Galeria Nilton Zanotti recebe exposição de João Cesar de Melo

44084

“(Des) Dobra” apresenta mais de 200 pinturas inéditas em embalagens de papelão
7/6/2016 | Lorena Flosi , MTB: 40.295

A partir do dia 14 de junho, os visitantes do Palácio das Artes poderão conhecer um pouco mais sobre o trabalho do artista plástico João Cesar de Melo, que expõe sua mostra (Des) Dobra na Galeria Nilton Zanotti. A visitação é gratuita, e pode ser feita até o dia 12 de julho, sempre de terça-feira a sábado, das 14 às 17h30. Escolas, instituições e grupos em geral têm a opção de agendar uma visita monitorada, através do telefone 3496-5713.

(Des) Dobra reúne mais de 200 pinturas inéditas feitas em versos de embalagens de papelão. Nesses trabalhos, o artista formado em arquitetura utiliza-se das dobraduras das caixas como referência espacial das estruturas que desenha e pinta. São experiências para futuras telas e murais, feitas com tinta acrílica de parede e, nas séries de pequenos formatos, com caneta hidrocor.

As embalagens são recolhidas nas ruas, nos supermercados ou reaproveitadas de produtos de consumo pessoal, como creme dental e sabonete. Em diversas séries, João César de Melo experimenta combinações de cores e formas diferentes em embalagens dos mais diferentes formatos e tamanhos.

O resultado são obras honestas, feitas estritamente em função do exercício criativo. Não foram feitas para se comercializar. São como páginas de um livro que o artista consulta antes de começar cada nova série de telas.

A exposição também tem um lado pedagógico, incitando o visitante, especialmente as crianças, a utilizar nas caixas que encontram eventualmente como suporte para exercícios criativos.

João César de Melo é mineiro, formado em arquitetura pela Universidade Federal do Espírito Santo, em Vitória, onde começou a manifestar-se também por meio do desenho e da pintura abstrata. Dois anos depois começou a receber as primeiras encomendas de murais e os primeiros convites para exposições. Assim que se formou decidiu se dedicara à arte.

Em 2008 mudou-se para Santos, segundo ele por sua relação com o mar, com o porto e também por causa de sua mobilidade – era seu sonho de viver numa cidade onde pudesse fazer tudo de bicicleta.

Em seus dois primeiros anos em Santos, chegou a trabalhar, junto com amigos em São Paulo, em alguns projetos de arquitetura, o que lhe rendeu dois prêmios IAB e também duas menções honrosas – Bienal Internacional de São Paulo e Concurso Internacional para o Museu da Unicamp. De Melo também assina o projeto Ambiente e Processo Criativo, já executado em diversas universidades do Brasil, no qual oferece palestras sobre o tema e a pintura de murais.

Mantendo uma produção restrita a poucas telas ao ano, o artista consegue tempo suficiente para ler e escrever, o que lhe possibilitou a publicação de cinco livros nos últimos sete anos.

Serviço:
Exposição (Des) Dobra – João César de Melo
Galeria Nilton Zanotti – Palácio das Artes
Av. Pres. Costa e Silva, nº 1600
Abertura oficial: dia 11 de junho, às 17h30
Visitação: de 14 de junho à 12 de julho
Terça-feira à sábado, das 14 às 17h30
Gratuito
Informações: 3496-5713

Seu comentário é importante!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.