• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Praia Grande reduz o número de acidentes de trânsito em 2017

No último ano, foram registrados 1.813 casos. Em 2016, 1.975 acidentes

O número de acidentes de trânsito em Praia Grande caiu cerca de 9%, de janeiro a dezembro de 2017, em comparação ao mesmo período registrado em 2016, segundo dados da Secretaria de Trânsito (Setran), com base em ocorrências registradas no 45º BPM/I 1ª Cia e Infosiga-SP (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo). Em 2017, ocorreram 1.813 casos, contra os 1.975 do ano anterior, todos em vias municipais. Dentre as principais ocorrências, praticamente todas apresentaram queda, como número de choques entre veículos, acidentes envolvendo ciclistas e ocorrências com vítimas. Segundo a Setran, a redução está diretamente relacionada às ações de infraestrutura nas áreas de educação, fiscalização e engenharia de tráfego que vêm sendo desenvolvidas na Cidade.

No último ano, os principais bairros com ocorrências registradas foram Boqueirão (250 acidentes) e Guilhermina (195). Dentre os sexos, os homens se envolveram mais em acidentes no último ano (em 77,7% dos casos, os condutores eram do sexo masculino).Os acidentes com vítimas também apresentaramqueda: 643, em 2016, e 556, em 2017. E o choque entre veículos passou de 264 em 2016 para 216 casos no último ano.

Os acidentes envolvendo ciclistas também contaramcom redução: em 2016 foram 144 e ano passado 139 acidentes. Outra queda foi registrada entre as motocicletas, passando de 657 para 566 casos. E algumas ocorrências continuaram com a mesma quantidade do ano anterior, não apresentando aumento, como a de vítimas fatais (11 casos registrados) e colisões frontais (45 casos).

O secretário de Trânsito de Praia Grande, Marcelo Afonso Prado, explicou que a queda na quantidade de acidentes em geral ano após ano em Praia Grande é resultado de muito trabalho do setor. “Buscamos sempre entender questões básicas sobre cada acidente para podermos promover ações eficientes. Perguntas como ‘o que’, ‘onde’ e ‘por quê’ são algumas coisas que conseguimos apontar através de mapeamentos e levantamentos como estes, por exemplo. Um dos princípios utilizados pela Prefeitura ao definir ações de melhoria viária é o de Pareto, estudo que aponta que 80% das consequências advêm de 20% das causas. Identificando os principais pontos das ocorrências, conseguimos solucionar grande parte dos problemas e, no caso do trânsito, salvar vidas ao evitar que acidentes ocorram”.

Ainda de acordo com Prado, estudos mostram que uma das maiores causas dos acidentes, especialmente fatais, chama-se condutor de veículo. “Ainda que tenhamos investido em melhorias estruturais e de sinalização, estatisticamente no mundo todo 75% dos acidentes são causados por falha humana. Ou seja, podemos dizer que na grande maioria dos casos a imprudência do condutor é determinante para que estes acidentes ocorram. Por isso, investimos constantemente também em campanhas e ações de educação e orientação de trânsito”.

Dentre os principais motivos para a queda apontados pela Setran estão ações realizadas ao longo do ano. “Em 2017, investimos na simplementações e revitalizações de sinalizações viárias por toda a Cidade, na instalação de faixas elevadas de travessia de pedestres, campanhas educativas e diversas ações em parceria com o Estado, através do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito. E as ações não vão parar, continuaremos o trabalho, visando sempre reduzir essas ocorrências e, principalmente, as mortes no trânsito”.

Cidade realiza formatura da Primeira turma de Residência Médica de Família e Comunidade

Praia Grande é referência em toda a Baixada Santista 
Praia Grande formou sua 1ª turma do programa de Residência Médica em Medicina da Família e Comunidade. O curso de pós-graduação teve a duração de dois anos e forma cinco médicos especialistas em Saúde da Família e Comunidade.

Durante a cerimônia, o prefeito de Praia Grande anunciou mais investimentos na área. “Praia Grande é referência em Saúde da Família e Comunidade, sendo a única da Baixada Santista com 100% de cobertura da população. E hoje, anunciamos mais um investimento: o concurso público para Médico de Saúde da Família, o edital já está aberto com seis vagas disponíveis”, disse.

O secretário de Saúde Cleber Suckow Nogueira explica que a tendência é que programa cresça cada vez mais. “Hoje temos 27 Unidades de Saúde da Família e a Administração Municipal, investe cada vez na Atenção Básica, o que significa mais prevenção e mais saúde para a população”.

Ele explica ainda que o município continua acreditando na especialização dos médicos na área de Família e Comunidade. “Já temos novas turmas de Residência Médica e também da Residência Multiprofissional que abrange odontologia, fisioterapia, psicologia e enfermagem. Ao todo 40 novos alunos já iniciaram o curso agora em março”, comentou o secretário.

Os dois programas são referência para a Baixada Santista e não contam com apoio de nenhuma instituição educacional, eles foram implantados no município devido à competência técnica da Secretaria de Saúde Pública de Praia Grande.

O evento contou também com a participação do presidente da Sociedade Paulista de Medicina da Família e Comunidade, Renato Walch, que considera Praia Grande um exemplo a ser seguido em todo o país. “Tenho que parabenizar a Cidade por ter toda essa estrutura e por investir cada vez mais em Saúde da Família, inclusive na formação de novos profissionais”, afirmou.

Para a formanda Luana Hamano, o orgulho de fazer parte da primeira turma de Residência Médica é grande. “Agradeço todos os professores e preceptores do curso. Eles fizeram com que eu me tornasse uma pessoa e profissional muito melhor do que quando entrei. Fico feliz por fazer parte desse grupo”.

Atenção Básica – Praia Grande tem investido maciçamente na Atenção Básica com o foco na prevenção de doenças. Entre os dados, destaque para inauguração de novas Usafas, revitalização e ampliação das já existentes, aumento no número de equipes de Saúde da Família, criação de nove Academias de Saúde, modernização de equipamentos, desenvolvimento de capacitações para os profissionais do setor e informatização dos sistemas de agendamentos de consultas e exames e dispensação de medicamentos.

Ainda de acordo com o secretário da Sesap, ao longo dos últimos anos a Cidade deu um salto de qualidade que beneficiou os munícipes e também turistas que são atendidos, além dos profissionais do setor. “Ainda temos muito que avançar e seguiremos trabalhando para aumentar a qualidade dos serviços prestados”, disse Nogueira.

Saúde da Família – O setor de Atenção Básica de Praia Grande dispõe de 27 unidades de Saúde da Família e 9 Academias da Saúde. Somente nos últimos dois anos, a Cidade ganhou sete novas Usafas.

As ótimas condições estruturais propiciam para os pacientes e profissionais confortáveis acomodações e ótima estrutura. A Cidade tem mais de 70 equipes do Programa Saúde da Família e cobre 100% da população.

Time sub-14 vence na estreia do PaulistaMetropolitano de Futsal

Equipe da Cidade ganha de São José por 5 a 0

A equipe masculinasub-14de Praia Grande/Ocian Praia Clube (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Sucos Camp, Centro de Treinamento Falcão 12 e Liga Praia-grandensede Futsal – LPFS) venceu, por 5 a 0 (gols de Nycolas Souza – 2, Raul Damacena, Kauê Bastos e Lucas Fernandes), o time do São José Fut/Atleta Cidadão, na primeira rodada do Campeonato Metropolitano Estadual de Futsal, série A-1, evento regido pela Federação Paulista (FPFS). Já os grupos locais sub-12, sub-16 e sub-18 perderam. As partidas realizadas no último sábado (10) ocorreram no Ginásio do Tênis Clube, em São José dos Campos.

A turma sub-12 perdeu por 5 a 4 (Marcos Fortmuller, Luiz Machado, Igor Cajé e Gabriel Jerônimo), a sub-16 por 2 a 1 (Carlos Eduardo) e a sub-18 por 6 a 5 (Luiz Gustavo – 3, Fernando Ribeiro e João Pedro). No próximo dia 24, às 16h45, no Ginásio da Arena Palestra Itália, em São Paulo, na Capital, as equipes masculinas sub-12, sub-14, sub-16 e sub-18 de Praia Grande/Ocian Praia Clube encaram os selecionados da Sociedade Esportiva Palmeiras, na segunda rodada do Campeonato Metropolitano Estadual de Futsal, série A-1.

Dados – Na primeira fase do Metropolitano, as equipes jogam todas contra todas (dentro de cada grupo), em turno e returno. As cinco primeiras colocadas de cada chave, mais a sexta melhor colocada no geral (juntando-se todos os grupos), avançam à segunda etapa. Na fase inicial, os selecionados de Praia Grande disputam o grupo A, ao lado do São José Fut/Atleta Cidadão, Santos Futebol Clube, ASF/Magnus Futsal, Sociedade Esportiva Palmeiras, Mogi das Cruzes Esporte Clube, Lausanne Paulista FC e Associação Atlética Banco do Brasil/SP.

No B, atuam as turmas CE Penha, Sport Club Corinthians Paulista, CA TabucaJúniors, CA Juventus, SE Elite Itaquerense, Clube São João, Wimpro Menores/Guarulhos e Internacional/Unimed Santos. No C, competem os times da Associação Desportiva Indaiatuba, São Paulo FC, CA Taboão da Serra/SMEL, FAE/Osasco/Audax, Associação Portuguesa de Desportos, São Caetano Futsal, Pulo do Gato Futsal e ADC São Bernardo do Campo.

É a primeira vez que os times de base de Praia Grande disputam o Metropolitano na série A-1 (reúne as equipes mais fortes do Estado). Até a última temporada, os meninos da Cidade jogavam na A-2 (divisão de acesso). A Federação Paulista forma um ranking dos times (que leva em conta critérios técnicos), aqueles que alcançam uma determinada pontuação têm a possibilidade de disputar a A-1.

Retrospecto – Em 2017, na série A-2, os times da Cidade avançaram à segunda fase da competição. Os quatro primeiros colocados de cada grupo (A e B) na etapa inicial qualificaram-se à chave ouro; os quinto e sextos foram para a chave prata; os demais times disputaram a chave bronze (com exceção do 11º e último colocado da chave B, pois este foi eliminado diretamente). E ainda, as equipes eliminadas na primeira rodada (quartas de final) da chave ouro, disputaram as semifinais da prata.

Na chave ouro, a turma praia-grandensesub-14 empatou, em 1 a 1, com o grupo do Clube Atlético TabucaJúniors. Por ter realizado melhor campanha na primeira fase do torneio, o time de Taboão da Serra avançou a decisão. Na sub-16, os rapazes da Cidade perderam, por 9 a 2, para o selecionado da Associação Desportiva Classista São Bernardo do Campo. Já na chave prata, os meninos da sub-12 de Praia Grande caíram, por 4 a 2, diante do Santo André Futsal.

Em 2016, na A-2, a equipe masculina sub-10 de Praia Grande terminou em quarto lugar. Na semifinal, a equipe local foi derrotada por Lausanne Paulista, por 6 a 3 e 4 a 3. Na fase quartas de final, a seleção municipal sub-12 de Praia Grande perdeu, por 3 a 2 e 2 a 1, para o Suzano Futsal e acabou sendo eliminada. Nas oitavas de final (16 melhores) outros três times da Cidade foram desclassificados. A equipe sub-14 perdeu, por 3 a 1 e 5 a 1, para a do Clube Comercial de Lorena. O time sub-16 de Praia Grande caiu, por 6 a 3 e 5 a 3, diante da Associação Desportiva São Bernardo. Os rapazes da sub-17 venceram por 3 a 1 e perderam por 7 a 0 para o Clube Atlético Guarulhense.

Jogos – Confira as escalações e todos os resultados das equipes de Praia Grande no Campeonato Metropolitano Estadual de Futsal 2018, série A-1:

sub-12 – Atuam pela Cidade Pedro Henrique Ramiel, Wallace Vicente Matias Rosa Izzo, Guilherme Souza Gomes, Marcos Vinicius Fortmuller, Felipe Mendes Santos, Pedro Torres Cardoso, Luiz Henrique Reis Machado, Igor da Silva Cajé, Felipe Gabriel dos Santos Silva, Levi Ferreira Cunha, Gabriel Jerônimo Alves dos Santos, Lucas Monteiro Caldas, Gustavo Assis e Luis Felipe Gomes Barbosa Nunes. Técnico: Conrado de Andrade e Silva Antunes. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves.

1ª fase
10/3 – São José Futsal 5 x 4 Praia Grande/Ocian Praia Clube

sub-14 – Jogam por Praia Grande Kauê Bastos de Carvalho, Cleberson Lucas de Oliveira Neves, Lincoln Antunes da Silva, Kayque Guilherme de Campos Silva, Luiz Rafael Silva Gomes, Raul Vinicius Damacena, Mike Iverson Santos Barriento, Nycolas Souza da Silva, Dherik Coelho Martins, Gustavo Wendrel Quadros da Cruz, Fabricio Menezes dos Santos, Lucas Fernandes Gomes dos Santos, Marcos Vinicius Freitas de Souza e Periques Junior Magalhães Lisboa. Técnico: Caio Bruno Monzem. Auxiliar: Matheus Cassita Gonçalves.

1ª fase
10/3 – São José Futsal 0 x 5 Praia Grande/Ocian Praia Clube

sub-16 – Atuam pela Cidade Yuri França da Silva, Gabriel Araújo dos Santos, Nathan Takahashi de Souza Aguiar, Lucas Lewis da Silva, Guilherme Batista Andrade da Silva, Pedro Henrique Araújo Valadares, Edson Oliveira da Silva, Carlos Eduardo Augusto de Jesus, Willian Gabriel Ferreira Santos, Leonardo Amaral Aurichio e Matheus Queiroz de Souza. Técnico: Matheus Cassita Gonçalves. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves.

1ª fase
10/3 – São José Futsal 2 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube

sub-18 – Competem pelo municípioJosé André Santana Santos, Eduardo Costa DallePiaggi, Matheus dos Santos Theodoro Pereira, Fernando Ribeiro Marques Junior, João Victor Mendes Penariotti, Felype Fernandes Mouzinho, Thiago Wehinger de Oliveira, Mateus Riechelmann de Freitas, Eduardo Vaz CabrilMiyazi, Luiz Gustavo da Silva Ferreira, Taylor Matheus da Silva Conceição e João Pedro Pereira Campos. Técnico: Caio Bruno Monzem. Auxiliar: Mike Fernandes dos Santos Cruz.

1ª fase
10/3 – São José Futsal 6 x 5 Praia Grande/Ocian Praia Clube

Kbelo MC vs. Menor | 27ª Batalha do Mundão | Praia Grande 

Programa Quatro estações – Vinho

Cincão na PG entrega parcial de produtos de higiene na SERPROS de Praia Grande

Jardim Esmeralda em Praia Grande

Vias nos Bairros Solemar e Flórida recebem sistema viário binário

Mudanças no sentido de circulação de veículos começam segunda-feira (12) 
Com a remodelação da Avenida Dr Roberto de Almeida Vinhas, via marginal à Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, a Secretaria de Trânsito de Praia Grande (Setran) dará continuidade à implantação de sistema binário viário (vias com mãos de direção alternadas) em 17vias nos Bairros Solemar e Flórida, a partir da manhã da próxima segunda-feira (12).

Todas as mudanças acontecerão no trecho entre as avenidas Dr Roberto de Almeida Vinhas e Presidente Kennedy. O setor já instalou placas de sinalização nos locais que passarão por mudanças e está distribuindo a moradores e comerciantes dos arredores informativos sobre o trabalho.

De acordo com a diretora da Divisão de Planejamento e Engenharia de Tráfego, Michele Rezende de Mesquita, visa também melhorar a fluidez e a segurança do trânsito destes locais. “Com esta medida, as vias passam a contar com melhores condições de fluidez e segurança do trânsito, além do aumento da oferta de vagas de estacionamento”.

Seguem as vias que deixarão de ser mão dupla e passarão a funcionar através do sistema binário de circulação:

-No sentido Kennedy/Marginal
Rua Amelletto Franceschelli
Rua Benedito Lacerda
Rua Assis Valente
Rua Orestes Barbosa
Rua Leonel Azevedo
Rua das Petúnias
Rua dos Trevos
Rua Zequinha da Abreu
Rua Noel Rosa

– No sentido Marginal/Kennedy
Rua Ari Barroso
Rua André Filho
Rua das Rosas
Rua das Palmas
Rua Ataulfo Alves
Rua Lamartine Babo
Rua Custódio Mesquita
Rua Francisco Alves

Duplo sentido – Além disso, a Rua Julio Secco de Carvalho, também no trecho entre as Avenidas Presidente Kennedy e Dr Roberto de Almeida Vinhas, no Bairro Solemar, deixará de ter sentido único de circulação e contará com mão dupla também a partir da manhã de segunda-feira (12). A sinalização viária específica no local está sendo implantada pela Setran.

Outras informações sobre o trânsito na Cidade podem ser obtidas através da linha gratuita e 24 horas da Setran, o 0800-7720194.

Palestra aborda saúde preventiva para alunos da EJA

Iniciativa foi realizada ao longo desta semana em 4 escolas 
“Medicina Preventiva e Qualidade de Vida” foi o tema de uma palestra ministrada pelo Grupo Saúde e Prevenção para alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA). A explanação foi realizada ao longo desta semana nas quatro escolas que atendem EJA, atingindo mais de mil alunos.

Explorando bastante os recursos visuais por meio de slides, a palestra trouxe informações sobre como se prevenir contra vários tipos de doenças, entre elas as sexualmente transmitidas (DST). “As pessoas, em geral, são mal informadas sobre saúde. A internet, que é o meio no qual muitos buscam informações sobre o tema, nem sempre é uma fonte confiável para isso e os livros sobre o assunto são considerados caros pelas pessoas”, comentou o palestrante e biólogo Eduardo Iemini Gonçalves.

“No entanto, o problema da saúde não é a falta de dinheiro. Muitos alegam que não tem dinheiro pra se cuidar, mas gastam muito com bebida, cigarro e besteiras. Uma pessoa que consome um maço de cigarros por dia, por exemplo, gasta 3.000 reais num ano, fora a bebida. O que falta é a atitude de dar prioridade à saúde”.

Ele também enfatizou a importância dos exames preventivos. “O câncer de cólo de útero é um dos que mais matam no mundo. Um simples exame que deve ser realizado anualmente pode ajudar a prevení-lo, mas muitas mulheres não dão prioridade pra isso. As pessoas não têm ideia de quantos problemas podem evitar fazendo alguns exames preventivos básicos uma vez ao ano”.

O assistente técnico pedagógico (ATP) da EJA, José Amaro de Mendonça, comentou que a palestra foi muito enriquecedora. “Os alunos mostraram interesse e perceberam que muitos problemas de saúde podem ser evitados com a informação correta. Estatísticas e dados interessantes, que muitos não sabiam, foram compartilhados de uma forma impactante”.

A aluna Maria Luiza Rebelo, de 18 anos, disse que a palestra foi bastante proveitosa. “Nos trouxe informações úteis, novas e bem interessantes na área da saúde. Muitas coisas eu não sabia e agora tive a oportunidade de aprender”.

Campanha de vacinação contra a Febre Amarela segue até o dia 16

As unidades de saúde seguem aplicando as doses das 9h às 16 hora 
A Campanha de Vacinação contra a Febre Amarela em Praia Grande segue até o dia 16 de março nas 27 Unidades de Saúde da Família. A aplicação das doses ocorre de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas.

A Cidade já vacinou mais de 90 mil pessoas desde o início da campanha. A Secretaria de Saúde Pública (Sesap) de Praia Grande ressalta que as pessoas que, em algum momento da vida, já tomaram a vacina ou tiveram a doença, não precisam tomar a dose, porque já estão imunizados. O Município não apresenta nenhum caso ou suspeita da doença.

Capacitação – Para atender essa demanda de pacientes, as equipes da Sesap que estão trabalhando na aplicação das vacinas foram capacitadas e a Cidade recebeu o número de doses do Governo do Estado suficiente para a Campanha. São 230 mil doses que estão disponíveis para população.

Documentos – Confira os documentos necessários para tomar a dose:

Crianças: RG ou certidão de nascimento e caderneta de vacinação.

Adultos: necessário que todos levem RG ou equivalente e, se tiver, caderneta de vacinação.

Além dos documentos acima é necessário que os idosos levem a prescrição, para pessoas que vão viajar para o exterior é obrigatório levar as passagem ou comprovante de compra da passagem.

Contraindicações – Gestantes, lactantes, pessoas que fazem uso de corticóide (imunossupressores), alérgicos a ovo e pacientes de quimio e radioterapia, e portadores doenças autoimunes não podem tomar a vacina.

Gestantes (será aplicada somente se residir em área onde há casos, após avaliação) e mulheres amamentando crianças menores de 6 meses (se receber a vacina devem pausar a amamentação por 10 dias).

Pessoas acima de 60 anos deverão apresentar prescrição médica. Apenas idosos e gestantes que moram em áreas onde há casos da doença serão vacinados.
Portadores de HIV, pacientes com tratamento quimioterápico concluído, transplantados, hemofílicos ou pessoas com doenças do sangue, e doença falciforme – necessitam de avaliação médica prévia.

Endereços – Confira os locais de vacinação em Praia Grande:

1 – Multiclínica Aviação – Av. Dr. Roberto de Almeida Vinhas, nº2929
2 – Multiclínica Boqueirão – Av. Pres. Kennedy, nº 918 Boqueirão
3 – Multiclínica Mirim – Av. dos Sindicatos, nº 635 – Mirim
4 – Multiclínica Tupi – Rua Meinacós, nº 95 – Tupi
5 – Usafa Aloha – Rua Zenji Sasaki, nº 269- Nova Mirim
6 – Usafa Anhanguera – Rua Josefa Alves de Siqueira, nº 649 – Anhanguera
7 – Usafa Antártica – Av. dos Trabalhadores 3801 – Antártica
8 – Usafa Caiçara – Rua Mathilde de Azevedo Setubal nº 630 – Caiçara
9 – Usafa Esmeralda – Rua Menotti Del Picchio, altura do n° 179
10 – Usafa Forte – Av. Rio Branco, nº 562 – Forte
11 – Usafa Guaramar – Av. dos Trabalhadores, nº 1717 – Glória
12 – Usafa Maracanã – Rua Cesar Rodrigues Reis, 850 – Maracanã
13 – Usafa Melvi – Rua João Caetano, nº 101 – Melvi
14 – Usafa Mirim II – Rua Nossa Senhora da Conceição, nº 400
15 – Usafa Ocian – Rua José Jorge, 521 – Ocian
16 – Usafa Quietude – Rua Rui Manoel Sampaio Seabra Pereira, nº 500
17 – Usafa Real – Rua das Begônias, nº 453 – Real
18 – Usafa Ribeirópolis – Rua Esmeraldo Tarquínio nº 471 – Ribeirópolis
19 – Usafa Esmeralda II – Av. Hugo de Carvalho Ramos, 1521 – Esmeralda
20 – Usafa Samambaia – Av. das Araucárias nº 181 – Samambaia
21 – Usafa Santa Marina – Rua Particular, 598 – Anhanguera
22 – Usafa São Jorge – Av. dos Trabalhadores, nº 4242 – Antártica
23 – Usafa Solemar – Av. Pres. Kennedy, nº 19726 – Solemar
24 – Usafa Sítio do Campo – Rua Maria Luiza Lavalle, nº 68 – Sítio do Campo
25 – Usafa Tupiry – Rua Idelfonso Galeano, nº 368 – Tupiry
26 – Usafa Vila Alice – Rua Renata Câmara Agondi, nº 46 – Anhanguera
27 – Usafa Vila Sônia – Rua Antônio Cândido da Silva nº 1075 – Vila Sônia

Fotos de Fátima Fernandes

Paratleta de PG participa de Camping Nacional Escolar

Glória Poliana foi convocada pelo Comitê Paraolímpico Brasileiro 
Convocada pelo Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB), a praia-grandense Glória Poliana Platner do Amaral, 16 anos, categoria T54 (poliomielite, lesão medular e/ou amputação) participou da primeira etapa do Camping Escolar de Atletismo, realizada no último mês (fevereiro), no Centro de Treinamento Paralímpico do CPB, em São Paulo, na Capital. O evento reuniu 40 jovens do país quedestacaram-se na disputa das Paraolímpiadas Escolares de 2017.

Nesta disputa, Glória conquistou três medalhas de ouro nos 100, 400 e 1.500 metros para cadeirantes. O Camping visou treinamentos específicos de cada modalidade (atletismo e natação) para auxiliar na evolução dos paratletas. Além da paratleta local, a professora de atletismo para pessoas com deficiência (PcD) de Praia Grande, Daniela EikoItani, também participou das duas intensas semanas de atividades.

“Aprendi muitas coisas e conheci pessoas incríveis”, afirmou Glória. “A rotina de treinamentos, trabalhando em dois períodos e desenvolvendo novas técnicas, foi muito importante e bacana. Amei esta experiência que pude viver, foi quase que inexplicável. Quero continuar sendo convocada e manter minha posição no grupo brasileiro”.

A técnica Daniela abordou a importância do Camping: “Os paratletas em nível escolar tiveram a oportunidade de treinar no mesmo local da seleção adulta, nos mesmos horários, com palestras e contatos diretos com os medalhistas em competições internacionais. Também visitaram o Museu de Futebol e o Aquário de São Paulo. Foi um período de enriquecimento para todos e muito acúmulo de conhecimento. A segunda etapa do Camping está prevista para junho”.

Dados – Gloria é aluna da Escola Estadual Professor Antônio Nunes Lopes da Silva (Bairro Samambaia). Em 2017, obteve medalha de ouro nos 200 metros para cadeirantes na etapa nacional do Circuito Paraolímpico Loterias Caixa Brasil, nos 100 e 400 metros nos Jogos Regionais do Estado. Integrando a seleção paulista nas ParaOlímpiadas Escolares venceu as provas de 100, 400 e 1.500 metros. Foi ainda, medalha de prata nos 200 metros nos Jogos Regionais. Em 2016, nos Jogos Abertos, faturou o ouro nos 100, 200 e 400 metros rasos. Nos Regionais, ganhou os 100 metros, ficou em segunda nos 200 e em terceira, nos 400.

No Circuito Paraolímpico, foi prata nos 100 e 400 metros, e bronze nos 200 metros. Nas ParaOlímpiadas Escolares foi vice-campeã nos 100, 200 e 400 metros. Em 2015, foi vice-campeã dos 100 metros nos Jogos Regionais. Em 2014, foi campeã nos 100, 300 e 1.000 metros nas Paraolímpiadas Escolares. Em 2013, faturou três pratas nos 100, 300 e 1.000 metros nas Paraolímpiadas Escolares. Conquistou três medalhas (dois ouros e uma prata) nos Jogos Escolares do Estado de São Paulo (JEESP). Venceu as provas de 100 e 300 metros. Foi ainda vice-campeã no arremesso do peso. No IX Troféu Sérgio Seraphin Del Grande, sagrou-se campeã das provas de 100, 200 e 400 metros.

No fim de semana tem Praia Acessível em PG

Atividade ocorre na Praia do Bairro Guilhermina 
Nos fins de semana e feriados, as pessoas com deficiência têm uma opção diferente de diversão em Praia Grande. A Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL) oferece gratuitamente aos munícipes e turistas atividades por meio do Programa Praia Acessível, iniciativa que oportuniza o uso de equipamentos especiais – cadeiras anfíbias e esteiras adaptadas – para auxíliode deslocamento na areia da praia e no banho de mar com segurança.

A atividade ocorre aos sábados, domingos e feriados, sempre das 9 às 17 horas, na Praia do Bairro Guilhermina (Avenida Presidente Castelo Branco esquina com a Rua Leblon, em frente ao número 1.898). Há rampa de acesso à praia e o Programa funciona com sol e chuva fraca. Se a chuva for forte, a atividade é interrompida visando à segurança dos banhistas.

Para participar, basta o interessado (a) comparecer no quiosque e preencher ficha cadastral. No local, há um professor de educação física (Fabiano Nepomuceno) e um estagiário administrativo que auxiliam os interessados. Os menores de idade devem estar acompanhados pelos responsáveis. Dependendo do movimento, é possível que uma mesma pessoa possa utilizar o equipamento mais de uma vez no mesmo dia.

O Programa teve início em 2010. A Secretaria Estadual dos Direitos das Pessoas com Deficiência foi responsável pela compra de 10 cadeiras feitas com um tipo de pneu especial, que permite superar a dificuldade de locomoção na areia, e também não afundam na água. Em 2017, mais de 200 atendimentos foram realizados. Em 2016, foram cerca de 250. Em
2015, mais de 150 pessoas participaram do Praia Acessível. Nos últimos três anos, houve mais de 600 atendimentos.

PG recebe jogos de tênis e tênis de mesa da classificatória do JORI

Cinco modalidades ocorrem em espaços locais 8/3/2018 

Na manhã desta quinta-feira (8), os Comitês Dirigente e Organizador da fase classificatória dos Jogos Regionais do Idoso (JORI) – 1ª Região e Capital – que ocorrem até domingo (11), em São Vicente – solicitaram e foram atendidos, em trazer partidas do torneio de tênis para a quadra coberta do Ocian Praia Clube, em Praia Grande. 

Na sexta-feira (9), a partir das 8 horas, no Ginásio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL) da Cidade (Avenida Ministro Marcos Freire, 33579, com entrada pela Rua João Balbino Correa, s/nº, Bairro Tupiry), ocorre a competição de tênis de mesa.

Essas são as quarta e quinta modalidades disputadas na Cidade. Já estavam programados para acontecer os torneios de atletismo (Rua José Bonifácio, 400, no Bairro Sítio do Campo), malha (Casa de Portugal – Avenida Paris, 1500, Boqueirão) e bocha(Clube da Guilhermina – Rua Itapoan, 52, Guilhermina – e na Associação Amigos do Balneário Marambaia – Rua Santo Agostinho, 195, Caiçara).

“Praia Grande desenvolve uma política de colaboração com a Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude e com as cidades vizinhas da nossa Região Metropolitana”, afirmou o secretário de Esporte e Lazer de Praia Grande José Carlos de Souza.”A chuva que caiu na noite da última quarta-feira atrapalhou a realização das partidas em quadra aberta no Yatch Clube de São Vicente. Como o Ocian Praia Clube tem uma coberta, falei com o presidente Marco Monzem e ele se prontificou a colaborar”.

Final Estadual- De 25 a 29 deste mês, em Praia Grande, ocorre a final estadual dosJogos Regionais do Idoso (JORI). Desta etapa, participam equipes e competidores que qualificaram-se nas fases classificatórias. A Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SEJ) divide os 645 municípios em oito regiões esportivas: 1ª Região – sede: São Vicente (período de realização: 6 a 11/3), 2ª – São Sebastião (27/2 a 4/3), 3ª – Lençóis Paulista (16 a 21/1), 4ª – Limeira (13 a 18/3), 5ª – Cravinhos (20 a 25/2), 6ª – Andradina (23 a 28/1), 7ª – Adamantina (6 a 11/2) e 8ª – Itapeva (30/1 a 4/2).

Segundo o regulamento do evento regido pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ) em parceria com o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (FUSSESP), artigo 9º, qualificam-se para o JAI os times primeiro e segundo colocados em cada modalidade, categoria e sexo no JORI (nas oito regiões existentes). Na natação e no atletismo, classificam-se os dois atletas primeiros posicionados por prova, categoria e sexo. 

Disputam-se 14 modalidades, com divisão por faixa etária: atletismo e natação, categorias A (60 a 64 anos), B (65 a 69), C (70 a 74), D (75 a 79), E (80 a 84) e F (mais de 85); tênis, tênis de mesa e vôlei, classes A (60 a 69) e B (mais de 70); bocha, coreografia, dança de salão, malha, truco, buraco, damas, dominó e xadrez, categoria única (mais de 60 anos).

CMDCA realiza comissão para aprovação de projetos

Reunião aconteceu nesta quinta-feira 
Na manhã destaquinta-feira (8), oConselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) realizou a reunião ordinária semestral na sala da Casa dos Conselhos, onde foram discutidos diversos assuntos, entre elesa criação de uma comissão para a aprovação do edital de verbas destinadas a entidades que realizam projetos para as crianças e adolescentes da Cidade, onde serão aprovadas as participações de entidades conforme aprovação de chamamento público.

A presidente do conselho, Glória Dias, ressaltou a importância deste edital. “As entidades que realizam projetos em prol da criança e do adolescente da Cidade necessitam de verbas para dar continuidade ao trabalho já realizado, mas para isso, elas precisam estar conforme as normas. Por isso os conselheiros elaboram o edital para o chamamento público, para que essas verbas possam ser destinadas aos projetos”.

A próxima reunião do CMDCA está marcada para o dia 12/04, podendo haver reuniões extraordinárias conforme a necessidade do presidente.

Atendimento – A Casa dos Conselhos está instalada dentro do Vivência Tupi, onde também funcionam a Subsecretaria de Assuntos da Juventude (Subjuve), o Programa SuperEscola e o Programa Conviver. O local tem o objetivo de integrar diversos públicos e promover a cidadania entre os moradores de diferentes faixas etárias. A Casa dos Conselhos fica na Rua Xavantes, n° 51, Bairro Tupi, e funciona de segunda a sexta-feira das 8h30 às 17h30.

%d blogueiros gostam disto: