Praia Grande sedia 4ª Semana da Mata Atlântica

Foto: FELIPE FRANÇA
Foto: FELIPE FRANÇA

Evento marca comemoração de 20 anos da Educação Ambiental na Cidade
7/3/2016 | Daniel Elias, MTB: 59.233

Praia Grande sediará a 4ª Semana da Mata Atlântica este ano. O evento, organizado pelo Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista (Condesb), por meio da Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem), deve ser realizado de 31 de maio a 2 de junho, no Palácio das Artes. A atividade marca a comemoração de 20 anos da Educação Ambiental, desenvolvida pela Secretaria de Educação (Seduc) praia-grandense.

A Semana da Mata Atlântica envolve as nove cidades da Região Metropolitana (Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente), por este motivo, ocorre de forma itinerante a cada ano. A realização da atividade no Município foi aprovada em reunião que marcou o encerramento da 3ª edição do evento, em 2015, no Guarujá.

Diretora do Departamento de Educação Ambiental da Seduc, Eliane Queiroz, festejou a notícia. “Eventos como a Semana da Mata Atlântica, fortalecem as ações regionais, sendo uma excelente oportunidade para a troca de experiência e de ações voltadas à proteção da Mata Atlântica, entre os Municípios”.

Duas décadas – Localizado na Área de Lazer Ézio Dall’Acqua, o Portinho, o Departamento de Educação Ambiental trouxe a Praia Grande o status de ser a primeira cidade na Baixada Santista a implantar, em 1996, uma escola voltada exclusivamente para a educação ambiental. Antes mesmo de a discussão sobre sustentabilidade ganhar força em todo o mundo, o espaço foi criado para conscientizar os alunos sobre a preservação do planeta.

Com o passar dos anos, o trabalho cresceu, agregou novos programas e aperfeiçoou a estrutura oferecida. Atualmente, o núcleo de Educação Ambiental conta com museu biológico, sala para oficinas de reciclagem, biblioteca ambiental, laboratório para experiências biológicas e físico-químicas, estufa com hortas, plantas ornamentais e mudas de árvores, que possibilitam o contato direto dos alunos com o mundo vegetal.

Além de toda a estrutura, a Educação Ambiental desenvolve ainda atividades práticas e atrativas, que ensinam sobre a importância da natureza para a vida humana e o valor das pequenas atitudes para a preservação ambiental. Outras iniciativas aplicadas são os programas que envolvem visitas aos ecossistemas da região (praia, manguezal, mata atlântica etc) para complementar as aulas teóricas.

Mata Atlântica – A Mata Atlântica abrange quase toda a costa do Brasil, além de partes do Paraguai e da Argentina. É considerada a mais rica entre as florestas tropicais úmidas de todo o planeta e possui diversas espécies endêmicas, como o mico-leão-dourado e a onça-pintada, ameaçados de extinção.

A partir da colonização europeia, no século XVI, a Mata Atlântica passou por intenso processo de desmatamento. Na época, o pau-brasil foi o principal alvo de extração e exportação. Atualmente, no Brasil, resta menos de 10% da cobertura vegetal original, a maior parte na Serra do Mar.

Endereço – O Palácio das Artes fica na Avenida Presidente Costa e Silva, 1.600, Bairro Boqueirão.

AGÊNCIA DE NOTÍCIAS: Acesse também nosso conteúdo através do Facebook e do site da Rádio do Paço. Veja também o Banco de Imagens.

Deixe uma resposta