• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Aulas de hidroginástica movimentam quase 700 munícipes

 

Atividade ocorre na piscina do Bairro Tupiry 
Atividade física completa e sem impacto nas articulações, a hidroginástica é uma modalidade indicada por médicos e por isso bastante requisitada, principalmente pela turma da terceira idade. A Prefeitura de Praia Grande oferece a modalidade gratuitamente na piscina específica localizada na sede da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL) de Praia Grande (Avenida Ministro Marcos Freire, 33.579, Bairro Tupiry).

Semanalmente (segundas às quintas-feiras), das 7 às 20 horas, 694 munícipes participam das aulas no espaço coberto, aquecido, com 12 metros de comprimento por 6,5 de largura, com vestiários próprios e adaptados também, para pessoas com deficiência (PcD). As atividades são conduzidas pelos professores Henrique França Rodrigues (coordenador), Fabio Luiz Pereira de Carvalho e Gisele da Câmara Paiva Santos.

“Há uma lista de espera que reúne 70 nomes cadastrados desde o ano passado”, afirmou Rodrigues. “Faremos uma nova chamada para matrícula na primeira semana de abril. Estamos no limite de capacidade e buscando ao máximo atender todos aqueles que precisam se exercitar seja por indicação médica, seja por opção própria”.

Todos os alunos que participam das atividades precisam apresentar relatório médico (liberando a realização de atividade física), que pode ser obtido em qualquer posto de saúde da Cidade ou em clínicas particulares. Ás sextas-feiras, quando a piscina passa por manutenção, os professores de hidroginástica da SEEL atendem os munícipes para tirar dúvidas e dar orientações técnicas, além de realizar trabalho administrativo.

Dados – Em 2017, Rodrigues, 37 anos, recebeu o diploma de conclusão do Curso Exercícios Aquáticos HidroEsporte AEA (Aquatic Exercise Association), pelo Instituto Phorte Educação. A entidade estadunidense é ligada ao desenvolvimento das atividades aquáticas para o exercício físico, saúde e bem estar. Com esta certificação, ela está habilitada a ministrar exercícios aquáticos em qualquer localidade do Mundo. A AEA está presente em mais de 136 países.

A Aquatic Exercise Association tem o mesmo peso para a hidroginástica que a Federação Internacional (FINA) para a natação.

Henrique cursa pós-graduação stricto sensu (mestrado) em Educação Física na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Ele integra o grupo de estudos (comandado pelos professores Doutores Wagner Prado e João Paulo Botero) em Obesidade e Exercício e realizará pesquisa sobre treinamento de força na água. Em 2012, lançou o livro Hidroginástica e o Idoso – um estilo de vida (www.clubedeautores.com.br). A obra, de 85 páginas, retrata os benefícios e atrativos da modalidade com uma linguagem simples e de fácil acesso para a população em geral. Formado em Educação Física, Rodrigues é pós-graduado (lato sensu) em Fisiologia do Exercício e também em Bases Fisiológicas e Metodológicas do Treinamento de Força e da Musculação. Desde 2001, atua como professor universitário e desde 2009, trabalha na área de atividades aquáticas da Prefeitura de Praia Grande.

PG sedia disputas da fase classificatória dos Jogos Regionais do Idoso

Três modalidades ocorrem em espaços locais 7/3/2018 

De quarta-feira a domingo (7 a 11), em São Vicente, ocorre a fase classificatória dos Jogos Regionais do Idoso (JORI) – 1ª Região e Capital. Contudo, ainda nesta etapa, as disputas de atletismo, bocha e malha serão realizadas em Praia Grande. Além disso, no final do mês Praia Grande também sediará a fase final do evento (onde participarão equipes e competidores que qualificaram-se nas fases classificatórias/oito regiões esportivas, de todas as regiões).

O torneio de atletismo movimenta a pista municipal localizada na Rua José Bonifácio, 400, no Bairro Sítio do Campo. A competição de malha acontece na Casa de Portugal (Avenida Paris, 1500, Boqueirão). A disputa de bocha ocorre em dois locais: no Clube da Guilhermina (Rua Itapoan, 52, Guilhermina) e na Associação Amigos do Balneário Marambaia (Rua Santo Agostinho, 195, Caiçara).


Nesta fase classificatória, disputam-se 14 modalidades, com divisão por faixa etária: atletismo e natação, categorias A (60 a 64 anos), B (65 a 69), C (70 a 74), D (75 a 79), E (80 a 84) e F (mais de 85); tênis, tênis de mesa e vôlei, classes A (60 a 69) e B (mais de 70); bocha, coreografia, dança de salão, malha, truco, buraco, damas, dominó e xadrez, categoria única (mais de 60 anos). 

Segundo o regulamento do evento regido pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ) em parceria com o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (FUSSESP), artigo 9º, qualificam-se para o JAI os times primeiro e segundo colocados em cada modalidade, categoria e sexo no JORI (nas oito regiões existentes). Na natação e no atletismo, classificam-se os dois atletas primeiros posicionados por prova, categoria e sexo. 

Praia Grande – Na disputa classificatória do JORI, a delegação de Praia Grande terá 137 componentes (116 atletas e 21 membros da comissão técnica). Por ser sede da fase final da competição, todos os atletas e equipes da Cidade que participarem da etapa classificatória estarão qualificados para a fase final, independente da posição obtida.

Em 2017, o grupo municipal sagrou-se campeão ao somar 161 pontos – recorde local – e 21 medalhas (10 ouros, 4 pratas e 7 bronzes) – recordes municipais no número total e de primeiros lugares. Em 2016, a turma de Praia Grande terminou em quinto lugar com 93 pontos. Em 2015, quando Praia Grande sediou o evento, sagrou-se campeã geral com 117 pontos e 15 medalhas (quatro ouros, três pratas e oito bronzes). Em 2014, conquistou quatro medalhas (duas pratas e dois bronzes). Em 2013, obteve seis medalhas (quatro pratas e dois bronzes).

Em 2012, a seleção praia-grandense de malha sagrou-se campeã. Em 2011, o time municipal não subiu ao pódio. Em 2010, as turmas locais de atletismo masculino e dança de salão A garantiram a terceira colocação. Em 2009, o grupo de Praia Grande faturou cinco medalhas (um ouro, uma prata e três bronzes). Os rapazes do dominó foram campeões. Os do vôlei, vice-campeões. Os do atletismo e xadrez terminaram nos terceiros lugares. Assim como as moças da natação.

O PSB e as tendências no cenário político estadual

Mudança de tempo na Praia Grande nessa quarta-feira e um projeto bem legal para aprender a surfar

PG é sede da fase final dos Jogos Regionais do Idoso

Evento ocorre na Cidade pela terceira vez 
No próximo dia 20, às 15 horas, no auditório Jornalista Roberto Marinho (Rua José Borges Neto, 50, Bairro Mirim – na Secretaria de Educação – Seduc, ao lado da Prefeitura), na Cidade de Praia Grande, ocorre o congresso técnico da fase final dos Jogos Regionais do Idoso (JORI) evento regido pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ) e Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (FUSSESP) com apoio da Prefeitura local. A competição movimenta mais de três mil atletas acima dos 60 anos, de aproximadamente 240 municípios, em 14 modalidades, no período de 25 a 29 deste mês.

No dia 24, as delegações dos municípios chegam a Praia Grande e a partir das 14 horas, iniciam a entrega das relações nominais (nome dos competidores de cada modalidade) nas sedes dos Comitês Dirigente e Organizador dos Jogos localizadas na Colônia de Férias da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo (Avenida dos Sindicatos, 815, Bairro Mirim). No dia 25, às 13 horas, (Avenida Presidente Kennedy, 8169, Mirim), acontece a cerimônia de abertura da competição estadual, na qual as delegações das Cidades desfilam, as autoridades manifestam-se e os atletas realizam o juramento desportivo.

A sede dos Comitês Dirigente e Organizador fica na Colônia de Férias da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo (Avenida dos Sindicatos, 163, Bairro Mirim). É importante ressaltar que os boletins informativos, que trazem todas as informações dos jogos (cidades participantes, programação diária e resultados), serão publicados no site da Prefeitura de Praia Grande WWW.praiagrande.sp.gov.br/pgnoticias

É a terceira vez (2005, 2007 e 2018) que a cidade de Praia Grande sedia a fase final dos Jogos Regionais do Idoso (JORI), evento regido pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ) e Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (FUSSESP) com apoio da Prefeitura de Praia Grande. O Município também recebeu por três vezes (1997, 2015 e 2017) a etapa classificatória da competição.

Dados – Participam da fase final do JORI, equipes e competidores que qualificaram-se nas fases classificatórias do JORI. No total, são oito etapas (a SELJ divide os 625 municípios do Estado em oito regiões esportivas): 1ª Região (sede: São Vicente), 2ª (São Sebastião), 3ª (Lençóis Paulista), 4ª (Limeira), 5ª (Cravinhos), 6ª (Andradina), 7ª (Adamantina) e 8ª (Itapeva). Os atletas encaram torneios de 14 modalidades, com divisão por faixa etária: atletismo e natação, categorias A (60 a 64 anos), B (65 a 69), C (70 a 74), D (75 a 79), E (80 a 84) e F (mais de 85); tênis, tênis de mesa e vôlei, classes A (60 a 69) e B (mais de 70); bocha, coreografia, dança de salão, malha, truco, buraco, damas, dominó e xadrez, categoria única (mais de 60 anos).

Na fase final do JORI de 2017, a delegação de Praia Grande terminou em 9º lugar, melhor resultado da história local no evento. O grupo municipal somou 32 pontos e ficou atrás de Sertãozinho com 79, Piracicaba com 73, Jundiaí com 54, Botucatu com 44, Guarulhos com 42, Ribeirão preto com 36, Santo André com 34 e Presidente Prudente com 33,5. No total, 159 cidades participaram. A equipe de Praia Grande subiu duas vezes no pódio, primeiro lugar no xadrez feminino e segunda posição no dominó masculino. Na fase final do JORI de 2016, realizada em Barretos, o grupo de Praia Grande terminou em 27º lugar com 11 pontos e uma medalha de bronze. Na decisão do JORI 2015, realizada em Campinas, a delegação municipal terminou na 46ª posição com oito pontos e sem pódios.

Programação – Confira a programação e os locais de competição da fase final dos Jogos Regionais do Idoso (JORI) 2018:

20/3 – congresso técnico
início: 15 horas
local: auditório Jornalista Roberto Marinho (Rua José Borges Neto, 50, Bairro Mirim – na Secretaria de Educação – Seduc, ao lado da Prefeitura)

24 a 29/3 – funcionamento e sede dos Comitês Dirigente e Organizador
início: 8 horas
local: Colônia de Férias da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo (Avenida dos Sindicatos, 815, Bairro Mirim)

25/3 – cerimônia de abertura
início: 13 horas
local: Ginásio Falcão (Avenida Presidente Kennedy, 8169, Mirim)

25/3 – torneio de coreografia
início: 15 horas
local: Ginásio Falcão (Avenida Presidente Kennedy, 8169, Mirim)

26/3 – torneio de natação
início: 8 horas
local: piscina municipal (Rua Gilberto Fouad Beck, 110, Mirim)

26 a 28/3 – torneio de tênis
início: 8 horas
local: quadras do Ocian Praia Clube (Rua Comendador Oto Carlos Golanda, 80, Ocian) e Portinho (Área de Lazer Ézio Dall´Acqua, s/nº, Sítio do Campo)

26 a 28/3 – torneio de tênis de mesa
início: 8 horas
local: Ginásio da Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL (Rua João Balbino Correia, s/nº, Tupiry)

26 a 28/3 – torneio de bocha
início: 8 horas
local: Clube da Guilhermina (Rua Itapoan, 52, Guilhermina)

26 a 28/3 – torneio de malha
início: 8 horas
local: quadra anexa ao Ginásio do Bairro Samambaia (Avenida Maria Cavalcante da Silva, 10) e quadra da Casa de Portugal (Avenida Paris, 1500, Boqueirão)

26 a 28/3 – torneio de buraco (carteado)
início: 8 horas
local:Conviver do Bairro Boqueirão Boqueirão (Avenida presidente Castelo Branco, s/nº)

26 a 28/3 – torneio de truco (carteado)
início: 8 horas
local: Conviver do Bairro Ocian (Avenida Presidente Castelo Branco, s/nº)

26 a 28/3 – torneio de xadrez
início: 10 horas
local: Palácio das Artes (Avenida Presidente Costa e Silva, 1600, Bairro Boqueirão)

26 a 28/3 – torneio de damas
início: 9 horas
local: Palácio das Artes (Avenida Presidente Costa e Silva, 1600, Bairro Boqueirão)

26 a 28/3 – torneio de dominó
início: 8 horas
local:Ginásio do Bairro Caiçara (Rua Jamil Issa, s/nº)

26 a 29/3 – torneio de vôlei adaptado
início: 8 horas
local: Ginásio Falcão (Avenida Presidente Kennedy, 8169, Mirim), Ginásio Rodrigão (Avenida Presidente Kennedy, 5593, Tupi), Ginásio Magic Paula (Avenida do Trabalhador, 4111, Antártica), Ginásio Mirins III (Avenida Maurício José Cardoso, 1340, Forte), Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180), Ginásio do Bairro Samambaia (Avenida Maria Cavalcante da Silva, 10) e Clube de Praia São Paulo (Avenida Doutor Antônio Severiano, 70, Bairro Aviação)

27/3 – torneio de dança de salão
início: 17 horas
local: Espaço de Eventos Jair Rodrigues (Rua Savério Fittipaldi, 78, Bairro Quietude)

28/3 – torneio de atletismo
início: 8 horas
local: pista municipal (Rua José Bonifácio, 400, Bairro Sítio do Campo)

29/3 – cerimônia de encerramento
início: 11 horas
local: Ginásio Falcão (Avenida Presidente Kennedy, 8169, Mirim)

Judocas de PG são contratadas por potências do esporte

Agatha Martins e Gilmara Prudêncio fizeram história no esporte local

Elas fizeram história na Cidade e levaram o nome do esporte local nos mais variados pódios do Brasil. Agora seguem carreira em equipes que são potências da modalidade no país. No início deste ano, mudaram de “casa” as judocas de Praia Grande (Secretarias de Esporte e Lazer – SEEL – e Educação – Seduc) Agatha Martins Silva, 22 anos, peso pesado (mais de 78 quilos) e Gilmara Cristina Prudêncio, 25, meio-leve (52 a 57 kg).

Agora, Agatha integra a equipe da Associação Desportiva de São Caetano do Sul. O nível do grupo do Grande ABCD paulista é alto, tanto que na última temporada sagrou-se campeão dos Jogos Abertos do Interior. Já Gilmara foi contratada pelo time da Sociedade de Ginástica de Porto Alegre (Sogipa), do Rio Grande do Sul. Essa agremiação foi vice-campeã do Troféu Brasil Interclubes de 2017.

“Só tenho a agradecer aos professores e amigos de equipe por tudo que nós vivemos juntos, pela dedicação, atenção e carinho que tiveram comigo”, declarou Agatha. “Hoje, se estou formada como atleta de qualidade, devo ao trabalho realizado em Praia Grande. Sou grata e sempre vou ser porque aqui é minha segunda casa, sempre torcerei por Praia Grande de coração”.

Gilmara também relembrou dos dias de felicidade na equipe da Cidade. “Vivi muitas alegrias e tive muito aprendizado, são muitas histórias para contar nesses 13 anos de judô em Praia Grande. Serei sempre grata por tudo e levarei amigos para o resto da vida. Tudo que sei sobre judô aprendi na equipe local; todas minhas conquistas tiveram dedos dos professores daqui”.

Para o técnico da equipe de Praia Grande Alberto Bittencourt Silva, a saída das duas atletas revela o bom trabalho realizado na Cidade. “O trabalho do poder público é iniciar os jovens na modalidade e dar-lhes a oportunidade de competir e crescer no esporte. A Agatha e a Gilmara atingiram um nível muito alto e vão tentar alcançar o sonho olímpico em equipes profissionais, que respiram o judô e somente o judô, 24 horas por dia. Eu, os professores Rodrigo e Danusa estamos muito felizes por elas”.

História – Natural de Praia Grande, Agatha estudou na Escola Estadual Vila Tupi (Bairro Tupi). Nasceu em 8 de fevereiro de 1996. Ao longo da carreira, venceu os Jogos Regionais, Abertos do Interior, da Juventude, Estadual sub-21 e sub-23, Estadual do Interior e Paulista por faixa, Estadual Estudantil, Campeonato Regional, Torneio Estadual São João Tênis Clube/Atibaia, na Copa Kimonos Budokan e 46º Torneio Periquito; foi vice-campeã na Copa São Paulo e no Brasileiro Regional; Brasileiro sub-21 e brasileira universitária (Unip); terceira colocada no Brasileiro sub-23 e no Paulista sênior. Quinta colocada no Troféu Brasil. Disputou as Copas de Berlim, na Alemanha; e de Pitesti, na Romênia.

Gilmara nasceu em Vinhedo, mas residia há mais de 12 anos no Bairro Tupi, em Praia Grande. Começou a praticar judô na escolinha da Cidade, na Escola Municipal José Padin Mouta. Ao longo da carreira, soma 12 medalhas conquistadas nos Jogos Abertos do Interior (é recordista local), foi campeã dos Jogos Regionais, Paulista sub-23, por faixa e estudantil; dos Jogos Abertos Brasileiros, estadual do interior, integrou a seleção brasileira sub-21 e disputou as Copas de Lignano, na Itália, e de São Petersburgo, na Rússia. Em 2010, entrou para a história do esporte de Praia Grande.

No 74º Jogos Abertos do Interior, tornou-se a primeira atleta da Cidade a conquistar dois ouros numa mesma edição do certame e em duas modalidades diferentes. Ela foi campeã até 59 quilos, na luta olímpica; e no peso leve, no judô. Conquistou ainda, prata e bronze, nos torneios de judô por equipes e nague no katá (formas). Sagrou-se bicampeã (2015 e 2016) dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs), campeã brasileira universitária de lutas (individual e por equipe), campeã regional, brasileira regional, paulista e da Copa São Paulo; vice-campeã brasileira, terceira colocada no Paulistão Sênior e na 44ª Copa Kimonos Budokan. Disputou Campeonato Europeu Aberto, realizado na cidade de Praga, na República Tcheca.

 

5ª Sessão Ordinária – 06/03/2018

PG participa do congresso técnico dos Jogos da Juventude

Equipes da Cidade competem em evento estadual

Nesta terça-feira (6), em horário ainda a ser definido, na sede da Delegacia Regional da Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ), em Santos (no Ginásio Arena Santos), integrantes da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL) de Praia Grande participam do congresso técnico dos Jogos Abertos da Juventude, os Joguinhos, disputa que reúne atletas até os 19 anos. No evento são confirmadas as equipes inscritas por modalidade.

Desportistas de Praia Grande competem nas modalidades de atletismo (feminina e masculina – F/M), basquete (M), futsal (M), futebol (M), ginástica artística (F/M), ginástica rítmica (F), handebol (F/M), judô (F/M), natação (F/M), tênis de mesa (F/M), vôlei de praia (F/M), vôlei (F/M) e xadrez (M). Na ginástica artística, além da classe sub-19, há ainda a categoria sub-14 feminina e sub-16 masculina; na ginástica rítmica existe a sub-14.

Na primeira fase (sub-regional), de 7 a 27 de março, os times locais enfrentam as turmas das Cidades da Região Metropolitana da Baixada Santista. As equipes jogam todas contra todas, em sede única. A que obtiver mais pontos avança para a fase regional (reúne os vencedores da sub-regional e do Litoral Sul) que ocorre de 3 a 17 de maio. Os vencedores da regional qualificam-se para a final estadual, que reúne as 12 cidades campeãs regionais mais a delegação do município-sede e a campeã de 2017. A 35ª edição da fase final dos Joguinhos acontece de 25 de maio a 2 de junho, no município de Franca.

Na final estadual, os atletas e times de Praia Grande integram a seleção da Diretoria Regional de Esporte e Lazer (DREL) de Santos. Isto porque a SELJ realiza esta disputa entre 14 Diretorias do Estado. São elas: Santos, Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Campinas, Franca, Grande São Paulo, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba.

Retrospecto – Confira o retrospecto de PG na final estadual dos Joguinhos:

2017 – cidade-sede: Presidente Prudente
total de atletas qualificados: 72
Medalhas conquistadas: 39 (13 ouros, 14 pratas e 12 bronzes)
atletismo feminino: 14º lugar (1 bronze)
atletismo masculino: 30º lugar
basquete masculino: 5º lugar
ginástica artística feminina sub-19: 1º lugar (3 ouros, 5 pratas e 3 bronzes)
ginástica artística masculina sub-16: 1º lugar (7 ouros, 7 pratas e 7 bronzes)
ginástica rítmica sub-14: 6º lugar
handebol masculino: 4º lugar
judô feminino: 1º lugar (2 ouros e 2 pratas)
judô masculino: 8º lugar (1 ouro)
tênis de mesa feminino: 4º lugar (1 bronze)

2016 – Caraguatatuba
total de atletas qualificados: 57
Medalhas conquistadas: 24 (7 ouros, 5 pratas e 12 bronzes)
Atletismo feminino = terminou em 16º lugar ( 1 bronze)
Ginástica artística feminina = 2º lugar (1 ouro e 3 bronzes)
Ginástica artística masculina = 1º lugar (5 ouros, 5 pratas e 6 bronzes)
Ginástica rítmica = 10º lugar
Judô feminino = 4º lugar (1 ouro e 2 bronzes )
Natação feminina = 11º lugar
Natação masculina = 8º lugar

2015 – Pirassununga
Total de atletas qualificados: 100
Medalhas conquistadas: 25 (8 ouros, 7 pratas e 10 bronzes)
Atletismo feminino (F) = 12º lugar (1 bronze)
Atletismo masculino (M) = 17º lugar (1 prata)
Basquete M = não pontuou
Futsal F = 4º lugar
Ginástica artística F sub-14 = 2º lugar (1 prata e 1 bronze)
Ginástica artística M sub-16 = 1º lugar (7 ouros, 4 pratas e 3 bronzes)
Ginástica Rítmica Desportiva F = 8º lugar
Handebol M = 3º lugar
Judô F = 6º lugar (1 ouro e 1 bronze)
Judô M = não pontuou
Natação F = 3º lugar (1 prata e 3 bronzes)
Natação M = 8º lugar
Vôlei F = não pontuou

2014 – Itapetininga
Total de atletas qualificados: 58
Medalhas conquistadas: 26 (9 ouros, 8 pratas e 9 bronzes)
Atletismo F = 14º lugar
Atletismo M = 12º lugar (1 ouro e 1 bronze)
Basquete M = 8º lugar
Ginástica artística F sub-14 = 1º lugar (3 ouros, 2 pratas e 5 bronzes)
Ginástica artística M sub-16 = 1º lugar (4 ouros, 4 pratas e 2 bronzes)
Ginástica Rítmica Desportiva F = 8º lugar
Judô F = 2º lugar (2 ouros, 1 prata e 1 bronze)
Judô M = 4º lugar (1 ouro)
Natação F = 16º lugar
Natação M = 14º lugar
Tênis M = não pontuou
Vôlei F = não pontuou

2013 – não houve disputa da fase final
Total de atletas qualificados: 90
Equipes qualificadas: atletismo F/M, futsal M/F, judô M/F, ginástica artística M/F, ginástica rítmica desportiva (GRD) F, natação M/F e tênis M.

2012 – Presidente Prudente
Total de atletas qualificados: 60
Medalhas conquistadas: 20 (8 ouros, 4 pratas e 8 bronzes)
Atletismo F = 4º lugar (2 pratas, 2 pratas e 2 bronzes)
Atletismo M = 25º lugar (2 bronzes)
Ginástica artística F sub-14 = 1º lugar (5 ouros e 2 bronzes)
Ginástica artística M sub-16 = não pontuou (1 bronze)
Ginástica Rítmica Desportiva F = 13º lugar
Handebol M = 7º lugar
Judô F = 1º lugar (3 ouros, 2 pratas e 1 bronze)

2011 – Osvaldo Cruz
Total de atletas qualificados: 50
Medalhas conquistadas: 11 (5 ouros, 3 pratas e 8 bronzes)
Atletismo F = 8º lugar (1 ouro e 2 bronzes)
Atletismo M = 33º lugar (1 ouro e 1 prata)
Ginástica artística F sub-14 = 3º lugar (1 prata e 1 bronze)
Ginástica artística M sub-16 = 4º lugar
Ginástica Rítmica Desportiva F = 16º lugar
Handebol M = 5º lugar
Judô F= 2º lugar (2 ouros e 1 prata)
Judô M = 7º lugar (1 ouro)

2010 – Jaú
Total de atletas qualificados: 90
Atletismo F = 5º lugar
Atletismo M = 17º lugar
Ginástica artística F sub-14 = 3º lugar
Ginástica Rítmica Desportiva F = 25º lugar
Handebol M = 4º lugar
Judô F = 3º lugar
Natação F = não pontuou
Vôlei F = não pontuou

2009 – Lins
Total de atletas qualificados: 155
Medalhas conquistadas: 6 (2 pratas e 4 bronzes)
Atletismo F = não pontuou
Atletismo M = não pontuou
Futebol M = não pontuou
Futsal M = não pontuou
Ginástica artística F sub-14 = 3º lugar
Ginástica artística M sub-16 = 4º lugar (1 prata e 1 bronze)
Handebol M = 5º lugar
Judô F = 6º lugar (1 prata e 1 bronze)
Judô M = não pontuou (1 bronze)
Natação F = não pontuou
Natação M = não pontuou
Tênis de mesa F = 4º lugar (1 bronze)
Tênis de mesa M = 6º lugar
Vôlei F = não pontuou
Vôlei M = 7º lugar

2008 – São Manoel
Total de atletas qualificados: 57
Medalhas conquistadas: 2 (1 ouros e 1 bronze)
Atletismo F = não pontuou
Atletismo M = não pontuou
Basquete F = não pontuou
Futsal M = 4º lugar
Ginástica artística F sub-14 = não pontuou
Ginástica artística M sub-16 = não pontuou
Judô F = não pontuou (1 ouro)
Judô M = não pontuou (1 bronze)
Xadrez M = não pontuou

2007 – Jundiaí
Total de atletas qualificados: 85
Medalhas conquistadas: 5 (1 prata e 4 bronzes)
Atletismo F = não pontuou
Atletismo M = não pontuou (1 bronze)
Futsal F = 2º lugar
Futsal M = 3º lugar
Handebol M = 3º lugar
Judô F = não pontuou (1 bronze)
Vôlei F = não pontuou
Xadrez M = não pontuou

2006 – Americana
Total de atletas qualificados: 60
Atletismo M = não pontuou
Futsal M = 5º lugar
Handebol M = não pontuou
Vôlei F = não pontuou
Xadrez F = 5º lugar

2005 – Votuporanga
Total de atletas qualificados: 25
Medalhas conquistadas: 1 (1 ouro)
Atletismo M = não pontuou (1 ouro)
Futsal M = não pontuou

Técnico de PG é convocado para seleção brasileira de atletismo

Rodrigo Rosa participa do Sul-Americano de Marcha Atlética
O técnico da equipe de atletismo de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL e Gutto Tunning Team) Rodrigo Augusto da Silva Rosa, 37 anos, foi convocado pela Confederação Brasileira para integrar a comissão técnica da seleção nacional na disputa do Campeonato Sul-Americano de Marcha Atlética. A competição ocorre neste sábado e domingo (10 e 11), na cidade de Sucuá, no Equador.

“São três treinadores orientando 16 atletas brasileiros. É uma experiência única. Estou muito feliz por esta oportunidade a frente da seleção e espero colaborar com o crescimento da modalidade no País”, afirmou Rodrigo. “Todo profissional sonha em chegar a seleção. É o reconhecimento do trabalho que venho realizando em Praia Grande”.

É a primeira vez que Rodrigo integra a seleção nacional como treinador (já o fizera quando atleta). “Fui convocado por ter qualificado alguns, em diversas faixas etárias e provas, para o time nacional nos últimos anos. Destaque para o Kauan Domingues que é machador e estará no Equador. Ele é de Praia Grande e neste ano, sagrou-se campeão da Copa do Brasil com o melhor tempo da história. Na categoria sub-18, ele completou os 10 quilômetros em 48min26seg, sem tomar nenhuma punição”.

Dados – Natural de São Paulo, Rodrigo começou no atletismo aos 11 anos, em Embu das Artes. Sagrou-se campeão paulista, brasileiro e obteve títulos internacionais em disputas de meio-fundo (800 e 1.500 metros rasos) e no cross country (corrida em terreno rústico). Chegou a disputar o Mundial Juvenil de cross. Aos 21 anos, encerrou a carreira após uma pubalgia. No ano seguinte, iniciou os estudos em educação física na Universidade Mackenzie, em São Paulo.

Aos 26 anos, iniciou na função de treinador. Passou pelas equipes de Embu das Artes, Santana do Parnaíba e Centro de Excelência/Federação Paulista de Atletismo. É pós-graduado em fisiologia do exercício na Universidade de São Paulo (USP) e certificado em cursos da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Revelação – Morador do Bairro Sítio do Campo e natural de Praia Grande, o marchador Kauan da Silva Domingues, 17 anos (equipe Memorial-Santos), integra a seleção brasileira na categoria sub-18, prova de 10 km, durante o Campeonato Sul-Americano. Campeão da Copa do Brasil em 2018, Kauan iniciou no esporte em 2013, na pista da Cidade exatamente com o técnico Rodrigo. Estudo na Escola Municipal Ronaldo Sérgio Alves Lameira Ramos e foi medalhista em eventos regionais, paulistas e brasileiros, em variadas faixas etárias.

PG terá delegação recorde na 22ª edição dos Jogos Regionais dos Idosos

Atletas se reuniram para acertar os últimos detalhes antes da competição 
A delegação de Praia Grande terá 137 componentes para a disputa da 22ª edição dos Jogos Regionais dos Idosos (JORI). O número de participantes da Cidade é recordo na competição. O evento desse ano tem início na quarta-feira (7) e ocorre em São Vicente. Reunião entre os atletas praia-grandenses serviu para acertar os últimos detalhes antes do início das disputas. O Município luta pelo tricampeonato e participará de todas as modalidades.

No total, 116 atletas e 21 membros da comissão técnica estão envolvidos nesta edição do Jori. Todos os competidores são maiores de 60 anos. Três deles, inclusive, já passaram dos 90.

De acordo com a presidente do Fundo Social de Solidariedade de Praia Grande, Maria Del Carmen Padin Mourão, a Maruca, a expectativa é que os atletas de Praia Grande tragam bons resultados, porém, não devem se sentir pressionados. “Ganhar é bom, mas ficamos muito mais felizes com a participação deles. Só de estarem competindo depois dos 60 já são vencedores”.

Histórico – Por duas vezes Praia Grande foi a campeã geral dos Jogos Regionais dos Idosos, em 2015 e 2017. Em ambas as ocasiões o Município também sediou a competição.

Unidades sociais têm programação na Semana da Mulher

Atividades são voltadas aos frequentadores e visitantes

Na semana em que se festeja o Dia Internacional da Mulher, as unidades sociais de Praia Grande prepararam atividades abertas a toda a comunidade. As atrações variam de unidade para unidade. Quem quiser participar, basta comparecer nos locais, nos dias e horários programados. No PIC Melvi, as mulheres participaram de aulas de atividade física, nesta segunda-feira (5). A iniciativa foi realizada em conjunto com o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e serviu como forma de incentivar a prática esportiva e estimular a autoestima feminina.

Confira as atrações da Semana da Mulher.

O PIC Vila Alice (Rua Renata Agondi, nº 50, Bairro Anhanguera. Telefone: 3496-5067) terá uma grande aula de dança na terça-feira (6), às 14h30. Na quinta-feira (8), às 10 horas a homenagem será em forma de palestra motivacional sobre o empodeiramento da mulher. A palestra acontece novamente no dia seguinte, às 15 horas.

No Cafe Sítio do Campo (Rua Teodósio de Augustinis, s/nº, Bairro Sítio do Campo. Telefone 3496-5065) a comemoração será bem animada. A unidade promoverá, na quinta-feira (8), uma aula especial de ritmos acelerados. Quem quiser pode caprichar no figurino, pois haverá concurso de melhor fantasia, às 14 horas.

O Cafe Vila Sônia (Rua João Andrade de Jesus, s/ nº, Bairro Vila Sônia. Telefone 3496-5066) escolheu a sexta-feira (9) como principal data. A unidade terá um bate papo sobre auto estima da mulher. A conversa vai das 14 horas até 16h30.

O PIC Melvi (Rua Heleny Rosa, nº 114, Bairro Melvi. Telefone 3594-5056), terá duas palestras sobre auto estima na terça-feira, às 9 e também 14 horas.

No Bairro Ocian, o dia especial será festejado em parceria do Conviver do bairro com a ONG DCM (Direito e Cidadania da Mulher), às 9 e 14 horas. Serão ministrados workshops sobre direito e conquistas das mulheres nos últimos anos. O Conviver fica na Avenida Presidente Castelo Branco, altura da Avenida Vicente de Carvalho. O telefone para mais informações é 3496-5061.

Serviços – Os PICs e Cafes foram criados pela Secretaria de Assistência Social (Seas) em parceria com o Fundo Social de Solidariedade de Praia Grande (FSS) e têm como principal objetivo ser um espaço aberto à convivência, ao diálogo e entrosamento familiar. Centenas de pessoas já mudaram de vida com as aulas de geração de renda, atividades esportivas, culturais e de lazer gratuitas para todas as idades. Atualmente, são oito unidades instaladas no Município.

O Programa Conviver é destinado a pessoas maiores de 50 anos, o projeto é resultado de uma parceria entre o Fundo Social de Solidariedade (FSS) e a Secretaria de Assistência Social (Seas). O projeto teve início em 1993, com o objetivo de oferecer atividades esportivas e de lazer para a Melhor Idade.

Eduardo Sterblitch vem a Praia Grande com o espetáculo O Rei do Mundo

Apresentação acontece nesta sexta (9), no Teatro Serafim Gonzalez

Quem gosta de uma boa comédia não pode perder o novo espetáculo do ator Eduardo Sterblitch (Pânico na TV), O Rei do Mundo, que será apresentado na próxima sexta-feira (9), no Teatro Serafim Gonzalez, Bairro Boqueirão, às 21 horas.

A peça conta a história de Pedro Peregrino, um homem mentiroso, irresponsável, egoísta e sem escrúpulos. Seu maior desejo é tornar-se rico e poderoso, estando disposto a passar por cima de tudo e todos para alcançar seu objetivo. Durante toda a trajetória, Pedro Peregrino se encontra com cenas e personagens mágicos, que o ajudam a descobrir seu estranho destino.

Com aproximadamente uma hora de espetáculo, O Rei do Mundo tem classificação 14 anos. Os ingressos custam R$ 80 reais inteira e R$ 40 reais meia-entrada (estudantes, pessoas acima de 60 anos e funcionários da Prefeitura de Praia Grande), e estão sendo vendidos pelo site www.diverteingressos.com.

O Teatro Serafim Gonzalez fica no Palácio das Artes, na Avenida Presidente Costa e Silva, 1.600, Bairro Boqueirão. Informações pelo telefone 3496-5715.

Minha mãe foi ao encontro de meu pai, descansem em paz.

 

Para Sempre

Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.
Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
– mistério profundo –
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.

Carlos Drummond de Andrade

Ainda dá tempo de se increver na Segunda Corrida e Caminhada da APAE

Prova ocorre no dia 18, com largada no Canto do Forte

As inscrições para a 2ª Corrida e Caminhada da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Praia Grande seguem abertas. A prova acontecerá dia 18 de março, com largada marcada para às 7h30 (concentração às 7h), na Praça Duque de Caxias, Bairro Canto do Forte.

Interessados podem se inscrever na sede da APAE (Rua das Acácias, 320, Bairro Quietude), de segunda à sexta-feira, das 8 às 17h, ao custo de R$ 70,00. Pessoas com mais de 60 anos pagam metade do valor, mas devem se inscrever pessoalmente. Para os demais competidores existe ainda a possibilidade de inscrição pela internet, por meio do site WWW.chiptiming.com.br.

A entrega dos kits da prova ocorrerá nos dias 16 (das 16h às 20h) e 17 (das 11h às 19h), na Loja Decatlhon (no interior do Shopping Litoral Plaza). O material conterá camiseta, viseira para proteção solar, Ecobag, chip descartável (para cronometrar o tempo dos atletas) e numeral de peito.

A competição, organizada pela G-Runners e com o apoio da Prefeitura de Praia Grande, objetiva promover a inclusão social das pessoas com deficiência (PcD) e portadoras de necessidades especiais (PNE) e arrecadar fundos para a manutenção das atividades oferecidas pela própria APAE.

A expectativa dos organizadores é de atingir o limite máximo de inscritos: 1.500 participantes. A prova terá um percurso de 10 quilômetros pela orla da praia. Na caminhada serão 3 quilômetros.

Premiação – Para essa edição, a organização traz inovações, ao implementar quatro categorias para Pessoas com Deficiência, no feminino e masculino (cadeirante, deficiente visual, deficiente físico e deficiência intelectual). Além disso, serão premiados com troféus o homem e a mulher com maior idade que concluírem o percurso da corrida.

Assim como na primeira edição, as demais categorias serão contempladas com medalhas para os cinco primeiros colocados no geral, mais os três primeiros colocados por faixa etária (15 a 19 anos, 20 a 24, 25 a 29, 30 a 34, 35 a 39, 40 a 44, 45 a 49, 50 a 54, 55 a 59 e mais de 60).

O resultado oficial da competição será divulgado no site www.chiptiming.com.br.

 

2° Corrida e caminhada APAE de Praia Grande

Prova está marcada para o dia 18 do mês que vem, com largada no Boqueirão

Estão abertas as inscrições para a 2ª Corrida e Caminhada da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Praia Grande. A prova acontecerá dia 18 de março, com largada marcada para as 7h30 (concentração às 7h), na sede do Centro de Convivência para a Terceira Idade (Conviver) do Bairro Boqueirão.
Interessados podem se inscrever até o dia 5 de março na sede da APAE (Rua das Acácias, 320, Bairro Quietude), de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, ao custo de R$ 70,00. Pessoas com mais de 60 anos pagam metade do valor, mas devem se inscrever pessoalmente. Para os demais competidores existe ainda a possibilidade de inscrição pela internet, por meio do site WWW.chiptiming.com.br.
A entrega dos kits da prova ocorrerá nos dias 16 (das 16h às 20h) e 17 (das 11h às 19h), na Loja Decatlhon (no interior do Shopping Litoral Plaza). O material conterá camiseta, viseira para proteção solar, sacochila, chip descartável (para cronometrar o tempo dos atletas) e numeral de peito.
A competição, organizada pela G-Runners e com o apoio da Prefeitura de Praia Grande, objetiva promover a inclusão social das pessoas com deficiência (PcD) e portadoras de necessidades especiais (PNE) e arrecadar fundos para a manutenção das atividades oferecidas pela própria APAE.
A expectativa dos organizadores é de atingir o limite máximo de inscritos: 1.500 participantes. A prova terá um percurso de seis quilômetros pela orla da praia. Na caminhada serão três quilômetros.
PREMIAÇÃO
Para essa edição, a organização traz inovações, ao implementar quatro categorias para Pessoas com Deficiência, no feminino e masculino (cadeirante, deficiente visual, deficiente físico e deficiência intelectual). Além disso, serão premiados com troféus o homem e a mulher com maior idade que concluírem o percurso da corrida.
Assim como na primeira edição, as demais categorias serão contempladas com medalhas para os cinco primeiros colocados no geral, mais os três primeiros colocados por faixa etária (15 a 19 anos, 20 a 24, 25 a 29, 30 a 34, 35 a 39, 40 a 44, 45 a 49, 50 a 54, 55 a 59 e mais de 60).
O resultado oficial da competição será divulgado no site www.chiptiming.com.br.

%d blogueiros gostam disto: