PG bate recorde de alunos participantes na Olimpíadas de Astronomia

Mais de 1,6 mil estudantes fizeram a prova na última sexta-feira (19)
22/5/2017
 

Em 2017, a Secretaria de Educação (Seduc) bateu o recorde de participantes das Olimpíadas Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). Na última sexta-feira (19), 1667 alunos do Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), de 22 escolas municipais, realizaram a prova. O número deste ano é quatro vezes maior se comparado com de 2016, quando 382 alunos se inscreveram.

A avaliação foi composta por dez perguntas: sete de astronomia e três de astronáutica. A maioria das questões é de raciocínio lógico. Elas serão analisadas por membros da comissão organizadora do evento juntamente com integrantes de instituições parceiras da OBA, como o Instituto de Física da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Observatório Nacional (ON), Universidade Paulista (UNIP), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Centro Técnico Aeroespacial (CTA), Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

De acordo com a diretora da Divisão de Ensino Fundamental da Secretaria de Educação, Fernanda Hannickel Portella, o número de participantes praia-grandenses quadruplicou devido ao grande incentivo a professores e equipes gestoras. “Ficamos felizes em atingir essa quantidade tão expressiva. Isso mostra que o nível de interesse de todos tem crescido, além de permitir aos nossos estudantes um com a astronomia por meio de aulas práticas e teóricas”.

Organizado pela Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB), o evento tem como objetivo incentivar o interesse pelo estudo da astronomia. Os melhores classificados na OBA representam o país nas olimpíadas Internacional de Astronomia e Astrofísica e Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica de 2018.

Deixe uma resposta