• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Futsal de Praia Grande  compete na Copa Expresso Popular

Equipes municipais disputam competição regional
18/9/2018
 

As equipes masculinas de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Sucos Camp, Centro de Treinamento Falcão 12 e Liga Praia-grandense de Futsal – LPFS) só voltam a jogar em 2 de outubro pela 17ª edição da Copa Expresso Popular de Futsal. Na última quinta-feira (13), no Ginásio do Ocian Praia Clube (Bairro Ocian), em Praia Grande, dois times da Cidade (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Sucos Camp, Centro de Treinamento Falcão 12 e Liga Praia-grandense de Futsal – LPFS) jogaram pela terceira rodada da competição.

No primeiro jogo, na categoria sub-14 série ouro, o time B de Praia Grande perdeu para o da Prefeitura de Mongaguá por 4 a 1. Na mesma classe, a equipe A de Praia Grande foi derrotada pela da Arena Projetos/Colégio Expressão, também de Mongaguá, por 3 a 2. A turma de Praia Grande também compete nas categorias sub-8, sub-9 e sub-18. O evento, regido pela Liga Regional de Futsal do Litoral Paulista (LRFSLP), conta com apoio do Jornal Expresso Popular.

Retrospecto – Em 2017, o time masculino sub-14 do Colégio Recanto Educacional/Fisk/Praia Grande sagrou-se vice-campeão da 16ª Copa Expresso Popular de Futsal, série ouro. Na final, os meninos da Cidade empataram com a turma do Gremetal/Stismmmec em 3 a 3 (no tempo regulamentar). Nos pênaltis, a garotada de Santos levou a melhor e venceu por 3 a 2. 

Em 2016, o time sub-11 de Praia Grande/Ocian Praia Clube sagrou-se bicampeão (2014 e 2016) da Copa Expresso Popular ao vencer na final, por 4 a 2, a turma do Santos Futebol Clube. Já o grupo local sub-12 ficou com a medalha de prata ao perder a decisão nos pênaltis, por 3 a 1 (após empate de 1 a 1 no tempo regulamentar), para o Clube Internacional de Regatas/Unimed Santos. Já a equipe sub-10 de Praia Grande foi eliminada ainda na etapa inicial.

Em 2015, o time masculino sub-14 de Praia Grande/Ocian foi campeão invicto. O sub-10 conquistou o bronze. Em 2014, as equipes masculinas sub-10 e sub-11 de Praia Grande sagraram-se campeãs da 13ª Copa. Em 2013, as equipes masculinas sub-11 A (jogadores nascidos em 2003) e sub-15 B (1998) de Praia Grande conquistaram as pratas. Na categoria sub-11 B (2002), a turma praia-grandense ficou com o bronze. Em 2012, ouro para os meninos da sub-15. Em 2011, ouro para os sub-15. Bronze para o sub-13. Em 2010, as sub-13 e sub-15 foram pratas. Em 2009, na sub-11 e sub-17 (série ouro – atletas federados) Praia Grande obteve os vice-campeonatos.

Campanhas – Confira todos os resultados dos times de Praia Grande na Copa Expresso Popular de Futsal 2018:

sub-14 série ouro
28/8 – Praia Grande/Ocian Praia Clube A 7 x 0 Praia Grande/Ocian Praia Clube B
4/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube A 5 x 5 Associação Esportiva Barra Funda/Guarujá
13/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube A 2 x 3 Arena Projetos/Colégio Expressão/Mongaguá

sub-14 série ouro
28/8 – Praia Grande/Ocian Praia Clube B 0 x 7 Praia Grande/Ocian Praia Clube A
4/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube B 1 x 4 I Nove Futebol Arte/Cubatão
13/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube B 1 x 4 Mongaguá

sub-18 série ouro
28/8 – Praia Grande/Ocian Praia Clube/Ludimix 1 x 2 Grêmio Esportivo Aymoré/Cubatão 
4/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube/Ludimix 3 x 3 Guarujá/SEDEL


Praia Grande encara Mauá no Paulistão de Vôlei sub-17

Equipe masculina da Cidade joga no Ginásio Rodrigão
18/9/2018
 

Nesta quarta-feira (19), às 19h30, no Ginásio Rodrigão (Avenida Presidente Kennedy, 8169, Bairro Mirim), em Praia Grande, o selecionado masculino sub-17 de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL) joga contra o time do Mauá Voleibol, em confronto válido pela 18ª rodada da primeira fase do Campeonato Estadual de Vôlei, evento regido pela Federação Paulista da modalidade (FPV) com chancela da Confederação Brasileira (CBV). 

No dia 27, às 17 horas, em São Bernardo do Campo, o grupo masculino sub-21 de Praia Grande enfrenta o do São Bernardo Vôlei, pela oitava rodada da primeira fase do Paulistão. Já o selecionado municipal sub-19 só volta a quadra no dia 3 de outubro, às 20 horas, no Ginásio Rodrigão, para jogar contra a turma do Mauá Voleibol pela 15ª rodada da etapa inicial do Estadual.

Sub-17 – Na classificação parcial da competição, o grupo municipal é o 12º e último colocado com uma vitória e 16 derrotas. Jogam pela Cidade os atletas Alexandre Colhado, André Victor Silva, Thiago Dóros, Lucas Ferreira, Ruan Lucas Barreto, Matheus Rodrigues, Roberto Vitor Galera, Gabriel Pereira, Eduardo Vieira, Pedro Henrique Santana, João Gabriel Tellini, Marcus Vinicius Tellini, Ray Pereira e Arthur Amaro. Técnico: Ricardo Vasconcelos. Auxiliar: Alex Luís Hiath Salvador. 

Confira todos os resultados de Praia Grande:

5/5 – Praia Grande 0 x 3 Vôlei Renata Campinas
10/5 – São Caetano do Sul 3 x 0 Praia Grande
12/5 – Praia Grande 0 x 3 Esporte Clube Pinheiros
15/5 – Mauá Voleibol 3 x 0 Praia Grande
17/5 – Praia Grande 0 x 3 SESI/SP
23/5 – São José Vôlei 3 x 0 Praia Grande
16/6 – Praia Grande 0 x 3 Associação Desportiva Centro Olímpico
19/6 – Aprov/Guarulhos 3 x 0 Praia Grande
21/6 – Funvic Taubaté 3 x 1 Praia Grande
23/6 – Praia Grande 0 x 3 Ibirapuera Vôlei
28/7 – Vôlei Renata Campinas 3 x 0 Praia Grande
31/7 – São Bernardo Vôlei 3 x 1 Praia Grande
4/8 – SESI/SP 3 x 0 Praia Grande
15/8 – Esporte Clube Pinheiros 3 x 0 Praia Grande
25/8 – Praia Grande 3 x 2 Funvic Taubaté
1/9 – Praia Grande 0 x 3 Aprov/Guarulhos
13/9 – Praia Grande 1 x 3 São José Vôlei

Sub-19 – Na classificação parcial, o grupo municipal é o 10º e último colocado com duas vitórias e 12 derrotas. Competem por Praia Grande os jogadores Henrique Willian Testi, Johnattan Ferreira, Rafael Gaudêncio, Guilherme Bonfim, Jane Almeida, Bruno Casagrande, Henrique Silveira, Marco Kiyomoto, Pedro Padovan, João Ortega, Thiago Silva, Wellington Gonçalves, João Pedro Zandomenighi, Luan Trindade, Arthur Piva, Gustavo Muniz, Wallace Pena, Gabriel Rosa e Igor Vereda. Técnico: Alex Luís Hiath Salvador. 
Confira todos os resultados de Praia Grande:

5/5 – Praia Grande 1 x 3 Vôlei Renata Campinas
11/5 – Praia Grande 0 x 3 São Caetano do Sul
16/5 – SESI/SP 3 x 0 Praia Grande
18/5 – Praia Grande 1 x 3 São Bernardo Vôlei
7/6 – Associação Desportiva Centro Olímpico 3 x 1 Praia Grande
13/6 – Mauá Voleibol 3 x 1 Praia Grande
23/6 – Praia Grande 1 x 3 Ibirapuera Vôlei
28/6 – Praia Grande 3 x 0 São José Vôlei
19/7 – Praia Grande 1 x 3 Esporte Clube Suzano
28/7 – Vôlei Renata Campinas 3 x 0 Praia Grande
8/8 – Praia Grande 0 x 3 SESI/SP
17/8 – São Caetano do Sul 3 x 1 Praia Grande
22/8 – São Bernardo Vôlei 3 x 0 Praia Grande
31/8 – Praia Grande 3 x 2 Associação Desportiva Centro Olímpico

Sub-21 – Na classificação parcial, a seleção masculina sub-21 de Praia Grande é quarta colocada com cinco derrotas e duas vitórias. Representam a Cidade os atletas Bruno Gabriel Palm, Eduardo Chaves, Maurício Marisden, Anderson Menossi, Matheus Rocha Leite, Guilherme Alarcon, Lucas Carvalhal, Gabriel Rossman, Pablo Cordero, Wilton Rodrigues Júnior, Arthur Andrade, Felipe Jurado e Ítalo Santos Souza. Técnico: Eduardo Fino. Auxiliar: Alex Luís Hiath Salvador. 
Confira todos os resultados de Praia Grande:

3/8 – Praia Grande 0 x 3 Super Vôlei Santo André
8/8 – Praia Grande 0 x 3 São José Vôlei
16/8 – Praia Grande 3 x 0 São Bernardo Vôlei
24/8 – SESI São Paulo 3 x 0 Praia Grande
1/9 – Praia Grande 0 x 3 Vôlei Renata
5/9 – Praia Grande 0 x 3 SESI São Paulo
15/9 – São José Vôlei 1 x 3 Praia Grande

Dados – Neste ano, a equipe masculina sub-21 de Praia Grande disputou a Copa Bandeirantes de Vôlei (FPV). A turma da Cidade foi eliminada ainda na primeira fase da competição. Nas partidas realizadas, o grupo municipal perdeu para o Vôlei Renata de Campinas, Super Vôlei Santo André, SESI/SP por 3 a 0, e São José dos Campos por 3 sets a 1. Vale frisar que os grupos municipais treinam de terças a sextas-feiras, das 16h30 às 22 horas, no Ginásio Rodrigão (Avenida Presidente Kennedy, 8169, Bairro Mirim).

A última vez que Praia Grande participou do Paulista de Vôlei foi em 2011. Naquela oportunidade, o selecionado masculino infanto-juvenil (até 18 anos) municipal foi eliminado ainda na primeira fase, no grupo A, com 11 derrotas e uma vitória. No Paulistão de 2008 – primeira vez que a Cidade competiu no evento da FPV – a equipe sub-18 conquistou o vice-campeonato da série bronze (reuniu os times qualificados do nono ao 12º lugar, na primeira fase do certame). 

Samambaia recebe jogo do Paulistão de Basquete sub-17 em Praia Grande 

Time masculino da Cidade enfrenta o Clube Internacional de Santos
18/9/2018
 

Nesta quarta-feira (19), às 20 horas, no Ginásio do Bairro Samambaia (Avenida Maria Cavalcante da Silva, 10), o time masculino sub-17 de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Centro Educacional Vila Verde, Faculdade Praia Grande e Associação Realizar) joga contra a equipe do Clube Internacional de Regatas de Santos, pela quinta rodada da chave D, na segunda fase do Campeonato Estadual, regido pela Federação Paulista de Basquete (FPB).

Nos jogos já realizados, o grupo local perdeu para o Mogi das Cruzes Helbor por 60 a 37, Sendi Bauru Basket por 67 a 57, Clube Espéria por 53 a 44 e Internacional de Santos por 57 a 46. Nesta nova etapa, as cinco equipes últimas colocadas da primeira fase formam a chave D: Praia Grande (sétima colocada do grupo A), Clube Espéria (6ªA), Clube Internacional de Regatas de Santos (5ªA), Mogi das Cruzes/Helbor (6ªB) e SENDI/Bauru Basket (5ªB). 

As equipes jogam todas contra todas, em turno e returno qualificando-se as quatro melhores para as semifinais. Na chave C, competem os oito times primeiros colocados na etapa inicial da competição: CAC/Cravinhos (1ºA), SESI-São Paulo/Franca (2º A), CBC/Tênis Clube de Campinas (3ºA), Nosso Clube Limeira (4ºA), Sociedade Esportiva Palmeiras (1ºB), Esporte Clube Pinheiros (2ºB), Clube Atlético Paulistano (3ºB) e Tênis Clube Paulista/Overtime (4ºB). 

Na primeira fase da competição estadual, na chave A, o time de Praia Grande ganhou do Clube Espéria por 59 a 54. Perdeu para o Nosso Clube de Limeira (duas vezes) por 73 a 66 e 54 a 51, SESI/Franca Basquete (duas vezes) por 81 a 32 e 113 a 28, CAC/APAB Cravinhos (duas vezes) por 77 a 34 e 62 a 52, o selecionado do CBC/Tênis Clube Campinas (duas vezes) por 95 a 45 e 58 a 46, a turma do Clube Internacional de Santos (duas vezes) por 61 a 59 e 55 a 52, e Clube Espéria por 70 a 62.

Jogam pela Cidade os jogadores Guilherme Bruno, Rafael Messias Júnior, João Gustavo, Raul Vieira Jorge Luz, Leonardo Santos, André Luiz Lima Conceição, Pedro Lucas Chaboudet Luna, Gabriel Diocedo de Castro, Samuel Guedes Menezes, Jorge Silva, Elias Santos de Souza, Ruan, Luis Felipe, Felipe, Jefferson, Leonardo e Gabriel Ribeiro Chagas. Técnico: Osvaldo José de Assis Pinheiro. Auxiliar: Fábio Roberto de Souza Silva. 

Copa LBBS Adulta – No último domingo (16), também no Ginásio do Bairro Samambaia, o time masculino adulto (idade livre) de Praia Grande ganhou da equipe do Xicanera por 58 a 44 em confronto válido pela terceira rodada da 1ª Copa Regional promovida pela Liga de Basketball da Baixada Santista (LBBS) com chancela da Federação Paulista (FPB). O grupo local volta a jogar apenas no dia 30, às 10 horas, no mesmo local, contra o grupo da Academia Máxima Forma de Santos.

Nos jogos anteriores, a turma de Praia Grande venceu o time santista do Clube de Regatas Vasco da Gama por 83 a 69 e o Red Line/São Vicente por 65 a 32. Além destas equipes, competem as do Team Brothers, Humaitá Basquetebol (HMT) e Medicina Santos. Na primeira fase da competição, os selecionados jogam todos contra todos em turno único, qualificando-se as quatro primeiras para o play-off semifinal. 

Atuam pela Cidade os jogadores André Batista dos Santos, André Luiz Lima Conceição, Arthur Antônio Aparecido Gabriel Felicissimo, Daniel Brito de Jesus, Elias Santos de Souza, Gabriel Diocedo de Castro, Gabriel Ribeiro Chagas, Guilherme Bruno, Gustavo Alves Praxedes de Souza, Iury Santos Sena Oliveira, Kewin Willys Muniz, Lucas Miranda do Carmo, Pedro Lucas Chaboudet Luna, Rafael Messias Junior, Raul Vieira Jorge Luz, Samuel Guedes Menezes e Vitor de Abreu Silva. Técnico: Osvaldo José de Assis Pinheiro. Auxiliar: Rabio Roberto de Souza Silva e Mariana Azevedo Costa.

Copa LBBS sub-17 – Em agosto, a equipe masculina sub-17 de Praia Grande conquistou a medalha de prata da 1ª Copa Regional promovida pela Liga de Basketball da Baixada Santista (LBBS) com chancela da Federação Paulista (FPB). Na final, no Ginásio do Clube Internacional de Regatas, em Santos, o time municipal perdeu para o Internacional por 72 a 66.

Na semifinal, o grupo local venceu Itanhaém por 60 a 24. Na primeira fase, o time de Praia Grande terminou na segunda colocação com cinco vitórias e uma derrota. Nos jogos realizados, a equipe municipal venceu a turma do Instituto Baby por 81 a 56, Basquete Cubatão ACB por 78 a 16, Associação de Basquete de Itanhaém por 69 a 46, Associação Atlética Banco do Brasil/Santos por 65 a 35 e a turma do Colégio Liceu Santista por 78 a 50; perdeu para o Internacional de Santos por 73 a 49. 

Jogaram pela Cidade os jogadores Guilherme Bruno, Rafael Messias Júnior, João Gustavo, Raul Vieira Jorge Luz, Leonardo Santos, André Luiz Lima Conceição, Pedro Lucas Chaboudet Luna, Gabriel Diocedo de Castro, Samuel Guedes Menezes, Jorge Silva, Elias Santos de Souza, Ruan, Luis Felipe, Felipe, Jefferson, Leonardo e Gabriel Ribeiro Chagas. Técnico: Osvaldo José de Assis Pinheiro. Auxiliar: Fábio Roberto de Souza Silva. 

Liga Paulista – O selecionado municipal masculino sub-19 terminou em primeiro lugar na fase inicial do Campeonato Estadual promovido pela Liga Paulista de Basquete (LPB). Agora, aguarda a definição dos play-offs. Nas partidas realizadas, o grupo municipal venceu (duas vezes) Caraguatatuba/ABASC por 66 a 39 e 56 a 41, São Sebastião por 68 a 32 e 103 a 37, São Vicente por 67 a 62 e 64 a 39, e Guarujá por 72 a 52 e 66 a 58. 

Atuam pela Cidade os jogadores André Batista dos Santos, André Luiz Lima Conceição, Arthur Antônio Aparecido Gabriel Felicissimo, Daniel Brito de Jesus, Elias Santos de Souza, Gabriel Diocedo de Castro, Gabriel Ribeiro Chagas, Guilherme Bruno, Gustavo Alves Praxedes de Souza, Iury Santos Sena Oliveira, Kewin Willys Muniz, Lucas Miranda do Carmo, Pedro Lucas Chaboudet Luna, Rafael Messias Junior, Raul Vieira Jorge Luz, Samuel Guedes Menezes e Vitor de Abreu Silva. Técnico: Osvaldo José de Assis Pinheiro. Auxiliar: Rabio Roberto de Souza Silva e Mariana Azevedo Costa.

Retrospecto – No Paulistão de Basquete 2017, a equipe masculina sub-17 de Praia Grande garantiu a quarta colocação na série bronze. Na semifinal do chamado final four, o time de Praia Grande perdeu para a equipe do Clube Internacional de Regatas de Santos por 71 a 36. Na decisão do terceiro lugar, o selecionado municipal foi derrotado por Fernandópolis/AEC por 48 a 39. O título da disputa ficou com o grupo do Santo André/APABA que na decisão superou o Internacional por 64 a 57. Nesta etapa, competiram os times que ficaram do nono ao 12º lugar na primeira fase da competição. A turma de Praia Grande terminou em 11º lugar.

Já a seleção masculina sub-19 de Praia Grande encerrou a participação no Campeonato Paulista de Basquete na segunda fase (série D) da competição. Nas partidas realizadas, venceu o Tênis Clube de Campinas/CBC por 57 a 48, perdeu para o XV de Piracicaba (73 a 48 e 60 a 51), Tênis Clube de Campinas (68 a 51), Time Jundiaí de Basquete (por 72 a 33 e 68 a 37), Esporte Clube Pinheiros (117 a 36 e 132 a 24), Clube Atlético Paulistano (106 a 35 e 109 a 26), Associação Atlética São Caetano do Sul (86 x 57 e 86 a 55), Sociedade Esportiva Palmeiras (120 a 41 e 107 a 49) e Mogi das Cruzes/Helbor (102 a 50 e 100 a 43)

Mais de uma tonelada de cocaína estava escondida em rolos compressores no cais santista

Memorial da Inclusão traz mostra sobre as memórias de moradores com e sem deficiência do litoral paulista

Memorial da Inclusão traz mostra sobre as memórias de moradores com e sem deficiência do litoral paulista

Exposição “Memória Caiçara” conta com 34 obras de arte produzidas com conchas, areia e vidro que podem ser tocadas e contam com audiodescrição e intérprete de Libras

Até o dia 27 de setembro, o Memorial da Inclusão recebe a mostra “Memória Caiçara” que traz as recordações de moradores com e sem deficiência da Estância Balneária de Praia Grande, no litoral paulista, nos anos 1950. A exposição conta com 34 obras produzidas por artistas com e sem deficiência do projeto “Pé Direito Caiçara”, que utilizaram conchas, areia, vidro, madeira e tecido (boa parte do material foi reciclada). A ideia é que os visitantes resgatem histórias, valores e crenças da vida na região.

As obras podem ser tocadas e contam com audiodescrição e intérprete de Libras. A mostra pode ser visitada de segunda a sexta, das 10h às 18h e aos sábados, das 13h às 17h. O Memorial da Inclusão está localizado na sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, na Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Portão 10, na Barra Funda.

Inaugurado no dia 3 de dezembro de 2009, o Memorial da Inclusão: os Caminhos da Pessoa com Deficiência tem o propósito de reunir em um só espaço fotografias, documentos, manuscritos, áudios, vídeos e referências aos principais personagens, às lutas e às várias iniciativas que incentivaram as conquistas e melhores oportunidades às pessoas com deficiências.

Serviço:

Exposição Memória Caiçara

Data: até o dia 27 de setembro

Horário: de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h e aos sábados, das 13h às 17h

Local: Memorial da Inclusão – Sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo

Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Portão 10 – Barra Funda – São Paulo/SP

Entrada gratuita

Imprensa

Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência

imprensa@sedpcd.sp.gov.br Tel. 11 5212-3702 / 3791
Av. Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Portão 10 – Barra Funda – São Paulo – SP

Concurso de Miss e Mister Melhor Idade acontece na quinta-feira (20) em Praia Grande 

No total, 34 mulheres e 20 homens se inscreveram para participar
17/9/2018
 

Na próxima quinta-feira (20), às 14h, 54 pessoas participam do concurso de Miss e Mister Melhor Idade de Praia Grande. Todos já passaram dos 60 anos e são moradores da Cidade. Além disso, os inscritos participam dos programas da Melhor Idade do Município e de entidades da Cidade. A competição será realizada no palco do Teatro Serafim Gonzalez, no Palácio das Artes. O público poderá acompanhar de perto a disputa, rica em elegância e alegria. A entrada é gratuita.

Esta é a décima primeira edição do concurso. Quem for eleito vai representar a Melhor Idade de Praia Grande nos eventos oficiais do Município. Os critérios de avaliação incluem simpatia, beleza, elegância, postura e desenvoltura na passarela. Além de Miss e Mister Melhor Idade também serão eleitos o Miss e Mister simpatia.

O evento foi criado inicialmente entre os frequentadores da unidade Caiçara do Programa Conviver. Com o passar dos anos, cresceu e se estendeu para as demais unidades. Atualmente, todas as diretoras participam ativamente da organização.

De acordo com a coordenadora do evento, Nádia Regina Amaral Guimarães, o concurso é sempre muito procurado pelos idosos que se preparam nos mínimos detalhes para a participação. “É um dia de gala. Elas passam no salão, se maquiam, querem ficar impecáveis para a disputa. Os homens por sua vez não ficam para trás, capricham na elegância e no charme para ganhar a preferência dos jurados”.

O Palácio das Artes fica na Avenida Presidente Costa e Silva, nº 1600, no Bairro Boqueirão. 

Praia Grande  adquire novos veículos para transporte de funcionários durante expediente

Minivans estão sendo substituídas por furgões
17/9/2018
 

Ampliando de 7 para 16 funcionários transportados por viagem, a Secretaria de Serviços Urbanos (Sesurb) de Praia Grande visa agilizar o trabalho de manutenção e limpeza da Cidade com a troca de 49 minivans por 24 furgões. Os equipamentos são alugados e as nove primeiras unidades foram entregues oficialmente na manhã desta segunda-feira (17) no Paço Municipal. A intenção é que até o final de setembro todas estejam atuando.

Além da ampliação da capacidade de transporte de funcionários durante o expediente, levando e buscando as equipes durante trabalhos como varrição, capinação, jardinagem, entre outros, os novos veículos ainda vão resultar em economia para a Administração Municipal. As antigas minivans (Fiat Doblò), movidas à gasolina, realizavam em média 7 km/l; já os novos furgões (Sprinter 415 CDI) fazem aproximadamente 12 km por litro de diesel.

Dentre as novidades trazidas pelos furgões está a utilização do sistema biodiesel S-10 (menos poluente), tração traseira, direção escamoteável, banco com altura regulável, airbags, sistemas de ar-condicionado de farol de neblina inteligentes e saídas de emergência nas laterais e no teto.

O prefeito de Praia Grande, Alberto Mourão, disse que desde a inutilização das antigas kombis, a Administração procurava a melhor opção para o transporte dos funcionários. “Esta é uma dinâmica administrativa que pensa no bem comum, na comodidade dos funcionários e na economia do dinheiro público, uma vez que a economia gerada por estes novos veículos será de aproximadamente 65%”.

De acordo com o secretário de serviços urbanos, Katsu Yonamine, atualmente para transportar algumas equipes é necessário fazer duas ou três viagens, algo que será resolvido com os novos furgões. “Além disso, com a redução no número de veículos, teremos motoristas excedentes que serão remanejados pela Secretaria de Administração, beneficiando setores da Prefeitura com defasagem destes profissionais”.

Os primeiros nove veículos serão direcionados para as Divisões de Manutenção da Orla e de Manutenção Ambiental. A previsão é que até o final de setembro todos os setores da Sesurb sejam atendidos pelos equipamentos.

Orla de Praia Grande – Canto do Forte – Marcello Toledo

População reclama de abandono do Emissário Submarino, em Santos

Pescador morre após barco virar em Itanhaém

Praia Grande  recebe mais de 1,8 mil professores no 1º ICLOC da Baixada Santista

Docentes da Região e de outras cidades do Estado participaram do evento
17/9/2018
 

Praia Grande sediou a primeira edição do Congresso do Instituto Cultural Lourenço Castanho (Icloc) de Práticas de Sala de Aula na Baixada Santista. No último sábado (15), a EM Carlos Roberto Dias, Bairro Boqueirão, recebeu mais de 1,8 mil docentes das nove cidades da Região metropolitana e demais municípios do Estado de São Paulo. Ao longo de todo o dia, professores compartilharam as experiências exitosas dentro de sala de aula com demais colegas da profissão. 

Ao todo, 240 trabalhos foram apresentados em três períodos com 20 sessões em cada. Durante as oficinas, os professores puderam conhecer as diferentes realidades vivenciadas pelos docentes, ver como exemplos simples de atividades podem servir como ferramenta de ensino e perceber que a experiência que acabou de ter contato pode auxiliá-lo, com as devidas adaptações, no gerenciamento da própria turma. 

Caso do professor de história da EM Professora Elza Oliveira de Carvalho, Fábio Fernando de Matos. O docente participou do Congresso como palestrante e também espectador das oficinas. “É muito válido um evento dessa magnitude principalmente pela possibilidade de trocar experiências com colegas de profissão. Conhecendo realidades parecidas e outras distintas que podem ser de grande valia”.

Para Carvalho, os grandes beneficiados com eventos como o Congresso serão os estudantes. “Porque nessas oficinas nós compartilhamos e assistimos apresentações de trabalhos que já deram certo em sala de aula. Isso faz com que a gente renove nosso conteúdo, tenha contato com outras iniciativas e, com as devidas adaptações para a realidade de cada turma, consigamos oferecer uma forma de estudo diferenciada aos nossos alunos”, enalteceu. 

Adriana Higuer, consultora da Elos Educacional, trabalha na constante formação de professores e gestores da educação. A profissional também fez questão de compartilhar com os colegas de profissão práticas exitosas da rotina de trabalho. Acostumada a participar de eventos no estilo da primeira edição do ICLOC da Baixada Santista, a professora parabenizou a organização do Congresso realizado em Praia Grande. 

“A estrutura do Congresso que ocorre na grande São Paulo para este evento em Praia Grande não foi diferente. O acesso para fazer, desde a inscrição, envio do trabalho a ser apresentado, foi tudo muito fácil de se fazer”, destacou a consultora. “A orientação a cada passo, a estrutura de acolhimento e recepção durante o evento, a organização das apresentações dentro das salas com auxílio de mediadores que competência deram todo o suporte e aporte a nós palestrantes. Ou seja está tudo perfeito”.

A organização do evento ficou por conta da Secretaria de Educação (Seduc) em parceria com o coordenador de Relações Interinstitucionais, Valdir Carlos da Silva. Ligado ao Instituto Singularidades, ele foi o representante e ficou responsável em fazer o elo entre a Seduc e o Instituto Cultural Lourenço Castanho. “O Congresso em Praia Grande serviu para que alguns da comunidade educacional da Baixada Santista e de outras regiões do Estado tivessem o primeiro contato com um evento deste nível”, enfatizou.

“A estrutura oferecida em todas as salas de aulas com lousas digitais e equipes técnicas de apoio e mediadores foram fundamentais para elevar a qualidade da primeira edição do Congresso na região”, completou Silva. “O evento ainda teve como ponto positivo a participação de integrantes da organização que atuaram de forma sincronizada, a adesão da rede municipal de ensino que apresentou os projetos e prestigiou os colegas, além do total preenchimento de vagas nos dois primeiros períodos do evento”. 

Dever cumprido – Presidente da comissão organizadora da primeira edição do Congresso do Instituto Cultural Lourenço Castanho (Icloc) de Práticas de Sala de Aula na Baixada Santista, Marilena Ferreira, destacou o trabalho alcançado em Praia Grande. A também diretora da Divisão de Formação e Aperfeiçoamento da Seduc ressaltou que o próximo passo agora será a publicação de um e-book que contará com resumos dos 240 trabalhos apresentados.

“Ficamos imensamente felizes com os resultados alcançados em primeiro momento. Óbvio que ainda fala analisar as avaliações feitas pelos participantes, mas tivemos uma adesão maciça que trouxe mais de 1,8 mil professores que prestigiaram o evento. Outro ponto, foi o baixo índice de desistências”, enumerou Marilena Ferreira. “Queremos aumentar esse legado e a partir de agora, anualmente, fomentar a ideia de compartilhar os trabalhos e aumentar o publico participante”.

A secretária de Educação, Nanci Solano Tavares de Almeida, fez questão de comparecer ao evento e assistir as oficinas. Para a titular da pasta, receber um evento dessa magnitude representa grande avanço na capacitação dos professores. “E mais do que isso, destaca o protagonismo destes profissionais que apresentam as suas boas práticas em sala de aula com objetivo de compartilhar experiências. Principalmente, pelo nível de discussão das ações trazidas ao evento”.

Capital – O Instituto Cultural Lourenço Castanho (Icloc) é uma associação sem fins lucrativos que tem por objetivo contribuir para o desenvolvimento e o aperfeiçoamento da educação brasileira. O Icloc foi fundado em 2009, pelas sócias da Escola Lourenço Castanho, Jeannette Alicke De Vivo, Marilia de Azevedo Noronha, Maria de Lourdes Pereira Marinho Aidar e Sylvia Figueiredo Gouvêa.

No último dia 26 de maio, a Secretaria de Educação de Praia Grande levou 64 projetos pedagógicos desenvolvidos na rede municipal de ensino para a 10ª edição do Icloc – Práticas na Sala de Aula. Realizado no Colégio Presbiteriano Mackenzie, em São Paulo, 1.065 atividades letivas foram inscritas e apresentadas por aproximadamente 1.700 professores de todo o País. Cerca de 5 mil congressistas participaram das palestras.

Qualidade de ensino – A Secretaria de Educação aposta na constante formação dos educadores como uma das ferramentas para oferecer, cada vez mais, um ensino de qualidade aos mais de 56 mil alunos da rede municipal de ensino. Como comprovação dos resultados alcançados, recentemente, o Ministério da Educação e Cultura (MEC) divulgou as notas obtidas pelas cidades de todo o país no Índice de Desenvolvimento de Educação Básica (Ideb) 2017. 

Praia Grande foi quem registrou maior crescimento entre as cidades da Baixada Santista, ao atingir as notas de 6,4 e 5,4, elevando as marcas em 0,6 e 0,5, respectivamente, para os anos iniciais (1º ao 5º ano) e finais (6º ao 9º). Com os 6,4, o Município superou a meta estabelecida pelo MEC que era de 5,9, para os anos iniciais, nesta edição, e a média nacional que foi de 6,0. Na Baixada Santista, apenas Itanhaém ficou à frente com a nota de 6,5. Quanto ao crescimento de 0,6 pontos se deu no comparativo com o resultado de 5,8, alcançado pelo Município no Ideb de 2015. 

Nas turmas finais, mais um resultado positivo alcançado pelos alunos da rede municipal de ensino. A nota de 5,4, apenas 0,2 pontos abaixo da meta estipulada pelo MEC, deixou Praia Grande com o melhor desempenho entre as nove cidades da região, seguida por Santos e Itanhaém. Novamente o Município praia-grandense ficou acima do índice nacional que registrou o resultado médio de 4,5. Já o crescimento foi de 0,5 comparando com a marca de 4,9, no Ideb de 2015. 

Eu amo Praia Grande!!!

Samu de Praia Grande realiza treinamento para funcionários do Ensino Infantil

Escola Municipal José Ribeiro dos Santos Cunha recebeu os profissionais na sexta-feira (14)
17/9/2018
 

Noções de como realizar os primeiros-socorros em casos de convulsão, desmaios, engasgamentos e diversos outros casos foram temas do treinamento realizado pelos profissionais do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Praia Grande para cerca de 80 funcionários da E.M José Ribeiro dos Santos Cunha, Bairro Glória. A unidade escolar atende cerca de 800 crianças de 0 a 5 anos de idade.

Os funcionários foram divididos em duas turmas (manhã e tarde) para que todos pudessem receber o treinamento. “Essas capacitações são realmente muito importantes, pois diariamente estamos em contato com as crianças e podemos até mesmo salvar vidas se soubermos como agir em momentos de emergência”, explica a assistente de direção da escola, Denise de Fátima Paranhos.

A assistente de direção explica ainda que a escola conta com alguns funcionários novos e o treinamento foi ao encontro das necessidades da unidade. “Os funcionários mais antigos já passaram por outras capacitações, mas os novos ainda não. Então esse treinamento veio em boa hora, pois é bom que todos estejam aptos a aplicar os primeiros-socorros caso seja necessário”, comenta.

Mesmos os mais experientes aprovaram a ação. “Trabalho há décadas na Prefeitura de Praia Grande, já passei por diversos treinamentos, mas é sempre bom relembrar e aprender coisas novas. Já ajudei muitas crianças que tiveram crises de convulsão, graças aos ensinamentos que recebi nessas capacitações”, explica a atendente de educação, Sonia Regina Castelanno.

A Secretaria de Saúde segue com as capacitações. Confira as próximas escolas beneficiadas:

E.M. Ana Maria Babette
19/09
11h30 às 13h30

E.M. Idalina da Conceição Pereira
19/09
Das 16 às 18 horas

Vila Mirim EC é campeão invicto do Municipal de Futebol da 1ª Divisão em Praia Grande 

Na final, time venceu os Amigos da Vila Sônia por 2 a 0
17/9/2018
 

Pela primeira vez, a equipe da Associação Vila Mirim Esporte Clube conquistou o título do Campeonato Municipal de Futebol, série A (primeira divisão), categoria masculina adulta. No último domingo (16), no campo anexo ao Ginásio Magic Paula (Bairro Antártica), na decisão, a turma do Bairro Mirim venceu o time dos Amigos da Vila Sônia Futebol Clube (Bairro Vila Sônia) por 2 a 0 e assegurou a medalha de ouro.

Ao longo da competição, organizada pela Liga de Futebol Amador de Praia Grande (LFAPG) com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL), a equipe da Vila Mirim acumulou nove triunfos, duas igualdades, 20 gols feitos e 9 sofridos. Ou seja, sagrou-se campeã invicta. Além do troféu e da premiação de R$ 4 mil, a turma do Bairro Mirim teve o artilheiro da competição Leandro Ventura que marcou 10 gols e o goleiro menos vazado Uilton dos Santos.

Confira a campanha do time campeão:

Associação Vila Mirim Esporte Clube
1ª fase – grupo A
3/6 – Vila Mirim 2 x 2 Real
10/6 – Vila Mirim 3 x 2 América
24/6 – Vila Mirim 3 x 2 Ilha do Caieiras
1/7 – Vila Mirim 3 x 1 Solemar
15/7 – Vila Mirim 1 x 0 Caiçara
22/7 – Vila Mirim 3 x 1 Metropolitano
29/7 – Vila Mirim 1 x 0 Estrela do Norte
5/8 – Vila Mirim 1 x 1 SESC
quartas de final
19/8 – Vila Mirim 0 x 0 Poty
semifinal
2/9 – Vila Mirim 1 x 0 Real
final
16/9 – Vila Mirim 2 x 0 Amigos da Vila Sônia FC

Dados – Na primeira fase, as equipes jogaram todas contra todas dentro de cada grupo (A e B), em turno único, qualificando-se as quatro primeiras posicionadas, de cada chave, para a fase quartas de final (oito melhores). A partir daí, os confrontos ocorrem em sistema de eliminatória simples (quem perde está eliminado), no qual duelam o 1º posicionado da chave A x 4ºB, 2ºA x 3ºB, 3ºA x 2ºB, 4ºA x 1ºB. As duas últimas colocadas de cada chave, foram rebaixadas para a série B (segunda divisão): Caiçara, Cesac, Parma e Ajax Melvi.

No grupo A, duelaram as equipes do América Futebol Clube (Japuí/São Vicente), SESC Tude Bastos Futebol Clube (Sítio do Campo), Ilha do Caieiras Futebol Clube (Caieiras), Real Esporte Clube (Real), Associação Vila Mirim Esporte Clube (Mirim), Caiçara Futebol Clube (Caiçara), Associação Atlética Solemar (Solemar), Estrela do Norte Futebol Clube (Caieiras) e Associação Recreativa Metropolitano (Ocian). 

No B, jogaram os times do Atlântico Sociedade Esportiva e Atlética (Mirim), Esporte Clube Galo de Ouro (Mirim), Poty Futebol Clube (Tupi), Liberdade Futebol Clube (Canto do Forte), Esporte Clube Águia de Ouro (Aviação), Clube Atlético Três Cores (Mirim), Amigos da Vila Sônia Futebol Clube (Vila Sônia), Folha Verde Esporte Clube (Glória), Ajax Melvi Futebol Clube (Melvi) e Parma Futebol Clube (Ocian).

Nas quartas de final, o time do Vila Mirim (2º colocado do grupo A na fase inicial da competição) empatou com o do Poty (3º A) em 0 a 0. Por ter realizado melhor campanha na primeira fase, o grupo do Vila Mirim avançou à semifinal. A equipe dos Amigos da Vila Sônia (1ºB) goleou a do SESC Tude Bastos (4ºA) por 4 a1. A turma do Real (1ºA) venceu a do Clube Atlético Três Cores (4ºB) por 3 a 1. E o selecionado do Galo de Ouro (2ºB) derrotou o do Ilha do Caieiras (3ºA) por 3 a 2. Nas semifinais, o selecionado dos Amigos da Vila empatou com o do Esporte Clube Galo de Ouro (Mirim) por 1 a 1. Nos pênaltis, venceu por 4 a 3. No segundo, a equipe da Associação Vila Mirim venceu a do Real Esporte Clube (Real) por 1 a 0.

Retrospecto – Em 2017, a equipe do América Futebol Clube sagrou-se campeã. Na decisão, venceu por 1 a 0 do Metropolitano. Em 2016, a equipe do Amigos da Vila Futebol Clube venceu o Campeonato. Na decisão, o time do Vila Sônia derrotou, por 3 a 1, o selecionado do Folha Verde Esporte Clube (Glória). Na temporada 2014/2015, o Real Esporte Clube conquistou o título. Na final, a turma do Bairro do Jardim Real venceu nos pênaltis, por 4 a 2, o time do Atlântico. Em 2013, deu Galo de Ouro. Em 2012, a equipe do Palmeirinhas EC sagrou-se campeã. Em 2011, o selecionado do Galo de Ouro levantou a taça. 

Em 2010, após uma confusão no jogo final (os árbitros foram agredidos), a LFAPG dividiu o título com os times do Real e do Vasquinho Futebol Clube (Mirim). Em 2009 e 2008, o time do Atlético Clube Praia Grande venceu a série A-1. Em 2007, o primeiro lugar ficou com o Real. Em 2006, medalha de ouro para o grupo do Três Cores. Em 2005, vitória da rapaziada do Real. Outras informações podem ser obtidas no site da Liga: www.lfapg.com.br.

Confira as vencedoras do Campeonato de Vôlei Máster de Praia Grande 

Competição foi realizada em Praia Grande
17/9/2018
 

A empresa Conexão Pró-Sport (de Mogi das Cruzes) divulgou nesta segunda-feira (17) as equipes vencedoras do 1º Campeonato de Voleibol Máster, evento realizado de 6 a 9 de setembro, nos Ginásios dos Bairros Caiçara, Mirim, Samambaia, Sítio do Campo e Tupi em Praia Grande. A disputa contou com apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEEL), Boutique do Grajaí e Trilha do Vôlei. 

“Agradeço imensamente o apoio da Prefeitura de Praia Grande. O evento foi um sucesso, com a participação de 51 equipes, 543 atletas, ótimos locais para jogos, com estrutura espetacular, fácil acesso e organização impecável”, disse o organizador do evento Gunther Schweitzer. “Vamos voltar em 2019, com certeza. Todos os competidores adoraram a Cidade”.

As três equipes primeiras colocadas de cada classe receberam troféus e medalhas. Cada time foi composto por no máximo 14 atletas e no mínimo 6. Os jogos ocorreram de acordo com as regras oficias da Federação Internacional de Vôlei (FIVB). Outras informações podem ser obtidas no telefone e whatsapp (11) 97572-4714, telefone (11) 96435-2229, telefone fixo (11) 4725-4317, no e-mail conexaoprosport@hotmail.com e no site www.conexaoprosport.com.br. 

Resultados – Houve disputa das categorias femininas adulta (18 a 34 anos), 35+ (35 a 39), 40+(40 a 44), 45+ (45 a 49), 50+ (50 a 54), 55+ (55 a 59) e 60+ (mais de 60), nas séries ouro, prata e bronze, em seis ginásios de Praia Grande: Falcão (Bairro Mirim), Rodrigão (Tupi), do SINDVEND (Mirim), e dos Bairros Caiçara, Samambaia e Sítio do Campo. Confira os times quatro primeiros colocados no 1º Campeonato de Voleibol Máster 2018:

Adulto feminino = 1º Praia Grande, 2º Let´s Go Girls, 3º Pró Vôlei São Vicente e 4º Alfa

35+ = 1º Princesas, 2º Let´s Go Girls, 3º Vergara e 4º VolleyGirls

40+ série ouro = = 1º Praia Clube, 2º Poá Ekilibrium, 3º SBC/SP e 4º Audácia

40+ série prata = = 1º VolleyMania, 2º Sociedade Amigos da Cidade Vargas (SACV), 3º Afinco Jundaí e 4º ADV

40+ série bronze = = 1º Família Voleibol, 2º Cia do Vôlei/SP, 3º Pimentinhas e 4º Limeira

45+ série ouro = 1º Ícone Cacau Show, 2º Princesas, 3º Cia do Vôlei/SP A e 4º Vivi Vôlei 

45+ série prata = 1º Cia do Vôlei/SP B, 2º Sorriso, 3º Vôlei Máster Atibaia e 4º Elite

45+ série bronze = 1º Pimentinhas, 2º AABB, 3º Pacto e 4º Poá Ekilibrium

50+ série ouro = 1º Ícone Cacau Show, 2º SBC/SP, 3º Praia Clube A e 4º Praia Clube B

50+ série prata = 1º TDA, 2º Cia do Vôlei/SP, 3º Princesas e 4º Bellatrix

50+ série bronze = 1º AABB, 2º Tradicional, 3º Amigas do Vôlei Floripa e 4º Amigas do Vôlei Paraná-Santa Catarina-São Paulo

55+ = 1º Ícone Cacau Show, 2º Vivi Vôlei, 3º Pimentas e 4º Amigas do Vôlei Paraná-Santa Catarina-São Paulo

60+= 1º Vivi Vôlei, 2º Pimentas e 3º Amigas do Vôlei Sampa








%d blogueiros gostam disto: