fbpx
  • +55 13 99615 8477
  • vendas@euamopg.com

Programa De Olho No Futuro atende 350 crianças no Bairro Melvi em Praia Grande 

Programa De Olho No Futuro atende 350 crianças no Bairro Melvi em Praia Grande 

Ação foi realizada na E.M Maria dos Remédios Carmona Milan
14/9/2018
 

A Secretaria de Saúde (Sesap) levou, nessa quinta (13), o Programa De Olho No Futuro a, aproximadamente, 350 crianças da E.M Maria dos Remédios Carmona Milan, no Bairro Melvi. A ação consiste em realizar exame de acuidade visual nos alunos da Rede Municipal de Ensino e colabora essencialmente para o aprendizado básico desses jovens em idade escolar. Foram encaminhadas para uma consulta oftalmológica 38 crianças.

A responsável pela Divisão de Enfermagem da Sesap, Elisabete Domingues, explica a dinâmica de como ocorrem os exames. “Estamos em 10 enfermeiros realizando os testes e uma médica da família que já faz o encaminhamento para o especialista, caso necessário”.

A iniciativa é uma parceria das secretarias de Saúde Pública (Sesap) e Educação (Seduc) da Cidade. A Sesap é responsável pelos testes de Acuidade Visual através das Equipes Multiprofissionais das Usafas (Unidades de Saúde da Família) mais próximas das escolas. Neste caso, a unidade responsável foi a Usafa Melvi.

PREVENÇÃO – De acordo com a Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediatra, o primeiro exame oftalmológico deve ser realizado ainda no berçário, pelo pediatra (teste do olhinho). Depois disso, é indicado um exame a cada 6 meses nos dois primeiros anos de vida, e após, se tudo normal, um exame anual até os 8 ou 9 anos, época em que termina o desenvolvimento da visão. 

Dados – A visão se desenvolve 90% durante os dois primeiros anos de vida. Portanto, é durante esta fase que a criança aprende a fixar, a movimentar os olhos de maneira conjunta e a perceber profundidade. Toda e qualquer alteração durante esta fase que não tenha sido corrigida pode acarretar prejuízos na visão para o resto da vida. Além disso, o desenvolvimento motor da criança durante o primeiro ano de vida é diretamente relacionado a sua capacidade visual. O que muitas vezes parece ser um atraso de desenvolvimento pode, na verdade, ser deficiência visual, facilmente diagnosticada e, na maioria das vezes, tratada. Os outros 10% do desenvolvimento visual ocorrem até 7 e 9 anos de idade.

No Brasil, estima-se que existam entre 25.000 a 30.000 crianças cegas, média de, aproximadamente, 150 a 180 crianças cegas para cada milhão de habitantes, e 600 a 720 crianças com visão subnormal para cada milhão de habitantes

ADM5

Seu comentário é importante!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: