Complexo Hospitalar têm mais de 90% de aprovação

Escrito por Antonio Cassimiro
Sex, 12 de Agosto de 2016 11:17
 

irma dulce

Aumentou sensivelmente o nível de satisfação de pacientes nas três unidades mantidas pela Fundação do ABC (FUABC), em Praia Grande, em pesquisa entre abril e junho.

Serviços prestados pelas equipes médicas e de enfermagem tiveram avaliação positiva acima de 90%.

A consulta ocorreu no Hospital Municipal Irmã Dulce e no Pronto Socorro Central, no Boqueirão, e na Unidade de Pronto Atendimento Dr. Charles Antunes Bechara – UPA, do Samambaia.

As pesquisas são realizadas periodicamente e visam identificar falhas para a realização das melhorias necessárias.

De acordo com a coordenadora do Serviço de Apoio ao Paciente (SAP), Marisa Paiva, as ações foram eficazes nas três unidades e aferidas pelos questionários. “Os índices de aprovação em relação ao ano passado demonstram que os avanços e as melhorias na prestação dos serviços surtiram o resultado que esperávamos”, disse.

Em relação ao ano passado, no mesmo período, alguns números tiveram um resultado até 30% maior, considerando o atendimento em geral.

O tempo de espera no Pronto Socorro Central foi o mais bem avaliado, motivado pela implantação do novo sistema de triagem de pacientes com uma metodologia que tornou mais rápida a classificação de risco de pessoas que chegam à unidade.

A UPA Samambaia também apresentou índices bastante favoráveis pelos pacientes, o que é atribuído aos investimentos no atendimento mais humanizado com reformas, troca de mobiliário e adaptações que foram realizadas no local, que proporcionaram maior conforto para pacientes e funcionários, com intervenções nos quartos de internação, na recepção, no setor de emergência e outros.

A internação do Hospital Municipal recebeu pontuação 10% maior em relação à 2015, demonstrando que mais de 80% dos que responderam aos questionários consideram ótimo ou bom o atendimento.

Para o diretor geral do Complexo Hospitalar, Marco Antonio Espósito, embora haja uma grande fluxo de pacientes nas unidades, as esquipes estão preparadas para lidar com as demandas. “Temos o compromisso de prestar um serviço satisfatório à população. Mesmo com um grande movimento especialmente na Maternidade e nos setores de urgência e emergência, nossos colaboradores estão dando o máximo de si para corresponder a esta realidade”, destacou.

Não foi ainda incluída na pesquisa a quarta e mais nova unidade administrada pela FUABC na Cidade, a Unidade de Alta Complexidade em Cuidados ao Portador de Doença Renal Crônica e Terapia Renal Substitutiva (Nefro-PG).

O serviço foi iniciado em janeiro na fase ambulatorial, passando somente a realizar hemodiálises no mês passado.

Deixe uma resposta