fbpx
  • +55 13 99615 8477
  • vendas@euamopg.com

Capacitação sobre dengue, zika e chikungunya reúne agentes de saúde

Capacitação sobre dengue, zika e chikungunya reúne agentes de saúde

Foto: Jairo Marques
Capacitação sobre dengue, zika e chikungunya reúne agentes de saúde
Evento, em dois períodos, contou com cerca de 400 profissionais nesta quinta (25)
25/2/2016 | Pedro Sbravatti, MTB: 35.768

As latas, garrafas, copos plásticos e até um pneu no palco do Auditório Jornalista Roberto Marinho impressionaram os agentes comunitários de saúde (ACS) de Praia Grande que estavam na plateia. O cenário propício para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, fez parte da peça encenada por profissionais da Multiclínica Aviação e chamou a atenção do público sobre os cuidados que devem ser tomados para evitar e eliminar criadouros e as larvas do vetor das doenças. A atividade ocorreu nesta quinta-feira (25), durante a capacitação sobre o tema organizada pelos setores de Atenção Básica, Vigilância em Saúde e Educação Permanente da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) local.

O evento faz parte da programação que está sendo desenvolvida pela Sesap de combate à dengue e ao mosquito Aedes aegypti. Os trabalhos, que ocorrem diariamente em todos os bairros e regiões do Município, foram intensificados ao longo dos últimos meses.

O médico da Unidade de Saúde da Família (Usafa) Tupiry, Tiago de Deus Barreto, foi o responsável pela palestra. Em sua explanação, o profissional atualizou os agentes comunitários de saúde sobre os protocolos de atendimento, sintomas e evolução das doenças. “Muitas vezes não sabemos filtrar as informações, o que é realmente verdade e importante. Para isso que serve esse tipo de evento, nortear, condensar e direcionar o pensamento das pessoas para que não se tenha alarde, confusão e desesperos desnecessários”.

Sobre a atuação dos agentes, Barreto analisou que o mais importante é orientar os munícipes para que procurem as unidades de saúde em caso de suspeita de estar com uma das três doenças. “Focamos muito em todas as iniciativas no combate ao mosquito. A forma mais eficiente é interromper o ciclo de reprodução do Aedes”.

Para os agentes, a capacitação terá papel fundamental para melhor atender a população nas atividades nos bairros. “Recebi várias informações que não tinha conhecimento. A parte dos sintomas da zika e chikungunya foi muito importante. Agora sinto que estou até mais segura para iniciar as atividades e ajudar de alguma forma as pessoas”, comentou a ACS que está em treinamento, Josilaine Rodrigues Lima.

Já a ACS que faz parte da equipe de profissionais da Usafa Forte, Andrea Cristina, o conhecimento adquirido na palestra auxiliará na eliminação de algumas informações desencontradas que chegam até a população. “Chamou minha atenção a diferença entre o Aedes e o pernilongo normal. Temos essa função também, de multiplicar o conhecimento junto aos munícipes”.

Ações – A Cidade desenvolve constantemente mutirões nos bairros. Outros destaques são as intervenções em pontos estratégicos, tais como cemitério, desmanches de veículos e borracharias. Campanhas educativas nas unidades de saúde e escolas municipais também fazem parte do cronograma de serviços prestados todos os dias.

AGÊNCIA DE NOTÍCIAS: Acesse também nosso conteúdo através do Facebook e do site da Rádio do Paço. Veja também o Banco de Imagens.

ADM5

Seu comentário é importante!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: