Praia Grande incentiva a adoção de animais abandonados

Divisão de Saúde Ambiental tem cerca de 200 bichinhos à espera de adoção
2/6/2017
 

A irresponsabilidade de algumas pessoas que possuem animais de estimação é algo constante. Bichinhos como cachorros e gatos são abandonados e maltratados todos os dias em diversos locais, mesmo com a Lei de Crimes Ambientais nº 9605/98, artigo 32, que defende os animais e aplica penas para aqueles que cometerem algum crime contra eles. Para evitar este tipo de ação, a Prefeitura de Praia Grande tem feito sua parte com trabalhos que conscientização e de incentivo à adoção e posse responsável.

Um dos responsáveis pelo trato dos animais acolhidos na Divisão de Saúde Ambiental e Proteção a Vida Animal (antigo Centro de Controle de Zoonoses) é o estagiário em Medicina Veterinária Vitor Moreno. Ele conta que muitas vezes os animais chegam bastante debilitados ao local. “A maioria deles chega aqui através de denúncia. Às vezes, nós os encontramos maltratados, magros, com suspeita de alguma doença. Então fazemos o diagnóstico clínico e os tratamos”.

Por conta de tantos abandonos, hoje a Divisão de Saúde Ambiental e Proteção a Vida Animal de Praia Grande conta com cerca de 200 aimais, entre cachorros e gatos, para adoção.

E para tentar diminuir tantos bichinhos sem um lar, a Secretaria de Saúde Pública (Sesap) constantemente faz campanhas de conscientização. Para adotar é simples, basta acessar o Blog da Zoonoses (adocaoanimalpg.blogspot.com.br), escolher o bichinho que você quer adotar, ir até o centro que fica na Rua Antonio Cândido da Silva, s/nº, Bairro Vila Sônia, das 10 às 16 horas, munidos de xerox do RG, CPF, comprovar que mora em Praia Grande e assinar um termo de posse responsável.

Deixe uma resposta