– A Paradinha Rapidinha! – Por #JacksonPaula

#InclusaoAcessibilidadeemPG
#DireitoseInclusao

Vocês já devem ter presenciado a inconveniente situação, de alguém estacionar em uma vaga destinada as pessoas com deficiência, idosos, gestantes, para fazer uma “compra rapidinha”, “entregar algo rapidinho”, “pedir uma informação rapidinha”, ou parar e ficar nas vagas preferenciais dos supermercados e shoppings, não é?

vagasPois então, isto agora, se o motorista for pego em flagrante, será autuado por infração grave, recebendo uma multa de R$127,79 e mais 5 pontos na carteira de habilitação, além de ter o seu veículo removido por guincho!

Isto é fruto da Lei Brasileira de Inclusão nº 13.146, de 6 de julho de 2015, também conhecida como Estatuto da Pessoa com Deficiência, onde fica determinado que vias e áreas de estacionamentos privados, de uso coletivo, sejam consideradas vias terrestres, regidas pelo Código de Trânsito Brasileiro.

Mas para que isso possa ter eficácia, não podemos ficar quietos; presenciando ou vivendo tal situação, não deixe de fazer a queixa ao órgão competente mais próximo (guarda do shopping, o responsável pelo estacionamento, polícia militar, agentes da CET…).
Para os sem educação, fica o recado: Agora na hora de dar à “paradinha rapidinha” pense o quanto isso vai dar uma “doidinha” em seu bolso!

Confira, Clique em “Curtir” e depois “Obter notificações” e Compartilhe! ->
www.facebook.com/jacksonpaula

Seu comentário é importante!