• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Time do Emprego renova a expectativa de jovens em Praia Grande

Programa é uma iniciativa do Governo do Estado em parceria com a Prefeitura.
A esperança de conseguir uma oportunidade no mercado trabalho fez com que 30 jovens do Centro de Aprendizagem Metódica e Prática de Praia Grande (Camp-PG), localizado no Bairro Sítio do Campo, participassem do programa Time do Emprego, que esta semana retomou as atividades.

O programa é uma iniciativa do Governo do Estado em parceria com a Administração Municipal e é oferecido por meio da Subsecretaria de Assuntos da Juventude (Subjuve). No ano passado, mais de 120 pessoas passaram pelo Time do Emprego e todas as turmas receberam um nome de “batismo”,desta vez os participantes escolheram o nome de “Time Esperança”.

A facilitadora do programa, Renata Oller, apresentou todo o cronograma do projeto, conversou com os participantes sobre as diversas técnicas para elevar a autoestima e a motivação, além de técnicas de aperfeiçoamento de habilidades, produção de currículo, dicas de comportamento em entrevista, noções de empreendedorismo, apresentação pessoal, comunicação e expressão entre outras disciplinas que ocorrerão durante o curso.

A futura menor aprendiz, Alessandra Lourenço da Silva, moradora do Bairro Anhanguera, acredita que o Time do Emprego trará novos conhecimentos. Ela está participando dos cursos do Camp-PG desde novembro e viu no Time do Emprego mais uma oportunidade de se qualificar.

Outra participante do programa, Ellen Xavier de Araújo, viu no Camp-PG e no programa Time do Emprego uma esperança para conseguir uma oportunidade no mercado de trabalho. “Os dois cursos, tanto o do Camp-PG quanto o Time do Emprego, me darão mais experiência e conhecimento para no futuro eu ser uma boa profissional em qualquer área”.

Podem participar jovens a partir dos 16 anos interessados na troca de experiência, ambiente solidário e apoio mútuo. Os participantes se reúnem durante a semana para a realização das aulas, mas, devido ao grande número de candidatos em lista espera desde o ano passado o programa está com as inscrições suspensas.

Seduc Debate Base Nacional Comum Curricular Com Educadores em Palestra

Representante do MEC, Silvia Donnini, esteve em PG para abordar o tema

Homologada em dezembro de 2017, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) tem como finalidade balizar o sistema de ensino em todo País. Para elucidar e eliminar possíveis dúvidas, a Secretaria de Educação (Seduc) realizou palestra sobre o tema ministrada pela representante do Ministério da Educação (MEC), Silvia Donnini. O encontro, realizado na segunda-feira (19), reuniu mais de 200 diretores, supervisores, assistentes técnicos pedagógicos (ATPs) e equipe técnica da Seduc no Auditório Jornalista Roberto Marinho (Bairro Mirim).

Diretora de formação e desenvolvimento dos profissionais da educação básica do MEC Silvia Donnini abordou todos os aspectos alusivos à Base Nacional. Desde como começaram os debates sobre a temática, o processo que percorreu até ser homologada e quais mudanças a BNCC preconiza para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental. “Essa reunião mostra que Praia Grande está preparada para se debruçar nessa questão e pronta para o debate”, afirmou.

A principal mudança que a BNCC traz está diretamente relacionada a clareza dos processos de identidade da educação brasileira, uma vez que define o conjunto de aprendizagens que todos os alunos de todo o País deverão passar. Até então, cada Estado e Município do Brasil contava com um currículo educacional próprio, mas sem um eixo norteador comum, o que ocasionava distorções no nível de conhecimento do estudante dependendo da região.

Outro aspecto que apresenta alteração diz respeito à forma de se ver a educação. Até então, a preocupação limitava-se apenas ao ensinar e, com a BNCC, passa a valorizar principalmente a forma com que o aluno aprende. “Isso é fundamental. Temos que pensar nos processos de aprendizagem. Afinal de contas é como e o que a criança absorve da educação que vai definir quem ela será enquanto cidadão no futuro”, explicou a representante do MEC.

De acordo com Silvia Donnini, com a BNCC validada no final do ano passado, o próximo passo agora será dos estados e municípios. Ao longo de 2018, as duas esferas do executivo terão de discutir e formalizar o currículo educacional. Assim como as demais cidades, Praia Grande contará com o prazo até 30 de novembro próximo para formalizar e homologar o documento junto ao MEC. “Nosso objetivo é que o ano letivo de 2019 inicie já com os novos currículos sendo colocados em prática”, destacou.

Presente na reunião e atenta a cada detalhe, a secretária de Educação, Nanci Solano Tavares de Almeida, destacou que Praia Grande está pronta para se debruçar sobre as diretrizes propostas pela BNCC. “Em primeiro momento, tudo que é novo amedronta de certa forma. Mas com foco, planejamento e priorização concluiremos nosso currículo no prazo estabelecido pelo MEC”, enfatizou.

A titular da pasta municipal aproveitou para afirmar ainda que a BNCC vem para reforçar o trabalho já realizado pela Secretaria de Educação. “O ponto chave que a Base Nacional traz a todo o país está diretamente ligado ao empoderar o aluno perante o seu aprendizado. E isso ele, no futuro, vai levar para a sua vida como um todo, pois saberá qual o seu papel na sociedade como cidadão

Praia Grande inicia entrega de mais de 47 mil kits de material escolar

Na segunda (19), alunos da EM Orestes Quércia foram contemplados

A Prefeitura de Praia Grande cumpre com a previsão inicial e começa a distribuição dos kits de material escolar aos alunos da rede municipal de ensino. Na manhã desta segunda-feira (19), o prefeito, Alberto Mourão, e a secretária de Educação, Nanci Solano Tavares de Almeida, fizeram a entrega aos estudantes da EM Governador Orestes Quércia, no Bairro Mirim. Até a primeira quinzena de março mais de 47 mil meninos e meninas serão beneficiados.

A distribuição ocorrerá de forma gradativa. Os alunos das turmas de 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) serão os primeiros a ganharem os materiais. Depois recebem os estudantes da Educação Infantil e do 1º ao 5º ano do Fundamental. Todos os kits contam com itens que atendem a necessidade de cada nível escolar. Lápis, canetas, cadernos e borrachas estão entre os artigos presentes na grande maioria.

O aluno Antônio Dozinho Pereira Neto, 13 anos, do 9º ano da EM Orestes Quércia foi um dos primeiros a receber o kit. O estudante elogiou a qualidade do material escolar entregue pela Prefeitura. “Não é a primeira vez que recebo. Acho que o material vem facilitar o nosso dia a dia para os estudos, pois os kits têm todos os itens necessários para a série que estamos. Além de não gerar despesas”, afirmou.

Mãe da aluna Joana Fraga, 14 anos, também do 9º ano, a funcionária pública do Estado de São Paulo, Lucília Fraga, 47 anos, também apontou a economia como um fator importante quanto aos kits de material escolar. “Ajuda as famílias que não têm condições. Fora a qualidade do material que é entregue. Isso facilita no aprendizado dos alunos porque, com os kits nas mãos, basta a dedicação deles nos estudos”.

O prefeito de Praia Grande, Alberto Mourão, destacou outro ponto relevante quanto a entrega dos kits. Para o chefe do Executivo, a padronização do material escolar com todos os alunos tendo acesso aos mesmos itens evita possíveis concorrências que não sejam sadias. “Sabemos que algumas famílias têm uma condição melhor que a outra e essa uniformidade, onde todos têm o mesmo tipo de material, impede aquelas comparações que podem acarretar no bullying”, destacou.

“Lembro que, quando fui secretário de Educação, em 89, enfrentei uma situação que fez com que eu dê mais valor a essa ação realizada hoje”, recordou o prefeito. “Na ocasião, com as famílias passando dificuldades devido à situação econômica do país, tive que fazer um mutirão junto aos empresários da Cidade para suprir a necessidade dos alunos, que recebiam uma lista e não tinham condições de comprar”.

Ao longo dos últimos anos, o investimento em educação tem sido uma tônica do trabalho da Administração Municipal. Para o prefeito, somente investindo em um ensino de qualidade que se forma cidadãos críticos, conscientes e conhecedores de seu papel para fazer o mundo cada vez melhor. “E esse é um compromisso pessoal meu para as futuras gerações de nosso Município. Só com educação podemos mudar o rumo da sociedade”.

Eleições a vista!!! Diversos vereadores mudaram o tom, assista a 3ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Praia Grande

Foto: Itaicy Júlio Grupo #euamopg fotos amo muito minha cidade 

Obras do Centro de Iniciação ao Esporte avançam

 

Equipamento fica no bairro Ribeirópolis. Investimento é de R$ 3,1 milhões

As obras do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) de Praia Grande estão aceleradas. Ocupando terreno de aproximadamente 3,5 mil m², localizada na Avenida Esmeraldo Tarquinío Soares de Campos Filho, no Bairro Ribeirópolis, terá um total de cerca de 2,5 mil m² de área construída. Como explicou a titular da Secretaria de Obras Públicas (Seop) Eloísa Ojea, a estrutura em concreto armado do prédio que abrigará o Ginásio de Esportes e as alvenarias dos vestiários foram concluídas, assim como, assim como a estrutura da cobertura. “Com isso já estamos colocando as telhas metálicas e assim que finalizada a ação faremos o fechamento lateral, arquibancadas e parte externa do ginásio”. O investimento é de R$ 3,1 milhões.

Projeto – A concepção do CIE foi desenvolvida pelo Ministério do Esporte e faz parte da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), coordenado pelo Ministério do Planejamento. O projeto de Praia Grande foi baseado no modelo II (foram oferecidos três modelos) e adequado às reais necessidades da Secretaria de Esportes e Lazer (SEEL), para as atividades ofertadas no Município.

A construção principal do CIE (Ginásio poliesportivo) terá cerca de 1.7 mil m². Contará com quadra poliesportiva (968 m²); arquibancada com 181 lugares (144,90 m²); Academia (172,83 m²) e sala com plataforma elevatória (8,82 m²). Complementam a estrutura a área administrativa, com salas para professores e técnicos (17 m²), Administração (19,75 m²) e enfermaria (13,95 m²), vestiários femininos e masculinos ( ambos com 33,35 m²) contando com equipamentos de acessibilidade, copa (10m²) e ainda sanitários públicos. O CIE contará ainda com uma quadra poliesportiva descoberta com 748 m².

De acordo com o projeto do Município, o Centro Esportivo de Praia Grande terá foco voltado principalmente para modalidades olímpicas e paraolímpicas, além de futsal. “A Cidade vem executando projetos importantes ao longo dos últimos 20 anos, construindo equipamentos multiuso para a prática de esportes voltados à iniciação e ao esporte de alto rendimento. Além disso desenvolve programas de estímulo à prática esportiva, principalmente em áreas de vulnerabilidade social. A seleção de Praia Grande para receber uma unidade do CIE coroa todo este esforço da Administração Municipal”, finalizou Eloísa.

Iniciou hoje a entrega de materiais escolares na rede pública municipal de Praia Grande

Iniciamos hoje a entrega de materiais escolares na rede pública municipal de Praia Grande
Nosso município entregará gradativamente, de acordo com o cronograma da Secretaria de Educação, kits de materiais escolares com diversos tipos de materiais específicos para a série de cada aluno. Serão beneficiados mais de 47 mil estudantes desde a educação infantil até o EJA (Ensino de Jovens e Adultos).
Com estes kits padronizamos os materiais dos estudantes evitando uma concorrência não sadia, o que algumas vezes pode até provocar o bullyng, possibilitando que alunos com menos condições econômicas tenham acesso igualitário aos materiais. Temos uma rede pública municipal com 76 escolas, com qualidade de estrutura, meios e profissionais, e promovemos a igualdade de tratamento.
Os novos materiais certamente estimularão ainda mais o aprendizado. Durante a entrega para os alunos da E. M Governador Orestes Quércia, recordei-me de como era a educação em Praia Grande, na década de 80, quando fui secretário de Educação e que não tínhamos condições de oferecer ensino de qualidade. Lembrei que tive que fazer mutirão de doação de materiais para suprir a necessidade dos alunos, que recebiam uma lista e não tinham condições de comprar.
A educação é a base da sociedade. Somente investindo nesta área é que formaremos cidadãos críticos, conscientes e conhecedores de seu papel para fazer o mundo cada vez melhor.
Boa tarde

Alberto Mourão

Mar parecendo uma piscina nesta segunda-feira no Canto do Forte Praia Grande

2ª Sessão Ordinária da Câmara municipal de Praia Grande

Cinco minutos de chuva para relaxar e dormir Canto do Forte Praia Grande

Belo trabalho de Marcelo Toledo, Eu amo Praia Grande

Clima tenso na tarde domingo de carnaval em Praia Grande

Carnaval do 2ºGAAAe e ASSOAFI em Praia Grande 2018



Confraternização ASSOAFI e 2º GAAAe

Teto do litoral Plaza Shopping desaba




Que vergonha Vila Sônia Praia Grande

%d blogueiros gostam disto: