• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Equipe de PG nada em seletiva estadual e evento regional

Atletas da Cidade competiram em piscina de 25 metros
16/4/2018

O selecionado de Praia Grande (Secretaria de Esportes e Lazer – SEEL –, Natação Praia Grande e Associação dePais e Amigos dos Desportistas do Litoral Paulista) participou da terceira etapa do Torneio Regional de Natação, nas categorias petiz 1 e 2 (11 e 12 anos), infantil 1 e 2 (13 e 14), juvenil 1 e 2 (15 e 16 anos), na feminina e masculina. O evento também valeu como seletiva regional visando a disputa do 25º Campeonato Inter-Regional de Natação – Troféu Kim Mollo. A disputa, realizada no último sábado (14), na piscina de 25 metros do Clube Internacional de Regatas, em Santos.

Os dois primeiros colocados em cada prova qualificaram-se para o Campeonato Inter-Regional que ocorre de 4 a 6 de maio, a partir das 8h30, na piscina de 25 metros da Associação Esportiva Mocoquense, em Mococa. Participaram do torneio regional e da seletiva 318 atletas de 14 agremiações: Natação Praia Grande, Internacional, Unisanta, Clube de Regatas Tumiaru de São Vicente, ADA Osasco, ADC São Bernardo do Campo, AESJ São José dos Campos, Círculo de Militar de São Paulo, CC Piracicaba, Clube Espéria, Corinthians Sport Club, Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa/SP, Clube Paineiras do Morumby e Esporte Clube Pinheiros.

Sob comando do técnico Régis dos Anjos Aguiar, 31 atletas representaram a Cidade. Confira os principais resultados:

petiz 1
1ª Beatrice Nathiê Chagas Novaes – 100 peito – 1min41seg15
2ª Beatrice – 400 livres – 6min12seg63
2ª Caroline Gomes Gaia – 100 costas – 1min35seg27
4ª Nicolle Rossi de Sena – 100 borboleta – 1min47seg01
6º Breno dos Santos Silva – 50 livres – 48seg95
7ª Heloisa Souza Amorim – 100 costas – 1min45seg49
8º Guilherme Lopes Saavedra – 100 costas – 1min36seg61
13ª Alicia Natasha Machado Tavares – 100 peito – 2min28seg02
13ºPablo Henrik da Silva Sales – 100 peito – 1min59seg51
14º Marcos Vinicius Terribas Santos – 100 peito – 2min00seg15
18º Isaac Leal Araújo da Cruz – 100 peito – 2min31seg27
26º Leonardo Ramalho Moraes – 100 livres – 1min40seg76

petiz 2
1ºJoão Pedro Cabral Domeneguetti – 100 borboleta – 1min20seg31
2ºIgor Miguel Baxur de Albuquerque – 200 costas – 2min58seg95
3ª Maria Eduarda de Oliveira Rodrigues – 100 costas – 1min19seg44
3ª Maria – 200 medley – 2min55seg43
3º Vinicius Carvalho de Oliveira Costa – 100 borboleta – 1min25seg30
4º Daniel Rezende Fidelis – 100 borboleta – 1min28seg80
4ª Sabrina Crocci da Silva – 100 borboleta – 1min34seg09
5º Gabriel Kevin Souza Cruz – 100 peito – 1min35seg07

infantil 1
1ª Anna Beatriz Costa Machado – 100 peito – 1min21seg84
1ª Anna – 400 livres – 4min36seg94
1ª Anna – 200 medley – 2min34seg15
1º Gustavo Xavier Nogueira – 100 costas – 1min09seg87
2ª Anna – 100 costas – 1min13seg27
5º Pedro Henrique de França Cipriano – 100 costas – 1min16seg01
8ª Michelle Kaylane Bastos de Alencar- 100 borboleta – 1min24seg54

infantil 2
2ª Rafaela AnisioPessi – 400 livres – 4min54seg46
2ª Rafaela – 800 livres – 9min37seg92
6º Italo Bressane da Costa – 200 borboleta – 2min44seg85
6º Carlos Alexandre do Nascimento Barrada – 100 livres – 1min01seg76

juvenil 1
1º Luan Alves Jekabson – 100 costas – 1min07seg09
1º Luan – 100 borboleta – 1min04seg11
1ª Gabrielle da Cunha Souza e Silva – 100 borboleta – 1min11seg53
2ª Gabrielle – 100 peito – 1min21seg01
2ª Gabrielle – 100 livres – 1min03seg82
2º Guilherme Silva Serrano – 100 peito – 1min12seg34
2º Guilherme – 100 livres – 58seg55
2º Luan – 200 medley – 2min23seg43

juvenil 2
1º Pedro Henrique Vidal Lopes – 200 livres – 2min18seg60
1º Pedro – 200 costas – 2min39seg40
2º Fabio Sousa Leal – 200 livres – 2min27seg20
2º Fabio – 200 costas – 2min49seg37
2º Fabio – 100 livres – 1min07seg42

Kim Mollo – O evento envolve seleções de oito regiões (delegacias) do Estado, divididas pela Federação Aquática Paulista (FAP).A Área Metropolitana da Baixada Santista faz parte da 7ª Delegacia.As demais conglomeram os municípios de (principais referências): São Paulo, Sorocaba, Guarulhos e Osasco (1ª); Campinas, Jundiaí, Piracicaba e Limeira (2ª); Marília, Bauru e Presidente Prudente (3ª); São José do Rio Preto e Catanduva (4ª); Jaboticabal, Araraquara e Ribeirão Preto (5ª); São José dos Campos, Bragança Paulista e Pindamonhangaba (6ª); São Bernardo do Campo, São Caetano do sul, Santo André, Mogi das Cruzes e Suzano (8ª).

Os atletas de Praia Grande treinam na piscina municipal (Avenida Presidente Castelo Branco s/nº, Bairro Mirim). Na Cidade, o esporte competitivo é conduzido pela Secretaria de Esportes e Lazer (SEEL). Há ainda escolinha municipal através do programa SuperEscola, mantido pela Secretaria de Educação (Seduc).

Estação de Ferro Beira Mar

Orla em Praia Grande ganhará novos quiosques

Licitação está aberta. Cessão de direito real de uso será de 20 anos
13/4/2018

A Prefeitura de Praia Grande abriu licitação pública para a construção e readequação dos quiosques da orla. O edital de concorrência nº 004/2018 foi publicado no dia 29 de março. A abertura dos envelopes de propostas será no dia 9 de maio. Resultante de Ação Civil Pública do Ministério Público, em 2008, a realização de licitação para uso destes espaços é obrigatória e tornou nula todas as permissões outorgadas para os permissionários. Para as novas permissões é necessário o procedimento licitatório. A cessão de direito real de uso de bem público será de 20 anos, prorrogáveis por igual período. O prazo para realização da obra é de 18 meses a partir da assinatura do contrato.

Podem participar pessoas físicas, pessoas jurídicas, consórcio de pessoas físicas e consórcio de pessoas jurídicas, desde que atendam as exigências mencionadas no edital. O documento está disponível na íntegra no site www.praiagrande.sp.gov.br, link Licitações.

O projeto a ser executado tem por objetivo tornar os locais ainda mais atrativos aos clientes, o que certamente incrementará a atividade econômica do Município, além de valorizar os estabelecimentos. Prevê a reforma/demolição ou revitalização dos quiosques existentes, criando uma grande estrutura para comércio e prestação de serviços. Serão 92 módulos, sendo 46 de utilidade pública e 46 de exploração econômica. Nos módulos destinados ao comércio na orla marítima estão incluídos 4 para realização de eventos. Os equipamentos contarão com banheiros públicos, com permissão de exploração econômica.

Serão obrigações do concessionário a construção de 6 espaços decorativos que serão utilizados como palcos quando da montagem das tendas de verão e espaço multidisciplinar fora da alta temporada, 6 voltados para o lazer de crianças, que estão sendo chamados de “Espaço Kids”, além da construção de 23 módulos jardins com faixa de acesso a praia. O vencedor da licitação ainda terá a obrigação de transformar alguns quiosques existentes em prédios para apoio de serviços públicos; em escolas de surf; postos de salvamento do Corpo de Bombeiros e Guarda Civil Municipal.

Deverá também financiar uma quantidade de reboques truck ou similar para os ocupantes que, na época do ajuizamento da ação Civil Pública se encontravam explorando os quiosques. No documento está previsto que o vencedor da licitação terá a obrigação de instalar câmeras climáticas para o lixo perecível na orla da praia assim como também coletores de lixo. Dentro do documento está previsto ainda que o vencedor da licitação terá a obrigação de manter o lixo em área refrigerada para evitar proliferação de vetores na praia e instalar coletores de lixo na orla da praia.

A readequação no número de quiosques para comércio e ampliação no número de equipamentos públicos ao longo da orla foi decidida mediante análise de estudo realizado por meio de levantamento que incluiu desde a topografia até a viabilidade econômica e funcionamento efetivo dos quiosques.

História – Nos anos 90, com a reformulação da orla da praia, um novo projeto urbanístico permitiu que os proprietários das barracas pudessem, por meio de concessão, exercer suas atividades em quiosques padronizados, por tempo aproximado de 20 anos, não sendo permitido realizar transferência do bem. Mas não foi o que ocorreu. Muitos permissionários transferiram os espaços e outros deixaram de trabalhar. Em 2008 o Ministério Público entrou com uma ação civil pública que resultou em um termo de acordo judicial (TAC) que determinou a realização de licitação para o uso desses espaços. Em 2015 os “quiosqueiros” participaram de uma reunião com a Administração Municipal, que informou sobre a obrigatoriedade da realização da licitação.

Em 2017, com a assinatura de termo de adesão, a União transferiu para o Município as autorizações para realização de eventos esportivos e culturais, assim como a instalação de quiosques nas praias e/ou orla da Cidade. Com isso todas as ações necessárias para a execução do projeto foram concluídas. assim, obedecendo ao que fora acordado com o Ministério Público, a Prefeitura realiza a licitação.

Judoca busca auxílio para competir na Europa

João Marcelo é atleta da equipe de Praia Grande
13/4/2018

O feito importante de um atleta em se classificar para integrar a seleção do próprio país deveria ser motivo apenas de festa. Mas, no Brasil não é. O judoca de Praia Grande (Secretarias de Esporte e Lazer – SEEL – e Educação – Seduc) João Marcelo Morato de Oliveira, categoria sub-18, peso superligeiro (até 50 quilos), qualificou-se para representar o time verde e amarelo na etapa da cidade de Porec, na Croácia, da Copa da Europa que ocorre em junho.

O que seria motivo apenas de celebração transformou-se também em preocupação. Isso porque para participar do evento internacional, o judoca praia-grandense precisa arcar com os próprios custos da viagem. A Confederação Brasileira (CBJ), assim como em outras modalidades, custeia apenas as despesas das seleções adultas.

“Estou pedindo a colaboração de empresários e amigos para que eu possa realizar meu sonho de representar a seleção do meu país”, afirmou Oliveira. “Os custos incluem passagem de avião, hospedagem, alimentação, entre outros. Treino diariamente no Centro de Excelência João Carlos Manso, no Bairro Tupi, e além de lá, os interessados em ajudar podem me contatar nos telefones 013-997193510, 996550271, 997060194 e 996589877”. 

Oliveira qualificou-se para a seleção brasileira após sagrar-se vice-campeão do Meeting Nacional, realizado em fevereiro, em São Paulo, na Capital. Neste ano, foi campeão da Copa São Paulo. Em 2017, foi vice-campeão paulista Inter-regional, terceiro colocado no Campeonato Regional e sétimo na seletiva nacional. Em 2016, foi vice-campeão paulista. Em 2015, levou o ouro no Regional, no Estadual do Interior, Em 2014, foi campeão sul-americano, paulista e dos Jogos Escolares de Praia Grande; vice-campeão brasileiro e terceiro colocado no Regional. 

Fundação – Não é a primeira vez que um atleta de Praia Grande passa por este momento de alegria e apreensão ao mesmo tempo. Em 2017, o judoca Fábio Lescreck dos Santos sorteou rifas e pediu ajuda em semáforos para arrecadar dinheiro para representar a seleção brasileira. Neste ano, ele disputou etapa da cidade de Zagreb, na Croácia, na Copa da Europa.O mesmo já ocorreu com desportistas praia-grandenses do atletismo, canoagem, caratê, ginástica artística e taekwondo.

“A Secretaria de Esporte e Lazer de Praia Grande não tem uma verba específica para custear a participação de atletas em competições fora do país”, informou o diretor do Departamento Esportivo da SEEL, Cláudio Luiz Monteiro de Morais, o Camarão. “Por isso, objetivamos criar uma Fundação Esportiva visando arrecadar dinheiro para este tipo de situação por meio da iniciativa privada. Prefeitura é diferente de clube. Nossa meta principal é investir na formação de crianças e jovens, tirando-os das ruas, dando-lhes um local específico para treino, com professores qualificados e assim, proporcionando que estes mesmos jovens cresçam dentro da modalidade e tornem-se promessas e realidades no cenário esportivo nacional”. 

A Prefeitura de Praia Grande, no judô, oferta gratuitamente aos munícipes local específico para treinamentos, no Centro de Excelência Professor João Carlos Ribeiro Manso Júnior (esquina das Ruas Arari e Carimbó – espaço anexo ao Ginásio Rodrigão – BairroTupi). Há aulas de iniciação por meio do Programa SuperEscola (que funciona no contra-turno escolar) e de competição com os professores Alberto Bittencourt Silva, DanusaShira Bittencourt (integrante da comissão técnica da seleção brasileira de base) e Rodrigo de Matos.

Nadadores encaram seletiva para o Campeonato Inter-regional

No total, 31 atletas representam Praia Grande
13/4/2018

Neste sábado (14), a partir das 9 horas, na piscina de 25 metros do Clube Internacional de Regatas, em Santos, a equipe de Praia Grande (Secretaria de Esportes e Lazer – SEEL –, Natação Praia Grande e Associação de Pais e Amigos dos Desportistas do Litoral Paulista) participa da seletiva regional visando a disputa do 25º Campeonato Inter-Regional de Natação – Troféu Kim Mollo, nas categorias petiz 1 e 2 (11 e 12 anos), infantil 1 e 2 (13 e 14), juvenil 1 e 2 (15 e 16 anos), na feminina e masculina.

No total, 31 atletas representam Praia Grande sob comando técnico de Régis dos Anjos Aguiar. Os dois primeiros colocados em cada prova qualificam-se para a disputa estadual que ocorre de 4 a 6 de maio, a partir das 8h30, na piscina de 25 metros da Associação Esportiva Mocoquense, em Mococa. O evento envolve seleções de oito regiões (delegacias) do Estado, divididas pela Federação Aquática Paulista (FAP). A Área Metropolitana da Baixada Santista faz parte da 7ª Delegacia. 

As demais conglomeram os municípios de (principais referências): São Paulo, Sorocaba, Guarulhos e Osasco (1ª); Campinas, Jundiaí, Piracicaba e Limeira (2ª); Marília, Bauru e Presidente Prudente (3ª); São José do Rio Preto e Catanduva (4ª); Jaboticabal, Araraquara e Ribeirão Preto (5ª); São José dos Campos, Bragança Paulista e Pindamonhangaba (6ª); São Bernardo do Campo, São Caetano do sul, Santo André, Mogi das Cruzes e Suzano (8ª).

Dados – No Kim Mollo de 2017, na petiz 2, Anna Beatriz Costa Machado venceu os 200 metros medley, foi vice-campeã nos 400 livres, e bronze nos 100 livres e no revezamento 4 x 50 medley. Gustavo Xavier Nogueira obteve as quintas colocações nos 100 borboleta e nos 100 costas. Na petiz 1, Maria Eduarda Rodrigues e Sabrina Crocci foram quintas colocadas no 4×50 medley. Igor Albuquerque ficou em 11º lugar nos 100 medley. João Domeneguetti acabou em 13º nos 100 borboleta. Na infantil 1, Rafaella Pessi encerrou na quinta posição nos 4×50 medley. Na infantil 2, Luan Jekabson terminou em 10º lugar nos 100 borboleta. Guilherme Serrano foi sexto nos 4×50 medley. Na juvenil 1, Isabella Carvalho fechou na oitava colocação nos 100 borboleta.

Em 2016, seis atletas de Praia Grande integraram a seleção regional que terminou em terceiro lugar no Troféu Kim Mollo. Destaque para Queila Ribeiro Moraes, na petiz 2. Ela integrou o revezamento 4×50 metros livres que ganhou o ouro. Na mesma categoria, Ricardo Manucelli Filho ficou em quarto lugar nos 4×50 livres. Na petiz 1, Anna Beatriz garantiu as quintas colocações nos 100 peito, 100 medley e 4×50 livres. Na infantil 1, Luan Alves foi nono nos 200 medley. Na juvenil 1, Isabella Silva assegurou a quarta posição nos 4×50 livres. João Archiolli Marques encerrou em sétimo lugar nos 100 peito. 

Em 2015, a seleção regional terminou em terceiro lugar. Na petiz 1, Italo Bressane da Costa fez parte do revezamento 4×50 metros medley que foi vice-campeão. Ele nadou no estilo costas. Na petiz 2, Emanuelle Costenaro da Silva faturou o terceiro lugar com a equipe do revezamento 4×50 medley. Ela competiu na prova de borboleta. Em 2014, na infantil 2, Larissa de Almeida Claudino foi prata nos 100 peito e bronze nos 200 medley e no 4×50 livres. João Vitor Xavier Nogueira foi bronze nos 4×50 livres.

Em 2013, na petiz 2, Victor Ferreira Rodrigues venceu os 100 peito – com 1min15seg28 (novo recorde paulista no campeonato) – 100 livres e 200 medley. Na petiz 2, Alanys de Mello e Rafaela Rosa Duarte ficaram em terceiro lugar no r 4×50 medley. Rafaela também obteve bronze nos 100 costas. Na infantil 1, Victória Oliveira Caxiado foi bronze nos 4×50 medley. Em 2012, petiz 1, vice-campeonato para Rafaela Rosa nos 100 costas. No 4×50 livres, terceiro lugar para Victor Rodrigues.

Circuito de Surf de PG abre inscrições para atletas de outros locais

Evento tem etapa inicial neste mês, na Praia do Boqueirão
13/4/2018

Neste domingo (15), estão abertas as inscrições para atletas de qualquer localidade que tenham interesse em participar da primeira etapa do 4º Circuito de Surfe Amador de Praia Grande/Back Fish. Até sábado (14), estas destinam-seapenas a competidores de Praia Grande.Os registros custam R$ 70,00 e devem ser feitos na Loja Riptide (Avenida Doutor Vicente de Carvalho, 172, Bairro Ocian) – em horário comercial.A disputa ocorre nos dias 28 e 29 de abril, na Praia do Bairro Boqueirão.

Há disputas nas categorias open (idade aberta – a principal do torneio), júnior (17 e 18 anos), mirim (15 e 16), iniciante (13 e 14), estreante (11 e 12), petit (até 10 anos), máster (mais de 35 anos) e feminina (idade livre). O evento regido pela Associação Praia Grande de Surf (APGS) conta com apoio da Prefeitura de Praia Grande, apresentação de MGQ Construtora e Incorporadora de Imóveis e supervisão da Federação Paulista de Surf (FPSurf). 

A disputa conta com patrocínio da Dafla Street Store e Point do Gordo, co-patrocínio da Faculdade de Praia Grande (FPG), Centro Educacional Vila Verde e Casa Prime Móveis Planejados; apoio de Riu Kiu, Renato Barqueta, Riptide Fabrica, Megatons Surf Boards, Wizard Praia Grande, Riptide Roupas e Acessórios de Surf e Skate, Banca do Extra, Restaurante Luar Panela de Barro, Cristal Litoral, Empório Sabor Natural, Cabanas Havaianas, MyCropped, Fu Wax, Surf Dicas e O Rei dos Estofados.

As segunda e terceira etapas do 4º Circuito de Surfe Amador de Praia Grande/Back Fish ocorrem em 11 e 12 de agosto, na praia do Bairro Tupi; e em 13 e 14 de outubro, no Caiçara. Outras informações podem ser obtidas nos telefones (13) 98126-7901 e 3471-4333 e na página de facebook da APGS https://www.facebook.com/associacaopgsurf.

Retrospecto – Em 2017, na open, o campeão do circuito foi Matheus Dutra, seguido por Rodrigo Silva e Rafael Moisés. Na júnior, título para Alex Soares, seguido por Daniel Ferlin e Gabriel Nieba. Na mirim, Gustavo Mattos, Gustavo Giovanardi e Lucca Casemiro subiram no pódio. Na iniciante, troféus para Lucca Casemiro, Gustavo Giovanardi e Kaíque Carvalho. Na estreante, vitória de Daniel Duarte, seguido por Everton Freitas e Kauã Campos. Na petit, primeiro lugar para Daniel Duarte, seguido por Thiago Doncev e Jhon Muller. Na máster, medalharam Anderson Robert, Fábio Porto e João Carlos Chaves. Na longboard, André Martins,Eurimar Rocha e Beto Garcia foram premiados. Na feminina, deu Pamela Mell, seguida por Carol Bastidese Julia Santos.

Em 2016, ficaram nos primeiros lugares: na open, Luan Carvalho, Theo Fresia, Marcus Vinicius e Rafael Moisés. Na júnior: Vinicius Maia, Gabriel Nieba, Theo Fresia e Cláudio Stanisci. Na mirim: Gustavo Giovanardi, Bruno Senatori, Cláudio Stanisci e Gabriel Neiba. Na Iniciante: Gustavo Giovanardi, Kaíque Carvalho, Guilherme Nogueira e Renan Rodrigues. Na estreante: Renan Rodrigues, Kaíque Carvalho, Yuri Beltrão e Everton Freitas. Na feminina: Rúbia Gonçalves, Kátia Moura, Júlia Santos e Caroline Perez. Na máster: Anderson Robert, Sandro Martins, Fábio Porto e Willian Diegues. Na longboard: Alex Madruga, Beto Garcia, Eurimar Rocha e Marcos Silva. 

Em 2015, na classificação final (teve três etapas), na open, subiram no pódio Lucas Dantas, Gabriel Martins, Rodrigo Silva e Arthur Delgado. Na júnior, Marcos Vinicius, Vitor Magliani, Dilan Airton e Vinicius Maia. Na mirim, Gabriel Nieba, Vinicius Maia, Eduardo Albuquerque e Marcelo Kuhnen. Na iniciante, Matheus Lima, Gustavo Giovanardi, Kaíque Carvalho e Renan Rodrigues. Na estreante, Gustavo Giovanardi, Roberto Alves, Kaíque Carvalho e Yuri Beltrão. Na máster, Anderson Robert, Fabio Porto, Sandro Martins e Akio Saito. Na longboard, Beto Garcia, Matheus Mendonça, Eurimar Rocha e Marcos Silva. Na feminina, Julia Santos, Renata Monteiro, Luana Rosa e Mirela Beltrão.

Conviver Ocian promove hidroginástica no mar

Atividades são voltadas aos moradores maiores de 50 anos
13/4/2018

A turma da ginástica do Conviver do Bairro Ocian participou de uma aula diferente na sexta-feira (13). Os frequentadores da unidade realizaram uma aula de hidroginástica no mar, na praia do Bairro Ocian. Mais de 100 pessoas aproveitaram o momento que uniu lazer e atividade física.

A iniciativa partiu do professor de ginástica, Gilson Alves, que sempre incentiva os alunos a realizarem atividades diferenciadas nas sextas-feiras. A atividade foi aprovada pelos alunos que vieram até de outra unidade para aproveitar.

O aposentado Juarez Gonçalves Martins, de 63 anos, frequenta as aulas de ginástica do Conviver Tupi, mas aproveitou a chance para participar da atividade. “É diferente,mas é muito bom. Cansa um pouquinho mais, mas é gostoso fazer essa aula no mar”.

Quem também aproveitou a aula foi a aposentada RosalinaPassero, de 79 anos, que frequenta a unidade do Ocian desde a inauguração, em 2008, e faz aulas de ginástica. “Acho maravilhoso. As aulas em geral são muito gostosas, mas esta é uma delícia. Deu para gente se divertir muito”.

De acordo com a diretora da unidade, Teresa Murata, sempre que podem, os alunos variam a atividade às sextas-feiras. “Quando está chovendo a aula acontece dentro da unidade, mas sempre que tem um dia bonito, elas aproveitam a areia e, até mesmo, a água do mar”, explica.

Hidroginástica – Na água a atividade física tem benefícios semelhantes ao da atividade física, tradicional, no entanto com muito menos impacto. A meta é realizar outras aulas como essa nas próximas semanas.

Atendimento – Ao longo de todo o ano, as nove unidades do Programa Conviver oferecem atividades esportivas, culturais e de lazer aos maiores de 50 anos. Entre as atrações, aulas de diversos tipos de dança, ginástica, bordados, jogos de mesa, canto coral e muito mais. Homens e mulheres podem aproveitar. Tem Conviver nos Bairros Boqueirão, Guilhermina, Sítio do Campo, Antártica, Tupi, Ocian, Samambaia, Caiçara e Solemar. Para mais informações basta comparecer na unidade mais próxima ou ligar para 3496-5015.
Quando o assunto é a Melhor Idade, Praia Grande é uma das cidades referência no assunto. Desde 2009, entre todos os municípios do Estado de São Paulo com mais de 200 mil habitantes, Praia Grande está em primeiro lugar no Índice Futuridade, que mede a qualidade de vida e a atenção ao idoso nos municípios.

Praia Grande se prepara para vacinação contra gripe

Campanha terá início no dia 23 de abril
13/4/2018

A Campanha de Vacinação que protege contra alguns tipos de gripe e a Influenza terá início no dia 23 em Praia Grande. O Dia D está previsto para o dia 12 de maio. Podem tomar a vacina idosos acima de 60 anos, crianças menores de 2 anos, indígenas, portadores de doenças crônicas, gestantes e mulheres em período pós-parto.

O atendimento ocorrerá em todas as unidades de Saúde da Família (Usafas) e Multiclínicas, de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas. Na próxima semana, a Secretaria de Saúde deve divulgar o cronograma e outros detalhes da campanha.

Confira o endereço das 27 Usafas:

1 – Usafa Aviação – Av. Dr. Roberto de Almeida Vinhas, nº2929
2 – Usafa Boqueirão – Av. Pres. Kennedy, nº 918 Boqueirão
3 – Usafa Mirim – Av. dos Sindicatos, nº 635 – Mirim
4 – Usafa Tupi – Rua Meinacós, nº 95 – Tupi
5 – Usafa Aloha – Rua Zenji Sasaki, nº 269- Nova Mirim
6 – Usafa Anhanguera – Rua Josefa Alves de Siqueira, nº 649 – Anhanguera
7 – Usafa Antártica – Av. dos Trabalhadores 3801 – Antártica
8 – Usafa Caiçara – Rua Mathilde de Azevedo Setubal nº 630 – Caiçara
9 – Usafa Esmeralda – Rua Menotti Del Picchio, altura do n° 179
10 – Usafa Forte – Av. Rio Branco, nº 562 – Forte
11 – Usafa Guaramar – Av. dos Trabalhadores, nº 1717 – Glória
12 – Usafa Maracanã – Rua Cesar Rodrigues Reis, 850 – Maracanã
13 – Usafa Melvi – Rua João Caetano, nº 101 – Melvi
14 – Usafa Mirim II – Rua Nossa Senhora da Conceição, nº 400
15 – Usafa Ocian – Rua José Jorge, 521 – Ocian
16 – Usafa Quietude – Rua Rui Manoel Sampaio Seabra Pereira, nº 500
17 – Usafa Real – Rua das Begônias, nº 453 – Real
18 – Usafa Ribeirópolis – Rua Esmeraldo Tarquínio nº 471 – Ribeirópolis
19 – Usafa Esmeralda II – Av. Hugo de Carvalho Ramos, 1521 – Esmeralda
20 – Usafa Samambaia – Av. das Araucárias nº 181 – Samambaia
21 – Usafa Santa Marina – Rua Particular, 598 – Anhanguera
22 – Usafa São Jorge – Av. dos Trabalhadores, nº 4242 – Antártica
23 – Usafa Solemar – Av. Pres. Kennedy, nº 19726 – Solemar
24 – Usafa Sítio do Campo – Rua Maria Luiza Lavalle, nº 68 – Sítio do Campo
25 – Usafa Tupiry – Rua Idelfonso Galeano, nº 368 – Tupiry
26 – Usafa Vila Alice – Rua Renata Câmara Agondi, nº 46 – Anhanguera
27 – Usafa Vila Sônia – Rua Antônio Cândido da Silva nº 1075 – Vila Sônia

SESAP Visita Técnica na Usafa Ocian

  

Foto: Jesus luiz   #euamopg-fotos #euamominhacidade

Número de atendimentos da Guarda Ambiental aumenta em PG

Comparativo entre 2016 e 2017 aponta crescimento de 13,9%
12/4/2018

Criado com o objetivo de proteger o Meio Ambiente e preservar a fauna e a flora local, além de prevenir e reprimir ocupações clandestinas, a Guarda Ambiental de Praia Grande, que integra a Guarda Civil Municipal (GCM), tem desenvolvido importante trabalho na Cidade. Os resultados constam de um relatório apresentado nesta quinta-feira (12), demonstrando o aumento nos atendimentos realizados pelo grupamento, além de várias melhorias no serviço prestado.

Conforme o levantamento, em 2016 foram 960 ocorrências e em 2017, o número chegou a 1.093, representando um aumento de 13,9% de um ano para o outro.

De acordo com o inspetor do grupamento, Fábio Rogério Marques, entre os fatores que contribuem para isso estão o aumento no efetivo da Guarda Ambiental, que em 2016 era de 16 integrantes, e em 2017 passou para 21; a aquisição de equipamentos e a realização de treinamentos. “Com base nesses números fizemos uma análise da nossa atuação, que se mostrou bastante positiva e deve continuar gerando bons resultados em 2018 e nos próximos anos”.

Dentro desta análise, alguns fatores tiveram destaque, segundo Marques, como, por exemplo, a atuação conjunta com as secretarias de Urbanismo (Seurb) e de Meio Ambiente (Sema). Para se ter uma ideia, do total de ocorrências de 2017, 64,6% estão relacionadas diretamente com as ações de contenção de invasão ou de prevenção. Assim, a Guarda Ambiental atua no apoio operacional às ações das secretarias, especialmente nas áreas de proteção permanente e mananciais.

Outro fator são as ocorrências com fauna, que também estão entre as atribuições do grupamento ambiental, e representaram 28% do total, ou 306 em números absolutos. Deste montante, 216 são ocorrências com resgate de fauna silvestre e 90 são averiguações referentes à manutenção de animais em cativeiro, maus tratos, rinha de galo, caça e pesca predatória. “Essas ações são fundamentais para o equilíbrio do ecossistema, mas também contribuem para que a Cidade pontue no Programa Município Verde Azul”, disse Marques. Lançado em 2007 pelo Governo do Estado, o programa tem o propósito de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental com a descentralização e valorização da agenda ambiental nos municípios.

O inspetor observou ainda que, graças ao convênio com a Aiuká – Consultoria Ambiental, em 2017, 22,4% dos animais resgatados foram reabilitados no próprio Município, aumentando a chance de sobrevida dos bichinhos, uma vez que o tempo de resposta do atendimento é otimizado pelo fato de a consultoria estar sediada em Praia Grande.

Outro destaque ficou para o número de ocorrências não-correlatas, cuja meta era de queda em relação ao ano anterior e foi alcançada. “Essas ocorrências são aquelas que não estão relacionadas com questões ambientais, como o atendimento a um acidente de trânsito, por exemplo. Conseguimos chegar em 3,1%, considerado o menor índice desde 2009. Esse número demonstra o foco do grupamento para sua atividade-fim”.

Para 2018, o inspetor acredita que os números sejam ainda mais expressivos e condizentes com o propósito do grupamento. Entre as metas estão novos cursos de fiscalização e o lançamento da segunda edição do Guia de Procedimentos Operacionais (GPO), que padroniza o serviço com o da Polícia Ambiental e da Coordenadoria de Fiscalização do Estado.

Além disso, em breve o grupamento passará a contar com uma sede, que funcionará junto ao Canil da GCM que está sendo construído na Área de Lazer Ézio Dal’Acqua, conhecido como Portinho, na entrada da Cidade. “Desta forma teremos uma estrutura melhor, com condições para capacitar novos guardas e, consequentemente, melhorar ainda mais o atendimento que a Guarda Ambiental presta”.


Fundo Social de Solidariedade prepara segunda edição do Chá Solidário

Encontro beneficente será realizado no salão de eventos do Palácio das Artes
12/4/2018

Um dos principais eventos beneficentes de Praia Grande já tem data e hora para acontecer. A segunda edição do Chá Solidário será no dia 25 de maio, às 15h, no salão de eventos do Palácio das Artes. A organização do evento é do Fundo Social de Solidariedade de Praia Grande e toda a arrecadação será destinada a ações sociais na Cidade.

No Chá Solidário são montadas mesas com 10 lugares, onde os convidados usam a criatividade para decorá-las. Podem ser aplicadas flores, louças, enfeites, doces, talheres e muitos outros enfeites. O importante é surpreender os jurados.

São julgados quesitos como beleza, criatividade e originalidade. As três melhores mesas em cada categoria são premiadas com troféus. Além disso, ao longo de todo o chá são realizados sorteios de diversos brindes, oferecidos por colaboradores.

De acordo com a presidente do Fundo Social, Maria Del Carmen Padin Mourão, a Maruca, esta edição do Chá Solidário promete ser uma tarde muito agradável a todos os participantes. “É um momento diferente, as pessoas participam com muita vontade, colocam a criatividade para fora e preparam decorações lindíssimas”.

Para participar do evento basta adquirir uma das mesas com 10 lugares, ao custo de R$ 900,00, diretamente no Fundo Social de Solidariedade e caprichar na decoração. Mais informações podem ser adquiridas diretamente na sede do Fundo Social. O endereço é Rua Emancipador Paulo Fefin, nº 775, no Bairro Boqueirão e o telefone de contato é 3496-5022.

Pesca de arrasto

Seplan coordena trabalho de atualizaçãoda base cartográfica do Município

Empresa contratada pela Prefeitura mapeará toda a Cidade
12/4/2018

Desde o início do ano, a Secretaria de Planejamento (Seplan) vem coordenando os trabalhos de atualização da base cartográfica de Praia Grande,que apresentará um retrato territorial importante para a estruturação adequada do Município.

O serviço fornecerá informações territoriais atualizadas, possibilitando aos gestores públicos planejar e implementar políticas públicas eficazes, principalmente na área habitacional, assegurando a melhoria na qualidade de vida dos munícipes.

O serviço, que será desenvolvido ao longo de todo o ano, é executado pela Base Aerofotogrametria e Projetos S/A, empresa contratada pela Prefeitura.

A primeira etapa do trabalho já foi executada, com o recobrimento aerofotogramétrico (aerofoto) de todo o Município, que servirá de instrumento para o desenho da base cartográfica.

Na etapa seguinte, a empresa vem realizando o trabalho de campo com o levantamento de todas as informações que complementarão o produto final, como bocas de lobo, poços de visita, floreiras, numeração afixada no imóvel, entre outras.

Ao final do trabalho, com as informações de numeração dos imóveis levantadas em campo, será possível promover a revisão/adequação de todos os números oficiais do Município.

Muitos imóveis na Cidade possuem números incorretos e não oficiais, o que causa desorganização e impossibilita sua localização. Em alguns locais, a numeração acabou sendo criada pelos próprios moradores. Em outros casos, essa adequação servirá para corrigir a falta de sequência dos números, facilitando a localização dos endereços pelos Correios e prestadores de serviços públicos e particulares.

PERSONALIZAÇÃO KOMBI MOTORHOME PARTE 2

%d blogueiros gostam disto: