Baixada Santista e os polos de desenvolvimento

“Uma visão clara e objetiva do Governo de São Paulo, desestatizante. Nós já anunciamos isso, programa que vai atingir rodovias, ferrovias, a hidrovia Tietê-Paraná, o Porto de São Sebastião. Vai envolver também todos os serviços de balsas e interconexão fluvial e marítima em todo o Litoral de São Paulo: Litoral Norte, Baixada Santista e Litoral Sul e também a implantação, na área ferroviária, do ferroanel e das duas linhas já autorizadas pelo Governo Federal, que serão implementadas neste segundo semestre, ligando Santos-São Paulo-Vale do Paraíba, Santos-São Paulo-Região Metropolitana de Campinas até Americana.”