredita que todo o sucesso de “As Sogras” é fruto do trabalho desenvolvido pela Sectur. “O objetivo da secretaria é promover o fomento cultural na Cidade. E estamos colhendo os frutos de todo o trabalho desenvolvido por uma equipe comprometida. Chegamos longe mais uma vez sendo selecionados para um festival internacional. É um grande orgulho poder mostrar em toda a cena teatral que Praia Grande vem promovendo a arte acessível, formando talentos e expandindo cultura a outros estados e municípios do País”.

O intérprete de Roberval, Oswaldo Soto, diz que a experiência de participar de um grande festival foi muito importante. “Pudemos nos apresentar, trocar ideias com outros grupos, assistir a espetáculos e fazer oficinas. Todas as etapas foram muito bacanas e enriquecedoras para o grupo”.

A atriz Nara Reiner também elogiou a troca de experiências. “Conhecer o trabalho de outros grupos acaba nos fortalecendo muito porque percebemos que as dificuldades são as mesmas, as alegrias também”.

“Foi maravilhoso. Atendeu completamente todas as minhas expectativas. Foi uma junção de trabalho, muita arte e diversão”, afirma a atriz Regina Monteiro, compartilhando do mesmo sentimento da colega de elenco Regina Maura Cruz: a responsabilidade de levar o nome do teatro de Praia Grande para outro estado. “Estava ansiosa porque acho muito importante sair da zona de conforto e do nosso espaço, mostrando que Praia Grande faz cultura e ainda expande seus horizontes. Essa experiência foi emocionante”.

Eulália Santos disse estar muito feliz com a oportunidade, e acrescenta que a experiência também mostrou que Praia Grande tem uma excelente estrutura cultural. “Pude confirmar que nosso teatro Serafim Gonzalez é um dos equipamentos culturais mais bonitos que eu já vi, e que participar de um grupo tão unido como o nosso faz com que o trabalho fique mais leve e divertido”.

A diretora da divisão de Artes Cênicas e Música da Sectur e responsável pelo Núcleo Artístico Palácio das Artes, Isabel Samegima, afirma o quanto a participação no Festival promove um grande incentivo a todos que trabalham pela arte na Cidade. “É muito gratificante realizar um projeto como esse, com alunos de nossas oficinas brilhando e expandindo as fronteiras de seus talentos. Isso nos mostra que estamos abrindo caminhos para mais fomento cultural em toda a região”.

“Sentimos um orgulho enorme de todo o elenco e equipe, assim como de todos que trabalham indiretamente para que nossas produções façam esse sucesso. Sabemos o quanto é difícil fazer cultura em nosso país, temos uma realidade social que acaba dificultando a produção cultural no Brasil. Diante de todas essas dificuldades, o esforço e determinação do grupo fizeram com que o espetáculo brilhasse fora de nosso estado. A caminhada deve ser essa, sempre cheia de determinação e amor pelo que é realizado”, declara o secretário interino de Cultura e Turismo, Moisés Gomes. 

Workshop – Além da seleção para a apresentação de As Sogras no FITS, o diretor Alan Queiróz foi convidado para ministrar o workshop O Teatro do Oprimido de Augusto Boal para os participantes do Festival.

Atores amadores participaram de uma aula especial com exercícios, jogos e técnicas teatrais criadas pelo teatrólogo brasileiro Augusto Boal. “Nos divertimos muito durante o workshop. Foi uma grande alegria poder dividir esses conhecimentos com os atores, e estar inserido em uma programação tão rica como a que foi elaborada pelo FITS é uma honra”.

10 anos do PDA – Entre 10 e 15 de setembro, o Palácio das Artes oferece uma programação especial totalmente gratuita para celebrar o aniversário. O espetáculo As Sogras faz parte da programação, subindo ao palco do teatro Serafim Gonzalez dia 12, às 20 horas. 

Todas as informações sobre as atividades de aniversário de 10 anos do PDA estão no site www.praiagrande.sp.gov.br e nas redes sociais facebook.com/palaciodasartespg e Instagram @palaciodasartespg.

As Sogras

Ficha Técnica
Texto e direção: Alan Queiróz
Elenco: Naira Reiner, Oswaldo Soto, Regina Monteiro, Regina Maura, Paula Sueli e Eulália Santos
Equipe técnica: Alaff Lira, Samira Aloise, Neuton Costa, Debora Souza, Paulo César Silva, Silas Aloise.
Direção Núcleo Artístico PDA: Isabel Samegima.

Vídeo ajuda a esclarecer assassinato em terminal pesqueiro de Santos

Judoca de Praia Grande  é campeão paulista por faixa

Gustavo Gomes é o melhor na graduação roxa
3/9/2018
 

A equipe de Praia Grande (Secretarias de Esporte e Lazer – SEEL – e Educação – Seduc) conquistou uma medalha de ouro no Campeonato Paulista de Judô por Faixa, evento regido pela Federação Estadual (FPJ) com chancela da Confederação Brasileira (CBJ). A competição, realizada no último sábado (1º), ocorreu no Ginásio Poliesportivo Antônio Baldusco, em Itapecerica da Serra.

O título veio com Gustavo Santos Gomes na faixa roxa, peso leve (66 a 73 quilos) que na decisão superou Lucas da Silva (Liga de Judô do Litoral). As terceiras posições ficaram com Jonas Nunes (Taubaté) e César Godói Nunes (Na Faixa Team Sorocaba). No ano passado, Gomes havia conquistado a medalha de bronze também na faixa roxa. 

Nesta competição, puderam participar atletas das divisões especial e aspirante (só competem em eventos do Estado), nas categorias juvenil (15 e 16 anos), júnior (17 a 19) e sênior (mais de 19). Contudo, não houve divisão por idade (todos lutam juntos), apenas por faixas: preta, marrom, roxa e verde. O selecionado de Praia Grande tem comando técnico dos professores Alberto Silva Bittencourt, Rodrigo de Matos e Danusa Shira Bittencourt.

Dados – Em 2017, a equipe de Praia Grande conquistou quatro medalhas (um ouro e três bronzes) no Campeonato Paulista de Judô por Faixa. A medalha de ouro foi conquistada por Larissa Vieira Coutinho, na faixa verde, peso meio-pesado (70 a 78 quilos). Terceiros lugares para Vitória Noellen Alexandre, na verde, no meio-médio (57 a 63 kg); Fabio Lescreck dos Santos, na roxa, no ligeiro (55 a 60 kg); e Gustavo Santos Gomes, na roxa, no meio-leve (60 a 66 kg). 

Em 2016, o time da Cidade obteve quatro medalhas (duas pratas e dois bronzes). Johnatan Pereira dos Reis foi vice-campeão na faixa marrom, peso meio-pesado (81 a 90 kg); João Pedro Lescreck dos Santos ganhou prata e Luiz Fernando Constantino Fonseca faturou bronze na roxa, meio-leve (55 a 60 kg); Sthefany Gabriela de Lima Souza ficou em terceiro lugar na verde, meio-médio (52 a 57 kg). 

Em 2015, a equipe de Praia Grande conquistou seis medalhas (dois ouros, duas pratas e dois bronzes) no evento estadual. Em 2014, faturou cinco medalhas (um ouro e quatro bronzes). Em 2013, subiu no pódio cinco vezes (duas pratas e três bronzes). Em 2012, o time municipal obteve seis medalhas (dois ouros, uma prata e três bronzes). Em 2011, trouxe seis medalhas (dois ouros e dois bronzes). Em 2010, foram mais quatro subidas ao pódio (dois ouros e dois bronzes). Em 2009, a turma local ganhou um ouro e uma prata. Em 2008, vieram cinco medalhas (três de ouro, uma de prata e uma de bronze).


Times de Praia Grande disputam 2ª rodada da Copa Expresso Popular de Futsal

Equipes municipais disputam competição regional
3/9/2018
 

Nesta terça-feira (4), a partir das 19h45, no Ginásio do Ocian Praia Clube (Rua Comendador Otto Carlos Golanda, 80, Bairro Ocian), em Praia Grande, três equipes masculinas municipais (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Sucos Camp, Centro de Treinamento Falcão 12 e Liga Praia-grandense de Futsal – LPFS) jogam pela segunda rodada da 17ª Copa Expresso Popular de Futsal, evento regido pela Liga Regional de Futsal do Litoral Paulista (LRFSLP) com apoio do Jornal Expresso Popular.

Às 19h45, na categoria sub-14 ouro, o time A do Ocian/Praia Grande encara a turma do I Nove Futebol Arte de Cubatão. Às 20h30, na mesma classe, a equipe B praia-grandense joga contra a da Associação Esportiva Barra Funda de Guarujá. Às 21h10, na sub-18 ouro, o grupo do Ocian/PG/Ludimix enfrenta o da Prefeitura de Guarujá/SEDEL.

Gols – Na última terça-feira (28), também no Ginásio do Ocian Praia Clube, os times municipais realizaram as primeiras partidas na 17ª Copa Expresso Popular de Futsal. Na sub-14 ouro, em um confronto doméstico, a equipe A do Ocian/Praia Grande venceu a B por 7 a 0. Na sub-18 ouro, a turma da Cidade (com apoio de Ludimix) perdeu para a do Grêmio Esportivo Aymoré de Cubatão por 2 a 1.

Dados – Em 2017, o time masculino sub-14 do Colégio Recanto Educacional/Fisk/Praia Grande sagrou-se vice-campeão da 16ª Copa Expresso Popular de Futsal, série ouro. Na final, os meninos da Cidade empataram com a turma do Gremetal/Stismmmec em 3 a 3 (no tempo regulamentar). Nos pênaltis, a garotada de Santos levou a melhor e venceu por 3 a 2. 

Em 2016, o time sub-11 de Praia Grande/Ocian Praia Clube sagrou-se bicampeão (2014 e 2016) da Copa Expresso Popular ao vencer na final, por 4 a 2, a turma do Santos Futebol Clube. Já o grupo local sub-12 ficou com a medalha de prata ao perder a decisão nos pênaltis, por 3 a 1 (após empate de 1 a 1 no tempo regulamentar), para o Clube Internacional de Regatas/Unimed Santos. Já a equipe sub-10 de Praia Grande foi eliminada ainda na etapa inicial.

Em 2015, o time masculino sub-14 de Praia Grande/Ocian foi campeão invicto. O sub-10 conquistou o bronze. Em 2014, as equipes masculinas sub-10 e sub-11 de Praia Grande sagraram-se campeãs da 13ª Copa. Em 2013, as equipes masculinas sub-11 A (jogadores nascidos em 2003) e sub-15 B (1998) de Praia Grande conquistaram as pratas. Na categoria sub-11 B (2002), a turma praia-grandense ficou com o bronze. Em 2012, ouro para os meninos da sub-15. Em 2011, ouro para os sub-15. Bronze para o sub-13. Em 2010, as sub-13 e sub-15 foram pratas. Em 2009, na sub-11 e sub-17 (série ouro – atletas federados) Praia Grande obteve os vice-campeonatos.

Baixa adesão da vacinação contra o sarampo e pólio 

Amigos da Vila Sônia e Vila Mirim decidem o Municipal de Futebol da 1ª Divisão em Praia Grande

Competição reúne 19 agremiações
3/9/2018
 

As equipes dos Amigos da Vila Sônia Futebol Clube (Bairro Vila Sônia) e da Associação Vila Mirim Esporte Clube (Mirim) disputam o título do Campeonato Municipal de Futebol, série A (primeira divisão), categoria masculina adulta, no próximo dia 16, às 11 horas, no campo anexo ao Ginásio Magic Paula (esquina da Avenida dos Trabalhadores com a Rua Leila Maria de Barros Monteiro, s/nº, Bairro Antártica).

No último domingo (2), no mesmo local, ocorreram as partidas semifinais da competição organizada pela Liga de Futebol Amador de Praia Grande (LFAPG) com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL) que reúne os 19 melhores times da Cidade e mais de 350 jogadores. No primeiro confronto, o selecionado dos Amigos da Vila empatou com o do Esporte Clube Galo de Ouro (Mirim) por 1 a 1. Nos pênaltis, venceu por 4 a 3. No segundo, a equipe da Associação Vila Mirim venceu a do Real Esporte Clube (Real) por 1 a 0.

Quartas de final – Na fase quartas de final, o time do Vila Mirim (2º colocado do grupo A na fase inicial da competição) empatou com o do Poty (3º A) em 0 a 0. Por ter realizado melhor campanha na primeira fase, o grupo do Vila Mirim avançou a semifinal. A equipe dos Amigos da Vila Sônia (1ºB) goleou a do SESC Tude Bastos (4ºA) por 4 a1. A turma do Real (1ºA) venceu a do Clube Atlético Três Cores (4ºB) por 3 a 1. E o selecionado do Galo de Ouro (2ºB) derrotou o do Ilha do Caieiras (3ºA) por 3 a 2. 

Dados – Na primeira fase, as equipes jogaram todas contra todas dentro de cada grupo (A e B), em turno único, qualificando-se as quatro primeiras posicionadas, de cada chave, para a fase quartas de final (oito melhores). A partir daí, os confrontos ocorrem em sistema de eliminatória simples (quem perde está eliminado), no qual duelam o 1º posicionado da chave A x 4ºB, 2ºA x 3ºB, 3ºA x 2ºB, 4ºA x 1ºB. As duas últimas colocadas de cada chave, foram rebaixadas para a série B (segunda divisão): Caiçara, Cesac, Parma e Ajax Melvi.

No grupo A, duelaram as equipes do América Futebol Clube (Japuí/São Vicente), SESC Tude Bastos Futebol Clube (Sítio do Campo), Ilha do Caieiras Futebol Clube (Caieiras), Real Esporte Clube (Real), Associação Vila Mirim Esporte Clube (Mirim), Caiçara Futebol Clube (Caiçara), Associação Atlética Solemar (Solemar), Estrela do Norte Futebol Clube (Caieiras) e Associação Recreativa Metropolitano (Ocian). 

No B, jogaram os times do Atlântico Sociedade Esportiva e Atlética (Mirim), Esporte Clube Galo de Ouro (Mirim), Poty Futebol Clube (Tupi), Liberdade Futebol Clube (Canto do Forte), Esporte Clube Águia de Ouro (Aviação), Clube Atlético Três Cores (Mirim), Amigos da Vila Sônia Futebol Clube (Vila Sônia), Folha Verde Esporte Clube (Glória), Ajax Melvi Futebol Clube (Melvi) e Parma Futebol Clube (Ocian).

Retrospecto – Em 2017, a equipe do América Futebol Clube sagrou-se campeã. Na decisão, venceu por 1 a 0 do Metropolitano. Em 2016, a equipe do Amigos da Vila Futebol Clube venceu o Campeonato. Na decisão, o time do Vila Sônia derrotou, por 3 a 1, o selecionado do Folha Verde Esporte Clube (Glória). Na temporada 2014/2015, o Real Esporte Clube conquistou o título. Na final, a turma do Bairro do Jardim Real venceu nos pênaltis, por 4 a 2, o time do Atlântico. Em 2013, deu Galo de Ouro. Em 2012, a equipe do Palmeirinhas EC sagrou-se campeã. Em 2011, o selecionado do Galo de Ouro levantou a taça. 

Em 2010, após uma confusão no jogo final (os árbitros foram agredidos), a LFAPG dividiu o título com os times do Real e do Vasquinho Futebol Clube (Mirim). Em 2009 e 2008, o time do Atlético Clube Praia Grande venceu a série A-1. Em 2007, o primeiro lugar ficou com o Real. Em 2006, medalha de ouro para o grupo do Três Cores. Em 2005, vitória da rapaziada do Real. Outras informações podem ser obtidas no site da Liga: www.lfapg.com.br.

Equipes de Praia Grande  seguem na disputa do título Metropolitano de Bocha

Competição é regida pela Liga de Praia Grande
3/9/2018
 

Equipes de Praia Grande (Guilhermina e Ocian Praia Clube) disputaram no último sábado (1º), a quinta rodada da segunda fase (terceiro e quarto turnos) do Campeonato Metropolitano de Bocha-rafa Masculina, evento organizado pela Liga de Bocha e Malha de Praia Grande (LBMPG) com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL). No total, oito agremiações da Região Metropolitana da Baixada Santista competem. 

Em casa, a turma da Associação dos Amigos do Jardim Guilhermina/Praia Grande (PG) venceu a do Ocian Praia Clube/PG por 8 a 2. Como mandante, o time da Sociedade Amigos do Balneário Marambaia (Sambamar)/PG perdeu para a do Grêmio Recreativo Mongamar/Mongaguá por 7 a 2. Em Santos, a equipe do Clube Atlético Santa Cecília/Santos ganhou da Associação Recreativa/Peruíbe por 8 a 1. Já o confronto entre os grupos de São Vicente e do Botafogo Atlético Clube/Santos ocorre na quinta-feira (6). 

Assim, na classificação parcial do evento regional: 1º Mongamar com 34 pontos; 2º Guilhermina e Ocian PC; 4º Botafogo e Santa Cecília com 31; 6º Recreativa com 20; 7º São Vicente com 14; e 8º Sambamar com 10. A LBMPG não divulgou os confrontos da próxima rodada. As equipes jogam todas contra todas, em turno e returno, qualificando-se as quatro primeiras para as disputas semifinais.

Título – Na primeira fase (primeiro e segundo turno) do Campeonato Metropolitano de Bocha-rafa, a turma santista do Botafogo Atlético Clube venceu a do Clube Atlético Santa Cecília por 2 a 0 e sagrou-se campeã. Nas terceira e quarta posições ficaram a Associação dos Amigos do Jardim Guilhermina e Grêmio Recreativo Mongamar. 

Na primeira fase do torneio, foram eliminadas as equipes da Sociedade Amigos do Balneário Marambaia (Sambamar)/PG, Ocian PC/PG, Associação Recreativa/Peruíbe e São Vicente. Outras informações podem ser obtidas na página on-line da Liga de Bocha e Malha de Praia Grande: https://www.facebook.com/bochadabaixadasantista.

Retrospecto – Em 2017, na série ouro, título para a turma do Sambamar, segundo lugar para o Santa Cecília ficou com o vice-campeonato e terceiro para o Mongamar. Na série prata, primeira, segunda e terceira posições para as equipes do Guilhermina, Clube de Praia São Paulo/PG e Guarujá. No Campeonato de Duplas Masculinas Nova Bocha Litoral 2017, medalha de ouro para a turma do Guilhermina. Vice-campeonato para o Sambamar. Na terceira colocação, ficou a turma do Santa Cecília.

Em 2016, a turma masculina do Guilhermina sagrou-se campeã do torneio de quartetos. Prata e bronze para o Santa Cecília e Ocian Praia Clube. Na competição feminina de quartetos, a taça de campeão ficou com o Sambamar, a de vice-campeão com o Botafogo e a de terceiro lugar do Santa Cecília. Em 2015, deu Mongamar seguido por Botafogo e Ocian Praia Clube. Na feminina, vitória do Sambamar. Vice-campeonato para o Santa Cecília e terceiro lugar para o Guilhermina.

Em 2014, na masculina, o Mongamar sagrou-se campeão, o do Jardim Guilhermina vice-campeão e o do Sambamar terceiro colocado. Em 2013, a equipe do Guilhermina sagrou-se campeã. Na sequência encerraram os selecionados do Sambamar e Ocian Praia Clube. Em 2012, ouro para o Guilhermina, prata para o Sambamar e bronze para o Mongamar. Em 2011, primeiro, segundos e terceiros lugares para Guilhermina, Mongamar e Sambamar. Em 2010, Guilhermina, Ocian PC e Assunção completaram pódio. Em 2009, Guilhermina, Sambamar e Mongamar foram ouro, prata e bronze. Em 2008, Assunção, Mongamar e Ocian Praia Clube ganharam medalhas. 

Eu amo Praia Grande!!!

%d blogueiros gostam disto: