• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Servidores de Praia Grande ganham cursos para agilizar projetos pessoais e profissionais

Conteúdo foi oferecido por meio de parceria com o Banco do Brasil
1/10/2018
 

Visando capacitar os servidores para melhor desenvolverem suas tarefas e por consequência aprimorar o atendimento aos moradores de Praia Grande, a Secretaria de Administração do Município (Sead) oferece uma série de cursos para os funcionários públicos. No momento, três capacitações, realizadas em parceria com o Banco do Brasil, oferecem treinamentos para melhor aproveitar as reuniões, desenvolver projetos viáveis e resolver problemas. Os temas se complementam e as aulas são gratuitas.

Um dos cursos em destaque é o 5W2H, uma ferramenta que oferece a direção para desenvolvimento de qualquer projeto, seja pessoal, profissional, simples ou complexo. A dinâmica se baseia em sete perguntas em inglês, cinco começadas com w e duas com h. Questionamentos cujas respostas devem estar presentes na proposta do projeto.

São pontos chaves, como por exemplo: O que é o projeto? Quanto custa? Por quê? Como será feito? As respostas para estas questões podem definir se é viável ou não a execução do projeto.
“É um tipo de fórmula que permite avaliar a viabilidade do projeto. Seja a curto, médio ou longo prazo. E acima de tudo, permite que cada um dos servidores tenham uma visão mais ampla e consciente”, explica Sandra Chaves diretora da Divisão da Treinamento e Capacitação da Sead.

O segundo curso tem como objetivo o aproveitamento de reuniões. Para que os encontros corporativos possam ser mais objetivas e eficazes.

O terceiro curso é focado em soluções de problemas. Durante as aulas são exploradas as formas como a mente humana recepciona os problemas e são repassadas técnicas e ferramentas para melhor solucioná-los.

Para participar os servidores precisam se inscrever com antecedência. Todas as informações sobre datas e como se inscrever estão disponíveis na intranet do Município.
Parceria – O Banco do Brasil conta, com a Universidade Corporativa do Banco do Brasil (UniBB), que possui o papel de desenvolver a excelência humana e profissional, por meio da criação de valor em soluções educacionais. Dentro da plataforma digital existem os cursos que podem ser aplicados ao setor público e este conteúdo foi disponibilizado para o Município de Praia Grande.

Outubro Criança tem programação especial para os pequenos em Praia Grande

Contação de histórias, música e teatro animam a garotada no Palácio das Artes
1/10/2018
 

O mês das Crianças chegou e o Palácio das Artes preparou uma programação especial para os pequenos. De 5 a 26 desse mês, o Outubro Criança acontece com contação de histórias, espetáculo infantil e apresentação musical. Todas as atividades são gratuitas.

Com o tema “Os Dez anos do PDA”, o Museu da Cidade abre as portas para muito aprendizado e diversão com o projeto Era uma Vez no Museu, com contações de histórias e visitação da exposição de longa duração Praia Grande 50 anos. Serão três sessões abertas ao público.

A Camerata de Violões se apresenta dia 10 de outubro, levando canções adoradas e conhecidas pela criançada a todo o público. 

O espetáculo infantil Tá Tudo Remendado, produzido no Núcleo Artístico Palácio das Artes, faz sua estreia nos palcos e também é a atração do dia 10 de outubro no Teatro Serafim Gonzalez. A história trata de uma família com problemas de relacionamento, chamando a atenção de uma agência muito especial que envia uma jovem babá para cuidar e ajudar as crianças da casa. A jovem, através de mágica, faz com que os adultos enxerguem como os filhos se sentem diante de tantos conflitos.

O Outubro Criança acontece no Palácio das Artes, que fica na Avenida Presidente Costa e Silva, 1.600, Bairro Boqueirão. Confira a programação:

Era uma Vez no Museu
Dias 5, 19 e 26 de outubro
15 horas
Museu da Cidade

Camerata de Violões (Livre)
Dia 10 de outubro
17 horas
Hall de Entrada do Palácio das Artes

Tá Tudo Remendado (Livre)
Dia 10 de outubro
18 horas
Teatro Serafim Gonzalez. 

Setembro Amarelo: palestra debate sobre suicídio com alunos em Praia Grande

Atividade ocorreu na sexta-feira (28), na EM Governador Orestes Quércia
1/10/2018
 

Para encerrar as atividades alusivas ao Setembro Amarelo, a Escola Municipal Governador Orestes Quércia (Bairro Mirim) debateu o tema suicídio durante palestra. A atividade, realizada na última sexta-feira (28), contou com a participação de mais de 200 estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. O locutor da Rádio Cultura FM, Benny Coquito, ficou responsável em ministrar o bate-papo com os estudantes, em parceria com o Centro de Valorização da Vida (CVV).

A atividade ocorreu em dois momentos, nos períodos da manhã e da tarde. Em cada encontro, o palestrante apresentou dados preocupantes no que diz respeito ao índice de suicídio no Brasil. De acordo com Coquito, o País ocupa a oitava posição no ranking com 11.821 casos durante o ano. Nações como Índia, China e EUA lideram as estatísticas, respectivamente, na sequência: primeiro (258.075 casos), segundo (120.730) e terceiro (43.361) lugares.

Outros dados apontados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) chamam ainda mais a atenção. O suicídio está entre as principais causas de morte entre pessoas de 15 a 29 anos, sendo que, no grupo feminino de 15 a 19 anos, ocupa status de ser o motivo que mais leva a óbito. Entre crianças e jovens na faixa etária de 10 a 14 anos, o índice de homicídios aumentou em 40% nos últimos 15 anos. 

O palestrante aponta o distanciamento entre os integrantes das famílias como um dos fatores que podem desencadear o suicídio. “Trata-se do que chamo de ‘A Presença da Ausência’ até por conta da tecnologia, as crianças vivem cada vez mais para um mundo à parte. E essa realidade encontrada virtualmente em algumas situações leva o jovem à solidão e, consequentemente, à depressão”. 

Coquito destacou ainda a importância de a EM Governador Orestes Quércia se preocupar e debater o tema com os alunos. “Quando a pessoa pensa em se suicidar ela não quer tirar a própria vida, e sim fugir de determinado problema. Então eu tento passar para os alunos que o fato de ter problemas é natural do ser humano e que precisamos encarar de forma simples”, argumentou. 

Quando começou – A comemoração do Dia Internacional de Prevenção do Suicídio ocorre todo dia 10 de setembro, por isso, o mês foi escolhido para o desenvolvimento de diversas ações específicas ao tema. No Brasil, o Setembro Amarelo teve início no ano de 2015, em Brasília. Desde então, profissionais da área médica explicam que uma das formas mais eficazes para se evitar o suicídio é através de diálogos e discussões sobre o tema. 

Foto: Itaicy Júlio eu amo Praia Grande

Concurso Leni Morato de Poesia Falada define vencedores de Praia Grande

Evento ocorreu na última sexta-feira (28), na Biblioteca Porto do Saber
1/10/2018
 

A sexta edição do Concurso Leni Morato de Poesia Falada já definiu os vencedores. Na última sexta-feira (28), na Biblioteca Porto do Saber Boqueirão, ocorreu a interpretação dos poemas. Entre os 30 poetas participantes, Kleber Fernando da Silva Pinto, com a poesia autoral Aborto Paterno conquistou a primeira colocação. Mais de cem pessoas prestigiaram o evento. O concurso tem como objetivo homenagear à professora Leni Morato, cultural e artista em Praia Grande por várias décadas. 

Também com poesia autoral, nomeada Quantas Lágrimas, Elton Alexandre Pereira dos Santos garantiu a segunda colocação. Enquanto Julie Regine Assoni Ojeda, com o poema intitulado Censurada, da escritora Julie Lua, conquistou a terceira posição. Além dos três premiados, o Concurso teve ainda uma menção honrosa a Olímpio Coelho de Araújo Título, que interpretou a texto Até a velha cacimba secou, de própria autoria. 

Para julgar as interpretações, o Concurso Leni Morato de Poesia Falada contou com quatro jurados de peso. Foram eles: o poeta praia-grandense, Fernando Fernandes; o presidente da Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande, Celso Correa de Freitas; e as escritoras e poetisas de Santos, Regina Alonso e Teresa Teixeira. 

Para escolher os vencedores, os jurados tiveram a interpretação das poesias como critério principal para dar as notas. Portanto, o poema não precisava ser inédito e muito menos de autoria do participante. O concurso tem a coordenação do secretário adjunto de Cultura da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), Renato Paes, da diretora de Divisão de Cultura nas Escolas, Lucilena Bragion de Micco, da poetisa Ludimar Molina e do professor e escritor Carlos Roberto Massoni, fomentadores culturais e admiradores de Leni. 

Histórico – Nascida em 1938, Leni Morato chegou com sua família em Praia Grande em 1972, aos 34 anos. Casada e mãe de quatro filhos, Leni era professora de Ensino Fundamental e de Música. Leitora voraz, musicista, apaixonada por teatro, cinema, História e museus de arte, era também interessada em desenho e arte visual.

Formou o Teatro do Estudante Praia-grandense (TEP), promovia grupos de discussão de jovens, espetáculos musicais apresentados em clubes da cidade, grupos de reflexão sobre temas diversos, saraus musicais e literários, entre várias outras iniciativas de fomento à cultura na Cidade. Morreu em 2005, aos 67 anos.

Surfista de Praia Grande é o sétimo melhor na 3ª etapa do Circuito Paulista

Gustavo Giovanardi se destaca no Hang Loose Surf Attack
1/10/2018
 

A equipe de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL) competiu na terceira etapa (total de quatro) do 31º Circuito Hang Loose Surf Attack (Circuito Estadual de Surfe Amador), evento regido pela Federação Paulista de Surf (FPS) com chancela da Confederação Brasileira (CBS). A disputa, finalizada no último domingo (30), ocorreu na praia do Tombo, em Guarujá. Mais de 230 surfistas participaram do evento. 

De Praia Grande, destaque para Gustavo Giovanardi que terminou em sétimo lugar na categoria mirim (15 e 16 anos). Na mesma faixa etária, Guilherme Hammel foi o 17º melhor, Henrique Liberato e Breno Nieba terminaram na 49ª posição. Na júnior (17 e 18 anos), Gabriel Nieba garantiu a 13ª colocação, Cláudio Stanisci a 25ª e Gustavo Matos a 33ª.

Na estreante (11 e 12 anos), Dudu Ferreira encerrou em 28º lugar. Na petit (até 10 anos), Carol Bastides e Maria Beatriz fecharam na 17ª posição e Deric Silva na 22ª. Na feminina sub-16, Maria Beatriz foi a 13ª melhor e Carol Bastides a 24ª. A quarta e última etapa do evento ocorre nos dias 19 a 21 de outubro, na Praia de Maresias, em São Sebastião. 

Circuito – Em julho, também na praia de Maresias, em São Sebastião, na segunda etapa do Circuito Paulista, a equipe de Praia Grande competiu. Na júnior, Gabriel Nieba parou na segunda rodada (32 melhores) e Claudio Stanisci na primeira (48). Na mirim (15 e 16 anos), Gustavo Giovanardi chegou as quartas de final (16 melhores). Henrique Liberato ficou na segunda rodada (32) e Breno Nieba na primeira (48). Na petit, Maria Beatriz e Thiago Doncev encerraram a participação nas quartas de final (16). Na feminina sub-16, Carol Bastides terminou a participação na primeira fase (30).

Em maio, na praia de Itamambuca, em Ubatuba, na primeira etapa, na júnior, Gabriel Nieba terminou em nono lugar. Claudio Stanisci parou na segunda rodada (32 melhores). Bruno Senatori ficou na primeira rodada (48). Na mirim (15 e 16 anos), Breno Nieba, Caio Braz, Henrique Liberato e Gustavo Giovanardi pararam na primeira rodada (48). Na petit, Maria Beatriz e Thiago Doncev encerraram a participação na primeira fase (30). Na feminina sub-16, Carlo Bastides terminou entre as 29 melhores).

Retrospecto – Em 2017, na classificação geral por equipes, Praia Grande terminou na quinta posição, atrás de Ubatuba, São Sebastião, Guarujá e Bertioga. Individualmente, o melhor resultado veio com Gustavo Giovanardi que terminou em nono lugar na iniciante. Thiago Doncev foi 13º colocado na petit. Mesma posição de Kauê Alohinha na estreante. Breno Nieba e Caio Braz foram os 22º melhores na mirim. Na júnior, Gabriel Nieba assegurou a 17ª colocação.

Em 2016, o grupo municipal terminou em quinto lugar. Na júnior, Ayrton Dilan terminou em 17º lugar e Marcus Vinicius foi 20º. Na mirim, 18ª posição para Gabriel Nieba e 23ª para Bruno Senatori. Na iniciante, 10ª para Gustavo Giovanardi e 26ª para Breno Nieba. Na estreante, 16ª para Kaíque Carvalho e 21ª para Lucas Lopes. Na petit (até 10 anos), 15ª para Kaue Alohinha. 

Em 2015, Gustavo Giovanardi, categoria estreante, conquistou o vice-campeonato do 28º Torneio Hang Loose Surf Attack. Renan Rodrigues encerrou na 11ª posição. Na júnior, Ayrton Dilan ficou em 16º lugar. Na mirim, Vinícius Maia encerrou no 27º lugar. Na petit, Kauê Ribeiro garantiu a 13ª colocação. Em 2014, o destaque local foi Kaíque Carvalho que encerrou na quarta posição na categoria petit. Na estreante, Gustavo Giovanardi ficou na nona colocação. Na iniciante, Marcelo Kuhnen ficou no 21º lugar. Na júnior, 14ª posição para Leonardo Menyon. Na mirim, 15º lugar para Jefferson Veiga.

Em 2013, na júnior, Marcos Corrêa (PG) conquistou o bicampeonato (2012 e 2013). Leandro Cruz terminou na 13ª posição. Na mirim, Jefferson Veiga terminou na 12ª posição. Na iniciante, Gustavo Cruz foi o 24º colocado. Na estreante, 15ª e 23ª colocações para Gustavo Giovanardi e Daniel Oliveira. Na petit, Giovanardi acabou na nona posição. Em 2012, Marcos Corrêa conquistou o título na júnior. Leandro Cruz encerrou na 15ª posição. Na mirim, Corrêa obteve o terceiro lugar. Na iniciantes, Jefferson Veiga ficou em oitavo lugar. Na estreante, 14ª posição para Luan Eugenio. Na petit , 11º e 17º lugares para Gustavo Giovanardi e David Leal. 

Em 2011, na júnior, Leandro Cruz ficou na sexta colocação. Ricardo Lima acabou no 11º lugar. Na mirim, 25ª posição para Jefferson Veiga. Na iniciante, 15º Jefferson Veiga e 21º Matheus Mariano. Na estreante, 10º Daniel Vieira. Na petit, 18º Davi Leal, 21º André Silva, 23º Igor Massarelli e Pablo Souza. Em 2010, na júnior, Maxsswell Ribeiro ficou em quinto lugar. Jefferson Veiga, estreante, também acabou na quinta posição.

Sema desenvolve ação para reduzir resíduos sólidos nas repartições públicas em Praia Grande

Projeto piloto foi implantado após capacitação de 25 funcionários da pasta
1/10/2018
 

Com objetivo de atender a uma das diretivas previstas no programa Município Verde Azul, a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) lançou projeto piloto para reduzir a produção de resíduos sólidos nas repartições públicas. Na última sexta-feira (28), a Sema realizou capacitação com 25 funcionários da pasta municipal que agora terão de fazer a sua parte.

Durante a capacitação, o grupo debateu sobre a importância do descarte consciente, além da redução e emissão de resíduos sólidos. Após o workshop, os funcionários já adotaram as primeiras medidas. A primeira foi a diminuição no número de lixeiras passando de 24 para 6 unidades. Os servidores definiram também locais específicos para despejos de lixos secos e orgânicos. 

De acordo com a diretora da Divisão de Normatização, Controle e Licenciamento, Elaine dos Santos Rovati, a Sema pretende estender as ações para todas as repartições públicas municipais. “Queremos com isso reduzir o uso de sacos plásticos e, consequentemente, estimular o uso consciente dos materiais. Além disso, auxiliamos com a ergonomia do funcionário que, agora, precisará levantar para descartar o resíduo na lixeira”. 

Sustentabilidade – Criado pelo Governo do Estado de São Paulo em 2007, o Programa Município Verde Azul tem a finalidade de medir, apoiar e descentralizar a agenda ambiental nos municípios, bem como estimular as prefeituras a executarem políticas públicas em favor do desenvolvimento sustentável.

As ações compõem as dez diretivas norteadoras da agenda ambiental local e abrangem vários temas estratégicos para a preservação do meio ambiente. A equipe técnica do PMVA oferece capacitação técnica aos interlocutores indicados pela municipalidade. No final cada ciclo publica o “Ranking Ambiental dos municípios paulistas”.

III Feira do Estudante de Praia Grande

Atleta de Praia Grande compete no Brasileiro de Jiu-Jitsu Sem Quimono

Victor Matos representou a Cidade
1/10/2018
 

O atleta de Praia Grande Victor de Matos, o Vitinho, 28 anos, disputou o Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu Sem Quimono (NO GI), evento regido pela Federação Internacional de Jiu-Jitsu Brasileiro (IBJJF) com apoio da Confederação Brasileira (CBJJ). A competição, finalizada no último domingo (30), ocorreu no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro.

No total, 21 atletas disputaram o título do peso leve (70 a 75 kg), categoria adulta, faixa preta. Vitinho foi derrotado na primeira luta por Ary de Melo Farias (Academia Atos – Rio Claro/SP) – que terminou a disputa na terceira colocação. Nos dois primeiros lugares ficaram Thiago Aragão (Checkmat) e Endres Barbosa (Checkmat).

O lutador faixa preta de jiu-jitsu de Praia Grande conta com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL), Zenith Brazilian Jiu Jitsu, Morcelli & Morcelli, Osan, Restaurante Santa Planta, Voofly, Centro de Treinamento Funcional PG, Clínica The Doctors, R4 Academia, Bona Crossfit, Canela House e De Rose Method.

Dados – Nesta temporada, Vitinho conquistou três medalhas no Campeonato Aberto Internacional de Curitiba. Na disputa com quimono, ficou com a prata. No torneio sem quimono (NO GI), o atleta de Praia Grande sagrou-se vice-campeão no leve e foi terceiro colocado no absoluto (sem limite). Obteve o ouro no Aberto Internacional de Jiu-Jitsu do Rio de Janeiro. Já na disputa com quimono, o atleta de Praia Grande assegurou a medalha de prata. Disputou o Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu, na cidade de Long Beach, no Estado da Califórnia, nos Estados Unidos. Foi derrotado na primeira luta por Jhonny Loureiro (Academia Alliance Internacional) e acabou eliminado do torneio. 

Carreira – Em 2017, Vitinho conquistou medalha de ouro na disputa sem quimono do Campeonato Aberto Internacional de Brasília de Jiu-Jitsu. O resultado assegurou-o entre os 30 melhores atletas do mundo. Com 54 pontos no ranking da IBJJF, ele garantiu vaga para disputar o Campeonato Mundial de 2018, que ocorre nos dias 30 e 31 de maio, na cidade de Long Beach, no Estado da Califórnia, nos Estados Unidos.

Ainda na última temporada, no Aberto Internacional de Inverno de Curitiba e Aberto Internacional de Primavera de Salvador, Vitinho sagrou-se campeão da disputa NO GI. Na luta com quimono, foi vice-campeão e Curitiba e terceiro colocado em Salvador. No Aberto Internacional de Vitória, conquistou duas pratas (nas disputas com e sem quimono). No Aberto Internacional de Belo Horizonte, terminou na segunda posição na disputa NO GI. No Aberto Internacional Floripa Spring, ficou em terceiro lugar no NO GI.

Na Copa América, obteve dois bronzes: uma no peso médio (76 a 82 kg) e outra no absoluto (sem limite), ambas com quimono. No Campeonato Nacional Americano, em Las Vegas, nos Estados Unidos, levou o bronze na disputa NO GI. No Aberto Internacional de São Paulo, faturou dois bronzes nas disputas com e sem quimono. Ele foi o único atleta a subir nos dois pódios na categoria adulta, faixa preta, peso leve. No Sul-Americano, foi derrotado na primeira luta e acabou sendo eliminado. No Mundial de Jiu-Jitsu Brasileiro, na Califórnia, nos Estados Unidos, Vitinho foi derrotado na primeira luta. A qualificação para o Mundial ocorreu após ele ganhar a prata no Aberto de San Diego. 

Ao longo da carreira, foi campeão Sul-Brasileiro, Nacional Open, Paulista, do Rio Brazilian Pro, do Paulistão Sem Kimono, Curitiba Open, Brasília Internacional, da Copa Paulista Aberta Sem Kimono, do Circuito Aberto Estadual, do Torneio Brasil de Submission (luta de submissão), do Ubatuba Summer Fight, do Campeonato Sul-Americano Aberto de Submission, do Sudeste Brasileiro e da 5ª Copa São Vicente Open. Faturou a prata no São Paulo Open Internacional, no Brasileiro sem kimono, Sul-Brasileiro, no 1º Campeonato de Praia Grande e no 10º Campeonato Internacional. Conquistou ainda os terceiros lugares no Campeonato Brasileiro, Sul-Americano, São Paulo Open, Circuito Baixada Santista, Campeonato Mundial No-Gi e no 13º Campeonato Internacional.

Fundo Social de Solidariedade recebe doação itens de higiene

Produtos serão destinados às famílias carentes do Município
1/10/2018
 

O Fundo Social de Solidariedade de Praia Grande recebeu a doação de 300 itens de higiene doados pelo Litoral Plaza Shopping. Os produtos serão destinados às famílias atendidas pelos projetos do Fundo. Entre os itens, sabonetes, hidratantes, pasta de dente e muito mais. 

A arrecadação foi realizada durante um desfile de moda, realizado no shopping, no dia 22 de setembro. Cada convidado foi incentivado a fazer a doação.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Maria Del Carmen Padin Mourão, a Maruca, agradeceu a doação e ressaltou a positividade de ações como estas, que se transformam em ajuda. “As pessoas estão despertando para o lado social. Todos que fazem eventos querem ajudar, incentivando os participantes a doarem”. 

Doações – O Fundo Social de Solidariedade de Praia Grande concentra as arrecadações de donativos. Qualquer pessoa pode doar roupas, alimentos, móveis, fraldas, eletrodomésticos e outros itens, desde que em bom estado. O endereço é Rua Emancipador Paulo Fefin, nº 775, no Bairro Boqueirão. O telefone de contato é 3496-5022.

Baile celebra 25 anos do Programa Conviver

ONG de Praia Grande Estrela da Mama apresenta trabalhos para Conselho da Mulher

Câncer de Mama foi o principal tema debatido em reunião
1/10/2018
 

A última reunião do Conselho Municipal da Mulher, em Praia Grande, contou com uma participação especial. Realizada no último dia 28, na Casa dos Conselhos, o encontro recebeu representantes da ONG Estrela da Mama para apresentar às conselheiras os trabalhos realizados pela instituição.

O convite para participar da reunião vai ao encontro do assunto mais discutido no mês de outubro e de grande importância para o público feminino: o câncer de mama. A ONG tem como principal objetivo prestar apoio a todas as mulheres que possuem a doença e as representantes ressaltam que, apesar da homenagem e das campanhas se reforçarem neste mês, elas combatem o câncer todos os dias do ano com o trabalho que realizam.

As conselheiras foram apresentadas às diversas atividades que o grupo oferece às mulheres como por exemplo, palestras, doações (complementação alimentar e próteses mamárias), terapias, aulas de artesanato, ginástica e dança. Além disso, a ONG ainda realiza festas, passeios e chá beneficentes com o intuito de arrecadar dinheiro e continuar mantendo o trabalho da instituição, já que tudo é feito de forma voluntária.

A fundadora, Lourdinha Borges, agradece a oportunidade de participar do Conselho e debater políticas públicas para mulheres junto às conselheiras e completa dizendo que, a Estrela da Mama, não é lugar de tristeza e nem de doença, mas um local de acolhimento e felicidade para todas as mulheres.

Atendimento – A Casa dos Conselhos está instalada dentro do Vivência Tupi, onde também funcionam a Subsecretaria de Assuntos da Juventude (Subjuve), o Programa SuperEscola e o Programa Conviver. O local tem o objetivo de integrar diversos públicos e promover a cidadania entre os moradores de diferentes faixas etárias. A Casa dos Conselhos fica na Rua Xavantes, n° 51, Bairro Tupi, e funciona de segunda a sexta-feira das 8h30 às 17h30. 

 Dia Mundial do Idoso: A experiência de cuidar de mais de 4 mil anos de história em Praia Grande

Funcionários do Lar São Francisco contam o que aprendem com a rotina
1/10/2018
 

Dia 1º de outubro é o Dia Mundial do Idoso. Praia Grande é referência no Estado como o primeiro Município a manter uma unidade de acolhimento para os idosos que não têm família, o Lar São Francisco de Assis. Lá vivem mais de 50 idosos, com idade média de 80 anos. Se somarmos as idades, o número ultrapassa 4 mil. Todo o atendimento é gratuito, mas o que faz diferença é a dedicação dos profissionais presta atendimento gratuitamente.

A rotina do local inclui o atendimento básico, como os cuidados com a higiene, alimentação e administração de medicamentos. Mas também há outros cuidados que fazem toda diferença, como a dedicação, o carinho e a atenção com os moradores. Ao todo, cuidadores e equipes de enfermagem somam 25 pessoas que se revezam no atendimento aos abrigados. Três destes profissionais contam que a rotina lhes ensinou formas diferentes de ver a vida. 

Jacy Craveiro Inácio, de 56 anos, é cuidadora de idosos no Lar há apenas 6 meses, mas contato com idosos na sua vida começou bem cedo. Na companhia da família, desde os 10 anos frequenta asilos, onde pode aprender desde pequena a entender esse público. Jacy brinca com eles, diverte. Utiliza jogos, pincéis, tinta, uma forma de aproveitar o tempo de um jeito mais prazeroso, sem ficar parado. “Eu amo esse trabalho. Para mim é mais que uma profissão, é quase uma missão. Sempre gostei de fazer o bem para as pessoas. Aqui me sinto amada, isso é maravilhoso”.

Outro servidor que também trabalha para cuidar de idosos é Pablo Henrique Costa Barbosa, de 24 anos. No Lar ele trabalha dia sim, dia não. Tarefas simples como hidratar os pezinhos delicados destes idosos e alimentação precisam ser feitos por terceiros. No meio desta rotina sobra tempo também para um carinho, um cabelo penteado ou um banho de sol no pátio. “O retorno é muito positivo. Eles nos dão carinho, agradecem muito. Sabemos que cada um tem muita história para contar, muito conhecimento. Vou para casa cansado, mas feliz com isso. É uma excelente sensação de dever cumprido”.

A cuidadora Ruth Previati da Silva, tem 48 anos e desde os 15 teve sua primeira experiência com idosos. Cuidou da sua mãe, que ficou debilitada por causa de um problema de Saúde. De lá para cá fez sempre teve contato com idosos nos ramos em que trabalhou. A experiência com idosos lhe rendeu conhecimentos técnicos sobre este público. “O idoso não pode ficar guardado. Ele quer ser ouvido, respeitado. As pessoas acham que eles não ligam par ao que acontece em volta, mas na verdade estão cansados de serem deixados para segundo plano”.

A diretora da unidade, Marta Elisa Panarielo Pinheiro, aponta um movimento crescente no local que é a visita de grupos escolares com crianças o que gera esperança para o futuro. “Muitas crianças estão tendo contato com a terceira idade, aprendendo a conviver e respeitar essa faixa etária. Quem sabe nas próximas gerações não tenhamos tantos filhos abandonando idosos como vemos hoje”.

Visitas – O Lar São Francisco de Assis recebe visitantes que queiram dedicar um pouco do seu tempo para fazer bem a um idoso. As visitas só precisam ser agendadas para que não atrapalhe a rotina de cuidados da unidade de acolhimento. O endereço da unidade é Rua Joanna Imparato de Souza Ferreira, atrás do AME, no Bairro Mirim. O Telefone de contato é 3494-2694.

Praia Grande avança a segunda fase do Estadual de Futsal

Equipes da Cidade estão na disputa pelo título
28/9/2018
 

Os selecionados masculinos sub-12, sub-14, sub-16 e sub-18 de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Sucos Camp, Centro de Treinamento Falcão 12 e Liga Praia-grandense de Futsal – LPFS) qualificaram-se a segunda fase do Campeonato Estadual de Futsal, série A-1, evento regido pela Federação Paulista (FPFS). As disputas desta nova etapa ocorrem em 6 de outubro, no Ginásio Presidente Ciro, em São Paulo, na Capital.

Ao final da primeira fase, a FPFS formou uma classificação única (juntou os grupos A, B, C e D) com os 28 times participantes. A partir daí, os 16 primeiros colocados disputam uma segunda fase em dois jogos, na qual os vencedores avançam as quartas de final da chave ouro e os perdedores vão para a prata. Do 17º ao 28º colocado competem em partida única, na qual os vencedores e os dois melhores perdedores (ranking por índice técnico relativo a primeira fase) qualificam-se a chave bronze.

A única equipe de Praia Grande que joga pela chave ouro/prata é a sub-12 que encara a da Sociedade Esportiva Palmeiras. As demais disputam a oportunidade de jogar a chave bronze. Na sub-14, o grupo municipal encara o São Caetano Futsal. Na sub-16, enfrenta o Santos Futebol Clube. Na sub-18, o adversário de Praia Grande é o Clube Atlético Tabuca Juniors de Taboão da Serra.

Na classificação final, a turma sub-12 foi 16ª colocada (quarta da chave D) com duas vitórias, um empate, três derrotas, 22 gols feitos e 16 sofridos. A sub-14 ficou na 19ª posição (quinta na D) com duas vitórias, uma igualdade, três derrotas, 14 gols prós e 20 contras. A sub-16 terminou em 25º lugar (sétima na D) com uma vitória, cinco perdas, 10 gols feitos e 26 sofridos. A sub-18 fechou na 18ª posição (quinta na D), com dois ganhos, quatro perdas, 18 gols prós e 33 contras.

Retrospecto – No Campeonato Estadual de Futsal da série A-1 de 2017, a equipe masculina sub-14 de Praia Grande ficou com a inédita medalha de prata. Na final, perdeu por 2 a 1 para a turma da Elite Itaquerense. O grupo municipal sub-12 caiu na fase quartas de final da série prata ao perder para o Sport Club Corinthians Paulista por 3 a 1. Já as equipes sub-16 e sub-18 de Praia Grande despediram-se do Campeonato Estadual de Futsal ainda na primeira fase. 

Em 2016, competindo pela primeira vez na A-1, os times sub-10 e sub-16 da Cidade chegaram até a fase oitavas de final (16 melhores). Já as turmas sub-12, sub-14 e sub-17 foram desclassificadas na fase de grupos. Em 2015, na série A-2, os selecionados masculinos sub-10 e sub-16 de Praia Grande conquistaram, pela primeira vez, medalhas de ouro no Campeonato Estadual de Futsal. A turma local sub-14 ficou com a prata. A sub-12 parou nas quartas de final e a sub-17 nas oitavas de final.

Em 2014, na A-2, o time sub-10 de Praia Grande garantiu a prata. O time sub-14 da Cidade terminou em quarto lugar. Em 2013, as equipes sub-9 e sub-13 de Praia Grande chegaram as quartas de final. Em 2012, os times locais sub-9, sub-11, sub-13 e sub-17 ficaram entre as oito melhores. Em 2011, a sub-15 terminou em quarto lugar. Em 2010, a turma sub-17 conquistou o inédito título estadual. A equipe sub-15 ficou com o bronze. Em 2009, o sub-11 sagrou-se campeão do certame. Já a turma sub-15 acabou em quarto lugar.

Resultados – Confira as campanhas dos times de Praia Grande no Campeonato Estadual de Futsal, série A-1, 2018:

sub-12 – Jogam por Praia Grande Diogo Godke Gomes de Menezes, Guilherme Sousa Gomes, João Pedro Cartezani de Souza, Felipe Mendes Santos, Pedro Torres Cardoso, Luiz Henrique Reis Machado, Igor da Silva Cajé, Felipe Gabriel dos Santos Silva, Gustavo Assis, Gabriel Jerônimo Alves dos Santos, Marcos Vinicius Fortmuller, Pedro Henrique Ramiel, Luis Felipe Gomes Barbosa Nunes, Wallace Vicente Matias Rosa Izzo e Nicolas Gomes Pascoal. Técnico: Matheus Cassita Gonçalves. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves. 

1ª fase
11/8 – Wimpro Guarulhos 1 x 5 Praia Grande/Ocian Praia Clube
18/8 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 2 FAE Osasco Audax
25/8 – CA Juventus 3 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
2/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 9 x 3 AA Botucatuense
8/9 – Clube São João/N10 4 x 4 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 3 Instituto Cidadania Raízes Barueri

sub-14 – Atuam pela Cidade Marcos Vinicius Freitas de Souza, Gustavo Beserra Bueno, Kauê Bastos de Carvalho, Lincoln Antunes da Silva, Luiz Rafael Silva Gomes, Nycolas Souza da Silva, Jefferson Bispo Santos, Raul Vinicius Damacena, Mike Iverson Santos Barriento, Periques Junior Magalhães Lisboa, Gustavo Wendrel Quadros da Cruz, Kayke Antony Calixto, Riã Silva do Nascimento, Cleberson Lucas de Oliveira Neves e Kayque Bernardo Nascimento. Técnico: Caio Bruno Monzem. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves.

1ª fase
11/8 – Wimpro Guarulhos 3 x 4 Praia Grande/Ocian Praia Clube
18/8 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 2 FAE Osasco Audax
25/8 – CA Juventus 7 x 0 Praia Grande/Ocian Praia Clube
2/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 5 x 2 AA Botucatuense
8/9 – Clube São João/N10 3 x 3 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 3 Instituto Cidadania Raízes Barueri

sub-16 – Representam Praia Grande Jhonatan do Nascimento Domingos, Fabricio Prieto Cirilo Diniz da Silva, Yuri França da Silva, Nathan Takahashi de Souza Aguiar, Leonardo Amaral Aurichio, João Victor Soares da Silva, Lucas Lewis da Silva, Ryan Santos da Silva, Guilherme Batista Andrade da Silva, Rafael Bernardo de Souza Francisco, Alexandre Cauet da Silva, Giovanni Cauan Marques de Souza e Rafael Expedito Amaral de Sousa. Técnico: Matheus Cassita Gonçalves. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves.

1ª fase
11/8 – Wimpro Guarulhos 8 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
18/8 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 2 FAE Osasco Audax
25/8 – CA Juventus 1 x 3 Praia Grande/Ocian Praia Clube
2/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 4 AA Botucatuense
8/9 – Clube São João/N10 6 x 4 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 5 Instituto Cidadania Raízes Barueri

sub-18 – Competem pelo Município Gustavo Gomes Ferreira, Alysson Mariano de Oliveira, José Eduardo Trigueiro Pereira Silvestre, Luiz Gustavo da Silva Ferreira, Eduardo Costa Dalle Piaggi, Lucas Abreu Romão, José André Santana Santos, Eduardo Vaz Cabril Miyazi, Alef Serrat Pinheiro, Wendler Gabriel Gomes da Silva, Vitor Luis Acioli Garcia, Felype Fernandes Mouzinho, Fernando Ribeiro Marques Junior, Leonardo Pereira Trindade e João Pedro Pereira Campos. Técnico: Caio Bruno Monzem. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves.

1ª fase
11/8 – Wimpro Guarulhos 5 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
18/8 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 6 x 3 FAE Osasco Audax
25/8 – CA Juventus 6 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
2/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 5 x 3 AA Botucatuense
8/9 – Clube São João/N10 8 x 2 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/9 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 3 x 8 Instituto Cidadania Raízes Barueri.

Dia do idoso

%d blogueiros gostam disto: