• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Lançamento MC Pajé – Hoje a Vida é Festa (KondZilla)

Paratletas de PG ganham cinco medalhas em etapa do Mundial de Natação

Três competidores representaram a Cidade
2/5/2018

Três integrantes da equipe de Praia Grande (Secretaria de Esportes e Lazer – SEEL, Academia Movimentação e Associação Paradesportista do Litoral Paulista – APLP) conquistaram cinco medalhas (duas pratas e três bronzes) no Campeonato Internacional Aberto de Paranatação Loterias Caixa (Open Internacional Loterias Caixa de Natação), evento válido como etapa do Campeonato Mundial (World para Swimming – World Series). A disputa finalizada no último sábado (28), ocorreu na piscina olímpica (50 metros) do centro ParaOlímpico Brasileiro, em São Paulo, na Capital.

Gabriel Melone de Oliveira, 19 anos, na S6 (paralisia lateral e membros inferiores), sagrou-se vice-campeão nas provas de 50 metros borboleta e 100 costas. Foi ainda quinto colocado nos 100 livres. Luiz Henrique Sieiro Lopes Ramirez, 24 anos, na S14 (deficiência intelectual), ganhou bronzes nos 100 costas e 200 livres. Obteve a quarta posição nos 100 peito e 200 medley, e a sexta nos 100 livres. 

Rodrigo Santos Pessoa, 36 anos, na classe S5 (paralisia cerebral/lesão medular incompleta), faturou o terceiro lugar nos 200 livres. Terminou na quinta colocação nos 50 costas e 100 livres, e na sexta nos 50 livres. O trio local recebeu orientação técnica da professora Silvia Schich Rodrigues. No total, a competição reuniu 176 paratletas, de 13 países. 

Retrospecto – Em 2016, Luiz Henrique faturou a medalha de bronze nos 200 livres, com o tempo de 2min28seg39. Ele ainda faturou as quartas colocações nos 100 costas e 200 medley. Rebeca dos Santos Araújo, S14, foi quarta posicionada nos 200 livres, quinta colocada nos 100 costas e 200 medley. Rodrigo dos Santos Araújo, S5, obteve o quinto lugar nos 100 costas e o sexto nos 50 costas. 

Em 2015, paratletas de Praia Grande conquistaram seis medalhas (um ouro, três pratas e dois bronzes). Reginaldo Prado de Souza, S12 (deficiência visual) sagrou-se campeão da prova dos 400 livres. Foi ainda sexto colocado nos 50 livres, sétimo posicionado nos 100 livres e 200 medley. Já Luiz Henrique obteve o vice-campeonato nos 100 e 200 livres, e 100 costas; os terceiros lugares nos 200 medley e 100 peito. 

Em 2014, Luiz Henrique conquistou quatro medalhas (um ouro, duas pratas e um bronze): venceu a prova dos 100 livres, foi vice-campeão nos 50 livres e nos 100 peito, e faturou o terceiro lugar nos 200 medley. Ele ainda obteve a quinta posição nos 200 livres e a sexta nos 100 costas. Reginaldo acabou nos quartos lugares nos 50 livres e 200 medley; e nas quintas colocações nos 100 peito e 100 livres. Em 2013, Luiz Henrique conquistou medalha de ouro nos 200 metros medley. Obteve pratas nos 100 costas, 100 peito e 200 livres. Em 2012, Luiz Henrique venceu os 100 peito e faturou a prata nos 200 livres.

Quintal Caiçara 4ª edição: Louiz Medheiros e Força Coletiva

O Quintal Caiçara chega a sua 4ª Edição em grande estilo

Neste domingo, 29 de Abril, o Stand Ipa recebeu duas grandes atrações. Louiz Medheiros, vocalista da Ducasco (Praia Grande), uma das bandas emblemática na Baixada Santista e um grupo de Hip Hop chamado Força Coletiva (São Paulo), trazendo um novo conceito de Rap e cheio de boas energias.

Força Coletiva

Em entrevista para o portal, o Jotta Mc e Rodrigo Ruas, fundadores do grupo de Hip Hop, falaram um pouco sobre a carreira do grupo e como foi importante se apresentarem na Praia Grande, um local que os membros do grupo costumam passar algumas temporadas de férias enquanto estão com os familiares.

O grupo já se apresentou em diversos projetos culturais, artísticos e sociais em locais de grande visibilidade como Céu, Centros de Cultura, Bares, Casas Noturnas e Festas particulares. Estão participando de um festival chamado “Mix-Tape 40 Novos Talentos. Uma audição de Rap em nível nacional contendo 200 candidatos que disputarão uma das 20 vagas que visa produzir uma coletânea como 20 faixas. O Força Coletiva segue a luta em grande estilo. Estão entre os 5 melhores grupos de rap brasileiro da cena independente. Então é sinal de que vem novidade por aí.

Encontre e curta a página oficial no Facebook @ForçaColetiva e no Instagram @ForçaColetivaSPofficial 

Acesse o link da produtora e saiba mais em https://goo.gl/PaADEc

Assista o Vídeo Clipe da música “Não Tá Fácil” ao vivo no Quintal Caiçara

Assista a entrevista com o Força Coletiva e conheça um pouco mais sobre o seu trabalho

 

 

Louiz Medheiros

Já Louiz Medheiros segue sua carreira tanto com a banda como em carreira solo com o seu projeto acústico. Louiz possui muita admiração dos seus fãs e com este projeto o músico se sente mais próximo deles. Com mais de 20 anos de carreira, após passar por grandes palcos e festivais, o cantor e compositor falou ao Portal sobre a importância de continuar se inovando na música, explorando novos caminhos e até se adequando as realidades sócio-econômicas que nos afetam, fortalecendo novas iniciativas criativas como o Quintal Caiçara.

Atualmente Louiz Medheiros tem se apresentado com esse formato acústico em bares da Baixada Santista e algumas casas do circuito de São Paulo. No dia 5 de maio o cantor se apresentará ao lado de Solano Jacob e Ras Kadhu (Jah I Ras) no CCPC Genaral Club em São Paulo.

Encontre e curta a página oficial no Facebook @LouizDucasco e Instagram @Lou_Ducasco 

Assista o Vídeo Clipe da música Despedida (Ducasco Acústico) no Quintal Caiçara

Assista a entrevista com Louiz Medheiros e conheça mais sobre o seu novo trabalho

 

Galeria de Fotos

Galeria de vídeos

 

 

Prefeitura e Correios discutem melhora no serviço de entrega de correspondências

Reunião com o diretor da Superintendência Estadual da empresa deu início às tratativas
2/5/2018

Prefeitura de Praia Grande e os Correios buscam encontrar uma solução para regularizara oferta de serviços de entrega de correspondências no Município. O assunto foi tratado durante um encontro entre o diretor da Superintendência Estadual dos Correios, Marcos Venício Barbosa da Costa, e o diretor do Departamento de Planejamento Estratégico da Prefeitura de Praia Grande, Fabrício Menezes.

O objetivo da melhora no atendimento é evitar que muito munícipes tenham que se deslocar de suas residências até o Centro de Distribuição dos Correios para efetuar a retirada da correspondência ou encomenda, como ocorre atualmente na Cidade, em razão de alguns fatores.

Durante o encontro, ficou acordado entre as partes que novas reuniões serão realizadas para tratar do mapeamento das áreas afetadas pelo problema e definir estratégias para a regularização das entregasnessas áreas.
“A Prefeitura quer encontrar uma solução para que os Correios possam assegurar a prestação dos serviços em todo o Município”, afirma Fabrício Menezes.
A reunião ainda contou com as participações do Gerente de Distribuição dos Correios, Raimundo José Vieira, e do Deputado Estadual Cássio Navarro.

Natação PG é vice-campeã do Torneio Sudeste

Atletas da Cidade faturam 24 ouros, 18 pratas e 7 bronzes
2/5/2018

A equipe de Praia Grande (Secretaria de Esportes e Lazer – SEEL – e Associação de Pais e Amigos dos Desportistas do Litoral Paulista – APADELP) sagrou-se vice-campeã geral do Torneio Sudeste de Natação – Troféu Assis Chateaubriand, evento regido pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). A disputa finalizada no último domingo (29), ocorreu na piscina olímpica (50 metros) do Clube de Natação e Regatas Álvares Cabral, em Vitória, no Espírito Santo.

O time da Cidade somou 1.076 pontos, sendo superado apenas pelo Clube de Natação Álvares Cabral, do Espírito Santo, que totalizou 1.640. Competindo na categoria infantil (13 e 14 anos), juvenil (15 e 16), júnior (17 e 18) e sênior (mais de 18), sob comando do técnico Régis dos Anjos Aguiar, os nove atletas da Cidade conquistaram 49 medalhas (24 ouros, 18 pratas e 7 bronzes).

Confira os medalhistas:

Ouro (24) 
(7) Rafaela Anisio Pessi- infantil 2 – 200 metros costas, 100 e 200 borboleta, 200 e 400 medley, 100 e 400 livres 
(5) Anna Beatriz Costa Machado – infantil 1 – 200 borboleta, 100 e 200 peito, 200 e 400 medley
(5) Gabrielle da Cunha de Souza e Silva – juvenil 1 – 100 borboleta, 100 livres, 200 medley, 100 e 200 peito 
(3) Guilherme Silva Serrano – juvenil 1 – 50 livres, 100 peito e 200 peito
(2) Gustavo Xavier Nogueira – infantil 1 – 100 e 200 borboleta
(2) Luan Alves Jekabson – juvenil 1 – 200 e 400 medley

Prata (18)
(4) Luan Alves Jekabson – juvenil 1 – 50 livres, 100 peito, 100 e 200 borboleta 
(3) Anna Beatriz Costa Machado – infantil 1 – 200 costas, 50 e 400 livres 
(3) Gustavo Xavier Nogueira – infantil 1 – 200 costas, 200 e 400 medley
(3) Gabrielle da Cunha de Souza e Silva – juvenil 1 – 100 costas, 50 e 400 livres
(3) Guilherme Silva Serrano – juvenil 1 – 100 livres, 200 e 400 medley
Rafaela Anisio Pessi- infantil 2 – 50 livres
Carlos Alexandre do Nascimento Barrada – infantil 2 – 100 borboleta

Bronze (7)
(2) Italo Bressane da Costa – infantil 2 – 200 borboleta e 400 medley
(2) Carlos Alexandre do Nascimento Barrada – infantil 2 – 100 peito e 200 medley 
(2) Luan Alves Jekabson – juvenil 1 – 100 e 400 livres 
Guilherme Silva Serrano – juvenil 1 – 100 costas

Retrospecto – Na última temporada, na infantil 2, Queila Ribeiro de Moraes ficou em quarto lugar nos 400 livres e em sexto, nos 200 medley. Luan Alves Jekabson foi sexto nos 200 medley. Guilherme Silva Serrano ficou em 11º lugar nos 100 peito. Na infantil 1, atuam Rafaela Anisio Pessi terminou na sétima posição nos 200 medley. Italo Bressane da Costa garantiu a 10ª, nos 400 livres. Em 2013, na infantil 1, Larissa de Almeida Claudino ficou na oitava posição nos 100 metros peito.

Vale frisar que os atletas de Praia Grande treinam na piscina municipal (Avenida Presidente Castelo Branco s/nº, Bairro Mirim). Na Cidade, o esporte competitivo é conduzido pela Secretaria de Esportes e Lazer (SEEL). Há ainda escolinha municipal através do programa SuperEscola, mantido pela Secretaria de Educação (Seduc). 


Gente da PG fazendo arte – Psychotic misanthropy

Canto do forte praia grande

Caratecas de PG sobem no pódio do Campeonato Sul-Americano

Atletas da Cidade lutaram no Equador
2/5/2018

Integrando a seleção brasileira, cinco atletas de Praia Grande conquistaram medalhas no Campeonato Sul-Americano de Caratê, evento regido pela Confederação Sul-Americana de Karatê (CSK). Os desportistas da Cidade competem no kumitê (luta), no 2º kyu e acima (faixa azul/roxa a preta). A competição encerrada no último domingo (26 a 29), ocorreu na cidade de Guayaquil, no Equador. 

Jéssica Linhares de Paula (Academia Gladiators), na sub-21, menos de 50 kg, foi campeã e ainda obteve o segundo lugar na sênior (mais de 18 anos). Bárbara Chacon Hor Cruz (Gladiators), na júnior (17 e 18 anos), menos de 53 kg, ficou com o vice-campeonato. Guilherme Gomes Silva (Gladiators), na júnior, mais de 76 kg; também faturou a prata. Giulie Anne Cirillo Soares (Gladiators), na sub-14, mais de 47 kg, ganhou o bronze. Assim como Beatriz Alves da Silva (Academia Kami Dojo), na sub-14, menos de 47 quilos.

Já os caratecas Rafaela Beatriz Santos Silva (Academia Yamato Dojo), na júnior, mais de 59 kg; e Gabriel Pereira Stankunas (formado na Yamato Dojo, mas que representa atualmente a equipe Resistência/Unisanta/HomeLife/Fupes Santos), na sênior, menos de 60 kg, participaram do Campeonato Sul-Americano, mas não subiram no pódio. 

Retrospecto – Vale frisar que na última temporada, atletas de Praia Grande qualificaram-se para participar do Campeonato Mundial (Federação Mundial – WKF) realizado no município de Tenerife, na Espanha, no Pan-Americano sediado em Buenos Aires, na Argentina, e no Sul-Americano, em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. No 10º Mundial, categorias cadete (14 e 15 anos), júnior (16 e 17) e sub-21 (18 a 20), os atletas locais aturam no kumitê (luta), no 2º kyu e acima (faixa azul/roxa a preta).

Na sub-21, peso menos de 50 quilos, Jéssica Linhares de Paula (Academia Yamato Dojo) venceu a primeira luta contra a estadunidense Eva Alexander por 4 a 0. Depois, superou a uzbeque Bakhriniso Babaeva por 4 a 1. Na sequência caiu diante da japonesa Sayo Azumi por 1 a 0. Na cadete, no menos de 47 kg, Bárbara Chacon Hor Cruz (Academia Gladiators) ganhou na estreia da salvadorenha Gabriella Izaguirre por 1 a 0. No segundo confronto, perdeu para a marroquina Ikram Hilali por 3 a 2. Na júnior, menos de 59 kg, Aline Cristhina Rocha Teixeira (Academia Gladiators) foi derrotada no embate inicial pela romena Miruna Malauta por 1 a 0. Ainda na júnior, no mais de 59 kg, também na primeira disputa, Rafaela Beatriz dos Santos Silva foi superada pela egípcia Shaaban Menna Okila por 1 a 0.

No Pan-Americano, Rafaela foi vice-campeã, Jéssica obteve o bronze, Aline e Rafael Ignácio, sub-21, menos de 84 kg, terminaram nas sétimas posições. Bárbara não participou. Além deles, na sub-14, duas atletas locais subiram no pódio: Beatriz Alves da Silva (Academia Kami Dojo), na sub-14, menos de 40 kg, foi campeã e Ana Flávia Pereira (Yamato), categoria sub-14, peso menos de 35 quilos, foi bronze. Na sênior (mais de 21 anos), Gabriel Pereira Stankunas (formado na Yamato, mas representa a Sport Way/Piracicaba), mais de 60 kg, garantiu o terceiro lugar no kumitê equipe. 

No Sul-Americano, Jéssica sagrou-se campeã, Bárbara e Rafaela ficaram com as medalhas de prata, Rafael assegurou a terceira colocação. Aline não participou. Outros atletas de Praia Grande subiram no pódio também. Beatriz Alves, na sub-14, menos de 40 kg, foi ouro; Ana Flávia, na sub-14, peso menos de 35 quilos, foi bronze; Gabriel Pereira, sênior, mais de 60 kg, foi bronze. Já a carateca Dayane Silva Gomes (Gladiators), júnior, menos de 59 kg, terminou na sexta colocação.

Treinos – Os caratecas de Praia Grande treinam em cinco academias da Cidade. No Bairro Tupi, a equipe da Academia Gladiators tem comando do sensei Rodrigo Inácio. No Ocian, o grupo da Yamato Dojo é conduzido por Carolina Ramalho. No Samambaia, o time da Kami Dojo possui Ronaldo Rodrigues como mestre. No Boqueirão, o selecionado da Yoshimura Kyokai recebe orientação técnica do mestre Jorge Yoshimura. No Tupi, a turma da Seikan pertence ao técnico Márcio Papi. 

Há ainda, treinamentos públicos (gratuitos) disponibilizados pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL) de Praia Grande por meio do professor Luiz Fernando de Almeida Antunes, faixa preta 3º Dan. As aulas ocorrem as segundas, quartas e sextas-feiras, das 9h às 10h30, das 10h30 às 12h, no Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Avenida Irmãos Adorno s/n); as segundas, quartas e sextas-feiras, das 14h às 15h30, das 15h30 às 17h, no Conviver do Sítio do Campo (Rua Parque Leopoldo Vanderlini); as terças e quintas-feiras, das 9h às 10h30, 10h30 às12h, das 14h às 15h30, das 15h30 às 17h, no Ginásio da SEEL (Avenida Marcos Freire, 33.579 – Tupi).

PG/Ocian joga oitavas de final do Paulista Metropolitano de Futsal

Equipes sub-12 e sub-14 da Cidade entram em ação
2/5/2018

Neste domingo (6), a partir das 16h30, no Ginásio Presidente Ciro I e II, em São Paulo, na Capital, as equipes masculinas sub-12 e sub-14 de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Sucos Camp, Centro de Treinamento Falcão 12 e Liga Praia-grandense de Futsal – LPFS) jogam pela fase oitavas de final do Campeonato Metropolitano Estadual de Futsal, série A-1, evento regido pela Federação Paulista (FPFS). 

A turma sub-12 da Cidade (12ª colocada no geral – entre 24 participantes) encara a da Sociedade Esportiva Palmeiras. O grupo municipal sub-14 (5º no geral) encara o da Sociedade Esportiva Elite Itaquerense/WF Brasil (4º). As oitavas de final ocorrem em dois confrontos. Os segundos jogos acontecem no próximo dia 12. 

Vale ressaltar que os times vencedores destes confrontos qualificam-se para as quartas de final da série ouro. Os perdedores avançam as quartas de finais da série prata. Já os times que ficaram entre o 17º lugar e o 24º na classificação geral da primeira fase da competição, irão disputar diretamente as quartas de final da série bronze. É o caso das equipes praia-grandenses sub-16 e sub-18. 

Na primeira fase, na chave A, o time sub-12 de Praia Grande obteve três vitórias, um empate, três derrotas, 26 gols feitos e 25 sofridos. O sub-14 conquistou três triunfos, uma igualdade, três perdas, 17 gols prós e 20 contras. O sub-16 faturou uma vitória, um empate, cinco derrotas, 12 gols feitos e 22 sofridos. O sub-18 teve dois ganhos, um empate, quatro perdas, 17 gols prós e 23 contras.

Dados – Na primeira fase do Metropolitano, as equipes jogam todas contra todas (dentro de cada grupo), em turno e returno. As cinco primeiras colocadas de cada chave, mais a sexta melhor colocada no geral (juntando-se todos os grupos), avançam a segunda etapa. Na fase inicial, os selecionados de Praia Grande disputam o grupo A, ao lado do São José Fut/Atleta Cidadão, Santos Futebol Clube, ASF/Magnus Futsal, Sociedade Esportiva Palmeiras, Mogi das Cruzes Esporte Clube, Lausanne Paulista FC e Associação Atlética Banco do Brasil/SP. 

No B, atuam as turmas CE Penha, Sport Club Corinthians Paulista, CA Tabuca Júniors, CA Juventus, SE Elite Itaquerense, Clube São João, Wimpro Menores/Guarulhos e Internacional/Unimed Santos. No C, competem os times da Associação Desportiva Indaiatuba, São Paulo FC, CA Taboão da Serra/SMEL, FAE/Osasco/Audax, Associação Portuguesa de Desportos, São Caetano Futsal, Pulo do Gato Futsal e ADC São Bernardo do Campo.

É a primeira vez que os times de base de Praia Grande disputam o Metropolitano na série A-1 (reúne as equipes mais fortes do Estado). Até a última temporada, os meninos da Cidade jogavam na A-2 (divisão de acesso). A Federação Paulista forma um ranking dos times (que leva em conta critérios técnicos), aqueles que alcançam uma determinada pontuação têm a possibilidade de disputar a A-1. 

Retrospecto – Em 2017, na série A-2, os times da Cidade avançaram a segunda fase da competição. Os quatro primeiros colocados de cada grupo (A e B) na etapa inicial qualificaram-se a chave ouro; os quinto e sextos foram para a chave prata; os demais times disputaram a chave bronze (com exceção do 11º e último colocado da chave B, pois este foi eliminado diretamente). E ainda, as equipes eliminadas na primeira rodada (quartas de final) da chave ouro, disputaram as semifinais da prata.

Na chave ouro, a turma praia-grandense sub-14 empatou, em 1 a 1, com o grupo do Clube Atlético Tabuca Júniors. Por ter realizado melhor campanha na primeira fase do torneio, o time de Taboão da Serra avançou a decisão. Na sub-16, os rapazes da Cidade perderam, por 9 a 2, para o selecionado da Associação Desportiva Classista São Bernardo do Campo. Já na chave prata, os meninos da sub-12 de Praia Grande caíram, por 4 a 2, diante do Santo André Futsal.

Em 2016, na A-2, a equipe masculina sub-10 de Praia Grande terminou em quarto lugar. Na semifinal, a equipe local foi derrotada por Lausanne Paulista, por 6 a 3 e 4 a 3. Na fase quartas de final, a seleção municipal sub-12 de Praia Grande perdeu, por 3 a 2 e 2 a 1, para o Suzano Futsal e acabou sendo eliminada. Nas oitavas de final (16 melhores) outros três times da Cidade foram desclassificados. A equipe sub-14 perdeu, por 3 a 1 e 5 a 1, para a do Clube Comercial de Lorena. O time sub-16 de Praia Grande caiu, por 6 a 3 e 5 a 3, diante da Associação Desportiva São Bernardo. Os rapazes da sub-17 venceram por 3 a 1 e perderam por 7 a 0 para o Clube Atlético Guarulhense.

Jogos – Confira as escalações e todos os resultados das equipes de Praia Grande no Campeonato Metropolitano Estadual de Futsal 2018, série A-1:

sub-12 – Atuam pela Cidade Pedro Henrique Ramiel, Wallace Vicente Matias Rosa Izzo, Guilherme Souza Gomes, Marcos Vinicius Fortmuller, Felipe Mendes Santos, Pedro Torres Cardoso, Luiz Henrique Reis Machado, Igor da Silva Cajé, Felipe Gabriel dos Santos Silva, Levi Ferreira Cunha, Gabriel Jerônimo Alves dos Santos, Kenai Freitas Souza, Lucas Monteiro Caldas, Thiago Gama da Silva, Gustavo Assis e Luis Felipe Gomes Barbosa Nunes. Técnico: Conrado de Andrade e Silva Antunes. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves.

1ª fase
10/3 – São José Futsal 5 x 4 Praia Grande/Ocian Praia Clube 
24/3 – SE Palmeiras 2 x 2 Praia Grande/Ocian Praia Clube
7/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 4 x 1 Lausanne Paulista FC
14/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 6 x 5 AABB/São Paulo
21/4 – Mogi das Cruzes EC 3 x 4 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 3 x 5 Associação Sorocabana Futsal/Magnus
28/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 3 x 4 Santos Futebol Clube

sub-14 – Jogam por Praia Grande Kauê Bastos de Carvalho, Cleberson Lucas de Oliveira Neves, Lincoln Antunes da Silva, Kayque Guilherme de Campos Silva, Luiz Rafael Silva Gomes, Raul Vinicius Damacena, Lucas Morales Martins, Kaíque Rosário de Lima, Pedro Henrique Marinho de Melo, Nathan de Lima Costa, Mike Iverson Santos Barriento, Nycolas Souza da Silva, Dherik Coelho Martins, Gustavo Wendrel Quadros da Cruz, Fabricio Menezes dos Santos, Lucas Fernandes Gomes dos Santos, Kauã Carvalho de Jesus, Kayque Bernardo Nascimento, Marcos Vinicius Freitas de Souza e Periques Junior Magalhães Lisboa. Técnico: Caio Bruno Monzem. Auxiliar: Matheus Cassita Gonçalves.

1ª fase
10/3 – São José Futsal 0 x 5 Praia Grande/Ocian Praia Clube 
24/3 – SE Palmeiras 4 x 0 Praia Grande/Ocian Praia Clube
7/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 5 x 3 Lausanne Paulista FC
14/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 2 AABB/São Paulo
21/4 – Mogi das Cruzes EC 5 x 0 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 3 x 2 Associação Sorocabana Futsal/Magnus
28/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 4 Santos Futebol Clube

sub-16 – Atuam pela Cidade Felipe Silva de Santana, Jhonatan do Nascimento Domingos, Yuri França da Silva, Gabriel Araújo dos Santos, Nathan Takahashi de Souza Aguiar, Lucas Lewis da Silva, Guilherme Batista Andrade da Silva, Pedro Henrique Araújo Valadares, Edson Oliveira da Silva, Carlos Eduardo Augusto de Jesus, Fabricio Prieto Cirilo Diniz da Silva, Eduardo dos Santos Braz, Lucas Decindi Alexandrino, Rafael Expedito Amaral de Sousa, Willian Gabriel Ferreira Santos, Leonardo Amaral Aurichio e Matheus Queiroz de Souza. Técnico: Matheus Cassita Gonçalves. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves. 

1ª fase
10/3 – São José Futsal 2 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube 
24/3 – SE Palmeiras 4 x 3 Praia Grande/Ocian Praia Clube
7/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 4 x 1 Lausanne Paulista FC
14/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 3 AABB/São Paulo
21/4 – Mogi das Cruzes EC 1 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 5 Associação Sorocabana Futsal/Magnus
28/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 6 Santos Futebol Clube

sub-18 – Competem pelo município José André Santana Santos, Eduardo Costa Dalle Piaggi, Matheus dos Santos Theodoro Pereira, Fernando Ribeiro Marques Junior, João Victor Mendes Penariotti, Felype Fernandes Mouzinho, Thiago Wehinger de Oliveira, Alef Serrat Pinheiro, Kauê da Silva Rodrigues, Vitor Luis Acioli Garcia, Leonardo Pereira Trindade, Mateus Riechelmann de Freitas, Eduardo Vaz Cabril Miyazi, Luiz Gustavo da Silva Ferreira, Taylor Matheus da Silva Conceição e João Pedro Pereira Campos. Técnico: Caio Bruno Monzem. Auxiliar: Mike Fernandes dos Santos Cruz. 

1ª fase
10/3 – São José Futsal 6 x 5 Praia Grande/Ocian Praia Clube 
7/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 1 Lausanne Paulista FC
12/4 – SE Palmeiras 5 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
14/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 4 AABB/São Paulo
21/4 – Mogi das Cruzes EC 1 x 2 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 2 Associação Sorocabana Futsal/Magnus
28/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 3 x 4 Santos Futebol Clube

Protesto contra a derrubada dos quiosques em Praia Grande

Vídeo de Gisa Dainese

Complexo Irmã Dulce inicia implantação de prontuário eletrônico do paciente

Sistema deve agilizar atendimento e consulta ao histórico de consultas, exames e tratamentos dos usuários

Em sintonia com a política municipal de redução de filas na rede básica de saúde de Praia Grande, o Complexo Hospitalar Irmã Dulce está implantando o sistema de prontuário eletrônico do paciente em suas unidades. Por meio da tecnologia, será possível otimizar o atendimento, já que serão eliminadas etapas que retardam o processamento de informações sobre os pacientes. Para isso, equipes já estão sendo treinadas para se familiarizar com a ferramenta.

A iniciativa vai ao encontro do que preconiza o Ministério Público, que prevê a informatização do prontuário eletrônico em todo o País até o fim deste ano. Além da organização de dados sobre os pacientes, os benefícios incluem a integração entre unidades e a disponibilização de exames laboratoriais e de imagem acessíveis à equipe médica durante as consultas.

De acordo com o diretor-geral do Complexo Hospitalar, Ricardo Carajeleascow, o prontuário eletrônico pode possibilitar outras vantagens em relação ao sistema atual, como a manutenção das informações clínicas de forma sigilosa e segura para a geração de dados sobre a saúde. “Posteriormente, quando todos estabelecimentos de saúde estiverem com o sistema implantado, além de compilar dados sobre a movimentação de pacientes, será possível verificar a quantidade de exames realizados, agendados e seus resultados. Esta tecnologia também irá ajudar nas prescrições e administração de medicamentos, por exemplo, bem como quanto ao agendamento de cirurgias e outros benefícios”, destacou.

Segundo a gerente geral de Enfermagem do Irmã Dulce, Renata Meroti, a capacitação é feita nos próprios locais de atendimento e tem tido boa adesão das equipes médicas e de enfermagem. “A digitalização das informações e a velocidade no acesso às telas para o atendimento é algo que podemos classificar como uma mudança bastante positiva para o paciente”, disse.

O treinamento dos funcionários ocorre ao longo dos próximos meses. Além do Hospital Municipal, o sistema será implantado na Porta de Entrada do Complexo Hospitalar (anteriormente chamado de Pronto-Socorro), no Ambulatório de Especialidades Cirúrgicas “Maria Helena de Oliveira Higa” e na Unidade de Pronto Atendimento “Dr. Charles Antunes Bechara” – UPA Samambaia.

A Unidade de Alta Complexidade em Cuidados ao Portador de Doença Renal Crônica e Terapia Renal Substitutiva, Nefro-PG, já está com o programa em pleno funcionamento.

PG sedia Torneios de Judô e Vôlei de Praia dos Joguinhos

Competições são válidas pela fase Regional
2/5/2018

Neste sábado (5), a partir das 8h30, a Cidade de Praia Grande, recebe dois torneios (judô e vôlei de praia) válidos pela fase regional (envolve equipes da Região Metropolitana da Baixada Santista, Litoral Sul e Vale do Ribeira) dos Jogos Abertos da Juventude, os Joguinhos, evento sub-18 regido pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ).

No Centro de Excelência Professor João Carlos Ribeiro Manso Júnior (localizado na esquina das ruas Arari e Carimbó, Bairro Tupi), ocorre a competição de judô feminino e masculino. Sob comando dos professores Alberto Bittencourt, Danusa Shira e Rodrigo de Matos representam a Cidade Alisson Reis, Antônio Contente, João Lescreck, Carlos Macedo, Fábio Lescreck, Felipe Ferreira, Flávio Bonfim, Gustavo Gomes, João Morato, Lucas Manzoni, Luiz Fonseca e Vitor Mantovani; Flávia Lemos, Giulia Leitão, Ingrid Lopes, Larissa Coutinho e Vitória Noellen.

Vôlei – Na Praia do Bairro Guilhermina em Praia Grande (em frente a Praça Portugal), acontece a disputa de vôlei de praia feminino e masculino. Sob orientação da professora Cristina Pacheco Lopes, com auxílio de Cora Vírginia Carvalho Barreira Zorzetto, atuam Felipe Brito, Thiago da Silva e Vinícius Ramos; Aline Nascimento, Lara Castro e Monique Lins.

Mesa – Ainda no sábado, só que a partir das 10 horas, na Associação Cultural e Esportiva de Registro, a turma de Praia Grande participa do torneio de tênis de mesa feminino e masculino. Sob comando do professor Marcelo Basso Fernandes, com auxílio de Gabriel Pereira da Cruz, jogam Carlos Fuentes, Luiz Nery, Miguel Blanco e Victor Ferreira; Larissa Maciel, Letícia Sanches, Nicole Santos e Steffany Alves.

Estadual – Por serem as únicas inscritas, as turmas femininas de ginástica artística e rítmica, e masculina de ginástica artística de Praia Grande, classificaram-se diretamente para a final estadual dos Joguinhos (não houve adversários na Sub-regional e Regional). Vale frisar que os Joguinhos, na primeira fase (sub-regional), enfrentam-se as turmas das Cidades da Região Metropolitana da Baixada Santista. 

As equipes jogam todas contra todas, em sede única. A que obtiver mais pontos avança para a fase regional (reúne os vencedores da sub-regional e do Litoral Sul). Os vencedores da regional qualificam-se para a final estadual, que reúne as 12 cidades campeãs regionais mais a delegação do município-sede e a campeã de 2017. A 35ª edição da fase final dos Joguinhos acontece de 25 de maio a 2 de junho, no município de Franca.

Tabela – Confira a tabela (resultados e próximos jogos) da fase sub-regional e regional dos Joguinhos:

Regional
torneio de atletismo feminino e masculino (* aguardando resultado oficial)
21/4 – pista municipal de Praia Grande (Rua José Bonifácio, 400, Bairro Sítio do Campo)

torneio de natação feminino e masculino (* aguardando resultado oficial)
22/4 – piscina municipal de Praia Grande (Rua Gilberto Foaud Beck, 110, Bairro Mirim)

torneio de handebol masculino (*PG classificado a final estadual)
23/4 – Praia Grande 1 x w.o. Juquiá (desistência)
26/4 – Praia Grande 40 x 13 Itariri

torneio de vôlei feminino (*aguardando o confronto entre Iguape e Itanhaém para saber a colocação final)
24/4 – Praia Grande 1 x 2 Iguape
27/4 – Praia Grande 0 x 2 Itanhaém

torneio de vôlei masculino (*PG classificado a final estadual)
24/4 – Praia Grande 2 x 0 Iguape
27/4 – Praia Grande 2 x 0 Itanhaém

torneio de vôlei de praia feminino e masculino
5/5 – Praia do Bairro Guilhermina em Praia Grande (em frente a Praça Portugal)

torneio de judô feminino e masculino
5/5 – Centro de Excelência Professor João Carlos Ribeiro Manso Júnior (localizado na esquina das ruas Arari e Carimbó, Bairro Tupi), em Praia Grande

torneio de tênis de mesa feminino e masculino
5/5 – Associação Cultural e Esportiva de Registro

torneio de basquete masculino
8/5 – Praia Grande x Itanhaém 
20/5 – Praia Grande x Registro 

torneio de xadrez feminino e masculino 
12/5 – Ginásio Mario Covas, em Registro

torneio de damas feminina e masculina
12/5 – Ginásio Mario Covas, em Registro

Sub-regional 
basquete masculino (*PG classificado a etapa Regional)
11/4 – Praia Grande 64 x 26 São Vicente
18/4 – Praia Grande 55 x 48 Guarujá
25/4 – Praia Grande 70 x 19 Cubatão

futebol masculino (*PG eliminado; Guarujá classificado a etapa Regional)
24/3 – Praia Grande 2 x 0 São Vicente
7/4 – Praia Grande 0 x 2 Guarujá
14/4 – Praia Grande 1 x 0 Cubatão

futsal masculino (*PG eliminado; Cubatão classificado a etapa Regional)
2/4 – Praia Grande 4 x 0 Guarujá
9/4 – Praia Grande 3 x 5 Cubatão
16/4 – Praia Grande 6 x 4 São Vicente 

handebol feminino (*PG eliminado; Guarujá classificado a etapa Regional)
4/4 – Praia Grande 8 x 19 Guarujá
12/4 – Praia Grande 9 x 10 Guarujá

handebol masculino (*PG classificado a etapa Regional)
4/4 – Praia Grande 24 x 10 Guarujá
12/4 – Praia Grande 20 x 19 Guarujá

vôlei feminino (*PG classificado a etapa Regional)
3/4 – Praia Grande 2 x 0 Guarujá (Guarujá foi eliminado pela inscrição irregular de atletas)
10/4 – Praia Grande 2 x 0 Cubatão

Foto: Sueli Coelho Grupo euamopg fotos 

Boi na pesca de arrasto

Quiosqueiro português faz protesto bem humorado em Praia Grande

%d blogueiros gostam disto: