O Velho Pirata — peloscaminhosdovento

“As vezes sonho tanto com o mar”! Remem escravos Gritava o homem demente pois é qualquer dia bom dia para navegar E ao olhar em volta o velho marinheiro Mirando firme no horizonte continuava a berrar Icem as velas marujos Não tenham medo porque a vida e a morte andam ai por todo lugar É […]

via O Velho Pirata — peloscaminhosdovento

Seu comentário é importante!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.