fbpx
  • +55 13 99615 8477
  • vendas@euamopg.com

Nova fase do combate ao mosquito Aedes aegypti em Praia Grande

Nova fase do combate ao mosquito Aedes aegypti em Praia Grande

Ações são realizadas com apoio de 240 militares até a quinta-feira (18)

15/2/2016 | Pedro Sbravatti, MTB: 35.768

Praia Grande iniciou nesta segunda-feira (15) uma nova fase no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Até a próxima quinta-feira (18), agentes de endemias da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) da Cidade estão nas ruas e avenidas de vários bairros realizando as visitas domiciliares com objetivo de eliminar criadouros e larvas do vetor das doenças. Cerca de 240 soldados do 2º Grupo de Artilharia Antiaérea (GAAAe) participam das atividades.

Além do bloqueio de criadouros dentro das residências, a Sesap também realiza a intervenção em pontos estratégicos como desmanches de veículos, cemitério e borracharias. “Esta nova etapa consolida o trabalho que vem sendo desenvolvido no Município nos últimos meses. Praia Grande continua intensificando as atividades para combater o mosquito e pede que a população ajude nessa batalha”, disse a diretora da Divisão de Saúde Ambiental da Sesap, Maria Fernanda Gonçalves.

No último sábado, o Município participou da mobilização nacional contra a dengue. Na oportunidade, ocorreu o mutirão de informação e conscientização em 12 pontos estratégicos da Cidade que contam com grande circulação de pessoas. A meta foi chamar a atenção e sensibilizar munícipes e turistas com a entrega de cartilhas com dicas e providências que devem ser tomadas quando alguém se depara com criadouros, como pneus, piscinas e terrenos baldios. Medidas simples dentro das residências como telar ralos, limpar calhas periodicamente e eliminar pratos de plantas fazem grande diferença na luta contra a proliferação do mosquito.

“Um dos destaques desta etapa foi a participação do Exército. A recusa das pessoas em abrir a porta de suas casas quando o agente está acompanhado de um militar é muito baixa. O resultado deste trabalho do final de semana superou as expectativas”, analisou a diretora.

Telefone – A população também pode colaborar. Os munícipes podem denunciar possíveis focos. O serviço de atendimento está disponível pelo telefone 3596-1882.

ADM5

Seu comentário é importante!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: