Seduc oportuniza curso de inglês para 20 alunos da EJA

0000000000000000000000000000000
Parceria com Fisk Idiomas prepara estudantes para mercado de trabalho
21/3/2016 | Daniel Elias, MTB: 59.233

Com o mercado de trabalho cada vez mais concorrido falar uma segunda língua, além da nativa, tornou-se indispensável. Para auxiliar os alunos, a Secretaria de Educação (Seduc) disponibiliza a 20 estudantes de turmas do 1º ano do Ensino Médio da Educação de Jovens e Adultos (EJA) a oportunidade de aprender inglês de forma gratuita. Neste sábado (19), os integrantes da EJA estiveram na unidade do Bairro Tupi, da Fisk Idiomas, para o primeiro dia de aula.

Os alunos estudam nas escolas municipais Albert Einstein (Bairro Samambaia), José Padin Mouta (Tupi), Roberto Shoji (Tupiri) e São Francisco de Assis (Boqueirão). Para selecionar os beneficiados com o curso de inglês, a Seduc levou em consideração o desempenho dos estudantes em sala de aula e definiu os cinco melhores de cada unidade, tendo como critério as notas, o comprometimento e a participação.

Entre os agraciados, o comerciante Sérgio Ricardo Petrucci, aluno da EM São Francisco de Assis, comemora a oportunidade de aprender o idioma mais popular do mundo, de acordo com a revista Nova Escola, da Editora Abril. “Isso é uma benção de Deus e vai coincidir com o término do Ensino Médio. Com certeza fará diferença para nós no futuro”, agradeceu.

Estudante da EM Roberto Shoji, Priscila Ferreira da Silva, vê na oportunidade ofertada pela Secretaria de Educação a chance de recuperar o tempo perdido. “Cheguei a fazer o curso de inglês há alguns anos, porém, tive que parar. Poucas instituições de ensino realizam uma iniciativa dessas. Agora, tentarei ao máximo finalizar o curso”, destacou.

Aprendizado – Considerado tiro curto, o curso terá duração de 90 horas e as aulas acontecem todos os sábado, das 10 às 12 horas. Durante as atividades, os alunos passarão por uma imersão na língua inglesa, sempre com o intuito de prepará-los ao atendimento. A conversação entre eles será o ponto chave nas dinâmicas proporcionadas pela professora dentro da sala.

De acordo com diretor administrativo da Fisk Idiomas, Fabrício Fernandes, o intuito, a princípio, era atender alunos do 8º e 9º do Ensino Fundamental. “Foi quando, em conversa com equipe técnica da Secretaria de Educação, conhecemos o trabalho realizado com turmas da EJA e entendemos que o curso seria mais indicado para este grupo, com o objetivo de auxiliá-los a buscar melhor posição no mercado de trabalho”.

Para a diretora da Divisão de Ensino Fundamental, da Secretaria de Educação, Fernanda Portela, o curso será um diferencial na vida dos alunos beneficiados. “Com a segunda língua, em uma próxima entrevista de emprego, eles terão a possibilidade de serem avaliados de forma mais efetiva, inclusive, largando na frente dos concorrentes. Além disso, existe o fator de trabalhar a autoestima, pois eles se sentem valorizados”.

AGÊNCIA DE NOTÍCIAS: Acesse também nosso conteúdo através do Facebook e do site da Rádio do Paço. Veja também o Banco de Imagens.

Seu comentário é importante!