Alberto Mourão desiste de candidatura ao Governo de São Paulo pelo PSDB

Alberto Mourão  – comunicado encaminhado ao partido

“Estamos em um momento histórico, não só para o Estado como para o País.

Chegou a hora em que a classe política, de certa forma desacreditada pela sociedade, precisa mostrar mais do que suas propostas, precisa resgatar sua credibilidade, a confiança de que existem projetos factíveis e pessoas que irão perseverar para torná-los realidade visando o bem comum.

A sinergia entre uma sociedade pulsante e políticos comprometidos sempre foi o ideal que busquei durante minha trajetória política exitosa graças a este pensamento e gestão dinâmica e inovadora.

Minha intenção desde que me coloquei à disposição para as prévias do partido, sempre foi de promover o debate apurado em questões que afligem a sociedade, mas ao longo destes dias percebi que se encontram em maior vantagem de disputa os que iniciaram uma campanha há mais tempo, angariando um maior consentimento dos convencionais.

A sociedade almeja soluções e não disputas internas que travam um processo que deveria ser de total transparência e unidade de pensamento com o único intuito do desenvolvimento em prol da sociedade, em áreas de suma importância como segurança, educação, saúde e emprego.

A Região Metropolitana da Baixada Santista é fundamental para o desenvolvimento do Estado, assim como o interior.

É preciso compreender que não existem regiões mais ou menos importantes, mas sim que elas se complementam.

Baixada Santista

A Baixada Santista é a porta de entrada e saída das matérias primas, dos setores primários e secundários, e do escoamento da produção vital para o crescimento da economia do País e do Estado de São Paulo.

Conheço muito dos problemas da Baixada Santista e das demais regiões do Estado, pois como deputado federal estive em todas elas para discutir políticas públicas e a reforma tributária.

Tenho consciência que São Paulo não deve só cuidar do seu desenvolvimento e infraestrutura, mas sim pautar o debate nacional sobre temas importantes afetos às políticas públicas nacionais.

Não há como se discutir, por exemplo, segurança sem se aprofundar nas causas que nos levaram a atual situação de crimes como o roubo de cargas, tráfico de entorpecentes e contrabando de armas.

É preciso discutir a estrutura policial e judicial de forma sistêmica desde o início do processo, vendo a educação como instrumento social de prevenção à criminalidade.

Quando falo em unidade de pensamento, falo de algo que prezei durante toda minha trajetória de homem público.

Mais recentemente um exemplo pode ser visto através da minha dedicação para que isso ocorresse na Região Metropolitana na Baixada Santista.

Há de se ter a consciência coletiva de que muitas vezes o problema enfrentado em uma localidade tem origem e solução em outro município ou região, o que confirma a necessidade de se criar um ambiente adequado para o desenvolvimento integrado de nosso Estado e avanços nas políticas públicas.

A opção que faço não considera somente o mérito da discussão de taxas, votantes aptos e da resolução apresentada.

Não quero e não devo judicializar a disputa.

Participação na eleição

Acredito ter contribuído com a realização das prévias para que ocorresse no mês de março mesmo que em contrapartida fosse prejudicado pela falta de tempo hábil para desenvolver um trabalho de aproximação junto aos convencionais e uma discussão mais ampla.

Não disputar as prévias para governador não exclui minha participação das disputas eleitorais.

Quero participar efetivamente deste momento importante das sucessões estadual e nacional de onde estiver e independentemente da posição política que escolher, mas não abro mão de debater e representar a sociedade.

Sei que é preciso abrir um consenso se queremos chegar a algum lugar.

Por isso, retiro minha candidatura às prévias, mas reafirmo que continuo à disposição nesta e em futuras eleições com minha experiência administrativa, dinâmica e empreendedora, em prol da sociedade.

Um comentário sobre “Alberto Mourão desiste de candidatura ao Governo de São Paulo pelo PSDB

  1. Parabéns Mourão, mostrou-se sensato e coerente ao não disputar o governo, a nossa cidade precisa mais do senhor aqui do que lá, querer o poder apenas pelo poder é coisa de gente medíocre. Pois a sua capacidade está nas coisas que faz e não naquilo que és!

Seu comentário é importante!