• +55 13 99615 8477
  • osvaldo.costa@euamopg.com

Polícia se divide entre aborto e homicídio sobre bebê achado em caminhão de lixo

Polícia se divide entre aborto e homicídio sobre bebê achado em caminhão de lixo

Foto: Itaicy Julio

Corpo de menina recém-nascida foi achado em caminhão de lixo na noite de domingo (1º), em Praia Grande, no litoral paulista.

A Polícia Civil ainda não sabe determinar se caso do bebê encontrado morto dentro de um caminhão de lixo em Praia Grande, no litoral paulista, será investigado como sendo aborto ou homicídio. Até a manhã desta terça-feira (3), ninguém havia sido responsabilizado pela situação, descoberta na noite de domingo (1º).O corpo da criança, uma menina, foi encontrado por volta das 20h, no cruzamento da Rua Atibaia com a Rua Caxambú, no bairro Imperador. Coletores de lixo que estavam trabalhando no caminhão viram o corpo do recém-nascido ao acionarem a prensa do caminhão.Assim que o notaram, interromperam o procedimento e acionaram equipes da Polícia Militar, que constataram que o corpo ainda estava com o cordão umbilical e sangue, dentro de um saco, na caçamba do caminhão. Ao redor, ainda havia vestígios da placenta.Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, acionada, a perícia esteve no local. Uma avaliação preliminar de uma enfermeira constatou que a criança, pelo tamanho, aparentava ter, pelo menos, 3 kg.Segundo alguns moradores do bairro, ninguém sabia da existência de vizinhas gestantes. A polícia também investiga se a criança pode ser de alguma das usuárias de drogas que frequentemente circulam pelas redondezas.Por enquanto, as investigações dependem do laudo conclusivo que será emitido pelo Instituto Médico Legal (IML) da cidade nos próximos dias. Isso vai determinar se o caso seguirá sob a responsabilidade do Setor de Homicídios da Delegacia Especializada Antissequestro (Deas) ou do 2º Distrito Policial de Praia Grande, responsável pela área onde o corpo foi achado.

Fonte: G1

Administração ∴

%d blogueiros gostam disto: