fbpx
  • +55 13 99615 8477
  • vendas@euamopg.com

Praia Grande ganha Associação de Catadores de Materiais Recicláveis

Praia Grande ganha Associação de Catadores de Materiais Recicláveis

Entidade, formada por 57 ex-coletores irregulares, será inaugurada dia 22
18/5/2018

Praia Grande contará com um importante reforço no trabalho de coleta seletiva e reciclagem de materiais. Na próxima terça-feira (22), será inaugurada oficialmente a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis (Acamar), formada por antigos catadores irregulares de lixo na Cidade. Os trabalhadores receberão os materiais diretamente dos caminhões que realizam a recolha do lixo reciclável, realizada de segunda a sexta-feira por todos os bairros, e das 12 unidades Ecopontos do Município. A Acamar realizará a separação adequada e a posterior venda destes itens.O trabalho acontecerá paralelamente ao da Cooperativa de Coletores e Recicladores de Materiais Inorgânicos Nova Vida (Coopervida), que atua em Praia Grande desde 2004.

Integram a Acamar 57 ex-catadores, que estão recebendo uma nova sede, no Bairro Antártica, com 774 m² de área coberta e um trecho anexo, descoberto, de 56m². O espaço conta com banheiros, vestiários, refeitório e cozinha. O local contará também com sistema de cisternas para a captação da água de chuva com capacidade de 20 mil litros de água. Além do espaço físico, a Acamar está recebendo também todos os maquinários necessários para a separação, embalagem e armazenamento, além dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) obrigatórios. A ação está sendo realizada pelas Secretarias Municipais de Assuntos Institucionais (Seai) e de Serviços Urbanos (Sesurb).

A Acamar, assim como a Coopervida, vão receber os itens da coleta seletiva, que é realizada em toda Cidade com a ajuda de 6 caminhões destinados especificamente para o trabalho. De janeiro a dezembro de 2017 foram recolhidos 1.230.400 kg de itens recicláveis em Praia Grande. Com a nova associação, a previsão da Prefeitura é que a quantidade seja ainda maior em 2018.

Praia Grande conta com dois tipos de serviço de coleta seletiva: coleta solidária e coleta domiciliar. No trabalho de coleta solidária, a ação é feita em repartições públicas de Praia Grande, de segunda a quarta-feira. Já o serviço domiciliar acontece em todos os bairros, de segunda a sexta-feira, sempre a partir de dois horários: as 8 e a partir das 14 horas. Neste caso, os caminhões contam com caixas de som, que avisam aos moradores da presença dos veículos.

O serviço tem o seguinte cronograma: Segunda-feira, de manhã, Militar, Canto do Forte e Boqueirão; e de tarde, Guilhermina e Aviação. Terça-feira, de manhã, Tupi, Ocian, Imperador, Princesa e Cidade da Criança; de tarde, Caiçara e Solemar. Na quarta, de manhã, Mirim e Maracanã; de tarde, Real, Flórida e Glória. Quinta-feira, de manhã, Anhanguera, Nova Mirim e Santa Marina; de tarde, Ribeirópolis, Esmeralda, Samambaia e Melvi. E na sexta-feira, de manhã, é a vez dos Bairros Sítio do Campo, Antártica e Quietude; já de tarde, a coleta acontece na Vila Sônia e Tupiri.

Além disso, a Acamar receberá itens recolhidos nos Ecopontos (localizados nos Bairros Sítio do Campo, Aviação, Mirim, Nova Mirim, Real, Maracanã, Caiçara, Boqueirão, Solemar, Ribeirópolis, Ocian e Canto do Forte). Estes locais possuem caçambas para o depósito de materiais como plástico, vidro, madeira, podas de árvores e pequenas quantidades de entulho (até 2 m³ por descarte).

De acordo com o secretário de Serviços Urbanos, KatsuYonamine, a ação tem benefícios para toda a comunidade, além de trazer diversos avanços nos trabalhos já realizados pela Administração Municipal em prol da sustentabilidade. “É dar condições dignas de trabalho a estas pessoas, retirando-as de situações precárias, insalubres e irregulares de trabalho. Além disso, quem ganha também é o Município, que vai conseguir ter uma quantidade maior de lixo reaproveitado”.

E aretirada dos catadores irregulares e a criação da nova associação vêm ao encontro das ações de melhorias iniciadas em 2017 na área de Transbordo Municipal, com a construção de uma nova balança (totalizando duas), melhoria no sistema de drenagem de todo o espaço, a construção de uma nova guarita e muros laterais e instalação de novos portões.

Além disso, o talude do local recebeu o plantio de grama e todo o entorno está recebendo um paisagismo especial, melhorando o aspecto urbano do Transbordo. Uma nova rampa também foi instalada no local, agilizando o serviço de carga e descarga dos caminhões.

O antigo aterro sanitário de Praia Grande foi desativado em 22 de janeiro de 2004, quando houve um termo de ajustamento de conduta entre a Prefeitura e a Cetesb. O documento previu o fechamento da área e início do funcionamento do Transbordo Municipal, em funcionamento desde então na Avenida do Trabalhador, 2342, Bairro Vila Sônia, na divisa com o Bairro Sítio do Campo.

Administração

Na nossa praia você é o DESTAQUE!

Seu comentário é importante!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: