fbpx
  • +55 13 99615 8477
  • vendas@euamopg.com

Casal volta a ocupar área que foi alvo de ação da GCM

Casal volta a ocupar área que foi alvo de ação da GCM

Flagrante ocorreu três dias após localização de moradias irregulares
28/8/2018
 

Apenas três dias após a localização e destruição de construções irregulares em uma área do Bairro Ribeirópolis, a Guarda Ambiental de Praia Grande encontrou nesta segunda-feira (28) duas novas moradias do mesmo tipo começando a ser construídas exatamente no mesmo local. Um casal foi flagrado ocupando as construções.

A área fica no final da Avenida Flávio Monteiro de Castro, no Ribeirópolis, e no final da tarde de segunda-feira a equipe do grupamento ambiental, que integra a Guarda Civil Municipal, fez uma vistoria no local, uma vez que na tarde de sexta-feira quatro barracos haviam sido encontrados ali. Na ocasião, ferramentas também foram apreendidas, entretanto não havia ninguém no local.

De acordo com o inspetor do Grupamento Ambiental, Fábio Marques, desta vez, um casal estava nas moradias e com o homem foi encontrado, inclusive, um pássaro silvestre (coleirinho) com sinais de maus tratos. 

O casal foi encaminhado ao 2º DP da Cidade onde foram autuados por impedir a regeneração natural da vegetação nativa, infração cuja Lei de Crimes Ambientais prevê pena de multa e detenção de seis meses a um ano.

O pássaro foi encaminhado ao CEPTAS, em Cubatão, para reabilitação.
Assim como na semana passada, as Secretarias de Urbanismo (Seurb) e de Serviços Urbanos (Sesurb) foram acionadas e providenciariam a imediata remoção dos barracos, que já estavam em fase de acabamento. 

Marques observou que o monitoramento em locais deste tipo está sendo intensificado no sentido de coibir tal prática. “Para isso, nossas equipes trabalham diuturnamente e contamos com o envolvimento dos setores da Prefeitura, no caso Seurb e Sesurb, para darmos uma melhor resposta, colaborando para a manutenção do ecossistema”. Denúncias podem ser feitas pelos telefones 153 e 199. 

ADM5

Seu comentário é importante!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: