Praia Grande sedia Encontro Regional do Mais Médicos

Foto: Richard Aldrin
Foto: Richard Aldrin

Evento será na segunda-feira (7), a partir das 9 horas, no Palácio das Artes
3/3/2016 | Pedro Sbravatti, MTB: 35.768

Praia Grande sediará o Encontro Regional do Programa Mais Médicos do Brasil na segunda-feira (7), a partir das 9 horas, no Palácio das Artes (PDA). Esta será a quarta vez que a Cidade receberá o evento. Participarão profissionais que atuam nas cidades da Região Metropolitana da Baixada Santista. O programa do Governo Federal visa melhorar o atendimento dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Entre os temas que serão debatidos no encontro, destaque para o programa Jovem Doutor. Praia Grande aderiu a iniciativa que tem como objetivo ensinar aos estudantes conceitos de saúde preventiva, de forma prática e atraente, para que se tornem multiplicadores de informações em sua família e comunidade. O público-alvo são alunos de 8ºs e 9ºs anos, além de estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede municipal. O professor e doutor Chao Lung Wen, chefe da Disciplina de Telemedicina da USP e coordenador do programa, realizará explanação sobre o assunto.

Os trabalhos desenvolvidos em toda Baixada Santista de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, revisão e reforço dos protocolos de atendimento também estão entre os temas do encontro. Os profissionais ainda serão atualizados sobre os dados das doenças.

A programação do encontro conta com a apresentação dos profissionais do Programa de Residência em Medicina de Família e Comunidade (PRMFC) que atuarão em Praia Grande. O Município é o único da Baixada Santista que faz parte da iniciativa do Governo Federal e funcionará como modelo na Região.

Referência – Praia Grande conta atualmente com 30 profissionais do Mais Médicos. A Secretaria de Saúde Pública (Sesap) da Cidade destinou a atuação dos médicos para a Atenção Básica, porta de entrada do sistema, em unidades de Saúde da Família (Usafa). O setor é responsável pelos atendimentos primários que evitam procedimentos mais complexos através de acompanhamento médico com consultas.

Antes de ingressarem na rede municipal, todos os profissionais passaram por um período de ambientação. Durante a etapa de treinamentos, foram transmitidas informações sobre os protocolos municipais da saúde e do perfil social, econômico e epidemiológico local.

A chegada desses profissionais foi considerada pela Administração Municipal como peça determinante para o aumento para 56 equipes do Programa Saúde da Família e, consequentemente, uma maior oferta de serviços prestados. A Sesap distribuiu esses médicos em unidades que estavam sobrecarregadas, agilizando assim os atendimentos e beneficiando diretamente a população.

AGÊNCIA DE NOTÍCIAS: Acesse também nosso conteúdo através do Facebook e do site da Rádio do Paço. Veja também o Banco de Imagens.

Deixe uma resposta