Equipes começam treinamento com drones em Praia Grande

Capacitação conta com atividades teóricas e práticas

As equipes que vão operar os drones da Prefeitura de Praia Grande estão em treinamento durante esta semana. A capacitação teve início nesta segunda-feira (15) com aulas ministradas pela empresa fabricante do equipamento. Os drones serão utilizados para o levantamento de dados e georreferenciamento principalmente nas áreas de Meio Ambiente, Urbanismo e Segurança.

Participam do treinamento 17 pessoas entre funcionários de cada uma das secretarias envolvidas, além bombeiros marítimos e integrantes do Radiopatrulhamento Aéreo, o Águia.
Atividades práticas também fazem parte do programa de treinamento. Nesta terça-feira (16), o grupo teve o primeiro contato prático com o equipamento na pista de atletismo da Cidade, dando ainda mais noção dos recursos disponibilizados pelos equipamentos. Na quarta-feira (17), a partir das 9 horas, o grupo volta ao local para mais uma aula prática.

Um dos drones será usado na área de segurança pública em duas vertentes: uma ambiental, na preservação de áreas e contenção de invasões, e outra de patrulhamento, podendo inclusive ser importante ferramenta em eventos ou situações pontuais. Para o inspetor-chefe da GCM, Márcio Souza Santos, o uso dos equipamentos certamente irá otimizar o trabalho da GCM. “Além de facilitar os patrulhamentos e ações, acreditamos que os drones irão representar até uma economia em combustível e farão com que as equipes sejam melhor direcionadas, por exemplo”. Este equipamento conta com recursos de zoom e captação de imagens no escuro.

Tripulante do Águia, o sargento Renato Quintiliano, já conhece sobre segurança de vôo em virtude da função que ocupa, mas afirma que o treinamento está acrescentando conhecimento técnico ao seu currículo. “A Prefeitura está de parabéns por nos oferecer essa parceria e trabalhar pelo bem comum. Quem ganha com isso é a população”.

Com os drones, Praia Grande passa a contar com um importante meio de captação de informações que poderão ser utilizadas em várias áreas, conforme explicou o geógrafo e proprietário da empresa que está ministrando o treinamento, George Longhitano. “A Cidade conta agora com um pacote de serviços que poucas prefeituras no estado possuem. Nele estão incluídos os equipamentos em si, os softwares e o treinamento, possibilitando que quem está passando pelo treinamento não apenas opere o drone, mas também extraia o melhor das imagens e as transforme em importantes informações”.

Os drones passam agora a compor o parque tecnológico de Praia Grande, considerado um dos maiores do estado de São Paulo. O objetivo é que as imagens captadas sejam transmitidas ao Centro Integrado de Comando e Operações Especiais (Cicoe), agilizando o atendimento das ocorrências e aumentando a eficácia do sistema.

Seu comentário é importante!