Atendidos na Apae/PG recebem visita do Canil da Guarda Civil

Trabalho social também faz parte das atividades do grupamento
7/6/2017
 

A tarde de terça-feira (6) foi especial para os cerca de 90 atendidos da Associação de Pais e Amigos do Excepcional de Praia Grande (Apae-PG), que receberam a visita do Canil da Guarda Civil Municipal (GCM). O objetivo da visita é estimular as pessoas com deficiência por meio da interação com os cães do grupamento e promover o mais importante: algumas horas de diversão.

As estrelas da tarde, sem dúvida, foram os cães Kratos e Iron, extremamente dóceis, sociáveis e, portanto, perfeitos para a cinoterapia. Os jovens e crianças puderam assistir à apresentação de show dog e até conduziram os cães, como se fossem guardas. As atividades foram acompanhadas pelos guardas Flávio, Constantino e Danilo, além do inspetor Erlei Lopes de Camargo.

De acordo com o inspetor, a tarde foi extremamente gratificante para a equipe. “O objetivo da cinoterapia é promover uma proximidade do cão com o paciente, estimulando a convivência e, de certa forma, a mobilidade. Mas o que nos deixa mais alegres é ver o sorriso sincero no rosto destas crianças, jovens e adultos”.

O Canil da GCM está retomando as atividades sociais, que também fazem parte das atribuições do grupamento, e a intenção é realizar as visitas na Apae quinzenalmente. A data da próxima visita ainda não está confirmada.

Para o coordenador técnico e psicólogo da Apae, Rogério Manssanari, esse tipo de trabalho só traz resultados positivos para a equipe técnica da entidade. “Trabalhamos questões comportamentais como a interação com o outro, eventuais medos e a transposição de barreiras que muitas vezes existem na vida dos pacientes. Além disso, é um ótimo momento de descontração com as famílias também”.

Para quem quiser conhecer um pouco mais do trabalho da Apae-PG, a sede está localizada na Rua das Acácias, 320, Bairro Quietude. O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira das 7h30 às 17h30.

Atuação – O Canil tem por finalidade possibilitar a complementação de ações e operações de segurança pública e proteção de bens, serviços e instalações do Município com emprego de cães, atuando mediante planejamento próprio, isoladamente ou em apoio às outras unidades da Guarda Civil Municipal.

Foi regulamentado por lei em 2007, mas existe na corporação desde 2004. Os guardas responsáveis pela condução dos animais participam de diversos cursos, entre eles os de cinofilia (cuidados na criação de cães) e cinotecnia (estudo da anatomia, comportamento, psicologia, fisiologia dos cães). Além do patrulhamento preventivo e ostensivo, o Canil participa de atividades educacionais e sociais, como as visitas em escolas com apresentação de show dog (adestramento) e a instituições beneficentes.

Deixe uma resposta