• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Praia Grande

Comércio prevê aumento nas vendas para o Dia das Mães

Festa de Dia das Mães no Centro Sócio Terapêutico

Confira os vencedores da 1ª etapa do Circuito de Surf de PG

Evento movimentou a Praia do Bairro Boqueirão
10/5/2018

A primeira etapa do 4º Circuito de Surfe Amador de Praia Grande/Back Fish movimentou a praia do Bairro Boqueirão no último final de semana (5 e 6). no total, mais de 100 atletas disputaram os títulos das categorias open (idade aberta – a principal do torneio), júnior (17 e 18 anos), mirim (15 e 16), iniciante (13 e 14), estreante (11 e 12), petit (até 10 anos), máster (mais de 35 anos) e feminina (idade livre).

Na open, os quatro primeiros colocados foram Wanderson Silva (Guarujá – GJA), Alex Soares (GJA), Anderson Robert (Praia Grande – PG) e Matheus Dutra (Santos). Na júnior, receberam premiação Gustavo Matos (PG), Matheus Lima (Itanhaém – ITA), Gustavo Giovanardi (PG) e Diego Silva (ITA). Na mirim, subiram no pódio Renan Rodrigues (São Sebastião – SS), Matheus Lima (ITA), Gustavo Giovanardi (PG) e Chandler Ribeiro (São Paulo – SP). Na iniciante, destacaram-se Yuri Beltrão (GJA), Ryan Araújo (GJA), Lucca Cassemiro (SS) e Daniel Duarte (Bertioga – BTI).

Na estreante, brilharam Ryan Araújo (GJA), Daniel Duarte (BTI), Everton Freitas (GJA) e David Jihad (ITA). Na petit, venceram John Muller (GJA), Thiago Doncev (PG), Deryc Silva (PG) e Maria Beatriz (PG). Na máster, ganharam Anderson Robert (PG), Carlos Bonfin (PG), Beto do Casco (PG) e Luiz Fernando (SP). Na feminina, primeira colocação para Melissa Policarpo (GJA). Na sequência terminaram Bianca Maila (Ilha Comprida), Maria Beatriz (PG) e Luany Ribeirinho (Mongaguá).

Dados – O evento regido pela Associação Praia Grande de Surf (APGS) conta com apoio da Prefeitura de Praia Grande, apresentação de MGQ Construtora e Incorporadora de Imóveis e supervisão da Federação Paulista de Surf (FPSurf); patrocínio da Dafla Street Store e Point do Gordo, co-patrocínio da Faculdade de Praia Grande (FPG), Centro Educacional Vila Verde e Casa Prime Móveis Planejados; apoio de Riu Kiu, Renato Barqueta, Riptide Fabrica, Megatons Surf Boards, Wizard Praia Grande, Riptide Roupas e Acessórios de Surf e Skate, Banca do Extra, Restaurante Luar Panela de Barro, Cristal Litoral, Empório Sabor Natural, Cabanas Havaianas, My Cropped, Fu Wax, Surf Dicas e O Rei dos Estofados.

Vale ressaltar que as segunda e terceira etapas do 4º Circuito de Surfe Amador de Praia Grande/Back Fish ocorrem em 11 e 12 de agosto, na praia do Bairro Tupi; e em 13 e 14 de outubro, no Caiçara. Outras informações podem ser obtidas nos telefones (13) 98126-7901 e 3471-4333, na página de facebook da APGS https://www.facebook.com/associacaopgsurf e no site da Federação Paulista www.fpsurf.com.br. 

Retrospecto – Em 2017, na open, o campeão do circuito foi Matheus Dutra, seguido por Rodrigo Silva e Rafael Moisés. Na júnior, título para Alex Soares, seguido por Daniel Ferlin e Gabriel Nieba. Na mirim, Gustavo Mattos, Gustavo Giovanardi e Lucca Casemiro subiram no pódio. Na iniciante, troféus para Lucca Casemiro, Gustavo Giovanardi e Kaíque Carvalho. Na estreante, vitória de Daniel Duarte, seguido por Everton Freitas e Kauã Campos. Na petit, primeiro lugar para Daniel Duarte, seguido por Thiago Doncev e Jhon Muller. Na máster, medalharam Anderson Robert, Fábio Porto e João Carlos Chaves. Na longboard, André Martins, Eurimar Rocha e Beto Garcia foram premiados. Na feminina, deu Pamela Mell, seguida por Carol Bastides e Julia Santos.

Em 2016, ficaram nos primeiros lugares: na open, Luan Carvalho, Theo Fresia, Marcus Vinicius e Rafael Moisés. Na júnior: Vinicius Maia, Gabriel Nieba, Theo Fresia e Cláudio Stanisci. Na mirim: Gustavo Giovanardi, Bruno Senatori, Cláudio Stanisci e Gabriel Neiba. Na Iniciante: Gustavo Giovanardi, Kaíque Carvalho, Guilherme Nogueira e Renan Rodrigues. Na estreante: Renan Rodrigues, Kaíque Carvalho, Yuri Beltrão e Everton Freitas. Na feminina: Rúbia Gonçalves, Kátia Moura, Júlia Santos e Caroline Perez. Na máster: Anderson Robert, Sandro Martins, Fábio Porto e Willian Diegues. Na longboard: Alex Madruga, Beto Garcia, Eurimar Rocha e Marcos Silva. 

Em 2015, na classificação final (teve três etapas), na open, subiram no pódio Lucas Dantas, Gabriel Martins, Rodrigo Silva e Arthur Delgado. Na júnior, Marcos Vinicius, Vitor Magliani, Dilan Airton e Vinicius Maia. Na mirim, Gabriel Nieba, Vinicius Maia, Eduardo Albuquerque e Marcelo Kuhnen. Na iniciante, Matheus Lima, Gustavo Giovanardi, Kaíque Carvalho e Renan Rodrigues. Na estreante, Gustavo Giovanardi, Roberto Alves, Kaíque Carvalho e Yuri Beltrão. Na máster, Anderson Robert, Fabio Porto, Sandro Martins e Akio Saito. Na longboard, Beto Garcia, Matheus Mendonça, Eurimar Rocha e Marcos Silva. Na feminina, Julia Santos, Renata Monteiro, Luana Rosa e Mirela Beltrão.


PG joga no Estadual de Futsal Iniciação

Times sub-8, sub-9 e sub-10 representam a Cidade
10/5/2018

As equipes masculinas sub-8, sub-9 e sub-10 de Praia Grande (Secretaria de Esporte e Lazer – SEEL, Sucos Camp, Centro de Treinamento Falcão 12 e Liga Praia-grandense de Futsal – LPFS) jogam contra os times da Sociedade Esportiva Palmeiras, em partidas válidas pela sexta rodada da chave A da primeira fase do Campeonato Estadual de Futsal Iniciação, série A-1, evento regido pela Federação Paulista (FPFS). Os confrontos ocorrem no próximo dia 19, a partir das 10 horas, no Ginásio Arena Palestra Itália, em São Paulo, na Capital.

No último sábado (5), no Ginásio Rodrigão (Bairro Mirim), as equipes de Praia Grande enfrentaram as da Associação Desportiva Classista Inter Mogi, de Mogi das Cruzes, pela quinta rodada do Estadual. A equipe sub-10 da Cidade venceu por 3 a 2 (gols de Guilherme Santana – 2 e Kaíque Haikel). Já a turma local sub-8 perdeu por 4 a 1 (gol de Henrique Gomes) e a sub-9 por 7 a 4 (João Gomes – 2 e Bryan Pinto – 2).

Na classificação parcial da competição, a turma sub-8 de Praia Grande está em 11º lugar com um ponto, um empate, quatro derrotas, 5 gols prós e 31 gols contras. A sub-9 é nona posicionada com quatro pontos, um triunfo, um empate, três perdas, 9 gols feitos e 21 sofridos. A sub-10 ocupa a nona colocação com três pontos, uma vitória, quatro derrotas, 6 gols prós e 20 contras.

Dados – Segundo o regulamento, na etapa inicial as equipes foram divididas em três grupos (ABC), jogam em turno e returno dentro de cada chave. Após o encerramento da primeira fase, todos os times participantes qualificam-se para a segunda etapa. A partir daí, a FPFS estabelece um ranking de eficiência por meio de índice técnico (somatória da pontuação obtida nas três categorias, divididos pelos números de jogos realizados pelas equipes, multiplicados por 10). Aí, são criadas quatro divisões: ouro (reúne os times que ficaram entre os oito primeiros colocados no ranking), prata (9º ao 16º), bronze (17º ao 24º) e cobre (25º ao 30º).

Na fase inicial, os selecionados de Praia Grande disputam o grupo A, ao lado da Sociedade Esportiva Palmeiras, São Paulo Futebol Clube, ADC Inter-Mogi, Lausanne Paulista FC, AEC Incriveis, AD Santo André Futsal, Ribeirão Pires FC, Grêmio Recreativo Gremetal/Stismmmec e FAE/Osasco/Audax. No B, atuam as turmas do Sindicato dos Metalúrgicos de Jundiaí, CA Juventus, EC Hortolândia, CA Guarulhense, CTC Vila Ema, SAJEA/Omega, AA Portuários de Santos, SE Elite Itaquerense, Santos FC, ASF Magnus Sorocaba e Associação Portuguesa de Desportos. No C, competem os times da AD Mogi das Cruzes, São Caetano FC, Seleção Itapeviense, Suzano FC, São Caetano Futsal, Luso Brasileiro FC, Sport Club Corinthians Paulista, CA Tabuca Júniors, Associação União Mauá e ADC Mercedes Benz.

Retrospecto – No Estadual de Futsal Iniciação de 2017 (primeira vez que Praia Grande participou deste evento), a equipe masculina sub-9 de Praia Grande enfrentou o time do Clube Atlético Juventus, em duelo válido pela fase semifinal, série prata. O jogo terminou empatado em 3 a 3. Por ter realizado melhor campanha ao longo da competição, a turma do Juventus avançou a decisão. Na fase quartas de final, os outros dois times praia-grandenses acabaram sendo eliminados do torneio. Atuando na série bronze, o selecionado municipal sub-10 foi derrotado pela Associação Desportiva Classista Mercedes Benz, de Diadema, por 3 a 1. 

O grupo sub-8 de Praia Grande perdeu para a Academia de Esporte e Recreação Corpo e Cia, de Mogi das Cruzes, por 6 a 0. Na classificação final da primeira fase da competição, chave A, a turma sub-8 de Praia Grande terminou na sexta colocação com nove pontos, três vitórias, seis derrotas, 13 gols feitos e 36 sofridos. Na sub-9, o grupo local foi terceira posicionada, com 18 pontos, seis triunfos, três perdas, 41 gols prós e 35 contras. Na sub-10, o time da Cidade fechou em oitavo lugar, com sete pontos, duas vitórias, um empate, seis derrotas, 17 gols marcados e 41 levados. 

Jogos – Confira as escalações e todos os resultados das equipes de Praia Grande no Campeonato Estadual de Futsal Iniciação de 2018, série A-1:

sub-8 – Competem por Praia Grande Arthur Oliveira Rodrigues, Matheus Henrique Souza Oliveira, Kaynã da Silva Cruz, Yan Araújo Mendes, Matheus Morine Vallejo, Kauan Luiz Azevedo Sagaz, Gustavo Cameron, Henrique Luiz Gonçalves Gomes, Jorge Miguel Correnti Garcia Neto, Leonardo Augusto da Paixão, Zion Araújo Pedrozo Stella, Sérgio Henrique Cesar Nascimento Silva e Kaíque Yuichi Anastácio Tsumura. Técnico: Kleberton Nascimento. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves.

1ª fase
7/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 11 Associação Desportiva Indaiatuba
15/4 – Lausanne Paulista FC 11 x 0 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 1 Ribeirão Pires Futebol Clube
28/4 – Gremetal/Santos 4 x 3 Praia Grande/Ocian Praia Clube
5/5 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 1 x 4 ADC Inter Mogi das Cruzes

sub-9 – Atuam por Praia Grande Yan Felipe Carvalho de Souza, Leonardo Marinho dos Santos, Álvaro Mendonça Neme Damasceno, Pedro Henrique de Oliveira Vasconcelos Rodrigues, Mathias da Costa Welter, Natan Souza Tavares, João Pedro Gomes Pita, Bryan Lincoln Alves Pinto, Diogo Nascimento Napolitano Soares, Miguel Barbosa Araújo da Silva, João Pedro Ortega Taveira, Anthony Eduardo Leuzzi Guedes, Kauan Rodrigues Nunes Ferreira Santos, David Sousa Beserra, Cláudio Sini Neto e Breno Marques Rangel da Silva. Técnico: Matheus Cassita Gonçalves. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves. 

1ª fase
7/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 6 Associação Desportiva Indaiatuba
15/4 – Lausanne Paulista FC 5 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 1 Ribeirão Pires Futebol Clube
28/4 – Gremetal/Santos 2 x 2 Praia Grande/Ocian Praia Clube
5/5 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 4 x 7 ADC Inter Mogi das Cruzes

sub-10 – Jogam pela Cidade Gabriel Oliveira Maida, Kaique Pietro Bellini Haikel, Nikollas Dreger do Nascimento, Lucas Fernandes dos Santos, Francesco Pozzo, Guilherme Santana Alves, Lucas de França Silva, Renan Pereira Ribeiro, Richard Batista Cardoso dos Santos, Pedro Henrique Sanged Durante Moreira, David Munhoz Hiath, Luiz Henrique Souza dos Santos, Vinicius Nascimento Rodrigues e Davi Prates Tavares. Técnico: Kleberton Nascimento. Auxiliar: Igor de Oliveira Gonçalves. 

1ª fase
7/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 0 x 2 Associação Desportiva Indaiatuba
15/4 – Lausanne Paulista FC 8 x 1 Praia Grande/Ocian Praia Clube
22/4 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 2 x 3 Ribeirão Pires Futebol Clube
28/4 – Gremetal/Santos 5 x 0 Praia Grande/Ocian Praia Clube
5/5 – Praia Grande/Ocian Praia Clube 3 x 2 ADC Inter Mogi das Cruzes

Unidades sociais festejam Dia das Mães

Mães dos alunos foram principais homenageadas dos eventos
10/5/2018

Na semana do Dia das Mães, as unidades sociais de Praia Grande realizaram encontros e homenagens voltadas especialmente a elas. Festas, dinâmicas e outras atrações divertiram os convidados e enalteceram a data especial.

No Conviver São Jorge, a festa, realizada na quinta-feira (10), contou com gincana, troca de presentes e dinâmicas com atividades físicas onde as mães se divertiram. Mais de 60 pessoas participaram.

A quinta-feira (10) também foi o dia escolhido para festejar o Dia das Mães no Conviver do Bairro Samambaia. Por lá, as frequentadoras dançaram, fizeram atividades físicas e ainda ganharam lembrancinhas. Cerca de 70 pessoas participaram.

No Cafe Vila Sônia, a festa da quinta-feira juntou mães puderam dividir com as pequenas a experiência de se apresentarem. Mães e filhas ensaiaram uma coreografia e mostraram aos convidados que têm entrosamento. Cerca de 80 pessoas participaram.

Já o Conviver Guilhermina realizou a festa das mães na quarta-feira (9), com direito a apresentação cultural dos alunos da Escola Municipal Porto das Artes. Sapateado e música fizeram parte das atrações. As mães ainda participaram de dinâmicas e tiveram até direito a bolo. Cerca de 300 pessoas participaram.

As comemorações continuam na sexta-feira (11), com a homenagem às mães do Conviveres dos Bairros Boqueirão e Solemar. A turma do Conviveres dos Bairros Ocian, Sítio do Campo e Tupi farão uma atividade conjunta na área de lazer na Rua Gilberto Fouad Beck.

As unidades do PIC e Cafe também tem atrações para os alunos em homenagem às mães.
Serviços – Ao longo de todo o ano, as nove unidades do Programa Conviver oferecem atividades esportivas, culturais e de lazer aos maiores de 50 anos. Entre as atrações, aulas de diversos tipos de dança, ginástica, bordados, jogos de mesa, canto coral e muito mais. Homens e mulheres podem aproveitar. Tem Conviver nos Bairros Boqueirão, Guilhermina, Sítio do Campo, Antártica, Tupi, Ocian, Samambaia, Caiçara e Solemar. Para mais informações basta comparecer na unidade mais próxima ou ligar para 3496-5015.

Quando o assunto é a Melhor Idade, Praia Grande é uma das cidades referência no assunto. Desde 2009, entre todos os municípios do Estado de São Paulo com mais de 200 mil habitantes, Praia Grande está em primeiro lugar no Índice Futuridade, que mede a qualidade de vida e a atenção ao idoso nos municípios.

PIC/Cafe – As unidades do Programa de Integração e Cidadania (PIC) e Centro de Apoio à Família do Educando (Cafes) foram criados pela Secretaria de Assistência Social (Seas) em parceria com o Fundo Social de Solidariedade de Praia Grande (FSS) e têm como principal objetivo ser um espaço aberto à convivência, ao diálogo e entrosamento familiar. Centenas de pessoas já mudaram de vida com as aulas de geração de renda, atividades esportivas, culturais e de lazer gratuitas para todas as idades. Atualmente, são oito unidades instaladas no Município.

Siga a @euamopg no Instagram

Bar do Leonardo em Praia Grande

Leonardo esta voltando para Praia grande com o seu “Bar do Léo” , tu não vai perder um showzaço desse né?!

Dia 26/10 na Casa de Portugal – Praia Grande

Dois indivíduos são detidos após tentativa de furto a agência bancária em Praia Grande


Ontem (10), por volta das 05h10min, os policiais da 1ª Cia do 45º BPM/I, foram acionados pela central de vídeo monitoramento para averiguar indivíduos suspeitos no interior da agência do banco do Brasil na Avenida Costa e Silva, no bairro Boqueirão. Os indivíduos foram detidos na rua lateral a agência bancária, sendo que um deles portava uma mochila com uma marreta e uma talhadeira, que usaram no interior do banco, conforme visualizado pelo monitoramento, momentos antes, para arrombar três portas, sendo que uma das portas dá acesso ao cofre, porém não obtiveram êxito no furto. A ocorrência foi apresentada no 1º DP de Praia Grande, ficando os indivíduos a disposição da justiça.

#issoéPM
#45bpmipodeconfiarpmesp
#1ªcia45bpmipodeconfiarpmesp
COMUNICAÇÃO SOCIAL 45º BPM/I

Praia Grande ganhará um novo hospital

Praia Grande ganhará um novo hospital que resultará na criação de mais 4.500 empregos diretos e indiretos.

O desenvolvimento de Praia Grande ao longo dos últimos anos somado a excelente infraestrutura da Cidade e investimentos em mobilidade urbana vem atraindo cada vez mais empresas e investidores. Nesta quinta-feira, compartilho com todos uma grande notícia para o Município. A Cidade será sede do moderno Hospital IGESP, da Trasmontano, que contará com cerca de 220 leitos voltados a clínica médica, obstetrícia, UTI adulta, neo natal, entre outros serviços. O grandioso empreendimento, que terá até heliponto e será erguido no Bairro Aviação, na Rua Guadalajara com Honduras, resultará na geração de 1.500 empregos diretos e outros 3 mil indiretos. O início das obras deverá ser no segundo semestre. Um hospital desse porte não é erguido na Região faz, pelo menos, vinte anos. Isso é motivo de orgulho, assim como perceber que Praia Grande está vencendo a crise que o País enfrenta e gerando mais empregos. Reforço o compromisso em seguir trabalhando de forma intensa pelo crescimento dessa Cidade que amo.

Alberto Pereira Mourão

igesp

 

OPORTUNIDADE – A construção de um hospital particular com 220 leitos, em Praia Grande, pode gerar 1,5 mil empregos diretos e cerca de mais 3 mil indiretos.

O Hospital IGESP, do Grupo Transmantano, será erguido no Bairro Guilhermina, na Rua Guadalajara com a Rua Honduras.

Os detalhes do projeto e o cronograma com as etapas de implantação da unidade foram apresentados em reunião, no Paço Municipal. Participaram do encontro o prefeito de Praia Grande Alberto Mourtão, o CEO do Grupo Trasmontano, doutor Julio Cesar de Machado Lobato; o presidente, Fernando José Moredo; além do vice-presidente, doutor Alcides Felix Terrível.

“Praia Grande vem atraindo mais investidores e empresas por conta de sua infraestrutura e desenvolvimento. Isso só vem acontecendo graças a um crescimento de forma sustentável, com equilíbrio fiscal onde são realizadas revisões dos gastos públicos, gerenciamentodas despesas e busca por novas fontes de receitas”, analisou o prefeito de Praia Grande.

O Hospital IGESP terá 220 leitos. De acordo com o projeto, serão desenvolvidos atendimentos, entre outras especialidades, em clínica médica, obstetrícia, pediatria, maternidade, cirurgias, além até da alta complexidade com os serviços de UTI adulta e neo natal. Outro destaque fica por conta de um heliporto que terá no local.

O início da obra deverá ocorrer até o segundo semestre deste ano. A duração da construção do espaço está prevista entre 2 anos e meio a três anos. O atendimento ao público só será implantado após o encerramento de todas as etapas da obra.

Fonte: SantaPortal

MC Vigary – Loucura no FDS (KondZilla)

VTV da Gente recebe prefeito de Praia Grande, Alberto Mourão

Time sub-12 do Colégio Recanto é campeão da Copa Aberta de Futsal

Equipe local conquista título nos pênaltis
9/5/2018

A equipe masculina sub-12 do Colégio Recanto Educacional de Praia Grande (Bairro Boqueirão) conquistou a medalha de ouro na Copa Aberta de Futsal Masculino Cidade de Santos, evento regido pela Liga Regional de Futsal do Litoral Paulista (LRFSLP). Na última segunda-feira (7), no Ginásio do Clube de Regatas Tumiaru, em São Vicente, na decisão, os meninos da Cidade levantaram o troféu nos pênaltis.

No tempo regulamentar, a partida terminou empatada em 2 a 2 (gols de Luisinho e Pedro Henrique). Nas penalidades, a turma do Colégio Recanto levou a melhor e venceu por 3 a 2. 

Vale frisar que para chegar a decisão, o time praia-grandense superou na semifinal a equipe da Sociedade Esportiva Itapema, de Guarujá, por 4 a 1. Na primeira fase, o grupo municipal somou duas vitórias (6 a 1 sobre o I Nove Futebol Arte e 3 x 1 no Itapema) e uma derrota (2 a 1 para o Clube de Regatas Tumiaru). Vale frisar que a turma de Praia Grande é comandada pelo professor Conrado de Andrade e Silva Antunes.

Dados – Em 2017, os selecionados masculinos sub-12 e sub-14 do Colégio Recanto Educacional conquistaram os títulos da Copa Aberta de Futsal. Já o time sub-9 ficou com a medalha de prata. Na decisão da sub-14, a turma do Colégio Recanto goleou, por 4 a 0, o time do Guarucar/Mendes Car. Na sub-12, os meninos do Boqueirão ganharam, por 1 a 0, do Gremetal. Na sub-9, no tempo regulamentar, a equipe do Colégio Recanto empatou, em 1 a 1, com a da Unisal/Edu Martins. Nos pênaltis, o grupo do Unisal levou a melhor por 2 a 0.

Em 2016, a turma sub-11 do Ocian Praia Clube/Centro de Treinamento Falcão 12 sagrou-se campeã invicta ao derrotar, por 6 a 4, na final o time do Clube de Regatas Tumiaru, de São Vicente. A equipe da Cidade ainda conquistou o troféu de artilheiro, com Nycolas – seis gols, e o de defesa menos vazada com cinco gols sofridos. O grupo municipal sub-16 terminou com a medalha de bronze, ao perder, por 5 a 3, na semifinal para a do Santos Futebol Clube. Em 2015, as equipes masculinas sub-14 e sub-16 de Praia Grande sagraram-se campeãs. O selecionado masculino sub-10 e o feminino adulto de Praia Grande ficaram com os vice-campeonatos da Copa Aberta. O sub-12 masculino terminou em quarto lugar.

Time sub-12 do Colégio Recanto é campeão da Copa Aberta de Futsal

Equipe local conquista título nos pênaltis
9/5/2018

A equipe masculina sub-12 do Colégio Recanto Educacional de Praia Grande (Bairro Boqueirão) conquistou a medalha de ouro na Copa Aberta de Futsal Masculino Cidade de Santos, evento regido pela Liga Regional de Futsal do Litoral Paulista (LRFSLP). Na última segunda-feira (7), no Ginásio do Clube de Regatas Tumiaru, em São Vicente, na decisão, os meninos da Cidade levantaram o troféu nos pênaltis.

No tempo regulamentar, a partida terminou empatada em 2 a 2 (gols de Luisinho e Pedro Henrique). Nas penalidades, a turma do Colégio Recanto levou a melhor e venceu por 3 a 2. 

Vale frisar que para chegar a decisão, o time praia-grandense superou na semifinal a equipe da Sociedade Esportiva Itapema, de Guarujá, por 4 a 1. Na primeira fase, o grupo municipal somou duas vitórias (6 a 1 sobre o I Nove Futebol Arte e 3 x 1 no Itapema) e uma derrota (2 a 1 para o Clube de Regatas Tumiaru). Vale frisar que a turma de Praia Grande é comandada pelo professor Conrado de Andrade e Silva Antunes.

Dados – Em 2017, os selecionados masculinos sub-12 e sub-14 do Colégio Recanto Educacional conquistaram os títulos da Copa Aberta de Futsal. Já o time sub-9 ficou com a medalha de prata. Na decisão da sub-14, a turma do Colégio Recanto goleou, por 4 a 0, o time do Guarucar/Mendes Car. Na sub-12, os meninos do Boqueirão ganharam, por 1 a 0, do Gremetal. Na sub-9, no tempo regulamentar, a equipe do Colégio Recanto empatou, em 1 a 1, com a da Unisal/Edu Martins. Nos pênaltis, o grupo do Unisal levou a melhor por 2 a 0.

Em 2016, a turma sub-11 do Ocian Praia Clube/Centro de Treinamento Falcão 12 sagrou-se campeã invicta ao derrotar, por 6 a 4, na final o time do Clube de Regatas Tumiaru, de São Vicente. A equipe da Cidade ainda conquistou o troféu de artilheiro, com Nycolas – seis gols, e o de defesa menos vazada com cinco gols sofridos. O grupo municipal sub-16 terminou com a medalha de bronze, ao perder, por 5 a 3, na semifinal para a do Santos Futebol Clube. Em 2015, as equipes masculinas sub-14 e sub-16 de Praia Grande sagraram-se campeãs. O selecionado masculino sub-10 e o feminino adulto de Praia Grande ficaram com os vice-campeonatos da Copa Aberta. O sub-12 masculino terminou em quarto lugar.

Caratecas ganham 35 medalhas nas finais do Campeonato Paulista

Atletas da Cidade faturam 15 ouros, 11 pratas e 9 bronzes
9/5/2018

Caratecas de Praia Grande (Secretaria de Esportes e Lazer – SEEL) conquistaram 35 medalhas (15 ouros, 11 pratas e 9 bronzes) na fase final do Campeonato Paulista de Caratê, categorias mirim (até 5 anos), sub-8, sub-10, sub-12 e sub-14; cadete (15 e 16 anos), júnior (16 e 17 anos), sub-21 (18 a 20) , sênior (mais de 16), máster A (36 a 39), B (40 a 43), C (44 a 46), D (47 a 49), E (50 a 55) e F (mais de 56), feminina e masculina. A disputa encerrada no último domingo (6), ocorreu no Ginásio Poliesportivo Adib Moyses Dib, em São Bernardo do Campo.

Destaque para a equipe praia-grandense da Academia Gladiators que entre 193 participantes foi a primeira colocada com 19 subidas no pódio (9 ouros, 5 pratas e 5 bronzes). Um feito inédito para o esporte municipal. Já o grupo da Academia Yamato Dojo faturou sete medalhas (4 ouros, 1 prata e 2 bronzes). A turma da Academia Seikan obteve quatro premiações (2 ouros, 1 prata e 1 bronze). O grupo da Academia Kami Dojo trouxe quatro pratas e um bronze. O time Yoshimura Kyokai participou, mas não subiu no pódio. 

Dados – No total, mais de 900 atletas participaram do evento regido pela Federação Estadual (FPK) com chancela da Confederação Brasileira (CBK). Aconteceram torneios de katá (exibição de movimentos) e kumitê (luta). Existiu também divisão por peso e graduação (kyu). Quanto menor o kyu (faixa), mais evoluído é o atleta: branca (6º kyu), amarela (5º), laranja (4º), verde (3º), azul ou roxo (2º), castanho ou marrom (1º).

Para chegar à final estadual os caratecas praia-grandenses tiveram que ficar entre os quatro primeiros colocados em pelo menos uma das cinco etapas classificatórias realizadas em março e abril, nas cidades de Santos, Caçapava, Lençóis Paulista, Presidente Prudente e São Paulo, Capital. Os campeões paulistas integrarão a seleção do Estado na disputa do Campeonato Brasileiro Zonal, que ocorre de 20 a 24 junho, em Joinville, em Santa Catarina.

Vale frisar que em 2017, nas finais do Campeonato Paulista, os caratecas da Cidade obtiveram 35 medalhas (18 ouros, 7 pratas e 10 bronzes). Em 2016, conquistaram 49 medalhas (17 ouros, 7 pratas e 25 bronzes). Em 2015, faturaram 37 medalhas (15 ouros, 9 pratas e 13 bronzes). Em 2014, trouxeram 42 medalhas (9 ouros, 15 pratas e 18 bronzes).

Em 2013, vieram 58 medalhas (15 ouros, 19 pratas e 24 bronzes). Em 2012, foram 44 medalhas (15 ouros, 8 pratas e 20 bronzes). Em 2011, mais 26 medalhas (8 ouros, 5 pratas e 13 bronzes). Em 2010, conquistaram 12 medalhas (dois ouros, cinco pratas e cinco bronzes). Em 2009, obtiveram outras 16 subidas ao pódio (2 ouros, 5 pratas e 9 bronzes).

Treinos – Os caratecas de Praia Grande treinam em cinco academias da Cidade. No Bairro Tupi, a equipe da Academia Gladiators tem comando do sensei Rodrigo Inácio. No Ocian, o grupo da Yamato Dojo é conduzido por Carolina Ramalho. No Samambaia, o time da Kami Dojo possui Ronaldo Rodrigues como mestre. No Boqueirão, o selecionado da Yoshimura Kyokai recebe orientação técnica do mestre Jorge Yoshimura. No Tupi, a turma da Seikan pertence ao técnico Márcio Papi. 

Há ainda, treinamentos públicos (gratuitos) disponibilizados pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL) de Praia Grande. sob comando do professor Luiz Fernando de Almeida Antunes, faixa preta 3º Dan, as aulas acontecem no Ginásio da SEEL (Avenida Minsitro Marcos Freire, 33579, Bairro Tupiry), as terças e quintas-feiras, das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas; no Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180), as segundas, quartas e sextas-feiras, das 9 às 12 horas; e na Pista municipal de Atletismo (Rua José Bonifácio, 400, Bairro Sítio do Campo), as segundas, quartas e sextas-feiras, das 14 às 17 horas.

Sob orientação do professor Jorge Yoshimura, faixa preta 8º Dan, os ensinamentos são realizados de segundas as sextas-feiras, após às 18 horas, os treinos ocorrem no Ginásio Rodrigão (Av. Pres. Kennedy, 8169 – Mirim). As segundas, quartas e sextas-feiras, das 13 às 17 horas, as atividades acontecem no Ginásio do Bairro Sítio do Campo (Rua Maria Luiza Lavalle, 180). As terças e quintas-feiras, das 13 às 17 horas, as aulas desenvolvem-se no Centro de Apoio à Família do Educando (CAFE) do Bairro Vila Sônia (Rua João Andrade de Jesus, s/nº).

Guilhermina assume a liderança do Metropolitano de Bocha

Competição é organizada pela Liga Municipal
9/5/2018

A equipe do Clube de Bocha Guilhermina de Praia Grande assumiu a liderança o Campeonato Metropolitano de Bocha-rafa Masculina, evento que reúne oito agremiações é organizado pela Liga de Bocha e Malha de Praia Grande com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL). No último domingo (6), em casa, pela sétima rodada da competição, o time da Cidade venceu o Santa Cecília de Santos por 8 a 1.

Assim, na classificação parcial, o time de Praia Grande chegou aos 38 pontos, superando a turma do Mongamar, de Mongaguá, que soma 37. Na sequência da classificação estão Botafogo/Santos com 36, Recreativa/Peruíbe com 29, Sambamar/PG com 28, Ocian Praia Clube/PG, Clube Atlético Santa Cecília/Santos e São Vicente com 22. 

Nos demais jogos da última rodada, além da vitória do Guilhermina, o time do Sambamar/PG perdeu para a Recreativa por 8 a 2, o Ocian/PG foi derrotado pelo de São Vicente por 7 a 1 e a turma do Mongamar ganhou do Botafogo por 6 a 3. Vale frisar que na primeira fase da competição, as equipes jogam todas contra todas, em turno e returno, qualificando-se as quatro primeiras para as disputas semifinais.

Feminino – Na disputa do Metropolitano Feminino, a liderança está com o Santa Cecília com 19 pontos. Depois aparecem Mongamar com 13, Guilhermina com 12 e Sambamar com 11. Na última rodada, a turma do Santa Cecília venceu a do Guilhermina por 4 a 2 e a do Sambamar ganhou do Mongamar por 7 a 0. Vale frisar que a LBMPG não divulgou a data e os jogos da próxima rodada da competição. Outras informações podem ser obtidas no link https://www.facebook.com/bochadabaixadasantista.

Retrospecto – Em 2017, na série ouro, título para a turma do Sambamar, segundo lugar para o Santa Cecília ficou com o vice-campeonato e terceiro para o Mongamar. Na série prata, primeira, segunda e terceira posições para as equipes do Guilhermina, Clube de Praia São Paulo/PG e Guarujá. No Campeonato de Duplas Masculinas Nova Bocha Litoral 2017, medalha de ouro para a turma do Guilhermina. Vice-campeonato para o Sambamar. Na terceira colocação, ficou a turma do Santa Cecília.

Em 2016, a turma masculina do Guilhermina sagrou-se campeã do torneio de quartetos. Prata e bronze para o Santa Cecília e Ocian Praia Clube. Na competição feminina de quartetos, a taça de campeão ficou com o Sambamar, a de vice-campeão com o Botafogo e a de terceiro lugar do Santa Cecília. Em 2015, deu Mongamar seguido por Botafogo e Ocian Praia Clube. Na femininas, vitória do Sambamar. Vice-campeonato para o Santa Cecília e terceiro lugar para o Guilhermina.

Em 2014, na masculina, o Mongamar sagrou-se campeão, o do Jardim Guilhermina vice-campeão e o do Sambamar terceiro colocado. Em 2013, a equipe do Guilhermina sagrou-se campeã. Na sequência encerraram os selecionados do Sambamar e Ocian Praia Clube. Em 2012, ouro para o Guilhermina, prata para o Sambamar e bronze para o Mongamar. Em 2011, primeiro, segundos e terceiros lugares para Guilhermina, Mongamar e Sambamar. Em 2010, Guilhermina, Ocian PC e Assunção completaram pódio. Em 2009, Guilhermina, Sambamar e Mongamar foram ouro, prata e bronze. Em 2008, Assunção, Mongamar e Ocian Praia Clube ganharam medalhas.

%d blogueiros gostam disto: