fbpx
  • +55 13 99615 8477
  • vendas@euamopg.com

Área da Saúde em Praia Grande ganha conceito ‘A’ do Tribunal de Contas do Estado

Área da Saúde em Praia Grande ganha conceito ‘A’ do Tribunal de Contas do Estado

Estudo realizado pelo órgão detalha serviços destinados aos munícipes
4/7/2018

Pelo quarto ano consecutivo, Praia Grande recebeu a nota máxima nas ações desenvolvidas na área da Saúde no Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM), realizado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP). A Cidade é a única da Região Metropolitana da Baixada Santista a ter o conceito ‘A’ do órgão em todas as edições do estudo. 

Praia Grande vem se destacando ao longo dos últimos anos devido ao investimento maciçamente na área da Saúde. O objetivo desta atuação é oferecer serviços com cada vez mais qualidade para os munícipes e turistas e uma melhor estrutura para a atuação dos profissionais. Construção de novas unidades, ampliação e revitalização das já existentes, aquisição de novos e modernos equipamentos, além da contratação de mais médicos estão entre as ações adotadas.

O titular da Secretaria de Saúde Pública de Praia Grande, Cleber Suckuow Nogueira, realizou reunião, na terça-feira (3), na sede da pasta, com parte da equipe para analisar o resultado do IEGM. O dirigente ressaltou a nota alcançada e reforçou o empenho em seguir com a evolução do setor.

“A nota reflete que o Município está cumprindo com suas ações. A Cidade aumentou a acessibilidade da população aos serviços. Temos dificuldades e estamos buscando alternativas para superar. Com recursos próprios o Município tem solucionado algumas carências por conta do subfinanciamento do Sistema Único de Saúde (SUS)”.

O conceito ‘A’ representa na pesquisa a faixa ‘altamente efetivo’. O IEGM avalia o sucesso das políticas e atividades públicas dos gestores das prefeituras paulistas. Apesar de ser divulgado neste ano, o TCE analisou as ações desenvolvidas ao longo de todo ano de 2017.

Na área da Saúde, o IEGM verificou as medidas adotadas pelos municípios na Atenção Básica, equipes do Programa Saúde da Família (PSF), Conselho Municipal de Saúde e atendimento aos munícipes para tratamento de tuberculose, hanseníase, além da cobertura de campanhas de vacinação. Orientações sobre outros serviços do setor também fizeram parte da pesquisa. A aplicação pela Prefeitura de Praia Grande superior a média mínima de investimentos para o setor de 15% do orçamento local estipulada pela emenda constitucional nº 29/2000 também mereceu referência especial no levantamento.

“Quero aproveitar para cumprimentar e agradecer toda a equipe da Sesap, médicos, enfermeiros, recepcionistas, diretores das unidades, corpo administrativo e demais profissionais pelo comprometimento com a área da Saúde em Praia Grande. Seguiremos trabalhando duro para melhorar cada vez mais”, afirmou o secretário.

Administração ∴

%d blogueiros gostam disto: