fbpx
  • +55 13 99615 8477
  • vendas@euamopg.com

Setembro Amarelo: palestra debate sobre suicídio com alunos em Praia Grande

Setembro Amarelo: palestra debate sobre suicídio com alunos em Praia Grande

Atividade ocorreu na sexta-feira (28), na EM Governador Orestes Quércia
1/10/2018
 

Para encerrar as atividades alusivas ao Setembro Amarelo, a Escola Municipal Governador Orestes Quércia (Bairro Mirim) debateu o tema suicídio durante palestra. A atividade, realizada na última sexta-feira (28), contou com a participação de mais de 200 estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. O locutor da Rádio Cultura FM, Benny Coquito, ficou responsável em ministrar o bate-papo com os estudantes, em parceria com o Centro de Valorização da Vida (CVV).

A atividade ocorreu em dois momentos, nos períodos da manhã e da tarde. Em cada encontro, o palestrante apresentou dados preocupantes no que diz respeito ao índice de suicídio no Brasil. De acordo com Coquito, o País ocupa a oitava posição no ranking com 11.821 casos durante o ano. Nações como Índia, China e EUA lideram as estatísticas, respectivamente, na sequência: primeiro (258.075 casos), segundo (120.730) e terceiro (43.361) lugares.

Outros dados apontados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) chamam ainda mais a atenção. O suicídio está entre as principais causas de morte entre pessoas de 15 a 29 anos, sendo que, no grupo feminino de 15 a 19 anos, ocupa status de ser o motivo que mais leva a óbito. Entre crianças e jovens na faixa etária de 10 a 14 anos, o índice de homicídios aumentou em 40% nos últimos 15 anos. 

O palestrante aponta o distanciamento entre os integrantes das famílias como um dos fatores que podem desencadear o suicídio. “Trata-se do que chamo de ‘A Presença da Ausência’ até por conta da tecnologia, as crianças vivem cada vez mais para um mundo à parte. E essa realidade encontrada virtualmente em algumas situações leva o jovem à solidão e, consequentemente, à depressão”. 

Coquito destacou ainda a importância de a EM Governador Orestes Quércia se preocupar e debater o tema com os alunos. “Quando a pessoa pensa em se suicidar ela não quer tirar a própria vida, e sim fugir de determinado problema. Então eu tento passar para os alunos que o fato de ter problemas é natural do ser humano e que precisamos encarar de forma simples”, argumentou. 

Quando começou – A comemoração do Dia Internacional de Prevenção do Suicídio ocorre todo dia 10 de setembro, por isso, o mês foi escolhido para o desenvolvimento de diversas ações específicas ao tema. No Brasil, o Setembro Amarelo teve início no ano de 2015, em Brasília. Desde então, profissionais da área médica explicam que uma das formas mais eficazes para se evitar o suicídio é através de diálogos e discussões sobre o tema. 

ADM5

Seu comentário é importante!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: